iOSNotícias

iOS 11.2 ativará o modo veloz para carregamento sem fio nos iPhones 8 e X

Conforme já comentamos aqui, os novos iPhones 8 e X permitem o carregamento através de bases de indução Qi sem necessidade de conectar fios ao aparelho. Porém, a Apple não liberou inicialmente o carregamento rápido nesta modalidade, prometendo fazer isso em uma futura atualização.

Esta atualização está chegando nas próximas semanas. No beta do iOS 11.2 já é possível carregar tanto o iPhone 8 quanto o X de forma mais rápida.

É bem impreciso dizer “recarga rápida” em sistemas de carregamento sem fio. Já vimos aqui que este método é bem mais lento que a carga com fios tradicional e mostramos que demora bem mais para seu iPhone ficar com carga cheia.

Para se ter uma ideia, o carregamento sem fio a 5W é mais lento que o feito com fio usando o carregador original que vem na caixa do iPhone, considerado bem lento. Com a mudança no iOS 11.2, estes tempos podem se igualar. Leia o artigo completo com nossos testes de carregamento.

Uma questão de Potência (W)

Os novos iPhones são compatíveis com o padrão Qi (lê-se tchí), amplamente usado no mercado. Isto significa que o usuário pode comprar bases de qualquer marca e funcionarão com o iPhone 8 e X (lê-se dez). Porém, a potência dessa base é o que dará ritmo ao carregamento do aparelho.

Originalmente, os novos iPhones foram projetados para aceitar uma carga de 7,5W. Mas, por alguma razão técnica, a Apple preferiu limitar esta capacidade para 5W nas primeiras semanas após o lançamento, prometendo remover este limite em uma atualização do sistema até o final de 2017.

Sistema

Potência aceita

iOS 11.0

5W

iOS 11.2

7,5W

Isto significa que com o iOS 11.2 as cargas por indução serão mais velozes, em bases que ofereçam mais de 5W de potência. Este detalhe é importante, porque se você comprou uma base mais barata de apenas 5W, nada irá mudar com o novo sistema.

Em breve faremos aqui no BDI testes mais detalhados com a nova velocidade de carga no iPhone X.

A Apple ainda não divulgou uma data para a liberação pública do iOS 11.2, mas acredita-se que será lançado para todos em dezembro, junto com o lançamento do HomePod.

Via
MacRumors
Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Apple só fazendo merda nos últimos tempos. Pq já nao liberou desde o lançamento? Pqp. To muito irritado, e olha que sou fã da empresa. Detestei a central de controle nova, toda hora que vc vai colocar ou tirar do modo avião ele ativa funções que não pedi. O bluetooth funciona mesmo desativado. O reconhecimento facial pra mim, piora o uso, prefiro o touch id. O iOS está com falhas grotescas. Há boatos de uma tal linha verde na tela. Está atrasada comparando com a concorrência. Enfim, estou bem descontente com a Apple e nem sei quando e se vou comprar o iPhone X. 🤪🤪

    • “Pq já nao liberou desde o lançamento?”

      Não acho que você ou eu tenhamos o mesmo conhecimento técnico que os engenheiros que projetaram o iPhone. Eu prefiro ser mais humilde e não tirar conclusões amadoras, acreditando que eles tiveram um motivo bem preciso para não liberarem esta funcionalidade antes, mas trabalharam para que nós tivéssemos agora, de forma segura. Se os engenheiros da Samsung tivessem tido o mesmo cuidado no Note 7, talvez as baterias não tivessem explodido tanto quanto explodiram no ano passado.

      • Com certeza eu nao tenho o conhecimento dos engenheiros da Apple. Como você mesmo falou, é apenas minha opinião amadora de usuário 😉

    • “O reconhecimento facial pra mim, piora o uso, prefiro o touch id

      De novo, está formando sua opinião sem nunca ter testado.
      Aí fica fácil criticar.

      • Qual o problema de emitir minha opinião sem nunca ter testado?

        Nao preciso pagar 7 mil reais no aparelho para opinar que a função não é boa.

        • Não tem nenhum problema. Tanto que você teve o espaço aqui para publicá-la.
          Mas tenho certeza que você concorda que eu também posso ter a MINHA opinião de achar que, por você não ter bases práticas, sua opinião é fraca. Mas até aí é sua opinião e a minha, e todos nós as expomos aqui.

          Dar opinião não significa “Isso é o que eu penso e ninguém pode ser contra”. Se você expôs sua opinião aqui, acredito que seja para ela ser avaliada por todos e comentada, porque se for apenas para a gente ler e não poder reagir a ela, então o melhor seria você montar um blog pessoal com a parte dos comentários fechada. Ou escrever um livro.

          Só para deixar claro: não tenho nada contra você, Jonathan, até porque você é um leitor de longa data aqui do blog e sempre contribuiu de forma construtiva. Estamos apenas debatendo um assunto, nada mais que isso.
          Eu entendo seu descontentamento com a Apple, principalmente se compararmos com o que ela era no passado. Só achei que os argumentos que você usou no seu comentário não são fortes o suficiente, na minha opinião. E isso que nem falei dos outros pontos que você comentou.

          Se você não quiser mais debater este assunto, me diga, pois nesse caso eu paro.

          • André Dal Molin

            Que cara chato da porra. Quer saber mais que os engenheiros da Apple e ainda fazer review sem ter encostado no aparelho. Porra não fode kkkkkkkk

          • Carlos Frederico

            E só para complementar… quer queira, quer não queira… a Apple continua ditando os rumos. E isso, ironicamente, é ruim para nós. Mesmo com todas essas “falhas”, ela ainda continua rumando para onde se deve. Isso me dá arrepio, pois se a ideologia dela mudar, o poder de influência dela é tão grande que eu sinceramente não faço a menor ideia do que poderá ocorrer.

            A Apple de antes tinha menos produtos. Tinha menos pessoas. Tinha menos sistemas operacionais desenvolvidos. É, de certa forma técnica e racional, compreensível que hoje as falhas/bugs aconteçam com mais frequência, embora isso de forma alguma seja desculpa para não aumentar o controle de qualidade. Mas existe um esforço por baixo dos panos, como a disseminação do Swift, das boas práticas, da educação como um todo, etc.

        • Marco Lindoso

          “Qual o problema de emitir minha opinião sem nunca ter testado?”

          A resposta tá na pergunta.

        • Hugo Jarocki

          O faceid é muito mais rapido que o touchid, até quando estou no escuro do meu quarto ele reconhece. Nao tive problemas graves com nada no iOS novo, apenas alguns aplicativos ainda nao foram atualizados e estao bugados. O celular é sensacional e eu recomendo você testar antes de ficar irritado sem ter o teste pratico.

        • Claudio

          Acredito que seja a mesma de uma pessoa que diz que não gosta de salada sem ter experimentado. Tens que ver que tudo é baseado na experiência de usuário. Mas como comentei acima, o Apple Watch que dá aquela força quando você quer dar aquela espiada sem estar alinhado ao FaceID. Acho que de quebra eles colocaram esse novo “requisito”.

          • Não, cara. Salada é ruim mesmo! hahahahahaha

            • Henrique A.

              kkkkk

        • Alex iPilot

          Concordo contigo! 99,999% das opiniões aqui são de pessoas que não testaram!

          Esse é o ponto. Se alguém diz que gostou, aplausos, sua opinião é válida, mas se diz que não gostou então surge o argumento desqualificando sua opinião porque você ainda não testou, não tem experiência prática…

        • Lucas Petroni

          Cara, esse site visa apenas totalmente defender a Apple, nunca pensa no lado do consumidor, mesmo sendo eles que geram cliques e “sustentam” o site. nem perca seu tempo tentando opinar aqui.

          • Daniel Soares

            Por esse motivo parei de participar dos comentários no BDI há uns 4 ou 5 anos atrás.O conteúdo é sempre muito bem montado, mas a intolerância contra críticas dos participantes é bastante alta.

      • Eu não testei o FaceID, comprei o iPhone 8 mas quero o X e já estou vendendo o 8 para comprar o X.
        Mas algo que é ruim no TouchID é que com o dedo úmido nunca funcionou corretamente, ao menos não com o meu dedo úmido.
        Só por este detalhe já considero o FaceID melhor.

        • Carlos Lino Jr.

          Realmente.. o TouchID é nota 1000 em 80% do tempo, mas quando os dedos estão úmidos ou sujos é impossível de usar… Acho que o FaceID vai ser o trunfo da Apple agora

          • Eduardo Vieira

            Ja cadastrou seu dedo úmido? Eu fiz isso e resolveu meu problema…

            • Carlos Lino Jr.

              Cara, pior que já. Cadastrei ele sujo, úmido, normal e ainda sempre vou nos ajustes pra “treinar” o TouchID – Mas dura pouco tempo essa perfeição. (obs.: não é algo que seja horrível, é só que não funciona as vezes, mas nada horrível…)

        • Lucas de Oliveira

          Eu, particularmente, 90% do tempo é impossível utilizar o Touch ID, haja vista o meu problema de hipersudorese nas mãos. Vejo o Face ID como uma salvação para o meu caso.

          • Tiago Freitas

            tenho um amigo que a digital dele nao funciona com o Touch ID, eu falava que era má vontade dele e tal…até o dia que ele cadastrou a digital dele na minha frente e testou diversas vezes e me comprovou que o touch id não funciona com ele… é segundo iphone dele e não vai mesmo

      • Rei

        Essa é a base pra falar da concorrência tbm?

        • Aquela que a bateria explode?
          Ou aquela que está correndo para lançar um sistema de reconhecimento facial 3D em 2018?

      • Alex iPilot

        Calma iLex, até para não incorrer na mesma regra pela qual acusa: desconhecimento… Por exemplo, e se o Jonathan tiver um irmão gêmeo? O Face ID é “inútil”, ou “piora o uso” pra ele!

        Outro: as Ferraris são esportivas e tem direção e suspensão rígidas, além de serem baixinhas no solo… Não preciso testar uma Ferrari para saber que não vou gostar de um carro que reúne TUDO o que detesto num carro!

        • Se considerarmos o seu exemplo, eu concluo que você está errado ao equipará-lo com o caso em questão. E vou lhe mostrar porque.

          Você conhece suspensões e direções rígidas e não rígidas. Já testou em sua larga experiência com carros.
          Então, você pode avaliar que a tal Ferrari, que possui uma característica que você já sabe como funciona, não se encaixa no seu gosto mesmo sem precisar comprá-la ou testá-la. Claro que se testasse, poderia ter a oportunidade de concluir que nem é tão ruim assim, mas mesmo não testando, você tem background suficiente para pelo menos formar uma opinião mais encorpada.

          Já o Face ID não há uma experiência anterior, porque a tecnologia está sendo implementada pela primeira vez em um smartphone. Com isso, quem nunca testou o Face ID não pode dizer, com certeza, que ela é pior ou melhor que outra solução já existente, a não ser claro que alguém faça testes mais científicos apontando falhas e problemas (o que até agora não parece ser o caso no Face ID).

          “E se o Jonathan tiver um irmão gêmeo?”, “E se o goleiro tivesse pego aquela bola?”, “E se o juiz não tivesse visto o penalti?” são todas questões que estão disponíveis para serem usadas em debates. É assim que uma discussão adulta e sadia funciona. O Jonathan tem todo o direito de me apresentar argumentos que me convençam de que seu comentário é válido e eu estou aberto (como sempre fui) para ouvi-lo e mudar de ideia caso ele consiga me convencer.

          Debater não deveria ser considerado como ofensa e sim como oportunidade de aprendizado.

          Estamos entrando em um ano de eleições em que a maioria está despreparada para isso. Todos só querem se fechar dentro de suas próprias crenças, e não admitem quem discorde do que elas pensam. Não se debate de forma construtiva, apenas se briga por ideologias pré-formatadas, sem abertura à possibilidade de se mudar de ideia, caso o que o outro esteja dizendo faça sentido.
          Estamos vivendo em uma sociedade medíocre, que não admite confronto de ideias e debate.
          #desabafo

          • ricardo

            “Debater não deveria ser considerado como ofensa e sim como oportunidade de aprendizado.”

            O problema é que o debate se tornou a imposição da nossa visão sobre a do outro, ao invés de um momento de troca de ideias e busca de novos conhecimentos.

          • Alex iPilot

            Então responda-me, se ele tivesse dito “o Face ID é fantástico e será perfeito pra mim” você teria respondido com o mesmo argumento???

            • Permita a minha intromissão: a resposta provavelmente é “não”. Mas por um motivo muito lógico: o elogio da sua frase (ou de qualquer outra) deixa naturalmente implícito que há um certo conhecimento do assunto. “É fantástico” e “será perfeito pra mim” mostra que você tem uma razão pra você achar o recurso bom. Será perfeito por quê? Tá implícito que há um motivo.

              No entanto o comentário do Jonathan veio como uma descarga de ódio, sem justificar nenhum dos argumentos que ele citou para dizer que “odeia” isso ou aquilo. A velha polêmica do bluetooth, ainda colocada como falha, mas por que exatamente isso o incomoda? O Touch ID é melhor que o Face ID? Por quê? Ele já testou? Já usou no dia a dia? Ou tem algum motivo em especial que faz ele imaginar que vai ser ruim? Se tem, qual é? Acho que esse é o ponto que o iLex levantou. O comentário como foi colocado não agrega em nada, apenas o ódio puro. Mas se ele explicar melhor suas razões, talvez aí sim poderíamos debater construtivamente, levantar questões interessantes, sugestões de uso, e toda a discussão passa a ter um propósito. Tudo foi colocado como “odeio e pronto”.

              Veja: se alguém diz que “gostou” de algo que você fez, o normal é você agradecer. Já tá implícito que há um motivo. Se alguém diz que “não gostou”, o normal é você querer saber o motivo, certo? O que não gostou? Por quê? Só assim você pode melhorar. É a mesma coisa.

            • Alex iPilot

              Por favor, sempre, a discussão inteligente é saudável!
              Você está correto porém aborda de maneira diferente do que aconteceu. Concordo que perguntar por detalhes que motivaram a opinião negativa sobre o Face ID e a preferência pessoal sobre o Touch ID traria riqueza ao debate, mas o que aconteceu foi a desqualificação da opinião do autor baseada apenas no argumento de que ele não havia testado o recurso. Por coerência, o mesmo argumento também deveria desqualificar opiniões positivas.

              Eu não vi ódio no comentário original. O autor fez um desabafo citando pontos que o levavam àquela opinião. Sobre o Face ID ele não deu detalhes porém, como você disse, está implícito um motivo que ele deve ter.

              Eu mesmo poderia ter escrito semelhante opinião e com motivos para ter ódio, depois de mais de um mês com meu Watch mostrando apenas as horas, incapaz de parear com o iOS 10.

          • Henrique A.

            iLex hoje está zen… Ninguém tira ele do sério! kkk Só no argumento e na classe!

      • Claudio

        O FaceID é muito bom! Estou gostando de utilizá-lo, mas se vale uma opinião de quem já o comprou, acredito que o FaceID se encaixe perfeitamente com o Apple Watch. Devido às limitações de ângulos e etc, vejo tudo no relógio e quando preciso interagir de verdade, serei forçado a pegar o iPhone e ficar de frente para ele e aí a mágica acontece. Então, resumindo, acho sensacional, mas se você não tem o relógio, pode se frustrar para dar aquela espiada nas notificações.

    • Eu particularmente gostei demais do Bluetooth funcionar mesmo ao ser desativado. Era muito chato colocar o meu iPhone em modo avião e perder a conectividade com o meu Apple Watch e os meus fones de ouvido wireless, que desconectavam. Se tornou uma comodidade.

      • Marco Lindoso

        Sim. Eu gostei bastante também por conta disso.

      • Douglas Knewitz

        Não sei prq as pessoas se incomodam com isso! Algo tão pratico, tá certo que a Apple errou em não disponibilizar um 3D Touch pra desabilitar completamente.

      • Andrieux Querido

        Principalmente desconectar do radio do carro . q odio rsrs.

      • Estan Duarte

        As pessoas nao entendem quando a Apple implementa algo… As redes de lojas e tags sempre funcionaram por BT, conexao com o relogio ou o fone de ouvido sempre foi interrompido por um toque em modo aviao ou esbarrao na CC. Desde sempre o iPhone veio com BT ligado por padrao em ajustes para conveniencia em aparelhos ao redor, Apple sabe que a rede consome tao pouco quanto 1% da bateria em 24h.
        Para quem usa iPhone 7 deve ter notado que o aparelho nao aquece tanto quanto aquecia em iPhone 6S ou inferior em redes celulares de dados… Isso se deve ao fato do novo modem da Intel nos iPhones a partir do 7… Aparelhos desde o iPhone 4S usam BT 4.0, radio baatante economico em consumo eletrico, quem deixa ligado ou desligado nao tem esse impacto de consumo como antes no iPhone 4 e anteriores… Neste caso o BT ligado 24h por dia nos seus iPhones 5S/6/6S/7/8/X não vao drenar a bateria.

