Curiosidades

Visitamos uma Apple “Watch Store” em Londres, veja como ela é por dentro

Desde o lançamento do Apple Watch, em abril, a empresa abriu algumas lojas especiais especificamente para o relógio, em cidades como Paris, Tóquio e Londres. Esta última nós tivemos a oportunidade de conhecer durante a cobertura do lançamento do iPhone 6s, e trazemos para vocês algumas imagens de como ela é por dentro.

Na verdade, a Apple não as chama de “Watch Store“, nem dá nenhum nome específico para elas, apenas trata-as como uma loja normal focada em um público selecionado e que não quer se sujeitar à “muvuca” das Apple Stores clássicas, recheadas de visitantes. Mas mesmo voltadas a um público menor, os preços e condições de compra são exatamente os mesmos de qualquer outra loja. A que fomos, é chamada de “Apple Watch at Selfridges“, por ficar dentro da famosa loja de departamentos de mesmo nome.

watchstore_2

A decoração, no entanto, é especial e bem diferente das Apple Stores normais. As paredes são decoradas com belas vitrines florais, talvez tentando atingir um público que não é necessariamente amante de tecnologia.

watchstore_5 watchstore_6 watchstore_7

No centro, mesas expositoras permitem visualizar os diferentes modelos de relógios, que são colocados sob um vidro no centro.

watchstore_4 watchstore_3

Mas, apesar da loja ser assumidamente voltada para o Watch, o novo iPhone 6s também pode ser comprado ali, excepcionalmente. Mas é o único modelo disponível, talvez porque a Apple tenha intenção de incentivar a compra dele em quem entrou na loja atraído pelo relógio. É de se entender, principalmente porque o usuário precisa do iPhone para fazer o relógio funcionar, e um cliente que nunca usou nada da Apple resolver comprar o relógio, vai ter que levar também um iPhone.

watchstore_8 watchstore_9

Muitos seguranças e funcionários vestidos de forma diferente do que estamos acostumados. Fora isso (e a decoração), é uma loja normal da Apple, em que qualquer um pode entrar e comprar o seu relógio ou iPhone 6s. Mas claro, não é voltada para o público interessado em resolver problemas com seus dispositivos ou aprender como funciona um MacBook, como é aquele que costuma frequentar as lojas da Apple.

Se você passar por Londres, Paris ou Tóquio, aproveite para visitar estas lojas, nem que seja apenas por curiosidade. 😉

Conteúdo original © Blog do iPhone — Imagens de Marcus Mendes

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Rafael Boiko

    Muito bonita.

  • Enquanto Arquiteto, afirmo de forma categórica: pouquíssimas lojas/marcas conseguem traduzir no seu espaço físico o seu conceito. A Apple é muito foda nisso, cara. Simplicidade e sofisticação. Sem mais.

  • João Lucas

    É bem a cara da Angela Ahrendts, querer transformar uma empresa de tecnologia em uma marca de grife. kkk

    • Leonardo Negrisoli

      Só faltava a cara, pq o preço já é de grife hahaha

      • Edu

        Preço de grife no BR e em alguns outros países como o nosso, mas no resto do mundo os produtos da Apple são acessíveis a maioria da população.

        • Vinicius Jota

          Acessíveis sim, em relação ao que se ganha trabalhando em países mais “desenvolvidos”, mas não deixam de ser MUITO mais caros. É só pegar o preço de uma Macbook, qualquer versão, e comparar a mesma configuração com marcas como HP e Acer. Claro, indiscutível a diferença de qualidade, fora que o OS X é top, mas na verdade paga-se o dobro ou mais numa mesma configuração.

          • Leonardo VimpriO

            Vamos comparar com um Lenovo, Sony ou Dell Vostro. HP e Acer foi pra zoar ne?

            • Vinicius Jota

              Ta… HP é uma bosta, mas Acer não é tão ruim! rs… zoar é falar da Sony, que nem notebook faz mais! kkkk

            • Edu

              Continuam sendo acessíveis, ao contrário da realidade dos brasileiros. E essa sua comparação nonsense… produtos de qualidade superior, como você mesmo afirmou, não podem ser colocados de lado a lado com modelos descartáveis.

