Notícias

Justiça mantém o direito da Apple de usar a marca “iphone” no Brasil

Gradiente iphone

A novela parece já ter acabado, mas a Gradiente ainda tenta reverter o processo, sem muito sucesso. Depois de ter entrado com recurso contra a decisão de setembro passado que determinava que a Apple poderia usar a marca “iphone” em seus produtos, a empresa brasileira perdeu mais uma vez. O Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro reafirmou a decisão anterior e nada mudou, podendo ambas usarem livremente a marca.

A brasileira registrou primeiro no país a marca “Gradiente iphone”, ainda em 2000. Mas diversos fatores acabaram mergulhando a empresa em uma grande crise financeira, que a deixou de fora por alguns anos. Agora, em uma tentativa de sobrevivência, ela tenta converter este patrimônio (a marca “iphone”) em capital, mas de forma um pouco estranha. Na pressa em usar a marca em um produto real, ela importou da China um smartphone que acabou ficando caro e lento, segundo alguns testes.

A preocupação de oferecer um bom produto para o consumidor não parece ser o principal objetivo da Gradiente no momento, que já disse que irá recorrer (de novo) desta última decisão. Além do mais, o fato de importar aparelhos chineses para revendê-los com sua marca no Brasil acaba não gerando empregos em nosso território. Gostaríamos muito de torcer por uma empresa nacional que investisse em qualidade e desenvolvimento interno, mas parece que a Gradiente não se encaixa neste perfil.

via Valor Econômico

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close