      • LeandroN

        Mas se colocar em modo avião, desliga tudo mesmo, não entendi!!!!

        • Com a última atualização, se você tiver um Apple Watch, a conexão de BT dele continua funcionando com o iPhone, mesmo com o modo avião ativado.

          • LeandroN

            11.2? Com o 11.1 isso não funciona. Desliga tudo mesmo quando no modo avião. Mas não faz sentido deixar o BT conectado com o relógio. Modo avião é justamente pra desligar qualquer modo de conexão sem fios.

            • 11.1.1 Funciona, você me deixou até na dúvida, acabei de testar usando o meu fone wireless. Cliquei modo avião, o wifi e o BT continuaram ativos e a minha música continuou tocando sem nenhuma interrupção, show! A propósito, essa música é top!
              😂

              https://uploads.disquscdn.com/images/9e3bae86839d27ea1abc66cb73bcae68671c71879ef5809ee8485e1c9c6c656d.png

            • LeandroN

              Opa!!!! Vamos lá… tem coisa errada aí!

              1 – Quando apenas desligamos o Bluetooth ou Wi-Fi pela central de controle, ok, ele apenas disconnecta a rede ou o dispositivo, mas mantém a função ligada. Até elogiei isso quando saiu o iOS11, pois nunca quero desligar, usando fazia isso era para desconectar, portanto, melhor assim.

              2 – modo avião: isso realmente desliga tudo, testei aqui, quando entra em ajustes os itens de Bluetooth e Wi-Fi estão como INATIVOS. Reinicia aí o seu aparelho e testa novamente, parece algum bug.

              Veja, modo AVIÃO é justamente para quando está no avião, desligar todos os rádios para não haver interferência. Não faz sentido nenhum deixar ligado.

            • Leandro, reiniciei o aparelho e repeti o procedimento. Ao clicar em modo avião, a música continuou tocando no meu fone de ouvido e o meu Apple Watch continuou conectado, bem como o Wi-Fi. 🤣 https://uploads.disquscdn.com/images/5dba03dbfd9e37939ebd7bb0a1551602472aafab0c5d022707c32d5722d3bdfd.png

            • LeandroN

              Já consegui entender! Coloca em modo avião e desliga nos AJUSTES o Wi-Fi e/ou o Bluetooth. Quando você desativar/ativar novamente o modo avião, ele vai “lembrar” como estava da última vez.

              Isso pra mim é bug, e dos grandes!!!!!!

            • Obrigado pelo auxílio!

            • LeandroN

              Outro coisa, quando está em modo avião, o comportamento da central de controle muda também, ao invés de desconectar, ela passar a desativar/ativar o Bluetooth e Wi-Fi.

    • Ailton de Andrade

      Não liberou desde o lançamento provavelmente porque estava fazendo testes para liberar a função com total segurança. Não entendi o porque de tanta raiva, se você comprou o iPhone 8 só vai precisar atualizar o software.

      Bluetooth fica ligado sempre mesmo, é uma função que a Apple adotou para melhorar a usabilidade e que não compromete a bateria (pode procurar o artigo aqui no Blog, que você vai achar a informação.

      Reconhecimento fácil é mais pratico que o Touch ID. Se você nunca usou, você não deveria emitir opinião. Você não pode fazer resenha de um produto que nunca usou! hahahaha

      Existe outros motivos para o descontentamento com a Apple, os argumentos que você apontou não são eles! 😉

      • Douglas Knewitz

        Ao que tudo em indica apenas as bases parceiras da Apple poderiam funcionar com update pra 7,5 (inclusive elas deixam isso claro na caixa, já as outras marcas eu não sei).

  • Renato

    Na matéria está constando IOS 10.2 algumas vezes. O correto é IOS 11.2, não?

    • Com certeza, Renato.
      Obrigado pelo toque.

  • Augusto Medaglia de Oliveira

    Uma pergunta Off-topic: o iPhone X da T-mobile vai funcionar com o 4G do Brasil? Grato

    • Sim, todos os modelos funcionam com o 4G brasileiro.