            • Vinicius Jota

              Não acho que seja nonsense, realmente a realidade de um primeiro mundo é outra, mas continua não sendo de fácil acesso. Pegue os EUA como exemplo, onde o salário mínimo é de aproximadamente $6,26 hora e faça as contas. Entre um Mac de 1200,00 dólares ou um Dell por 599,00 pela MESMA configuração (veja bem, configuração, não acabamento, qualidade, etc), acessível se torna o Dell. Quanto aos outros modelos serem descartáveis, isso sim é nonsense. Eu uso Mac, não troco por outro mesmo sendo muito mais caro, mas já tive outras marcas e nunca tive problema. Aliás, já vi muita gente com Macs novos defeituosos, acontece! Claro, pagando no mínimo o dobro em um produto, é de se esperar que ele dure mais – mesmo nem sempre sendo verdade.

        • Leonardo Negrisoli

          Quando falei do preco, pensei no Apple Watch Edition ahahaha… Totalmente preco de grife em qualquer lugar do mundo, vai…. ahahah

  • Bom conteúdo original.

  • Poucas empresas/marcas conseguem levar pro espaço físico o seu conceito. A Apple faz isso de maneira magistral, cara! Simplicidade e sofisticação.

  • espero que 2016 tem alguma mudança no design no Watch, único motivo de eu não comprar foi pela bateria e também design.

    • Thiago

      Então não é único rs 🙂

    • Vinicius Jota

      Pelo design, eu concordo, pq gosto é gosto. Ao vivo eu acho o Watch lindo, e estou amando o meu. Quanto à bateria, não se apegue nisso, provavelmente não teremos tão cedo um relógio que faça tudo o que o Watch faz com uma bateria que dure dias. É só ver pelo iPhone, se existisse tal solução, a probabilidade de ser implementada nele seria bem maior do que no Watch, uma vez que ele é maior em tamanho físico. Estou muito satisfeito com a duração da bateria do Watch, dura um dia e meio mais ou menos, e eu recebo mensagem pra caramba! rs… ele dura o dia todo + a balada, se for o caso! kkk
      Nunca me deixou na mão!

  • Anderson Campos

    Gostei!

  • Luiz Felipe C. Nogueira

    Ficou bonito os fios dos iPhones escondidos nas mesas, ao contrário da nova loja da Apple na Bélgica (ou até em outras Retails) em que os fios ficam expostos nas mesas 😀

    • Anderson Gomes

      Acho que vc não olhou direito!! rs

      • Luiz Felipe C. Nogueira

        Sim, mas como na própria matéria diz, vai ser vendido apenas o iPhone 6s. Não disse que a loja é uma Retail como as outras, só disse que os fios dos iPhones 6s que serão vendidos estão escondidos nas mesas. Olha a 8ª foto.

  • Foi aí que comprei o meu, depois de três dias sendo o primeiro da fila. Um vendedor gente fina anotou meu e-mail, me avisou quando chegou um novo carregamento, separou o Sport Space Gray 42mm que eu queria e ainda me levou para uma sala VIP ultra chique para eu efetuar a compra e configurar o relógio. Chegou a ser uma experiência até melhor do que as compras que fiz em Apple Stores. Sensacional!

  • Felipe Scavacini Romanatto

    Bem que podiam fazer uma dessas em Las Vegas e New York.

    • Felipe Scavacini Romanatto

      Essa decoração parece inspirada no cassino Wynn de Las Vegas.

  • Yuri

    Eu já fui nessa loja, mas só por curiosidade mesmo, pois o Watch realmente não me interessou.
    Na minha opinião ela é assim diferente das demais justamente pelo que o iLex disse, é para um público diferente dos que compram MacBooks e iPads. Amantes de relógios prezam mais pela beleza do que pela funcionalidade (pelo menos os que realmente gostam de relógios, não os que vão comprar por ser da Apple).

  • Hades666

    Quem não viu na Netflix a serie Selfridges, veja. Historia do americano fundador da loja, fantástica.