Rumores

Rumor do dia: Próximo iPhone poderá não ter entrada para fones de ouvido

Se você gosta de usar fones de ouvido no seu iPhone, vai ficar interessado em saber do último rumor. Segundo o blog japonês Macotakara, que há anos vaza informações sobre a Apple que podem ou não se concretizar, o próximo iPhone deve vir sem a tradicional entrada para fone de ouvido, introduzida desde o primeiro modelo, em 2007.

Na verdade, isso já era de se esperar. Com a fixação da Apple em fazer aparelhos cada vez mais finos, a entradinha jack está com os seus dias contados, independente se este rumor de agora é ou não real. Ela atualmente limita que o aparelho seja ainda mais fino, tanto que a Apple já até depositou uma patente de um plug cortado, para permitir reduzir ainda mais a espessura do aparelho. Ou seja, o registro é uma prova de que a companhia está testando várias soluções para isso.

patente Jack

Mas um plug proprietário não seria a melhor solução. Imagine quantas reclamações isso não iria gerar, se a Apple obrigasse a todos trocarem seus fones e equipamentos para um plug que só ela usa. Por isso, a ideia de retirar completamente a entrada para fones faz mais sentido.

Neste caso, haveria duas maneiras de conectar fones no iPhone: uma seria por conexão Bluetooth, através de acessórios compatíveis (como este ótimo aqui). Outra maneira seria através de algum adaptador para entrada Lightning, que transformaria o áudio analógico em digital. Segundo o site japonês, a Apple forneceria estes adaptadores.

Tudo é rumor e pode ser que não se concretize no próximo iPhone. Mas o fato é que, se a Apple quiser diminuir ainda mais a espessura do seu telefone, o conector terá que diminuir ou desaparecer.

via Macotakara

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • João Vianini

    Eu queria que o Sir Ive parasse um pouco com essa fixação que ele o Jobs tem (tinham) com espessura e deixassem a bateria um pouco maior. Estava refletindo outro dia, quando o Apple Pay chegar ao Brasil, não vou poder confiar no meu iPhone para pagar e vou ter que continuar andando com o cartão porque a minha bateria nunca dura o dia inteiro…

    • Allan Guimarães

      Até o Apple pay chegar aqui a bateria já melhorou com certeza! Hahahha

      • Jonas

        A samsung já inventou, e apresentou tb , tipo uma fita, a pouco tempo. Por enquanto vai equipar as case carregáveis , bampers e pulseiras de smartwatch. Depois deve equipar os smartphones.

      • Jonas

        Olha aí!

      • Tiago Celestino

        Ou ñ.

    • Lukas Podolski

      Quanto mais fino, mais frágil e capas mais grossas pra poder proteger o aparelho, fazendo esconder a beleza do mesmo.

      • Quanto mais fino mais leve, e des de que os materiais sejam reforçados representaria um menor risco de dano… Mesmo que os materiais não sejam mais resistentes, essa lógica de capas mais grosas não faz sentido, pois o aparelho em si seria mais leve…

        Eu quero celulares da espessura de uma folha e um mudo sem fios ?

        • Rômulo Rasslan

          como a física explica, o peso do objeto nao interfere na velocidade da queda, e sim a dimensão do objeto, por fazer resistencia à queda

          • Verdade, desculpa sou meio ignorante em física ?

          • Alessandro

            o peso influencia sim, o que nao influencia eh a massa

    • Rasico

      Apesar de apoiar a decisão de retirar a entrada de fones, apenas por que isso deixa o iphone mais seguro contra agua e poeira, eu concordo com você.
      Existe mesmo uma obsessão na Apple em relação a finura que, pelo menos na minha opinião, não se justifica em termos de utilidade pratica ou estética. As vezes a redução na finura é de décimos de milímetro e eles ainda ressaltam como se fosse grande coisa! Enfim, prefiro um iPhone mais resistente e com mais bateria do que segurar uma lâmina.

    • Lucas Ramos

      Ninguém entendeu a sacada da Apple não????
      Todo ano ela vai afinando, afinando o iPhone.
      Daqui uns anos ela aumenta 4 mm, diz que é a espessura ideal para a mão humana e adiciona 7.000mA de bateria.
      Pronto. Todos vão dizer que foi a sacada do século e ele vai bater recorde de vendas mais uma vez.

    • Daniel3476

      Discordo, pra mim quanto mais fino o aparelho melhor. É claro que pro sujeito que assim que tira da caixa já tasca uma capa que dobra a espessura do aparelho e esconde todo o design aí não faz diferença. Mas pra quem gosta de apreciar o design como eu e detesta capinhas a espessura é muito importante, pra mim bem mais que alguns minutos de bateria.

      • Lucas Ramos

        A única coisa boa do celular fino é o peso. Mas acho que muita gente concorda que segurar um iPhone 6 Plus sem capinha é pedir para ele cair. Se o próximo for mais fino ainda, o risco dele cair aumenta.
        Mas se colocarem uma tela igual a do Moto X Force, concordarei com você.

  • JanjaBoy

    Eu não acredito.

    • Lucas Ramos

      #EuAcredito

      • JanjaBoy

        Parabéns! 🙂

    • Pow, Janja. Depois desse macbook com 1 única entrada que requer 10mil adaptadores? Duvida não!

      • JanjaBoy

        Pode ser.

    • Estanislaw Duarte

      Já pensou toda essa qualidade básica do EarPods extinta?

  • Carlos Frederico

    Eu apoio essa decisão da Apple, se for verdadeira.
    Convenhamos: é um saco aqueles cabinhos de fone que se enrolam todo. Quem tem caixa de som / fone bluetooth sabe a maravilha que é 😛

    • Luiz Fernando

      Mas não é pq vc gosta que as outras pessoas são obrigadas a ter, custa ter a duas opções?

      • Lukas Podolski

        voce está na rua e a bateria do fone acabou e agora? alto falante que não vai ouvir né. rs

        • Luiz Fernando

          kkkkk

        • Jef

          Há fones Bluetooth que vem com um cabo para usar nesses casos em que acaba a bateria antes do esperado, e em alguns modelos o cabo vem no próprio fone, sem precisar ficar “carregando o cabo no bolso”. São boas opções no quesito Benefícios e Comodidade.

          • Ikari Gendo

            !?!?!? mas não vai ter a entrada p2 mais. do que adianta o cabo??

            • Jef

              Este é somente um rumor, assim como diversos outros que já surgiram, e tem a chance de ser ou não aplicado.

              Meu objetivo foi apenas citar produtos que existem já pensando nesse caso de “acabar a bateria na rua”, que me pareceu você não conhecer.

