iOSNotícias

Executivo do Google concorda que função “Logar com Apple ID” ajudará a melhorar a segurança na internet

Durante a WWDC, a maçã divulgou uma novidade que virá no iOS 13: a possibilidade de se conectar em sites e aplicativos sem precisar fornecer suas informações pessoais, apenas usando o ID Apple. Esta não é uma função criada agora e já existe há anos, sendo possível se conectar usando sua conta do Facebook, do Google, LinkedIn e alguns outros serviços.

Em uma entrevista, um executivo do Google declarou que a chegada da Apple neste segmento ajudará a tornar a internet ainda mais segura.





Sign-In with Apple

Com o iOS 13, a Apple entra no páreo com as empresas que oferecem o login único (SSO – single sing-on), que permite facilitar a conexão a um aplicativo ou site, sem precisar se inscrever previamente nele. Você apenas clica no botão referente ao serviço que você já possui conta e o site/app irá aceitar o seu registro, sem precisar que fique preenchendo formulários, criando senha e usuário.

O diferencial que a Apple propõe é proteger ao máximo a privacidade do usuário. Há a opção, por exemplo, de não informar seu real endereço de e-mail para o site, criando um temporário. A empresa também se compromete a não repassar seus dados pessoais a ninguém. Isso parece algo óbvio, mas algumas empresas (como o Facebook) não adotam o mesmo compromisso com seus usuários.

Uma tecnologia melhor para a internet

Em uma entrevista para o site americano The Verge, o diretor de gerenciamento de produto do Google, Mark Risher, declarou que está particularmente feliz em saber que existirá um novo “concorrente” na função de login único (SSO).

Mark afirma que, apesar de parecer algo simples e até bobo, os botões de login são muito mais resistentes a ataques comuns, como phishing, além de poupar o usuário de ter que ficar criando diferentes senhas para cada site. Ou pior, reclicar sempre a mesma senha em lugares diferentes.

Em sua apresentação, a Apple bateu forte nos concorrentes, insinuando que eles geralmente aproveitam os dados do usuário para outros fins. Mark discorda deste ponto em relação ao Google, embora admita que a atitude de alguns concorrentes (cof, cof, Facebook, cof, cof) não ajude a criar uma boa imagem deste tipo de serviço.

O executivo ressalta que o sistema de SSO do Google preserva ao máximo os dados do cliente. Porém, talvez o que a Apple tenha enfatizado é que o simples fato de precisar ter uma conta do Google já exponha os dados do usuário, independente se ele a use para fazer login ou não. Como a empresa precisa do máximo de dados para direcionar a publicidade que vende, tudo o que você usa (e-mail, espaço de fotos, etc) são material de barganha para a gigante das buscas.

Por fim, ele afirma que a popularização deste tipo de serviço (SSO) será melhor para a internet e tornará as pessoas muito mais seguras.


Para conhecermos ainda mais a fundo como a função funcionará no iOS 13, precisaremos aguardar que os desenvolvedores passem a adotá-la em seus apps, que estarão disponíveis apenas em setembro, quando a versão final for lançada.

Fonte
The Verge
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button