Rumores

Nova animação é descoberta no firmware do HomePod

O vazamento aparentemente indesejado do firmware do HomePod está deixando várias pistas de como será o futuro iPhone especial, inclusive com a sugestão do novo design. E este design foi confirmado também por uma nova animação descoberta no futuro sistema, provavelmente relacionada ao Apple Pay.

A descoberta foi feita pelo desenvolvedor brasileiro Guilherme Rambo. Uma animação simples mostra o novo iPhone sendo movimentado. Dê play no vídeo abaixo para visualizar:

A imagem mais uma vez reforça o novo layout, mas nos códigos ela não é associada a nenhuma função. Porém, o círculo é muito similar ao que aparece na página do Apple Pay do beta do iOS 11, no momento de pagar:

Se for realmente isso, parece uma pista clara de que a validação dos pagamentos se dará através de alguma identificação facial, como os códigos já apontam. Para isso, o usuário precisaria levantar o aparelho até o rosto, para que o sistema comprovasse a autenticidade do usuário e autorizasse o pagamento.

Acredita-se que o próximo modelo de iPhone terá um sistema de reconhecimento facial que muitos chamam de Face ID (o nome código por enquanto é Pearl ID). Como o mesmo sistema iOS 11 irá rodar em diversos dispositivos, o gerenciador de autenticação não está mais usando o termo “Touch ID“, que foi substituído pela palavra “Biometric“:

Ambos os processos (Touch ID e Face ID) serão de autenticação biométrica, visto que tanto a digital quanto o rosto do usuário são usados para autenticação. Isso já faz surgir algumas dúvidas: como ficaria a autenticação para pessoas gêmeas? Um poderia desbloquear e até realizar pagamentos com o aparelho do outro irmão?

A animação deixa bem clara a intenção de usar o “Face ID” como fator de autenticação, porém a dúvida é se o Touch ID irá estar presente ou não no novo iPhone. Como já afirmamos aqui, é bastante arriscado a Apple substituir completamente um sistema que dá certo há 4 anos, por um totalmente novo que nunca foi testado em grande escala. E se ela realmente não incluir o sensor de digitais sob a tela frontal, isso irá representar uma derrota, por não ter conseguido adaptar ao novo design algo importante do iPhone.

Teremos que aguardar até o mês que vem para sabermos ao certo os planos da Apple. É sempre bom lembrar que a simples existência de um código no interior do sistema não significa que ele seja relacionado a um produto real a curto prazo. Mas é uma pista forte.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados