Rumores

[opinião] Caso seja lançado, iWatch poderá demorar mais de um ano para chegar ao Brasil

O tal “iWatch” (o nome não foi confirmado) é ainda um rumor e ninguém fora da Apple pode afirmar com certeza que ele será lançado. Mas diferentes indícios apontam para um dispositivo de pulso capaz de realizar diversas leituras biométricas no corpo do usuário, como batimentos cardíacos e pressão arterial. Os rumores apostam em um lançamento já em outubro, nos Estados Unidos.

Mas se o dispositivo fizer mesmo leituras médicas no usuário, isto significa que ele pode demorar bastante para chegar ao mercado brasileiro.

Todo e qualquer dispositivo de medição de saúde que entra no mercado brasileiro precisa obrigatoriamente receber uma aprovação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). E isso não é exclusividade nossa, pois alguns rumores afirmam que o tal “iWatch” esteja demorando justamente por causa da agência americana (a FDA). Está semana, nós falamos aqui de um dispositivo similar, o iBGStar, que também precisou de aprovação da ANVISA para ser liberado para a comercialização.

O problema é que, para isso, a coisa pode demorar bastante. O medidor de glicose do qual falamos precisou enfrentar uma fila de espera de 2 anos e meio antes de começar a ser avaliado. Esta fila de vários meses de espera é quase “padrão” para todo aparelho analisado pela agência e um futuro dispositivo da Apple para leitura médica poderá ter que enfrentar a mesma espera. E se quando analisado, faltar algum documento ou certificado neste pedido, ele volta para o final da fila.

Dois anos e meio para um dispositivo tecnológico é uma eternidade, ainda mais nos dias de hoje que, a cada ano, novas gerações de aparelhos são lançadas. Ou seja, até a ANVISA aprovar o “iWatch 1”, a Apple já estaria lançando nos EUA o “iWatch 3”.

Não vamos menosprezar a importância de nossa agência reguladora, que é vital para que tenhamos produtos certificados que não prejudiquem os cidadãos. Saúde é algo muito sério e aparelhos de medição precisam ser muito precisos para que a população não corra riscos com resultados equivocados. Além disso, a agência tem outras prioridades, como aprovação de medicamentos mais urgentes para doenças graves. Mas esta demora só para esperar analisar, privando os cidadãos de usar novas tecnologias de controle da saúde, é bem frustrante.

Precisaremos aguardar para ver se a Apple realmente lançará este novo aparelho para descobrir como ele irá funcionar. Mas, se ele realmente se propuser a ser um instrumento de leitura de saúde, estejamos preparados para esperar um bom tempo antes de o vermos em nossas prateleiras.

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados