Notícias

Novo “iphone” da Gradiente chega ao mercado, sem cumprir o que prometia

ih, Gradiente
Crédito da imagem: Olhar Digital

A novela “Gradiente iphone” está se encaminhando para um final triste e patético. A empresa brasileira decidiu iniciar ontem (no mesmo dia do lançamento dos iPhones 5s e 5c originais) a pré-venda do seu novo modelo iphone C600. E os primeiros reviews decepcionam a quem esperava ter uma boa opção de smartphone.

O site Olhar Digital já colocou as mãos no aparelho e fez uma resenha completa do modelo, que custará R$1.500 para quem não comprar na pré-venda, que dura até o dia 5 de dezembro. Vale lembrar que um iPhone 5 usado pode ser comprado pelo mesmo valor em sites e fóruns.

Em julho deste ano, a empresa brasileira resolveu jogar verde para ver se colhia maduro e anunciou o lançamento de um novo modelo, que chegaria ao mercado em outubro. Na época, as especificações deles eram tão maravilhosas que até duvidamos aqui que ele teria tudo isso, pois, se tivesse, seria um estrondoso sucesso de vendas. Pois na prática, a teoria foi outra.

O Olhar Digital testou o novo aparelho e o que mais sentiu foi travamentos e sistema rodando de forma lenta.

O iphone c600 não é digno de ser comparado nem com o iPhone 5, nem nenhum outro topo de linha do mercado de qualquer empresa. Samsung, Sony, Nokia, LG, por exemplo, produzem aparelhos muito superiores. Na verdade, ele não é digno de ser comparado com a maioria dos intermediários do mercado.

E o impressionante é que, na teoria, o hardware deveria ser bom: processador Snapdragon S4, dual-core com o clock de 1,4 GHz, e 1 GB de memória RAM. Mas nada disso ajuda a criar uma boa experiência de usuário, provando mais uma vez que não são números que fazem um bom smartphone.

A câmera de 13 megapixels poderia ser um bom diferencial, mas mais uma vez serviu apenas como estatística:

Ela tem 13 megapixels, foco automático e flash de LED, além de contar com HDR para balanceamento de iluminação. Entretanto, ele não tem estabilização de imagem, então você precisa ter uma mão firme para suas fotos sairem boas.

Segundo o site, o material de plástico do aparelho é de baixa qualidade, parecendo bem frágil. E o preço é mais caro que outras opções melhores que usam Android, como o Nexus 4 ou o Moto G.

Ou seja, a Gradiente não parece ter criado um produto pensando no consumidor e oferecendo algo que realmente valesse a pena. Não, longe disso. Este produto caro e de qualidade duvidosa foi apenas um instrumento para tentar forçar a Apple a pagar pela marca, antes da justiça declarar que ambas as empresas poderiam usá-la.

Se ela oferecesse um bom produto, isso ajudaria muito o mercado nacional a evoluir e quem se beneficiaria com isso seria o consumidor. Mas quando empresários fazem um produto de fachada apenas para tentar tirar dinheiro dos outros, sem se preocupar com o consumidor final, o resultado não pode dar certo.

Um final patético para uma empresa que tinha uma bela história com ótimos produtos no passado.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Ramon Silva F.

    Sentado no sofá, assistindo esta novela e rindo muito.

    • Jonh

      2

    • jeff

      Não entendi “não é digno de ser comparado nem com o iPhone 5..” isso me pareceu menosprezo ao aparelho. O iPhone 5 ainda é melhor que muitos outros atuais Tops de mercado de outras empresas..
      Comentário infeliz deste jornalista do Olhar Digital.

      • iPhill

        Cara, jura que vc não entendeu?? Rs

      • Hugo

        só se for menospreso ao iphone 5

      • Marcos R.

        Ele está dizendo que o iphone(da gradiente) não é digno nem de se comparar ao iPhone 5(Apple), ou seja, pela mesma faixa de preço o iphone(da gradiente) é muito inferior aos outros (desta mesma faixa de preço, já que teoricamente o iPhone 5 hoje tem esta faixa de preço).

        • José

          Não se compara nem com o 4!

      • Rakdos

        Talvez o “nem”tenha ficado meio fora do lugar, mas me parece que a intenção de quem escreveu a resenha era a de dizer que o iphone da gradiente sequer é digno de ser comparado ao iPhone 5.

      • Alex Silva

        Se fosse só essa primeira parte, seria menosprezo. Mas lendo a frase toda, dá pra entender o que foi dito: “O iphone c600 não é digno de ser comparado nem com o iPhone 5, nem nenhum outro topo de linha do mercado de qualquer empresa.” Ou seja, é tão ruim que ele não pode ser comparado com NENHUM smartphone dessa faixa de preço.

    • Tião Silva Neto

      3!

    • Vandoo Sales

      3

  • Michel

    Gradiente só foi boa para telefones FIXOS

  • Rafael

    Triste vida.

    • Leonny Dalmaso

      Em 1996 comprei um belo video cassete gradiente de 6 cabeças: top! q;D

      • Alexandre

        Eita, lembro bem dessa época kkk vc deve ter quase a mesma idade q eu, uns 30 e pouco correto?

  • Eduardo

    É, uma baita empresa no passado.

    Temos um som Gradiente de 30 anos atras que nunca estragou e hoje é o nosso “home Theater”.

    Porém a TV de 10 anos atras nem existe mais! kkkkkkkkkkkk

  • Ingrid Armstrong

    Que vergonha!

  • Bruno

    No Tecmundo tem gente dizendo que ele humilha o iPhone 5.. SUHUHAUEHUSHUAHEE
    Só nos resta dar risada mesmo…

    • Juda Benhur

      O Tecmundo não é referência de confiança nem no mundo da carochinha.

    • Lucas Silveira

      TecMundo é um ninho de fanboys do Android e do Windows Phone (se tiver).

  • Gabriel

    Mas, mas…….alguém REALMENTE esperava algo de bom disso ?

  • Matheus Augusto

    Eco, esse lixo de telefone não pode ser comparado nem com o iPhone 3gs

  • Lucas

    kkkkkkk… Hilário…

    • Douglas Hilario

      Opa Me chamou ? kkkk

      • Hilário S Pontes

        Não, ele falou comigo.

  • Betocpb

    Vejam meu AVATAR…

    Dá-lhe APPLE ! 🙂

  • Guilherme Santos

    Nem precisa ser usado… muita loja online tá vendendo o 5 e o 5c a preços bastante próximos desse.
    E sempre tem o Moto X / G2 / S4 por preços entre 1200 e 1400 – Androids muito melhores que essa vergonhinha aí.

  • Wellington Alves

    O que eu acho que vai acontecer, é que a Gradiente não terá fôlego pra se manter neste mercado e acabará não lançando mais seus iphones, ficando assim a Apple sem ter pago pela marca e a Gradiente acumulando mais esse fiasco.

  • Kba_Black

    Na minha casa tinha uma TV da Gradiente que durou anos. (20 e poucos pra ser exato)
    É uma pena ver ou ler esse tipo de noticia.
    Foi uma das marcas que mais eu gostava na epoca.(BR)
    Que pena ! (ーー;)

    • JanjaBoy

      Exato seria: vinte anos anos, dois meses, cinco dias, dez horas e quatro minutos.

      • Lucas Silveira

        E 37 segundos

        • Lucas Oliveira

          E 253 milésimos

          • Thalmo

            E 735 microns

            • Victor Zavecz

              Microns é unidade de distância, não de tempo.

  • GenobioSoares

    Liberdade de mercado 🙂

  • Denis Anjos

    A Gradiente foi boa quando fazia tv,videocassetes mais nem isso eles foram capazes de fazerem mais,quanto mais celulares!

  • Rodrigo

    Sem perdedor não há vencedor

  • Joel Teixeira

    Tudo bem que a gradiente nunca vai alcançar a qualidade e a funcionalidade de um iphone da Apple,tudo bem que a empresa esta Produzindo um produto de faixada Para ganhar “royalites”(acho que eh assim que se escreve) da Apple. A única coisa que eu não concordo(opinião minha) eh a forma de como está sendo tratado esse produto, sinceramente dessa forma estamos incentivando que o Brasil continue produzindo alimento, produto esse que não tem valor agregado! Pessoal, independentemente se o produto eh bom ou ruim, vamos deixar que cada um faca sua escolha. Dessa forma nunca vamos incentivar ao Brasil produzir tecnologia.

