Notícias

Apple anuncia a inauguração da nova Watch Store em três cidades

Ele nem chegou ao mercado ainda, mas o Apple Watch já contará com lojas só para ele a partir do dia 10 de abril. A Apple Watch Store abrirá em Paris, Londres e Tóquio e venderá apenas o relógio inteligente da Maçã.

A estratégia da Apple é promover o lado fashion de seu novo relógio em espaços altamente prestigiados de importantes capitais, como por exemplo, nas Galerias Lafayette, no coração de Paris, conhecida por reunir marcas de luxo. Outras duas abrirão, uma na loja de departamentos Selfridges, em Londres, e outra na Isetan Shinjuku, em Tóquio.

As lojas já estavam sendo especuladas por rumores, mas agora foram oficialmente confirmadas pela Apple em sua página oficial. Elas abrirão no dia 10, mas apenas para conhecer de perto o relógio e reservá-lo, pois as vendas efetivas começam apenas no dia 24 de abril.

Apple Watch Store

Nelas, o cliente interessado no Watch terá um espaço dedicado somente a ele, com vitrines nas mesas e funcionários prontos a mostrar todas as características dos produtos.

aWatchStore5 aWatchStore4 aWatchStore3

A venda de relógios também acontecerá em algumas Apple Stores normais, mas segundo algumas informações divulgadas pelo site 9to5mac, os clientes que quiserem provar antes de comprar terão que marcar hora para experimentar o Apple Watch. No lançamento do dia 24 de abril, as lojas não formarão estoques para quem for comprar na hora, por isso será necessário reservar antes pelo site. A pré-venda nos países em que ocorrerá o lançamento (Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Austrália, China, Hong Kong, Japão e Reino Unido) acontecerá no dia 10 de abril.

No Brasil e em Portugal não há ainda previsão de quando o relógio começará a ser vendido.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • só eu que acho isso um exagero?

    • Felipe

      Não, todo mundo acha.
      Se o Apple Watch é igual aos outros smartwatches, pelo menos o lançamento dele tem que ser diferente né

    • eu acho que é um investimento pesado que ela tá fazendo pra o relógio “pegar”. sinceramente não tenho interesse nenhum no relógio, mas admiro o investimento que a Apple faz no marketing dos produtos, é também por causa desse marketing que ela é o que é.

      • é, olhando da questão do marketing realmente faz todo sentido.
        até porque da mesma forma que você não faz questão do relógio muitas outras pessoas também pensam da mesma forma (eu incluso).

        mas não consigo parar de pensar o fato de se criar uma loja pra apenas um produto ser uma extravagância desnecessária. só pra alimentar aquele status de luxo que a apple já tem de uma forma ou de outra.

        • é o que eu disse, não é extravagância, é investimento. a apple é o que é por causa disso, ela não faz o relógio, bota lá na vitrine e espera o cliente ir lá comprar, ela fica mostrando o relógio, mostrando as qualidades dele, isso desperta a curiosidade das pessoas em conhecer o produto. não há frase melhor para descrever o marketing da apple do que aquela frase do Steve Jobs “as pessoas não sabem o que querem, até mostrarmos a elas.”

          • Jefferson Soares

            Na verdade essa foi a conclusão de Jobs sobre a frase de outro gênio da indústria americana, Henry Ford: “se eu perguntasse aos clientes o que queriam, teriam pedido uma carroça com foguetes”.

    • Nada é exagero quando se tenta infiltrar num seleto nicho de relógio de luxo.

      • Thiago Racca

        o pessoal parece esquecer que apple está entrando na briga com marcar como Rolex e TAG Hauer podem não ser nada perto do que a apple é hj mais definitivamente eles eram muito mais premium do que a apple é… bom mais dinheiro pra apple

    • Dani Estrela

      Não diria que é um exagero. É uma estratégia para diferenciar o produto dos demais.

      Veja que a Apple jamais chamou o Apple Watch de smartwatch. Esse detalhe segmenta melhor o negócio, um, por que não ~se compara~ aos smartwatches com Android Wear ou como o Pebble etc. e, dois, por que o produto passa a competir no mercado de relógios mecânicos, ainda que não seja um relógio mecânico, e mesmo que ofereça funções de smartwatch.

