Notícias

Saiba por que o iPhone não ganhará desoneração fiscal da Lei do Bem

Homologação Anatel

Na última terça-feira, a Presidência da República decretou a tão esperada desoneração de impostos para smartphones fabricados no Brasil e com preço inferior a R$1.500. Com a notícia, muitos leitores nos procuraram perguntando se o iPhone seria ou não beneficiado com isso.

Eis alguns motivos para acreditarmos que não veremos o benefício aplicado no celular da Apple.

Primeiro motivo: preço atual

No início deste mês, a Apple promoveu uma queda de preços no iPhone 4 e no 4S, modelos mais antigos que o atual iPhone 5. Porém, mesmo com a queda, o iPhone 4S ainda está fora do teto dos R$1.500 estipulados pelo governo. Se a Apple quisesse incluir o aparelho na lei de redução fiscal, já teria colocado-o abaixo deste patamar.

Já o iPhone 4 está abaixo do teto imposto pelo governo e entraria facilmente na regra. Mas não entrará por causa do segundo motivo.

Segundo motivo: aplicativos nacionais

Esta regra bagunçou com muitos fabricantes, entre eles Apple, Microsoft e até Samsung. Segundo as especificações do governo, os smartphones beneficiados precisarão vir com um pacote mínimo de aplicativos nacionais pré-instalados de fábrica. Ou seja, a Apple teria que inventar um iOS especificamente para o Brasil se quisesse se adequar nesta regra e isto só para o iPhone 4, que está quase deixando de ser fabricado.

Queremos usar aplicativos brasileiros se eles forem bons, não porque somos obrigados por uma lei.

Com isso, a legislação deixa de fora o iPhone, por mais que a Apple se esforçasse em reduzir os seus preços para se encaixar nas exigências. Sony e Samsung também não quiseram se manifestar sobre a desoneração.

via G1

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Marco Oliveira

    Que coisa hein?
    Uma pena realmente.
    Pra que temos a fábrica aqui então?
    Pra vender pro resto do mundo? O.o

    • Carlos

      Pra que temos o melhores cafés e cacaus???
      PARA VENDER PARA O RESTO DO MUNDO

      • Ricardo

        Pra que extraímos Petróleo do Pré-Sal
        PARA VENDER PARA PAÍSES VIZINHOS

        • Rogério

          E mais barato do que nós pagamos por aqui! Vai entender esses políticos!!! PQP!!!

      • Carlos Eduardo

        Só uma correção o café do Brasil é um dos piores do mundo já faz algumas décadas.

        • Fernando

          O café que FICA no Brasil é um dos piores do mundo… O melhor do café brasileiro, vai pra fora

          • Rodrigo

            Falou tudo… o que fica que é o pior… pq o que é exportado é um dos melhores do mundo!!!

        • Danilo S.

          Então Toma Leite ou Toddynho. 😉

          • Toni

            HAHAHAHAHAHA boa!

        • Ciro Espítama

          Na Europa o café da variedade arábica vindo do Brasil é considerado um dos melhores do mundo. Os produtos agrícolas brasileiros de melhor qualidade são em sua grande parte exportados.

        • Tiago

          Não é não, vc está mal informado!!!!

    • Bira Michels

      Temos uma Fabrica aqui para os Politicos 😉

  • Bala

    Caro pra caramba ;S

  • Diogo Freire

    Quer dizer então que a lei do bem não é tão boazinha assim? Confesso que havia esperanças para ver o preço reduzido do iPhone, mas não sabia desse segundo motivo

    • Felipe

      Olha, a Nokia foi a primeira (e única ate o momento) a se pronunciar sobre a lei do bem. O Lumia 820, por exemplo, que custa R$1599,00 vai ter seu preço reduzido pra entrar na Lei do Bem. Ela já garantiu que o preço mais barato vai ser repassado pro consumidor final. Mas infelizmente só a Nokia se pronunciou até agora sobre a Lei do Bem…

  • Chico

    BRASIL SIL SIL SIL

  • Hemerson

    Isto que acontece quando quem cria leis não entende do assunto.