            • Ikari Gendo

              Estou na rua e acabou a bateria. Onde eu ligo o cabo??

      • Carlos Frederico

        Na verdade não é bem porque “eu gosto”… e sim por ser uma tendência mesmo. É um orifício a mais para entrar água, para ocupar espaço, etc. Quanto ao “você está nua rua, blá blá” é uma questão de paradigma. Por exemplo, eu nunca durmo sem deixar o Apple Watch e o iPhone carregando. No dia seguinte está carregado e dura, para mim, o dia todo e mais um pouco.
        Nós mudamos de paradigmas o tempo todo conforme as necessidades básicas, cruciais e fúteis…

        • Breno

          Igual ao drive de dvd nos notebooks. Ná época muitos ficaram falando que seria um absurdo, não teria como gravar os arquivos, assistir filmes… hoje ninguem mais sente falta. A porta RJ45 de cabo de rede tambem foi excluída e todo mundo usa wifi hoje em dia. Acho que isso é um caminho natural, e como quase sempre a Apple sai na frente e depois vira tendência nos outros aparelhos dos concorrentes.

          • Ikari Gendo

            Menas Breno, Menas… Setor de mkt da empresa tem vários MacBooks e advinha, pediram uma cotação de adaptador RJ45.

          • Titanium

            nossa oO, porta RJ45 ainda é importanssima nos notebooks pois a rede cabeada é muito mais rápida que a Wifi, no ps4 por exemplo eu prefiro jogar online pelo cabo do que por wifi pois afeta muito o ping e latencia, ainda imagina você transferir um arquivo de 30 Gb de um computador para o outro na sua casa pelo wifi… levaria horas isso se não travasse no meio o que muito provavelmente iria acontecer

    • JanjaBoy

      Não entendo porque é que você concorda com uma imposição, não é melhor deixar o usuário escolher o que ele quer é o que ele acha melhor?
      Hoje, como está, você que não gosta de “cabinhos de fone que enrolam”, tem todo o direito de usar fones com bluetooth quando quiser.
      Diferente de você, eu gosto de fones com fio, não acho uma saco quando o cabinho embaraça porque sei como enrolar cabos para não embaraçar.

      Lembre-se que o fabricante quer sempre o que é melhor para ele, toda vez que você concordar, está dando mais munição.

      • Carlos Frederico

        Janjaboy, na realidade nem chega a ser uma questão de imposição e sim de quebra de paradigmas, evoluções e mudanças. Nem toda mudança sempre vai agradar a todos. Sabemos que isso é uma bela utopia… mas veja que nesse caso, considerando que o rumor seja real, é uma quebra de paradigmas interessante:

        – o conector é antigo para burro em termos de tecnologia;
        – o bluetooth está cada vez melhor;
        – as baterias também; e, muito provavelmente elas sofreram uma revolução num futuro não tão distante quanto a gente pensa.

        Eu concordo plenamente e sem restrições quando você menciona que “o fabricante quer sempre o melhor para ele”, mas convenhamos que existem, sim, empresas que querem mudar o mundo para melhor, desde que isso dê dinheiro, o que é meio óbvio. Entretanto, se ficarmos com esse pensamento de que sempre somos “vítimas”, não vamos chegar a lugar nenhum, não é verdade? A clássica frase antes de lançarem um carro na rua foi qual? “Se você perguntasse para as pessoas o que elas queriam, elas diriam que queriam cavalos que corressem mais rápidos.”

        Deixar as duas opções é inviável justamente pela intenção primária: deixar o aparelho mais fino. Eu vejo isso como uma vantagem a longo prazo, porque a nossa percepção vai mudando. E aí quando tiverem que engrossar um pouco mais em prol de tecnologias [r]evolucionárias, o impacto para o usuário final será irrelevante…

        • JanjaBoy

          Carlos Frederico, diz:
          “o conector é antigo para burro em termos de tecnologia”
          Conector é “tecnologicamente” antigo, não sei o que significa isso.
          Se a gente for discutir o que é antigo e/ou moderno, não vamos parar nunca.
          Olha ao redor e vê:
          Pneu, para-brisas, amortecedor, motores elétricos….. ….e o Google Car, Tesla, Toyota Prius e outros continuam usando. Então “tecnologicamente” antigo, é de uma relatividade ímpar.

          Mas falando de fone:
          Se você usar seu fone bluetooth num ambiente saturado em 2.4GHz (Microondas, Telefone sem fio, Wifi, etc…) e hoje é extremamente comum, você pode ter perda do sinal do Bluetooth devido a interferência. Além disso, você tem que ser capaz de viver com a perda de qualidade do decodificador.
          Também não menor o nível de distorção com a bateria num nível menor.
          Agora, se você trocar qualidade por “praticidade”, ok, eu não. Por isso quero que continue com a opção de poder usar um fone de baixa tecnologia, pouco prático que tem fio que enrola.

          • Carlos Frederico

            Cara, aprendi tanta coisa aqui nessa discussão… de repente vem uma enxurrada de especialistas em áudios! Muito bacana!!!

            Janja, eu concordo plenamente com você quanto ao ambiente profissional. Eu, de fato, não me expressei bem quanto ao conector: quis mais dizer o formato de entrada e não o “fio” em si, contudo, a ideia geral acaba sendo a mesma: eliminar mais uma entrada. Quanto ao fone de ouvido com fio, nesse casos é facilmente resolvido com um adaptador na entrada principal do iPhone e boa. Nesse caso temos de ver qual será a intenção futura da empresa.

            É como eu falei láááá em cima… as mudanças nunca vão agradar a todos. Por mim, se fosse possível vedar completamente, deixar mais fino e ainda manter a entrada P2, ótimo! Mas sob o ponto de vista da engenharia e da tecnologia atual, essa tarefa atualmente é impossível.

        • Vou te dar uns exemplos:
          1- eu até hoje utilizo o superdrive gravador pra entregar algumas mídias a clientes. Sou ultrapassado? Não! Tenho 2 horas pra entregar um material de 7GB há 34km daqui. Envio pela internet? São 4 horas pra subir e 4 horas pra baixar em média. E não dá pra presentear cada cliente com 1 pendrive. Simplesmente Perdi o cliente.

          2- trabalho com audiovisual e lhe digo: fios > sem fios. Não há quem concorde com o contrário disso no mundo de hoje e num futuro próximo. Vc fala de paradigma para uma realidade do público móvel? Talvez! Mesmo assim prefiro os fios chatos (sim, são). Passo o dia inteiro com o fone conectado no celular pra atender chamadas e a qualidade de chamadas de fones com fios que tenho são sensivelmente melhores que as sem fio. Sem contar interferência em algumas áreas externas. Pense nisso!

          • Fabio Hori

            Te apoio também. Nada me fara trocar meus phones com fio do que qualquer phone sem fio. A qualidade do aúdio, para quem tem gosta, é imensamente maior. Além de dar uma maior autonomia na já sofrida bateria. Em todos os fabricantes sérios (tipo Seinnheiser, Oppo, Audio-Technica, Beyerdynamic), seus headphones top-end sempre são COM fio, e por uma razão muito simples.

            Ficarei bem triste se essa opção for implementada, porque provavelmente isso me obrigará a usar um adaptador ou usar outro dispositivo para escutar música. Porque a Maçã estará declaradamente dizendo que eu não sou nicho de mercado dela.

      • Rasico

        Sempre terá gente que gosta do obsoleto, como voce que gosta de fios. Isso não é motivo para uma empresa que depende de inovação, como a Apple, não inovar. Provavelmente quando a Apple tirou o leitor de disquetes dos Macs teve gente chorando de raiva. Na boa, adapte-se ou compre um Samsung.

        • hecnpo

          Samsung comprado com sucesso!

        • JanjaBoy

          Fio é na sua opinião obsoleto, não é?
          Vamos lá:
          Monitores cardíacos são com fio, não são com Bluetooth, Bluetooth não é confiável.
          Eletroencefalograma é com fio, não com Bluetooth, Bluetooth não é confiável.
          O sistema Fly-by-wire usado nos aviões, não são “Fly-by-bluetooth”, sabe por quê? Porque Bluetooth não é confiável.
          Em estúdios de gravação, caixas, microfones e as conexões usam fio, sabe por quê? porque Bluetooth não é confiável.

          Agora, se você prefere uma porcaria de um fone Bluetooth com um conversor D-A de baixa qualidade e, que você não ouve a diferença, mas acredita que tem uma tecnologia melhor que um fio, não posso fazer você entender quão ruim é.

          Existe diferença em ser obsoleto e não ter conhecimento, não é verdade?

          P.S: não me venha mostrar home system de baixa qualidade que usam Bluetooth, porque a área profissional de áudio continua usando fio…..

          • Hugo Saraiva

            Concordo, amo usar fones com fio e inclusive acho os da apple ótimos! não sei como eu ficaria sem eles

          • Quadrado

            Esqueça Janja, esse pessoal que não sabe o que é ouvir música com qualidade não faz idéia do estrago que um fone sem fio faz na qualidade do som.

            • Rasico

              Isso, compre fio com terminais banhado a ouro pois me disseram que faz uma enorme diferença.

            • Quadrado

              Que tal se informar melhor e estudar um pouco sobre o assunto ? Ouro só serve para evitar oxidação do terminal, não melhora qualidade de som (se os terminais estiverem em boas condições)

            • Rasico

              Pode ser hein. Já vi tantos terminais oxidados, alguns tipo o Titanic. Geralmente acontece em quem toca na chuva.

          • Gerinho Faustino

            Olá JajaBoy, eu sou técnico de áudio, tecnico de PA e monitor, trabalho na mesa de som, faço alinhamento de sistemas de PA line array e fly array também, tenho essa profissão por conta da empresa do meu pai que atua na área de sonorização a mais de 20 anos prestando serviços para bandas de renome como aviões do forró, garota safada, paralamas do sucesso, Natirutis e etc… já fiz vários cursos e como profissional da área de som e áudio, gostaria de dizer que você esta fazendo comparações absurdas do uso de transferência de sinal (seja sinal de audio ou qualquer outro tipo de sinal) por cabeamento ou por bluetooth/wireless (sem cabeamento.
            Em estúdios de gravação, caixas, microfones e as conexões usam fio porque o sinal de áudio por cabeamento (com fio) é superior ao comparado ao sinal de audio sem fio, isso é verdade. Quando um artista sobe pro palco pra cantar ele usa o microfone sem fio por conta da usabilidade e tecnologia superior ao comparado microfone com fio, mas em relação ao microfone com fio ele sim é superior em qualidade de audio e de sinal, mas as diferenças na pratica real são ínfimas, são diferenças irrisórias e insignificantes em que o uso com fio se torna obsoleto e ultrapassado, por isso que o artista usa microfone sem fio.
            Pois bem, fazer esse tipo de comparação no uso profissional ao uso casual de escutar musica em um aparelho celular não tem lógica meu amigo, são coisas incomparáveis, o uso sem fio veio para revolucionar as coisas.

            A mesma polêmica foi criada quando as empresas desenvolvedoras de mesas de som começaram a fabricas consoles digitais substituindo as mesas analógicas em meados do ano 2000. As mesas digitais na época tinha uma qualidade de audio inferior em comparação as mesas analogicas mas era uma inferioridade insignificante, mas os recursos de uma mesa digital são infinitamente compensatórios e superiores em relação a uma mesa analógica em que alem de fazer o transporte da mesma para os shows tinha que levar junto um periférico cheio de aparelhos como equalizador, efeitos, gate, compressor e etc… recursos estes que já são integrados nas mesas digitais.

            Aconselho a dar uma olhada nas consoles digitais top de linha a nível mundial da atualidade tais como: Midas XL8, Soundcraft Vi6, Yamaha PM10D, Digico SD7, DigiDesgin D-SHOW e etc… Equipamentos digitais do audio que revolucionaram o mundo e que na época de lançamento geraram muita polemica entre os conservadores extremistas ignorantes e os visionários da mesma forma que esta acontecendo agora.

            • Duane

              Cansei de ver cantores se ferrarem por interferência com microfone sem fio! Toco bateria e já sofri com isso! Utilizava um Shure PSM200 e houve um dia que perdi totalmente o retorno! Depois deste dia só utilizei o meu bom e velho Shure P6hw!

              O que ele disse é confiança e qualidade!

              O fato de mesas digitais terem milhões de periféricos em um aparelho só, não quer dizer que elas são melhores! Se você disser que são mais práticas, eu concordo! Mas dizer que são melhores, eu não concordo!
              O som analógico é MUITO melhor! Pergunte para qualquer músico! Pedais analógicos, gravações em rolo, etc! Não tem comparação!!!!!

              Sistemas bluetooth são mais práticos; porém, mais complexos. Muitas vezes o simples é melhor!

            • Gerinho Faustino

              Comparar o uso profissional de áudio ao uso casual de escutar musicas em um aparelho celular não tem lógica, é o argumento pra quem não tem argumento.

              Você cansou de ver cantores que tinham interferências de sinal em seus microfones sem fio porque provavelmente (eu tenho quase certeza) que são microfones baratos e de baixa qualidade. Temos aqui na empresa o shure UR2, o mesmo que Faustão usa no seu programa de tv e você já viu acontecer algum problema técnico durante o programa do Faustão, não, pois é meu amigo, aqui na empresa também não porque são microfones de alta qualidade.

              O som analógico é melhor que o digital, isso é verdade, no uso profissional é notável a diferença, mas entenda, no uso casual a diferença vai ser imperceptível, nem todos os usuários de iPhone são profissionais do áudio.

            • JanjaBoy

              Bem, deu.
              Acho que ninguém entendeu o meu ponto de vista.
              Só para saber; você que é da área deve (também) achar plugs coisas ultrapassadas.

            • JanjaBoy

              Cara, ninguém (eu) está comparando uso profissional com uso não proficional.
              Uma coisa é dizer que determinadas coisas são ultrapassadas tecnologicamente e, achar que qualquer porcaria imposta pela Apple é melhor.
              Plug é antigo, mas, plug NÃO É TECNOLOGICAMENTE ULTRAPASSADO.
              É isso.
              O CD/DVD está morto por que a Apple não colocou drive em seus computadores?? Não, não está ainda.
              Deu para entender?
              E deixei explícito logo no início; quem quiser use fones Bluetooth, mas não queira impor o uso para quem não quer.
              Você usa mic sem fio, né? Hoje você pode achar maravilhoso, volta pros anos 80’s e pergunta pros técnicos. Hoje com sistema digital de transmissão com multiplex e um número grande de bandas sem ter o problema que era, está valendo. E sabe de uma coisa: as tuas conexões são com plugs ultrapassados!
              Entendeu que o profissional entrou só para mostrar que não existe ultrapassad?

            • Duane

              Por quê? Não posso comparar um problema que existe em um palco com o problema que existe nas ruas? O palco é um ambiente muito mais controlado do que nas ruas! Se há interferência no palco, com certeza há nas ruas!

              Eu te dei os modelos que uso e você pode ver que não são sistemas de baixa qualidade!
              Você não acha que o auditório do faustão é muito mais controlado do que uma rua? Você acha que a Apple colocará o mesmo sistema top de bluetooth que vocês usam (iríamos ter um celular por R$20 mil)?

              Não precisa ser profissional do áudio para perceber a diferença entre um som analógico e um som digital! É só ter um pouco de educação musical que você percebe. Mas acho que isso é exigir demais em uma época e país onde o funk e o “bostanejo” reinam!

            • JanjaBoy

              Ok, obrigado pelo “ignorante”.

              Você falou que eu estou fazendo comparações “nada a ver”, sou eu?
              Microfone sem fio num show ao vivo tanto faz.
              E fala pra gente qual é o mic Bluetooth que você usa?

            • Luís M.

              Janja, meu amigo. Melhor parar, calar a boca e ficar assim mesmo. Parece que quanto mais você fala, menos o povo entende. O cara quer comparar alguém que está num show de forró com um audiófilo que faz questão de utilizar o melhor fone que o seu dinheiro pode comprar…

              A pessoa que está num show ao vivo (e de forró) não está nem aí se o microfone é cabeado ou não. Ele só quer ir a um show que faz muito barulho e que tenha cerveja e mulher. Agora quem realmente gosta de música, compra um fone de ouvido excelente, escuta suas músicas com ele todos os dias e à noite sonha em poder escutar sua música preferida em um Orpheus (sei que a sennheiser já até lançou um melhor mas, para mim, este fone é um ícone).

              E Carlos Fredeico, também sei guardar meus fones e eles nunca ficam enrolados. Mesmo quando eu os retiro da bolsinha que veio com eles.

            • JanjaBoy

              Eu já parei.
              Obrigado por entender. 😉

            • Estanislaw Duarte

              Nossa quanto preconceito nesse coraçãozinho jovem.

            • Quadrado

              Rapaz seu post começa com um argumento de autoridade, que é falar que vc é isso ou aquilo e que por isso sua opinião deveria ser ouvida, por favor entenda que isso é de extremo mal gosto.

              De resto seu posto foi bem legal.

              Se você trabalha mesmo com som já sabe que há um movimento de volta ao analógico em muitas áreas, os amplificadores de guitarra já voltaram a ser valvulados após um período sumidos e sucesso de amplificadores transistorizados. Também já ouvi comentários que as mesas de mixagens top de linha voltaram a ser vendidas em suas versões analógicas.

              Só porque existe um período histórico que determinada tecnologia está em voga não quer dizer que seja melhor, não quer dizer que não terá volta e, principalmente, não quer dizer que as pessoas que não gostam são ignorantes.

              Quanto ao iPhone acho desnecessário perder uma conexão para torná-lo mais fino, ele já é muito fino. Ao invés de tornar a carcaça mais fina o espaço poderia ser utilizado para aumentar a área da bateria, nós precisamos de celulares que durem mais tempo ligados e não celulares mais finos !

          • Rasico

            Cara, se voce quer comparar a importância de um monitor cardíaco, encefalograma e um piloto automático de avião com escutar música no escritório ou na rua, na boa, é porque faltou argumento…

            • JanjaBoy

              E quem falou que eu comparei??
              Acho que você deveria re-ler o que eu escrevi.

            • Rasico

              Eu entendi da primeira vez que li. Bluetooth não é confiável. Isso eu sei. Uso direto. Só acho que uma eventual falha ou perda de qualidade para escutar musica não tem o mesmo impacto de um eletrocardiograma ou piloto automatico e por isso é uma opção mais que viável. Além disso, a reportagem cita que pode ter uma opção de utilizar a entrada lightning para os fones, ou adaptadores.

            • Diniz

              Alguém falou! FINALMENTE!

          • Diniz

            Estamos falando de FONES DE OUVIDO, não de aparelhos que medem com precisão e salvadores de vidas!
            Ou você depende do seu fone de ouvido pra viver, colega?

            Tudo tem uma aplicação. Realmente não dá pra colocar Bluetooth em alguns lugares, mas em outros dá, certo?

            Não acho que seja um ponto TÃO crucial assim pra colocar na mesma medida que monitores cardíacos ou Fly-by-wires, inclusive é ridículo TENTAR fazer isso.

            • JanjaBoy

              Inclusive dizer que fio é obsoleto.

            • Estanislaw Duarte

              Janja eu acho fio obsoleto demais e aquela entrada, porém acho mais chato ainda a complexidade de conexão do Bluetooth, a publicidade sempre diz ser simples, quase como um “touch-e-click”. Porém nunca funciona como esperado, fora aquela qualidade de rádio FM, agudos ‘baixos’ e baixos ocultos. Terrível.