    • Você está dizendo que devemos incentivar as empresas brasileiras a fazer produtos ruins?

      • Joel Teixeira

        Não iLex, sabemos que os primeiros produtos não sao os melhores, ainda mais ultimamente que as Potências em tecnologia investe pesado nos dispositivos Moveis. Ficando muito estreito para as empresas de paises emergente produzirem tecnologia de ponta. A minha opinião acima não foi com o intuito de dizer que o iphone da gradiente eh um bom produto, mas sim em dizer que ela, como uma empresa brasileira está dando o pontapé inicial para produzir tecnologia de “Alto valor agregado”.
        Comparar o iphone da gradiente com o da Apple é o mesmo que comparar a educação do Brasil com a dos Estados Unidos, sabemos que agora eh difícil de alcbancar, mas com empenho muita dedicação podemos então em um futuro muito próximo igualar.

        • Joel, você pode ajudar a Gradiente comprando o iphone dela. Isso faria você por em prática o seu discurso. 😉

          Quem comparou o C600 com o iPhone 5 foi a própria Gradiente, quando anunciou o produto em julho, não nós.

          • Cristiano Caiado De Acioli

            Joel, impulsionar o mercado não é puxar saco de produto vagabundo não, é falar a verdade para que a Gradiente possa melhorar o produto. A grande pergunta é, você vai comprar o dito cujo?

            • Anderson Campos

              Fazendo produtos ruins e cópias a la “xing ling”, a industria brasileira continuará sendo este fiasco que é.

            • Joel Teixeira

              ILex e Cristiano,

              Não vou comprar o aparelho. As especificações dele não me atendem como qualquer outro telefone da mesma faixa sendo elas Samsung, Lg…
              Mas podem atender a muitas outras pessoas que buscam um telefone intermediario.
              Por favor, so quero que vocês entendam que eu não estou defendendo a gradiente, apenas achei injusto o que o olhar digital colocou no site, onde a mesma igualou a empresa como um lixo, empresa essa brasileira.

            • Joel, seu argumento continua não fazendo sentido para mim.
              Para “muitas outras pessoas que buscam um telefone intermediário“, existem melhores opções no mercado, com as mesmas características, por menos de R$700.
              Você parece estar incentivando as pessoas menos favorecidas, que buscam uma opção “intermediária”, a pagar o dobro por um produto só porque é uma empresa brasileira que precisa se reerguer para que a indústria nacional não caia.
              Me parece uma visão bem paternalista, que apoia as empresas mesmo elas sendo medíocres.

              Na minha visão, eu acho que devemos sim apoiar a indústria nacional, mas aumentando a régua para que elas nos apresentem produtos de qualidade. Mas enquanto tivermos o espírito de vira-lata e aceitarmos coisas medíocres só porque é de uma empresa brasileira (na verdade a Gradiente não fabrica nada aqui, importa tudo da China e só coloca a marca) e ainda por um preço equivalente a produtos topo de linha, nunca teremos uma industria nacional de respeito.

            • Só complementando: a indústria brasileira se incentiva investindo mais em pesquisa, educação e reformulando a política de impostos. Só assim teremos uma REAL indústria verdadeiramente nacional, que cria coisas sem precisar clonar ou copiar ideias de produtos vindo de fora.

              A indústria se fortalece com qualidade, não com mediocridade. 😉

            • Marcus Malacarne

              Pra vender, só colocar algumas inserções nos (melhores) programas da rede de TV aberta, apresentado pelo grande Juarez:
              Vamos falar de coisa boa, vamos falar de Gradiente Iphone, o smartphone mais vendido do Brasil, ele é telefone, video game, gravador e ainda acessa a internet. Dividido em (muitas) parcelinhas que cabem no seu bolso. E se ligar nos próximos 5 minutos….

        • Rakdos

          Não existiria problema algum no Brasil continuar a produzir alimentos, desde que fossem produtos alimentícios de alto valor agregado, e não matéria bruta pra ser processada no exterior.