    • SamuEX

      Bingo!

      • Paulo Frois

        Li alguns comentários que dizem que a Lei do Bem foi formulada por gente que não entende do assunto, o que me faz discordar, uma vez que algumas das condições impostas para ser assistido por ela são absurdas e claramente evidenciam que existe um interesse por trás disso, como sempre.
        Na verdade, o intuito do Governo é proteger certos ‘tubarões’ de alguns setores da indústria, e isso não seria diferente no caso da telefonia móvel.
        Primeiro que essa de que o aparelho deve ter um pacote de app nacional, em se tratando do iPhone (Apple), já é uma forma de ‘eliminar’ o aparelho dessa desoneração, afinal, cá entre nós, se a Maçã não deixa a gente ser liberto do iTunes por quê raios faria um pacote de aplicação nacional para poder ser contemplada com a Lei do Bem?
        Acho até que não seria viável no momento, uma vez que, segundo fortes rumores, a empresa de Cupertino lançará o ‘upgrade físico’ do iPhone 5 e um outro modelo de baixo custo por esses dias- ou meses!
        Alguns dos celulares que foram contemplados pela desoneração estão quase que obsoletos, salvo algumas exceções. O desconto anunciado pelo governo e o divulgado pela associação de empresários do meio das telecomunicações divergem drasticamente: 30% contra 7%, respectivamente.
        Tudo isso só nos mostra que existe ‘muita vida’ por trás dessa lei, que, se aplicada de forma séria e com o intuito de realmente contemplar o consumidor, poderia- e muito!- ajudar-nos.
        Valew.

        • Thiago Martins Rodrigues

          Alguem tem que ganhar e alguem tem que perder!

          • Carlos

            Nesse caso, que perde é a gente!

        • Marcello Victorino

          Ta… E a conclusão é?
          Falou falou e nao disse nada!
          Fiquei interessado, favor termine seu raciocínio!

          Osss

    • Alex Retamero Dias

      Também penso parecido com você. Ou eles realmente não possuem o interesse de beneficiar ninguém! O que eu acho mais certo de ser.

    • Eu ^.^

      Eu acho que entendem… e muito bem! O que eles mais entendem é sacanear o povo.

  • Lipas

    Esse segundo motivooo… cabô com tudo.!

    Mas e como ficaria os concorrentes da Apple que rodam o android? não tem uma versão “nacional” do android, desta forma não entrariam também! hahahaha… se fuu%$#@#!.!

  • Alexandre

    Meu deus …
    Fico preocupado com o futuro deste país ! É cada absurdo que se vê por aí …
    Desconto em smartphones, “desconto” na energia (maior mentira da história rs) entre outros …

    Me pergunto, onde vamos parar com esses políticos ?

    • SamuEX

      Roma antiga:
      Pão e circo.

      De acordo com nossos queridos líderes, precisamos apenas disso para sobreviver. (enfase no “sobreviver”)

    • Antonio Augusto

      Minha conta de luz caiu uns 7% realmente

      • JanjaBoy

        E o resto?

        • TiãoGavião

          Subiu uns 50% ….
          Valeu pelos 7% 😉

          • Overlord

            50%?

            Você é um otimista.

      • Alexandre

        Sua conta de luz caiu, porque o governo estava cobrando a anos de todos os brasileiros estavam tarifa indevida embutida na fatura, e foi obrigado a devolver.

        Ou você acha que o molusco e a tia Dilma ficaram bonzinhos de uma hora pra outra e resolveram dar desconto na conta de luz ? hehehe
        Mas isso são cenas dos próximos capítulos rs…

        Abraços amigo!

        • Alexandre

          *uma tarifa

      • Salvatori

        Caiu a luz, e aumentou o tomate hahahhaa

        • SamuEX

          O tomate, a gasolina, os ovos de pascoa…

      • Vagner

        Brasil pais dos ignorantes, primeiro desconto na luz, sobe gasolina e todos os outros produtos. Agora desconto no celular será que vai subir os salários deles? Ops já subiu. Professor e tratado como mendigo, bandido e tratado como rei, e vc e tratado como mais um.

        • Hebert aka HBT

          E ainda querem que sejamos patriotas.

          • Paulo

            A gente tem a opção de mudar isso a cada 4 anos. Porem ainda tratamos política como algo que está muito distante e que não temos muito a ver com isso. Enquanto não tratarmos com seriedade será assim. Somo nós que colocamos eles lá, então vamos parar de reclamar deles e na proxima eleição votar para que saiam.

  • Alex Retamero Dias

    Pra ser sincero, acho que nenhum smart (Apple, Microsoft, Samsung, Sony),então se enquadrará nessa lei.
    Talvez por isso o Governo tenha sancionado a lei, não vai servir pra nada, e o povo continua a mingua!

    Se eu estiver errado me corrijam!!!

    • Bruno

      A diferença é que no Android ou Windows Phone os fabricantes conseguem incluir aplicativos que muitas vezes podem ser desinstalados assim que comprados, sem precisar mudar o OS para isso.

      Não seria difícil a Samsung, LG, Nokia… fazerem isso e de quebra ainda cobrar dos desenvolvedores essa divulgação que vai fazer dos seus Apps.

    • Carlos Arcas Neto

      Enquadra sim. O Gradiente Iphone.
      Kkkkkkk.

  • Schenardie

    Realmente Ridicula essa decisão.

    Realmente as leis brasileiras não devem passar por nenhuma analise técnica.
    Acham que vão beneficiar os produtores brasileiros com essa medida ricidula. Enquanto a EUROPA pensa no bem que a concorrencia nos proporciona (como nos casos dos Windowns Versão N, que devem vir sem o navegador IE e o WIndow Media Player, deixando pro dono escolher qual navegador instalar e evitando a falta de concorrencia desleal que é um navegador ja vir pré instalado) o BRASIL ANDA DÉ RÉ A PASSOS LARGOS.

    Corretissima a informação ILEX, se eu quiser um app brasileiro eu instalo, pago e utilizo, pois existem muitos aplicativos bons. Uma coisa que me chateia (trabalho com ti mas tambem telefonia) é o android vir cheio de apps embarcados que eu não posso remover (alguns apps quando se restaura pro padrão de fabrica voltam a ser instalados). Mas a Apple vai continuar vendendo Iphone aqui mesmo sem redução nos Impostos.. pq eles cobram 2k um aparelhos e nós ricos pagamos (por que pra ter iphone comprado nacional com tudo que é imposto em cima tem q ser rico, ou gostar mto do aparelho como é o caso da maioria acredito),

    Mas a copa ta ai.. de repente depois de uma vergonha a nivel mundial comece a se dar importancia pra coisas tipo tributação fiscal e afins.

  • André Luiz

    Você poderia especificar melhor o “pacote mínimo de aplicativos nacionais “? São aplicativos criados por empresas brasileiras? Um pacote mínimo é formado por quantos aplicativos?

    • Bruno

      Também gostaria de saber a respeito.

  • Antonio Augusto

    O iphone tem uma pegada mais elitista por aqui ainda, acredito que nem pensaram em incluir o iphone mesmo…

  • Victor

    Mesmo se fosse possível a Apple se adequar a esse esdrúxulo pacote de aplicativos nacionais, duvido que ela diminuiria (de novo) os preços do iPhone aqui no Brasil. Por que? Basta fazer as contas e constatar que o preço do iPhone 4 aqui já está abaixo do cobrado nos EUA. Lá ele é vendido por US$450,00. Colocando o teto de US$1 = R$2, com uma média de 9% de imposto estadual e 6,75% de IOF, chegamos ao valor de R$1047, que é abaixo dos R$990 (desconto de 10% pagando a vista) cobrados aqui. Quando, na história da Apple Brasil, tivemos algum gadget mais barato aqui do que lá?
    E, coincidência ou não, a Apple reduziu os preços poucos dias antes de sair oficialmente a tal desoneração. É lógico que ela recebeu do governo as informações dessa lei antes de ser divulgada publicamente e já adequou sua tabela de preços para enfrentar a concorrência que beneficiará desta isenção. Não estou afirmando que a redução foi devido a essa lei, mas estes atuais valores cobrados pela Apple Brasil são bem interessantes.