          • Rodrigo Moura

            não se usam fios… são cabos. vc está certo para audio e outras tecnologias os cabos são essenciais. Pensando pelo lado tecnologia “no mundo da distorção marketeira” imagina a propaganda da Apple e seu “iEars (vulgo iOrelha)” a galera vai falar “é bom demais quero isso!”

            • JanjaBoy

              Sim, fio aqui, é só nome genérico.
              Mas todo “fio” flexível, é um cabo.
              Realmente a distorção provocado pelos marketeiros se aproveitando do não conhecimento não é mole.
              Monster Cable (que têm excelentes produtos), está fazendo cabos dedicados ao estilo da música. Imagina quão prático (e patético) é.

      • Gerinho Faustino

        Concordo plenamente com o Rasico e o Carlos, tenho um macbook air 2014 e não tem leitor de cd/dvd, no começo as pessoas que olhavam ficavam falando como um notbook da apple super caro e moderno não tem um simples leitor de cd/dvd, acontece que desde que eu tenho esse mac eu nunca tive necessidade de um leitor de cd/dvd porque já são mídias ultrapassadas (no meu ponto de vista), não que eu ou a apple esteja impondo algo pra sociedade ou só porque eu não tenho necessidade disso que as outras pessoas não tem.

        É questão de inovação, se formos pensar do jeito que você pensa então as empresas terão que por entrada pra disquete de volta nos pcs e nos notebook mesmo que ninguém use, mas sim porque as empresas estão tirando essa opção do consumidor.

        • JanjaBoy

          Pois é…. …..mas não pararam de vender, né?
          http://www.apple.com/br/shop/mac/mac-accessories/storage
          Você nunca teve a necessidade de um leitor de CD/DVD, legal que especificou que foi VOCÊ. Na minha profissão é IMPOSSÍVEL trabalhar sem um gravador de CD/DVD.

          • Vinicius

            Boa tarde

            Eu compreendo o que você tá falando, mas isso não impede que tecnologias sejam criadas para solucionar esses problemas que você está mencionando. Para uso profissional, a pessoa não usaria um iPhone para gravação, edição ou qualquer outra coisa. Assim como o médico não pegaria um iPhone pra fazer um ECG.

            Tendo a concordar com o Carlos Frederico, pois acredito que fio limita o uso, no dia a dia. Talvez não percebamos isso, devido ao fato de ser algo tão natural. A tendência, na minha humilde opinião, é a abolição, pelo menos nos aparelhos domésticos, do cabeamento.

            Atenciosamente,

            Vinicius

            • JanjaBoy

              Vinicius, boa tarde!
              Não sou contra a tecnologia, sou contra imposição sem conversas. A Apple fez os Mac sem CD/DVD mas deixou uma opção para quem quiser comprar um CD/DVD. Isso é bem diferente da imposição de não deixar usar um fone com fio/cabo e plug. E nos sistemas caseiros vai aderir quem quiser usar sistemas sem fio, eu acho que Mark Levinson não usará conexão sem fio antes de minha morte.

            • Vinicius

              Concordo plenamente com o seu posicionamento com relação a forçar uma tecnologia que, hoje em dia, não vai se igualar a alternativa que temos hoje.

              É impressionante como as coisas evoluem de forma absurda (ainda mais hoje em dia). Apesar de você não gostar, simpatizo com a idéia das coisas sem fio, desde que tenha qualidade obviamente. Torço para que isso aconteça o quanto antes. (Não desejando que aconteça alguma coisa contigo hahahaha Espero que você possa utilizar essa tecnologia)

            • JanjaBoy

              Não, nada acontecerá!
              No máximo troco de celular ?

            • Jose Augusto

              E eu que vejo filme à noite no iPhone e não quero incomodar minha mulher que está dormindo? Acho isto uma tremenda furada.

            • JanjaBoy

              Qual furada?

      • Elton Fabricio

        Janja, mas a tendência é a substituição total de fios. Dá uma pesquisada nos preços de fones Bluetooth… Já praticamente não compensa mais comprar um fone tradicional… É a oferta de fones Bluetooth é gigante. Acho que é uma tendência a qual não temos mais como fugir.
        O mesmo aconteceu com o Wi-Fi… Que, vale lembrar, nenhuma empresa lutou tanto para se tornar padrão como a Apple.

        • JanjaBoy

          Possivelmente, usaremos o último plug com um fio para o fone…..
          Isso até o iPhone ser uma caixa selada a prova d’água para pessoas que acham tudo que a Apple impõe uma tremenda de uma maravilha tecnológica. 🙂

      • Elton Fabricio

        Ah, outra coisa… Será que da pra usar fones de ouvido usando a porta Lightning? Se der, pronto… Resolvido o problema. ?

        • JanjaBoy

          Problema resolvido até tudo ser via Wi-Fi.

        • Gabriel

          Segundo um outro site de noticias, a Apple vai tirar o plug de fone pra deixar um All-in-One, ou quer dizer, fone com porta Lightning, como ta sendo essa nova geração de Macbooks Air.
          Em suma: não pense em ouvir musica com fone e carregar o cel sem adaptadores =(

          • Arthur Borges

            Acho que o pessoal esqueceu que caso isso se concretize vai ter a opção de um adaptador na entrada do carregador para transformar o analógico em digital…

            • Gabriel

              Foda é andar pela rua cheio dos cacareco, é isso que todo mundo evita e já tem que ficar no bolso com bateria portátil, se passa o dia fora =/
              Ainda mais um adaptador pra fone de ouvido? Uma parada tão simples! Putz

    • João Galdino
    • Tiago Celestino

      Daqui a pouco vai apoiar se a Apple vender o fone sem fio como um acessório “gourmet”.

      Ñ tem sentindo nenhum ela lançar uma versão fina removendo o que tem de mais caracteristico nos produtos da Apple.

    • Cara, a apple acabou de comprar a Beats.
      Não vai ser bluetooth. Vai ser só com uma entrada diferente.
      Apple não perde dinheiro.

  • Rumor mais interessante desses últimos meses do ano.

  • Guilherme Martins

    E o conector de 2.5mm?

    • Vinicius Alves

      Eu pensei a mesma coisa.

    • Felipe Gaspar

      Também pensei nisso, talvez seja algum problema com patentes.

  • Matheus Valadares Gomes

    Ta repreendido, não concordo aqueles fones são tão bonitos, não merecia ser deixado de lado, tá legal assim vai BDI..

  • Luiz Assis

    Menos componentes mais caro fica ?