      • Augusto Medaglia de Oliveira

        Muito obrigado!

      • Alex Alves de Lima

        ATÉ VERIZON E SPRINT? VEJO QUE O QUE MAIS TEM DISPONIBILIDADE SAO ESSES DE MANHA NAS APPLE STORE. NA PÁGINA DA APPLE MOSTRA AS MESMAS BANDAS

  • Trooper

    Alguém poderia indicar uma ou mais bases para carregamento sem fio que seja compatível com iPhone 8 PLUS? obrigado…

    • Douglas Knewitz

      Belkin e mophie, essas são as que funcionaram com a potência de 7,5 após update. Já as da concorrência eu não sei te dizer, como ficaram após atualização.

  • André Maróchio

    Ao invés de fazer uma atualização bem feita a longo prazo, mas que já venha com tudo, toda semana lançam uma atualização…

  • Júlio Liza

    Metendo meu “pitaco” nessa polêmica sobre o iPhone X e seus recursos, eu acho,(repito:EU ACHO!), que algumas pessoas estão confundindo REVOLUÇÃO com EVOLUÇÃO.
    Explico: quando o falecido e saudoso S.J. lançou o primeiro iPhone, isso foi uma REVOLUÇÃO na área dos smartphones. Agora, com os sucessivos lançamentos de novos aparelhos de iPhone , ( e respectivos iOs…), está ocorrendo EVOLUÇÃO, ( com alguns bugs, é claro..).
    Então muitas pessoas se “decepcionam” porquê ainda estão focadas na REVOLUÇÃO e sempre esperam uma novidade que lhes traga essa sensação de REVOLUÇÃO. E isso, pelo menos na gestão de Tim Cook, não está mais ocorrendo na área dos iPhones.
    Essa , pelo menos, é a minha modesta opinião…

    • Estan Duarte

      Concordo. Nao se pode ter servicos prontos e funcionando 100% antes de abrir em longa escala o seu uso. As pessoas que mais reclamam do iOS 11 é quem tem iPhones antigos, e nao da para entender porque as pessoas nao seguran a ansiedade e aguarda pelo menos o 11.1 que devera agradar aparelhos anteriores como o 7. Apple tem que focar nos aparelhos novos e isso é coerente.
      Nao da pra ter tudo novo e impecavel sem uma batalha de testes no globo.

    • Neste caso, você concordaria comigo que a AppStore foi uma evolução que provocou uma revolução. Ou ela foi mesmo uma revolução? E nos aprofundando, não poderia o iPhone ter sido uma evolução dos smartphones que provocou uma revolução?

  • Pedro Henrique Rodrigues

    Pessoal, FaceId e touchID tem suas peculiaridades.
    Lembro que antes de comprar meu 5s, uma amiga já tinha o dela há uns 6 meses. Lembro dela me dizer que após alguns meses de uso o sensor perdia o desempenho, o sensor levava mais tempo para reconhecer a digital dela, e que às vezes simplesmente não funcionavada.
    Isso na época me fez ficar um pouco chateado com o touchID, logo pensei: “Pô, achei que era sensacional essa tecnologia, mas não passa de marketing então!”
    Por fim, comprei o 5s e nesses 3 anos que tenho o telefone, não tive as dificuldades que essa amiga teve, e nem a minha irma que adquiriu um junto comigo.
    Conclusão: TouchID era ótimo! O problema eram as digitais da minha amiga
    Acredito que o TouchID e faceId vão funcionar bem pra uns, mal para outros. Tudo relativo.
    Antes de criticarmos devemos testar a tecnologia. O que não é bom para mim, pode ser bom para você.
    Eu pretendo comprar um iPhone X somente após testar, não sei dizer se vou gostar de utilizar os gestos, se vou gostar de usar o FaceID, ou até mesmo do design (não acho que o notch é algo que vá incomodar, mas pode ser que pessoalmente eu ache um horror!)

    E sobre o carregamento sem fio, se a Apple achava que a tecnologia não estava pronta, fez muito bem de não lançar. Depois a Apple faz igual a Google que lança coisa mal finalizada, e aí a Apple seria alvo de críticas. Seria com certeza um novo “gate”
    Paz ✌️