    • Overlord

      Estão faltando impostos e outras coisas na tua conta: do imposto de importação ao frete.
      E não esquece que tudo isto é em cascata.
      Mesmo se o iPhone estiver sendo montando aqui, as pecas são importadas.

      • Victor

        Você não entendeu o que eu disse.
        O iPhone 4 está sendo VENDIDO a R$990 pela Apple Brasil, o que é mais barato que o cobrado nos EUA. Este valor inclui os n mil impostos brasileiros que recaem sobre o aparelho. Além disso ele já é montado aqui e sabe lá Deus quanto de seus componentes são importados.

    • Cleberson

      A Apple tá tirando o lucro menor do iPhone 4 nas vendas do iPhone 5. Simples.

  • Hemerson

    Seria o mesmo que vender passagem aérea do Brasil pra Europa, mas você tem que ir buscar ela pessoalmente.

    • Hemerson

      E a passagem estaria nas Oropa

  • Odirlei

    Duas coisas:
    Primeiro: essa lei não tem como principal objetivo beneficiar o consumidor final, e sim fomentar a indústria. É mais ou menos a mesma coisa que acontece com a redução IPI para carros, eles não fazem isso p/ a população ter condição de comprar seu GOL 1.0 pé-de-boi, isso é feito para a indústria continuar vendendo os seus carros e não demitir um milhão de pessoas.
    Segundo: se a apple baixasse o preço do iPhone 4s para 1500 não seria assim um grande esforço, continuaria sendo um dos mais caros do mundo, e sem a desculpa esfarrapada que esse preço todo é por causa dos impostos.

    • Bruno A.

      Opinião mais sensata que li por aqui.

  • Denner Bitti

    Não concordo com o primeiro motivo para o Iphone 4S. Por mais que esteja fora do teto dos 1500 reais (por R$1699). Somados, PIS e COFINS pode chegar a 9,25% . Retirando este valor no 4S atual, o valor dele ficaria em torno de R$1541, ou seja, muito próximo ao teto estipulado pelo governo, fazendo valer a pena uma redução de R$41 para vender “um pouco” mais.

    Neste sentido, fica valendo somente este segundo motivo, que também na minha opinião, é ridículo tendo em vista que podemos baixar vários aplicativos brasileiros gratuitamente sem problemas.

    Se a minha teoria estiver correta, somente o iphone 5 ficaria de fora deste benefício e este inciso que obriga aplicativos brasileiros instalados de fábrica ficará nulo em poucos dias.

  • Paulo Frois

    No caso do iPhone 4 ainda tem mais um agravante: o preço (1099 reais na loja oficial online). A Lei do Bem assiste os aparelhos 4G até 1500 reais e os até 1000 reias, sendo 3G, categoria na qual o iPhone se enquadra, afinal é um modelo que angarias as frequências da terceira geração de telefonia.
    Valew iLex.

    • Bruno

      Se vingar mesmo esses 1500 apenas para aparelhos 4G, acho que nenhum smartphone top entrará nessa.

    • Leonardo Negrisoli

      Bem lembrado, Paulo.

      Acho que teremos vários aparelhos 3G entrando nessa onda, mas os 4G contaremos em uma mão, isto é, se precisarmos de tudo isso.