  • cesar 1989

    cara… para com isso

  • Então que assim seja, lancem um EarPod bluetooth que não precise ser recarregado durante meses, até prefiro pois n sou mt fã de fios.

    • Lukas Podolski

      ai lançam um que carrega todo dia –‘

      • Júlio Neves

        HAHAHAHAHAHA

      • Tarlan Brunet

        Por R$ 999,00

  • Eduardo Vieira

    Um adaptador que transforma em Bluetooth…. Acho mais logico, assim nao mata a unica saida…. Se reparar no iphone 6 è a unica saida que è grande, o resto è mais fino do que o aparelho….

    • hecnpo

      Adaptador que transforma em Bluetooth? Wtf?
      E a saída de 3.5 é menor que a espessura do iPhone 6, daria pra reduzir a espessura do aparelho ainda com essa saída.

      • Eduardo Vieira

        Bluetooth nao ia precisar de nada… Ja que vai mudar, muda de uma vez por todas… O problema é internamente, ja que tem que ligar na placa… Sem fio nao precisa de nada…

      • Duane

        E aquele “calombo” por causa da câmera?! Ela é o que impede o iPhone de ficar mais fino!

  • Gabriel

    Se a bateria já some com o Bluetooth desligado, e só o 3G/4G ligado, imagina obrigando a gente a usar o fone bluetooth? 10 Musicas e cabou a bateria.

    • Wanderley Gigante

      Rapaz eu faço um uso brutal do Bluetooth do iPhone (fones e medidor cardíaco BT pela manhã na academia, carro indo ao trabalho, caixa de som BT no trabalho, Apple Watch) e n sinto nenhuma perca considerável de bateria não. Tiro o iPhone do carregador pela manhã qd acordo e a noite antes de dormir ainda tenho entre 3 e 7% de carga.

      • Gabriel

        Qual o seu? Sei que o 6 e 6s vieram com o Bluetooth 4.1 (que poderiam atualizar os que tem 4.0 tb, mas Apple sendo Apple…) e consome menos bateria.
        O que quero dizer é, antes de eles quererem inventar moda que, sinceramente, ninguém quer, eles deveriam resolver outros problemas, tais como bateria =/
        Os fones da Apple, pra mim, são os melhores, mas pq não uma super bateria? Pq não um carregamento por indução pra poder carregar em qualquer canto? Realmente Apple ta só pensando nela =/

        • Nessa parte concordo com o amigo acima. Meu Bluetooth fica o dia inteiro ligado e não sinto perda significativa. Tinha um 6plus e agora tenho um 6s plus. 🙂

        • Wanderley Gigante

          O meu é o 6+

  • Dan

    Daqui a pouco tiram a câmera também, que já não cabe dentro da carcaça

    • Rasico

      Boa! Mas é um pouco difícil de acontecer. Vai ficar aquele degrau horrível mesmo.

  • Marcelo

    Juro que li o nome do blog japa como sendo “Maracutaia”

    • hecnpo

      E eu li Ma TaKaro

  • Danilo

    Pra mim o melhor iPhone em termos de beleza e ergonomia foi o 5/5S.
    Não sei porque essa tara de querer fazer iPhone com espessura de papel,isso já custou aquela câmera sobressalente e agora isso.

    • Fabio Ricardo Bulgaron

      Também acho a espessura do 5S bem equilibrada. Preferiria autonomia da bateria à um celular de papel!

    • Felipe

      Pois é, imagino o dia em que iPhones sairão voando no vento haha
      Mas sério, eu acho o iPhone 6 até estranho, no sentido de muito fino e grande. O 5s era perfeito de se segurar, essa tara por fazer aparelhos finos ainda vai render um monstro (que todos vão procurar algo pra falar bem, afinal, fã da Apple nunca crítica)

    • Cássio Delmanto

      estou cada vez mais convencido de que o 5S foi o melhor iPhone já feito… design perfeito e tamanho ideal!

  • Anderson Campos

    Alguém tem alguma opinião sobre este fone Bluetooth que é mencionado na matéria? Até hoje tento encontrar alguém fone que seja discreto, Bluetooth e de qualidade. Tenho um da JBS mas tem algumas limitações.

    • Anderson, eu testei o fone citado.
      O que primeiro me impressionou foi o isolamento acústico dele (por ser in-ear). Depois, gostei bastante do que ouvi, o que depende claro da qualidade do arquivo de áudio que você tem.

      Mas falar de equipamento de som é bem complicado, porque a tua sensibilidade pode ser diferente da minha, e o que eu acho bom, você pode não achar, e vice-versa. Só digo que não é algo de baixa qualidade, senão nem teríamos disponibilizado na loja. 😉

  • Antonio Fonseca

    Todo mundo olhando apenas para o óbvio, quando o maior aprimoramento da remoção do P2 é deixar o iPhone mais resistente e longevo.

  • Anderson Ribeiro

    O próprio conector Lightning vai ser a entrada para os fones de ouvido. Até parece que a Apple vai perder milhões deixando de usar um Fone de ouvido para o app Musicas ?;-)

  • Júlio Neves

    Com tanto que aumentem a conectividade em lugares muito cheios evitando as falhas na reprodução de áudio… Pq vou te contar, usar fone BT em ambientes como metrô em horário de pico é complicado.

  • Bruno Silva

    A Apple já está querendo trabalhar somente com EarPods feitos pela Apple, a muito tempo.

    Hoje, os EarPods feitos pela Apple possuem o mesmo padrão de todos os fones de ouvido do mercado, 3,5mm. Isso significa que você pode usá-los com qualquer outro dispositivo com uma porta de áudio de 3,5 mm. Também significa que você pode usar praticamente qualquer outro par de fones de ouvido que não sejam da Apple no seu iPhone. Mas uma especificação que foi silenciosamente atualizada pela Apple, “Made for iPhone” (IFM), sugere que isso pode mudar em breve.
    A Apple vai modificar o padrão MFi para que os futuros fones de ouvido possam se conectar aos dispositivos iOS através da porta relâmpago, ao invés do fone de ouvido. Se ela fizer isso, as implicações serão enormes, particularmente para os audiófilos e desenvolvedores de aplicativos.

    Os Fones de ouvido conectados através da porta relâmpago serão capazes de receber áudio de 48 kHz digital lossless, bem como enviar 48 kHz mono, através de um microfone. Assim como acontece com fones de ouvido de 3,5 milímetros, os fabricantes são capazes de determinar e controlar a reprodução do volume remoto. Mas isso é apenas o começo. Porque a porta relâmpago também poderia fazer com que o fone de ouvido possa trabalhar exclusivamente com um determinado aplicativo, os fabricantes de auscultadores também serão capazes de fazer fones de ouvido com cancelamento de ruído ativo sem precisar de uma bateria externa.
    Então imagine o seguinte: os aplicativos de música e o iTunes Radio futuramente, só poderão funcionar com os EarPods da Apple. O mesmo poderia ser verdade para fones de ouvido e aplicativos de terceiros, é claro.
    Usar a porta relâmpago tem algumas vantagens para audiófilos também. Porque os dispositivos analógicos que podem usar essa porta de saída não enfrentariam degradação do sinal de transmissão. O chamado, descasamento de impedância, é um problema que pode causar alterações na resposta dos auscultadores, assim como a perda da freqüência do sinal analógico no cabo. Essencialmente, os designers de fone de ouvido poderão escolher o melhor DAC, DSP, e amp que eles quiserem (a depender do nível de qualidade de som que você esteja disposto a pagar).
    O lado negativo é quando você estiver usando o fone de ouvido conectado a porta relâmpago, você não poderá carrega o iPhone ao mesmo tempo.
    Poderia esta especificação indicar que a Apple vai abandonar o fone de 3,5 mm em futuros dispositivos iOS? Creio que não. A Apple desenvolveu um rico ecossistema com os acessórios de terceiros, e quer que o iPhone seja o centro de utilidades da sua vida. Mas isso não quer dizer que a Apple não possa eventualmente, abandonar o fone de 3,5 mm, em algum momento no futuro.
    Mas a Apple já introduziu este novo padrão, só que ele ainda não funciona. A empresa precisa ativar o recurso, o que poderia ser feito assim que o iOS 10 for lançado.

    • Diego Azevedo

      Eu acho pouco provável que a Apple queira trabalhar apenas com seus Earpods, e muito menos limitar que seus aplicativos funcionem exclusivamente com seus fones. Porque isso afasta usuários, aumenta o preço dos acessórios e limita o uso do dispositivo.

      O áudio pode ser de maior qualidade e tudo mais, mas… as músicas que a Apple mais vende na sua loja tem essa qualidade? Não. O conector lightning faz sentido para se colocar o iphone em um dock ou similar que reproduza o áudio enquanto carrega o telefone, mas não para o cotidiano dos usuários.

      Eu acredito sim que a Apple vá abandonar os fones de 3.5mm em algum momento nos próximos anos, mas em favor dos fones BT, que já estão virando um padrão, e não para forçar os fabricantes a criarem fones de ouvido exclusivos para a Apple. E muito menos forçar que os usuários tenham fones Apple/Beats para poderem ouvir musica no app de musica e na iTunes Radio.

  • KB

    Já que o tema é uma especulação do que a Apple traria num futuro iPhone… seria bem interessante se viessem com algo inovativo tipo um MagJack… que nem o MagSafe do MacBook mas para áudio. Nada de orifícios, apenas um contato magnético por onde houvesse a conexão de áudio fone-aparelho.
    Afinal, sonhar ainda é permitido… 🙂
    Trolagens em 1, 2, 3… 😉

    • Vitor Bittencourt

      bom ja tem NFC ,a transmissao de dados por proximidade nao e tao sonho assim

  • Junior Sapo

    O som com cabo p2 é melhor,o som via bluetooth perde qualidade…

  • Alex iPilot

    Diminuir o iPhone e ter que usar um adaptador??? Não faz muito sentido… Sem falar em sacrificar o tamanho da bateria… Lembrando que ainda não há fones sem fio com QUALIDADE (faixa de frequências, sem perdas) comparável aos tradicionais wired (com fios).

  • Paulo Getirana Cotta Junior

    Se ela realmente remover na próxima geração, o mínimo que a Apple deveria fazer é disponibilizar um fone bluetooth.

  • Leonardo Negrisoli

    Apple e sua incansável e chata mania de obrigar os usuários a usarem adaptadores nas coisas.
    O novo MacBook é assim, agora talvez o iPhone…. fala sério.
    Ao invés de mexer no fone de ouvido e fazer o celular ficar mais fino, ela deveria investir na bateria do telefone, que de longe não das melhores.
    Eu adoro a Apple, mas isso está MUITO chato.

  • Petró

    Espero que não.

  • Petró

    Espero que não.

  • André Masi

    Eu penso assim. Eles deveriam lançar dois modelos (além dos dois já existentes): um extremamente fino só com 1 entrada e outro padrã, Com p2 e bateria descente. Assim ninguém iria reclamar…

  • Leandro Dantas

    Já que está tão na moda, porque não uma conexão magnética?

  • Luiz Ponzo

    Essa fissura por espessura já mostra que o próximo iPhone não vai ter nada de novo (de novo), apenas a finura. Quem é que se importa tanto com o peso de um celular? 129 gramas já não está leve o suficiente? Será que alguém se cansa ou acha muito segurar o mesmo que um pacotinho de orégano? E agora ainda cogitam a possibilidade de suspender o fone de ouvido, ou seja, ‘toma aqui uma folha sulfite com uma funcionalidade a menos’… Enquanto isso aquela bateria MARAVILHOSA que se não fosse minha bateria externa, não aguentaria um dia.

    • Yuri

      Concordo totalmente. Também nunca entendi essa obsessão deles por espessura. Daqui a pouco já vai ser desagradável segurar o iPhone, vai começar a marcar as mãos por ser fino demais. Eu já acho o iPad Air 2 mais fino do que deveria (pra mim a espessura do Air estava ótima). O que todos querem é uma bateria melhor e funcionalidades que valham a pena trocar o aparelho, não espessura.

  • Juliano

    Mas se a Apple está em busca de diminuir cada vez mais a espessura do aparelho, por que q ela aumentou no IPhone 6S?

  • Piracicaba – SP

    “como este ótimo aqui” e manda para um link da sua loja? hahahahaha pouco tendencioso o seu post!

  • Elton Fabricio

    Realmente, hoje em dia fones Bluetooth já compensam mais que fones com fio. A tendência é fones com fio perderem a utilidade. Mas essa fixação de iPhones cada vez mais finos da nos nervos… Queremos mais bateria e não iPhones mais finos!

  • Bruno d’El-Rey

    Deixa a espessura do iPhone em paz, Apple…………….. Já ta fino demais.

  • Arthur Borges

    Qual o nome disso?

    • Jonas

      Samsung Stripe and Band.
      Elas foram apresentadas no interBattery 2015. Essas fitas de baterias , tem a msm capacidade de carga ou mais , do que as atuais.