      Se você somar com a mensagem que ela passa que o relógio é um acessório fashion (veja as inserções nas revistas/mídias especializadas), além do fato da Apple querer estabelecer que o Apple Watch é um relógio e não um nicho (smarwatch), é razoável entender o motivo por trás de lojas somente para relógios.

      Essas lojas com certeza terão mais um feeling de joalherias do que de loja de eletrônicos.

    • Heri

      acho que nao pq na Galerias Lafayette tem relogios de luxo super mais caros vc precisa ver, fiquei surpreso com preços tal absurdos, relogios de 12 mil euros e ate mais que isso

    • Letícia Almeida

      Não acho, exagero é uma empresa lançar algo no mercado sem nenhum planejamento de marketing, logística, etc. Do ponto de vista comercial, a Apple está certíssima! Se as pessoas não souberem que o que é o Apple Watch, se não tiver uma publicidade agressiva, ninguém vai querer comprar.O dispositivo já nasceria morto.

  • Bruno d’El-Rey

    É, parece que Angela Ahrendts convenceu mesmo Tim Cook a tratar o Watch como um produto de moda, e não de tecnologia. Talvez seja o caminho para tirar os smartwatches da visão de “acessórios de nerd”, talvez seja o maior fail da Apple do século XXI.

    • …talvez seja o maior fail da Apple do século XXI

      Opa!
      Favoritando agora essa página para voltar daqui dois anos e ler de novo esse comentário. 😛

      • Bruno d’El-Rey

        KKKKKKKK Eu espero que o primeiro talvez ganhe, e o relógio vire um mainstream… Mas na minha visão esse Watch vai ser 8 ou 80.

        • Fernando Rodrigues Fersoft

          Mas volte no tempo e veja.. com o iPhone foi a mesma conversa.. ahh Celular sem teclado?? Com bateria fixa?? Que absurdo.
          Com o iPad a mesma coisa.. nunca vai dar ceto!!!!
          Agora é com o relógio. Vamos ver.

      • Felipe

        É obvio que vai vender horrores, mas que é feio e não traz nada de novo, é

      • Favorita aqui também, o Apple Watch Edition vai ser epic fail se a Apple não incrementar bastante nos serviços oferecidos conjuntamente a este produto. Exemplo: troca de bateria gratuita, lifetime, e por aí vai.

        • Thiago Racca

          o Edition vai ter suporte a upgrade… eles vão de dar 9300 dolares no seu watch de 10000 na troca por um edition novo…

    • Anderson Campos

      Cara, não acho que será um fail, não. O que me chama a atenção é o toque de marketing que as outras não têm. Não basta apenas fazer o relógio e esperar aparecer cliente. Diferente de outras marcas, a jogada é espetacular e acho que pode alavancar mais o sucesso.

    • Olha Bruno, vou te dizer que o seu comentário foi um dos mais vivos que já li sobre o Apple Watch aqui no Blog.

      • Dani Estrela

        John Gruber (do Daring Fireball) que tem contatos fortes dentro da Apple sugere que a Angela não tem nada com o marketing do Apple Watch (ou qualquer outro produto). Ela é responsável pela área de varejo e não pelo marketing, isso sim coisa do Phil Schiller.

        • Aí tem duas coisas, o Daring Fireball é ultra respeitado e o John Gruber fala é lei, mas colocar sofá na loja da Apple seria mais setor da Angela que do Phil, equipe fashion para orientar compradores e clientes do Apple Watch Edition também seria mais Angela que o Phil. Ele manda pra caramba, e pode ter sido ele que trouxe essa iniciativa de ir para o mercado de luxo, trazendo a Angela. Mas acho que estamos discutindo mais estratégias de varejo que repercutem no marketing da empresa que o contrário. Fiquei um pouco perdido.

          • Dani Estrela

            Talvez seja um misto dos dois, mas pelo que entendi no último podcast do Gruber (The Talk Show – recomendo) ele disse que o varejo toma muito conta das tarefas da Angela de modo que ela pouco participou na concepção, desenvolvimento e “placement” do Apple WATCH.

            • Nossa! Bem interessante isso tudo que falou nos comments. Vou atrás da sua recomendação. Você acha que o Apple Watch Edition vai ser um sucesso?

            • Dani Estrela

              Tenho a impressão que o Edition vai vender muito rápido. Além de tudo que já falamos, a Apple mais do que nunca está associada ao luxo (ainda que por enquanto limitada no mundo de tecnologia).