      Não vejo uma lei beneficiando o iPhone e os bons concorrentes dele tão cedo…

    • Paulo Frois

      Só retificando: o ministro das Comunicações havia informado, antes da publicação da portaria, que a desoneração de impostos seguiria um limite para cada tecnologia dos smartphones, assim disposto: smartphones 4G de até 1500 reais e smartphones 3G de até 1000 reais. Porém, no ato da publicação da portaria que estabelece a Lei do Bem e especifica as regras a serem aplicadas quando do uso da lei, o que se viu foi uma unificação do teto de 1500 reais para os aparelhos com 3G ou tecnologia superior. Portanto, não haverá tetos diferentes a depender da tecnologia do aparelho. Basta o aparelho estar de acordo com algumas regras impostas pela portaria, dentre as quais as mais importantes o iLex cita no post, e, claro e evidente, estar dentro do limite de valor.
      Mas já adiantando, NENHUM smartphone 4G vendido no país será contemplado pela lei, exceto o LG Optimus F5.
      Infelizmente e para nossa tristeza!
      Abçs

  • Issacar

    essa lei de desoneração é só faxada!! não serve pra nada.

  • André Luiz

    Olha os celulares que vão ganhar desconto.

    LG
    – L3 (dual e single chip)
    – L3 II (dual e single chip)
    – L5 (dual e single chip)
    – L5 II (dual e single chip)
    – L7
    – L7 II (dual e single chip)
    – L9
    Motorola
    – Motorola
    – Motorola Spice Key
    – Motorola Fire
    – Motorola Defy Mini
    – MotoSmart ME
    – Motorola Spice XT
    – MotoSmart
    – Motorola Defy Pro
    – Motorola Atrix TV
    – Motorola RAZR i
    – Motorola RAZR D1
    – Motorola RAZR D3
    – Motorola RAZR
    – Motorola RAZR MAXX
    – Motorola RAZR HD.
    Nokia
    – Nokia Lumia 820
    – Nokia Lumia 720 (previsto para maio)
    – Nokia Lumia 620
    – Nokia Lumia 520
    – Nokia Lumia 710
    – Nokia Asha 302
    – Nokia Asha 311

    • Bruno

      Isso é oficial por acaso?

      • Paulo Frois

        É sim, amigo. Cada empresa está divulgando seus aparelhos contemplados pela Lei do Bem em seu site oficial. O que o amigo fez foi, gentilmente, dispor a lista dos dispositivos ‘agraciados’ de algumas empresas aqui no blog.
        Abçs.

        • Thiago Martins Rodrigues

          de 50 a 100 reais de desconto… Lei do Fail!!!

  • Ricardo

    Além disso tem outros motivos que fazem com que o aparelho não entre no grupo dos aparelhos com desoneração fiscal.

    O valor máximo de R$ 1.500,00 é apenas para aparelhos fabricados no Brasil já embutido com a tecnologia 4G do País.

    Para os aparelhos com apenas a rede 3G, o valor do teto cai para R$ 1.000,00.

    • Rodrigo F Bertelli

      Não existe esse diferencial de preço para aparelhos 3G ou 4G. O teto é R$1500 para todos.

      • Paulo Frois

        Nada disso querido. A Lei do Bem concede a desoneração de impostos conforme a seguir:

        SmartPhone 4G- até 1500 reais

        SmartPhone 3G- até 1000 reais

        iPhone 4 (3G)- 1100 reais
        iPhone 4S (3G)- 1700 reais
        Pelos preços e sem pacote de aplicativos nacionais feitos pela Apple, logo estão fora- e como!- da lista!
        Infelizmente e para nossa tristeza!

        E mais: só um smartphone 4G será contemplado pela lei: o LG Optimus F5. E, mesmo assim, não será percebido um desconto de 30% nele, como havia informado o Governo, e sim algo entre 6 e 7%, segundo a Abinee, a associação da indústria e comércio do setor.

        Abçs

      • Paulo Frois

        Desculpe-me, colega. Realmente o teto, agora oficialmente, é de 1500 reais para todos os celulares com tecnologia 3G ou superior, que obedeçam, obviamente, algumas regras estabelecidas no ato da publicação da portaria, dentre as quais as mais importantes o iLex citou no post.
        Me confundi pelo fato de que, antes da publicação da portaria que oficializa a Lei do Bem, o ministro das Comunicações havia emitido um comunicado no qual apontava a medida anterior como a ser tomada na aplicação da lei, porém, quando a portaria foi publicada percebeu-se que não seria assim, optando-se por unificar os tetos.
        Valew. Abçs.