          Livre mercado não funciona com base em caridade e ufanismo. Se a Gradiente vai lá e faz um celular de qualidade muito pior do que os que vem de fora (no caso, um péssimo aparelho com o mesmo preço de ótimos aparelhos, como o Galaxy S3 ou iPhone 4S), não é uma iniciativa a ser aplaudida, mas sim um exemplo de que o país não investe em capacitação profissional. Veja a tristeza que está sendo pra Apple conseguir implantar por aqui uma simples linha de montagem e uma loja! Se esse país não sofresse a consequência de décadas de péssima administração, no lugar de uma fabrica da gradiente produzindo péssimos aparelhos, teríamos uma fabrica da Apple produzindo produtos de qualidade, provavelmente custando os mesmos 1500 reais e empregando muito mais funcionários.

          • Jon

            e VIVA A TEKPIX

    • Caco barreira

      Tchê!
      Duvido muito que ele seja produzido aqui. Assim que alguns começarem a comprá-lo, bem como andam pagando os olhos da cara em tablets teckPix, descobriremos de onde vem a fabricação (99,99999% da china).
      Importar coisas-ruins e baixa qualidade e etiquetá-lo com a marca para mim não é fabricá-lo. CCE e Positivo fazem muito, leia-se fabricam, muitos notebooks dessa forma.
      Mas como lido na matéria, se ele fosse de qualidade…
      Além disso há muitos xing-ling’s com peço menor e essa configuração.
      Mas gosto é goste, né?

      • André Pelegrini

        Teria sido muito mais vantajoso para a empresa investir tempo e o dinheiro perdido em lançamento de um aparelho com nome próprio e atualizado. Mesmo que levasse mais tempo para lançá-lo.

        Essa novela foi só desperdício.

    • Madmediphone

      Agora eu pergunto , onde a lei de reserva de mercado de informática levou o Brasil ? Eu mesmo respondo ao atraso.

  • Leonardo

    Hahahhahahahahaha!!..

  • Jorge

    Com o Nexus 4 a 900 reais, quem que vai comprar isso?

  • Fernando

    Triste. Patético. Ridículo. Precisa dizer mais.?

  • Filipe

    Para mim, este Olhar digital sempre foi um lix*. Eles sempre defendem produtos da samsung e criticam os outros, mesmo sendo melhores (não que este da gradiente esteja bom, está ridículo).

    Podem entrar lá e conferirem, uma matéria que critica o Iphone sempre está com marcação de melhor matéria, agora, uma que critica a samsung sempre está como uma matéria ruim.

  • Tom

    E nem vai ter googleplay..rs. “/

  • Rafael

    Desde que começou essa novela da Gradiente eu já previa que seria uma merda, pois a Gradiente mesmo tendo vários ”putos” no bolso jamais irá passar a Apple.

  • SamuEX

    Gente, vocês são todos muito inocentes.
    Será que só eu percebi que a Gradiente está tentando fazer frente ao HiPhone?

    É claro que ela nunca tentaria brigar com um iPhone, mas já com um HiPhone a briga é boa e dá um jogão digno de Domingo 4 horas da tarde, final de campeonato.

    Sinceramente ainda estou na dúvida se o iPhone c600 é melhor que o HiPhone MP 35.
    Veremos em breve.

    😛

  • Uma verdadeira piada

  • Fabio

    Quebra logo de uma vez..acaba com esse sofrimento!

    • Tommartins

      Kkkkkkkkkk….que maldade!

  • Yuri suzuki

    Quanto tempo demorou, para Apple se torna a empresa mais cara do mundo? Erraram sim, mais nada que nao possa ser consertado, em futuros lançamentos…

    • Rakdos

      Acontece que a Apple investiu bastante no departamento de desenvolvimento e tecnologia, por isso pode melhorar os produtos. Empresas brasileiras simplesmente não conseguem ou não querem fazer esse investimentos, seja porque os empresários só conseguem ter um pensamento de curto prazo, seja porque a carga tributária não deixa sobrar verba sequer pra manter a produção, quanto mais para investir em pesquisa.

  • Pedro Alberto

    Quando era adolescente meu sonho era ter a linha completa Gradiente ESOTECH (só consegui ter o amplificador IA2) um referencial no mercado, não existia equipamento que fosse compatível em qualidade e design (anos 80 Oks).
    Hoje tenho vergonha alheia ao que esta empresa esta fazendo! Se para a Apple os perrengues jurídicos com a SAMSUNG não representam nada perto do faturamento e valor da empresa, que dirá essa tal de Gradiente! Brigando e fazendo barulho em troca de migalha de pão que cai da mesa como um cachorro mal tratado.

    • Celso F. Araujo

      Bons tempos esse da finada Gradiente.
      Tive um pouco mais de sorte e consegui ter todas alinha Esotech: pré, power, equalizador, tape-decks, toca discos, sintonizador, reverberadpr, equalizador e caixas acústicas.

  • Yuri

    Esse é o destino de uma empresa fuleira que usa o nome de outra pra tentar ganhar dinheiro fácil.

    • JanjaBoy

      Você está dizendo que a Apple é fuleira?
      Aqui quem está usando o nome de “outra” é a Apple!

      • Harold

        “Reservar” um nome chamado iPhone na época da fama dos iMacs também não é muito original, sabe.

        • Mauricio Mendes

          Não estou defendendo a Gradiente, mas, baseado nessa lógica, tudo que começa com “i” e tem uma segunda letra em maiúscula passou a ser de propriedade da Apple a partir do lançamento dos iMacs, certo?

          E olha que estou falando isso sendo um grande fã e usuário da Apple.

  • Gilmar Apple

    O que esperar de uma empresa (GRADIENTE) que tentou tirar proveito de uma situação sem merecer. O olho maior que a barriga!!! Tem que falir mesmo!!! Não trabalha não pra ver se vai se destacar no mercado!!! A GRADIENTE é uma empresa puramente OPORTUNISTA!!!!! Retrata bem um país que não vou citar o nome!!!!

    • Fabris

      Gilmar,
      na verdade, o que acontece com a Gradiente nada mais é do que o pensamento de boa parte da população brasileira, infelizmente.. Sempre a questão do Oportunismo, se aproveitar da situação sempre que puder só para satisfazer seus desejos, custe o que custar.

  • Erika GF

    Nao poderia ser diferente….

  • Lucas

    kkkkkk, comprei o meu por 1.500 e ta zeraaado. Concordo com a resenha que diz que o modelo não deve ser comparado com qualquer outro aparelho top de linha, visto que a Gradiente sempre decepciona no lançamento de produtos, seja celulares, ou qualquer outro.

  • Felipe

    Engraçado a quantidade de gente hipócrita no site do Olhar Digital reclamando da “imparcialidade” da matéria.

    Eles falam que não é imparcial porque criticam muito o produto. O celular é ruim, não tem discussão. Duvido que os mesmos que reclamam irão comprar.

    A imparcialidade que eles pedem é igual a mentir, dizendo que o produto é bom, só pra impulsionar a indústria nacional. Bela imparcialidade…

    Não é mentindo ou comprando produto ruim que se impulsiona a indústria, é produzindo produtos bons, competitivos com o restante do mercado.

  • wtviana

    Ter o direito de usar o nome iphone mas produzir uma m* como esta só queima ainda mais o filme da Gradiente. Certamente ela teria melhor conquistado o mercado e os consumidores se atribuísse a este aparelho outro nome, em concorrência aos similares a ele, e não a Apple.

  • Julius

    R$1500,00?
    Por esse preço compra-se o melhor (specs não dizem nada) Android do mercado que é o Moto X!

  • John

    Eu já esperava por isso ou algo até pior!

  • Javier

    Alguém sabes quais são as lojas da iplace em São Paulo que tem o iphone 5s?

  • Marcus Benjamim

    Bem, muito triste saber disso. A gradiente deveria de início ter um nome mais criativo para por em seu aparelho celular e segundo fazer um sistema operacional bom. Vergonha ver isso e saber de uma notícia dessa. Abraço a todos!

  • Robison

    … vendo esta novela, eu não posso deixar de pensar no famosa lei de Gerson: “Por que pagar mais caro se o Vila me dá tudo aquilo que eu quero de um bom cigarro? Gosto de levar vantagem em tudo, certo? Leve vantagem você também, leve Vila Rica!”. Levar vantagem em tudo, esta é grande idéia de sucesso que alguns brasileiros tem. Esta empresa tomou a caminho mais errado e mais vergonhoso “a chantagem barata”. A empresa e seu produtos não são dignos de receberem o meu suado dinheirinho!

  • Diego Parente

    Se chega perto do iPhone 5, deve ser um ótimo aparelho. Eu, por exemplo, tenho um 4S e o acho incrível, apesar de não ter a mesma velocidade do 5.

    Não troquei ainda pelo 5 pq prefiro o estilo do 4S. Acho o 5 muito comprido. Ainda não me acostumei com a ideia.

    • Se chegasse perto, seria mesmo. Mas como você pode ler no texto, não chega nem perto.

  • Diego Parente

    Não há como esperar que a Gradiente consiga concorrer de igual pra igual com Apple e Samsung. Ao menos não agora.

    Enfim, torço para que dê certo. Quanto mais concorrência, melhor.

  • Felipe pavan

    Ta mas, e esse “bdi” énsobrebqual iPhone mesmo?? Poxa, pensei q aqui era galeria da gradiente

  • Alex3a3

    A porcaria não tem acesso nem ao Google Play…

  • Bernardo Freire

    De iPhone só tem o preço..

  • Ricardo

    Um dia tentei acreditar nesta gradiente, comprei um celular e infelizmente deu problema, foi para garantia e a 03 anos espero ele de volta; sei que nunca vou receber.
    Apoiar empresas nacionais sim, mas apoiar aventureiros que acham que o poder esta no nome ai é burrice demais.
    Gradiente em minha casa NUNCA MAIS.

  • André Luiz

    Faço é rir dessa gradiente….iPhone é iPhone e pronto!

  • Augusto

    Um país deve produzir olhando os fatores de vantagem comparativa. Eu sou bom em produzir celulares? Tenho preço? Consigo competir com o mercado internacional? Se nao, por que raios vc está produzindo isso?
    Em nível de comparaçao, exportamos a MATÉRIA PRIMA minério sem nenhum valor agregado para China, e compramos aço muito mais caro do que se fosse produzido por aqui , que sentido há nisso? Ao invés de termos indústrias de aço, temos indústrias como gradiente querendo se igualar a Apple, piada né! Tá parecendo a época que o Brasil começou a produzir computadores, Cobra Computadores, fico só imaginando Steve Jobs e Bill Gates na época sem dormir, preocupaçao que nao acabava mais!
    Enquanto produzirmos navio que afunda sem investimento em portos a celulares xing ling sem nenhuma competitividade, estaremos na merda!

  • Ricardo Ghion

    Deviam botar fogo nessa gradiente…. como tenho vergonha de ser brasileiro.

  • Gabriel Ramos

    Mais caro que o Moto X, Xperia Z1 e Galaxy S4, quem comprar isso aí tem que atestar sua sanidade mental.

  • FelipeBr

    Por favor pessoal.

    O objetivo da Gradiente não é vencer o iPhone ou vender milhões de celulares, mas sim apenas lançar o produto para não perder a marca. Só isso!

    Para ela (Gradiente), quanto menos vender, melhor. Assim não terá que fabricar (ou importar novos), gastar com suporte, atendimento, manuais, garantia, etc.

    A discussão se concordam ou não com isso ainda é a mesma de quando ambas empresas começaram na briga pela marca. Nada mudou e a Gradiente não vai largar o osso fácil.

    Ingênuo seria pensar que a Gradiente está sendo burra, lançando um aparelho caro, etc, etc, etc.

    O foco não é esse.

  • Iago

    Eu coloco o iphone 2 e esse ainda nem chega aos pés!

  • Andre

    Creio que seja bem fácil resolver a questão.
    Quem quiser compra o Gradiente, quem não quiser, não compra.
    Parem para pensar … se a empresa Gradiente fosse de algum de vcs ??? Estariam brigando da mesma forma…
    Independente da questão se foi oportunismo, se o produto não tem qualidade, seja o que for, cabe a cada consumidor escolher o que melhor lhe atende ou se adequa ao bolso…
    O mercado de uma forma geral se adequa aos padrões exigidos, ou seja, tem público para tudo.
    Quem tem um IPhone, seja qual modelo for, nunca vai comprar Gradiente, Samsung ou qq outra marca.
    Como o amigo FelipeBr disse acima existem outros valores ou foco por trás disto.

  • Kako

    Por isso que eu digo. (Cada macaco no seu galho ). Deixa o smartfone pra Apple que ela sabe fazer.

  • Andre

    GRADIENTE = LIXO !!!!

  • Rodrigo

    Nem com meu 3G que é puro sangue!

  • Anderson Marques

    Apenas uma palavra: Facepalm!