  • Barreiro 

    Se abrissem uma no Brasil, teriam que fechar em menos de um mês, dado o grande número de furtos e roubos que iriam ocorrer. Duvido que abram uma aqui tão cedo.

    • Jefferson Soares

      E você acha que se eles abrissem uma loja dessa no Brasil não seria em um shopping de luxo?

  • Antonio Marques

    Gostei da atenção do Blog em fornecer informações também aos portugueses. 😀

  • Sérgio Vertuan Junior

    Sinceramente, quem achar que este relógio será um “Mico” ou qualquer sinônimo disto é por que não entende nada de economia.

  • Giovanny F. Russo

    Só uma correçãozinha: é Selfridges e não SelfBridges. 🙂

  • Luiz Fernando Ferreira

    A própria Apple ta botando um status imenso nesse relógio, ta sabendo usar muito bem a sua marca pra vender, porque tecnologicamente esse relógio não traz nada demais

    • João Vitor Nunes

      Realmente… tecnologicamente não tem nada demais né? Você é quem mesmo? Oh, profundo conhecedor do que é tecnologia!

      • Luiz Fernando Ferreira

        ZzZzZZ

  • Lucas Loureiro

    É… a Apple está fazendo de tudo para que esse relógio seja bem aceito no mercado, eles sabem da dificuldade que será para o Apple Watch se estabelecer

  • Jefferson Soares

    Acredito que esta é uma tentativa de promover um produto que sozinho não venderia tão fácil.

  • Anderson Camões

    O marketing é fundamental e ele está sendo muito bem feito. Nada se vende sozinho, o próprio iphone teve e ainda tem uma divulgação pesada.
    Lembrando que na época do primeiro iPhone ele tb não possuia as melhores configurações, nem 3G tinha.
    E se analisarmos apenas a configuração, o
    iPhone e os MacBooks seriam inferiores, porém a usabilidade transformam isto nos melhores gadgets.
    O Watch pode ser um produto de desejo e o uso dele pode transformar os pensamentos pessimistas sobre ele.

    Na minha opinião falta muita coisa. Não ser a prova d’Água será algo fundamental, porém não quer dizer que eu não vá investir em um na próxima viagem.

  • Diego Lima

    Putz eu acho que a Apple sempre acerta em algumas coisas. Colocar lojas conceito, em cidades símbolos do mundo. Ainda tirando NYC (inicialmente) para sair da imagem somos só americanos. EH uma tacada de mestre. Mesmo que a loja de prejuizo direto (as vendas não cubram aluguel, manutenção e mao de obra) a mídia que isso gera é muito maior para eles. Estão acertando na divulgação =)

  • Digoloureiro

    Eu ainda não entendi qual é a desse Watch, se hj olhamos até as horas no celular, até meus relógios não tem mais aqueeeeela importância no dia a dia, imagina uma tela minúscula dessas que será acionada por botões e não te permite fazer quase nada sem estar com o iphone a alguns palmos de distancia???

    • Dani Estrela

      O relógio deixou de ser apenas um instrumento para mostrar as horas. Caso assim fosse Rolex, Patek Phillpe, TWC, Cartier já teriam fechado as portas uma vez que existem no mercado relógios baratos feito Swatch e Casio.

      Relógio é mais um símbolo de status e que serve para demonstrar traços de personsalidade. A Apple quer apelar para esta sensação.

  • Galerias Lafayette foi uma excelente escolha de local pra vender o Apple Watch Edition, lá é tudo nababesco ao cubo.

  • Felipe

    to achando que é coisa de 1o de abril, mesmo um dia antes.. rsrs

    • Gustavo Rezende

      Aí eu tiro o chapéu pro Blog do iPhone, hackeou a página da Apple só pra fazer uma brincadeira de 1º de Abril. SQN!
      Clica aí no link:
      “foram oficialmente confirmadas pela Apple em sua página oficial”.

      • Felipe

        em momento algum eu falei que seria uma pegadinha do blog.. falei como sendo uma da própria apple (e não seria a primeira vez)

        • Gustavo Rezende

          Ah sim, achei que estava ser referindo às pegadinhas do iLex. 😉

  • Heri

    hehehe Galerias Lafayette é muito top estive la agora em março 🙂