  • Gabriel

    iLex, como esse post ta dando uma polêmica danada, da uma pesquisada pra fazer um update no post:
    Eles querem fazer um plug All-In-One, como o fone da Philips com porta Lightning, pra fazer exclusivo a treta que nem o Macbook Air novo =/

  • Bárbara Godoi

    Fones bluetooth seriam uma ótima alternativa pra Apple, eu ia curtir mto. Fios só atrapalham!!!

  • Sergio Alexandre

    Povo se matando por causa de um rumor!
    Mas a verdade é que com entrada pra fone de ouvido ou sem, temos 3 certezas:
    1- vai ser caro
    2- povo vai continuar reclamando
    3- povo vai comprar do mesmo jeito

  • Álvaro Berti

    Dou risada aq com os comentários.. Teve gente aq nas discussões
    q certamente divagaram mais sobre a qualidade do “sinal” d som q a própria Apple.
    Cambada d ingênuos. Ela ta se lixando pra isso!! Até pd trazer uma solução razoável
    a nível d som (q certamente não será a indicada por audiófilos) mas q pro
    público geral ta bom.. Ela está preocupada é com as patentes atrás disso da
    enormidade d produtos q venham a adotar isso pra ser compatível etc.. Apple é
    comandada por acionistas, engenheiros estão a serviço. Igual qualquer outra
    empresa. E ultimamente, mais q nunca…

  • Diniz

    Cara, é tão simples que dói:

    Não gostou, não tá gostando, mimimi, simplesmente troque de celular!
    Tive um Galaxy S que começou a me incomodar. Troquei por um iPhone e pronto!
    Agora, quando o iPhone começar a me incomodar, vou trocar por outro celular. SIMPLES!

    Aliás, no iPhone 5 trocaram pro lightning e foram os mesmos mimimis. Hoje tá ai, todo mundo que usa adora, quem não curtiu trocou de celular pra um que se adequasse.

    Pra casualmente ouvir musicas, acho MAGNIFICO um fone Bluetooth. Tem fones de qualidade no mercado sim, no mesmo preço que um wired ai.

    Pra audiófilos de plantão, pessoas que “trabalham” com isso e os caralhos, vai ter o adaptador.

    Liga o adaptador, liga o cabo e já era.

    “mimimi mas vai acabar a bateria e não vai dar pra carregar.” Meu caro colega pensante: você não anda de carro sem colocar gasolina, certo? Então como você vai usar seu celular como ferramenta de trabalho sem carrega-lo antes?

    Enfim, essa é minha opinião.

  • Wilson Colacioppo

    Bluetooth esquece! Perde qualidade, perde potência e tem mais uma bateria pra esquecer de carregar e ficar na mão… #fio4ever 🙂

  • Diego

    Agora com esse rumor ai, logo logo a concorrência vai lançar essas coisas ai antes da Apple lançar o 7, para tentar ficar na frente dela.

  • Diego

    Tem um lado positivo se adotar isso, é menos uma entrada para água se ocorrer algum imprevisto.

  • Renato

    Li toda a discussão, e acho que forçar usar um bluetooth é demais, mas é assim que a tecnologia avança: forçando quebrar paradigmas. Eu achei muito estranho a primeira vez que ouvi que a Apple ia lançar um notebook sem drive de CD. Fazia sentido usar só wireless, mas… putz, sem CD??? Muito estranho…

    Hoje a gente busca os ‘sem CD’s pelo peso, pra citar só um exemplo.

    A questão não é ‘acabar com os fones com fio’ e sim ‘acabar com o plug J2’.

    Que tal (e olha só como faltou pensar um pouco pra galera) em vez de usar um J2 usar o mesmo plug que o teclado do iPad Pro? Ou como o MagSafe? Um conector com imã, externo, 3 conectores (exatamente do P2) e voilà!

    Temos um fone com fio e sem plug (ultrapassadíssimo, diga-se de passagem).

    Pra todo mundo que discutiu se era melhor com ou sem fio, eu na minha opiniao, prefiro com fio, porque a bateria acaba e tal… mas imagina em vez de um plug de 1950 (?) espetado, um magnético que se voce puxar sem querer ele não QUEBRA e só descola?

    #fikadika

  • Fabio Santos

    Olha eu acho este fato de adaptadores meio sinistro sem chance pra mim, se isto ocorrer e ao menos vier um fone compativel blz senao ficarei bem chateado fora que adaptadores parecem gambiarras

  • Daliton da Silva

    Correção: “Transformaria o áudio analógico em Digital” -> “Transformaria o áudio digital em analógico”

  • Carlos Dasmer

    Abomino adaptadores – Um earpod com conexão lightining seria bacana, eu curto muito fones com fio e nunca tive problemas do tipo fio embaraçado, acho que seria ruim apenas para aqueles que já se acostumaram aos fones horríveis de 5 reais vendidos dentro de trens e em portas de estações. – Troco de Iphone a cada 2 anos, e os fones que acompanham duram bem mais que isso! – Não teria problema quanto a esse tipo de conexão em fones de ouvido.

  • Patrick Allen

    No meu iPhone 6 o resultado me impressionou: de 25MB pulou para 296MB. Liberou 271MB ??

  • Junior Ferreira

    Mano, que gambiarra. Imagina, pegar o plug e cortar pra ficar menor HAHAHAHA

  • Luca Tessadrelli

    GENTE MAS PRA QUE DIMINUIR O CELULAR?!
    Ja ta ótimo assim, daqui a pouco vai parecer uma folha.

  • Filipe Rios

    Até pq os aparelhos não têm entrada para fones. Têm saídas! ??

  • A uns anos atras, cada marca tinha seu próprio fone, se o fone fosse quebrado, você pagava uma grana em outro com a mesma entrada!
    Isso seria um passo para trás!

    Só uma jogada pra ganhar dinheiro, é o mesmo caminho que eles fizeram com os carregadores, todas as fabricantes colocando MicroUSB e a Apple apostando no Lightning.

  • Mas aí, depois de um tempo, ia virar uma samsung/motorola/lg da vida, 300 celulares por ano!

    Um mais barato, um com mais bateria, um mais resistente… Acho tudo isso meio chato.

  • José Lopes

    E aquele rumor da retirada do botão Home no já no próximo iPhone, usando apenas o Touch Id em qualquer lugar da tela? Já viu algo a respeito?

  • Silas Piacenti

    Basta usarem em vez do plug P2, o P1. Bem menor. Era o que a Sony usava em muitos Walk-Mans. Simples. Continua padrão e pra não perder os fones atuais, bastaria um adaptador minúsculo.

  • Mime Vian

    Ja começou a putaria dos rumores. Tudo jogada de marketing para aumentar a ansiedade dos doentes pelo consumo!