  • Yuri

    Isso vai ser só mais uma lavagem de dinheiro do governo. Qual smartphone vai vir com Apps nacionais?? Só os famigerados androids de 300 reais, só se for.

  • Sergio Carvalho

    iLex, não que eu concorde com a imposição, mas vi um erro: não sistema operacional, é app. Se vier alguns bons apps de desenvolvedores nacionais, tá dentro da lei. Se a Apple provar que tem milhares de apps desenvolvidos no Brasil e comercializados na AppStore, já tá dentro da regra. O único problema seria ter que, por causa da regra besta, inseri-los de fábrica. Se demonstrar que tem um monte, o cliente optaria pela instalação.

    • Ué, para vir de fábrica, teria que vir pré-instalado no iOS. O erro está na sua interpretação do texto, não do texto em si.
      Instalar o sistema e depois instalar novamente os aplicativos obrigatórios não me parece algo muito inteligente de se fazer. 😉

      • Cristiano

        Eu acredito que se a Apple quisesse dar um “jeitinho” nessa questão do pacote de app brasileiros, seria fácil: todos os celulares que saíssem com a logo da Anatel viriam com aqueles básicos da Apple + alguns outros muito bons, por exemplo o “Chegou?”, “PagBoleto”, o “Pessoa Física” que é inclusive um app do governo, desenvolvido pela SERPRO…

        Teria só que utilizar aquele campo de distorção da realidade patenteado pelo Jobs…

      • Schenardie

        E no caso da operadora pré instalar o app

        (todos sabemos que a hora que eu for sincronizar com minha ID vai remover esses APPs) mas enfim

        a eli fala algo claro sobre vir de fabrica ou ser pré instalado antes do cliente receber?

    • Tonismar

      Também me chamou a atenção este ponto no texto. “…a Apple teria que inventar um iOS especificamente para o Brasil…”. Ficou claro que o texto quer dizer que teria que ter um iOS “brasileiro”. Tenho alguns apps nacionais instalado no meu iphone sem iOS específico para o Brasil. Se a Apple fizer uma análise de mercado e avaliar que seria viável adicionar tais apps para ganhar essa redução de impostos, não teriam problema para fazer isso. Obviamente, sem precisar “inventar um iOS só para o Brasil”.

      • Tem gente aqui falando sem parecer conhecer como funciona a instalação de aplicativos no iOS. Me faz até mesmo me perguntar se sequer possuem algum aparelho com o sistema.
        Se os aplicativos do iOS só podem ser instalados com um Apple ID do usuário (inclusive os da Apple, como iBooks, Amigos e Podcast), não tem como incluir um pacote de apps brasileiros sem que venham já incorporados no sistema. Ou seja, criar um firmware especialmente para o Brasil.

        Portanto, me parece que quem discorda desta parte, provavelmente nem usa iPhone.

        • Tonismar

          A intenção pode ter sido uma mas o texto leva a outra interpretação. “Inventar um iOS para o Brasil” está longe de uma “Alterar o firmware”. Talvez a expressão tenha sido um pouco exagerada. Independente disso o iPhone não vai ganhar desoneração fiscal isso é fato.

  • Mario

    E o protecionismo brasileiro ataca de novo! Nossos empregos são gerados por garantia de mercado e não por qualidade da mão-de-obra.

    • Francis

      São coisas de governos populistas. Aliás, essa parte mundo está cheia deles.!!

  • Rodrigo F Bertelli

    Só um adendo. A regra para implementação de apps nacionais tem 120 (ou 180, não me lembro bem) para ser implementada. Então, se esse fosse o empecilho para a Apple baixar o preço do iPhone4, ela teria esse prazo para vendê-lo como está hoje.

  • Serginho Pereira

    Não acho que precisaria criar um iOS especifico para nós, bataria colocar um pacote de APLICATIVOS no iPhone 4. Agora resta saber quais seriam estes aplicativos que eles querem que coloquem. Se a apple quiser realmente entrar nessa, não tem tanto problema assim, basta querer 😉

    • Cleberson

      SIM! Mas me diga COMO que a Apple vai deixar um aplicativo pré-instalado se precisa ter uma Apple ID pra instalar apps? Ela não vai embutir aplicativos de terceiros no iOS.

  • Celso Martins

    Acho que dessa vez a Gradiente emplaca!!!!
    =D

  • jonas

    Pq elas vao baixar os precos? Brasileiro adora pagar caro pelas coisas

  • Copeta

    Será se a Apple vai fazer um sistema operacional esclusivamente para o iPhone 4 do Brasil, ou é mais fácil uma Siri em português? 😛

  • George

    Na verdade o 4 entra sim. Não há definição sobre o que seria este pacote (tradução do SO conta?), e NO TEXTO DA LEI o pacote de aplicativos desenvolvido no Brasil só será cobrado após 180 dias de sua publicação.

    Quanto a 1000/1500 reais, não há esta diferenciação, pelo menos não no texto da lei. O limite superior é de 1500 reais (que com algum esforço pode entrar até o 4S) independente de ser 3G ou 4G.

  • Ricardo

    Por que reduzirem o preço se os trouxas (nós) vamos lá e compramos sem pensar duas vezes?

    Cada um com suas prioridades…

  • Bruno Gama

    só dizer que a tradução é feita aqui.

  • tiiagolopesssssssa

    A nokia Vai diminuir em 9% o valor dos LUMIAS até o 820, Agora não sei se eles vão colocar os apps nacionais, no qual a nokia já tem varios.

  • Luciano Nascimento

    Brasil um país de tolos…

    É só pesquisar, esta lei foi feita somente para beneficiar um fabricante específico
    com uma marca específica, celular xing-ling adaptado para o Brasil.
    Todos perdem, os pobres compram porque é o que cabe no bolso, mas continua um lixo.

  • Humberto

    Comprei meu segundo iphone esta semana no site da apple, eu tinha um 3GS antes e agora comprei o 4 8GB por R$989 a vista inclusive nem chegou ainda. Tenho a filosofia de não gastar mais de R$1000 com um smartphone. Acham que foi uma boa compra ou gastei atoa? Tenho consciencia de que pode nao suportar o IOS 7 mais decidi correr o risco ja que não gosto de Android nem WP e não quero gastar mais de R$1000

    • Philip Borges Costa

      Claro que irá suportar, agora o 3gs ninguém sabe, mas ainda vai demorar um pouco pra ele n suportar. Veja que o 3gs foi lançado em 2009 ( iOS 3) e está no iOS 6.1.3. O iphone 4 tem um hardware mais potente.

  • Diego

    Na verdade vai ter sim uma redução de preços e só será efetiva se os produtos mais caros deixarem de ser comprados no Brasil.O teto de R$ 1500 era pra ser o teto do Iphone 5,um smartphone por mais de R$ 1500 é um absurdo e mais absurdo é quem contribui com essas práticas.Iphone 4 e 4s devem sim entrar nessa desoneração se a Apple quiser claro,pois o Iphone 4 deveria ser vendido por menos de R$ 1000,não devemos comparar com o valor dos EUA aqui deveria ser mais barato,além desta isenção,o produto é fabricado aqui e tem outros benefícios.O Iphone 4s deveria ser vendido por menos de R$ 1500 e quando lançar o 5s ser vendido por menos de R$1000.
    A apple deveria praticar esses preços no Brasil.

    Iphone 4 R$ 850 (em menos de 6 meses ele saira de linha)
    Iphone 4s R$ 1100
    Iphone 5 R$ 1500

  • Overlord

    Pois é, iLex!

    É como aquela lei mongol que força os canais de TV estrangeiros a, obrigatoriamente, ter conteúdo nacional em suas programações.

    Queremos conteúdo nacional de qualidade mas não porque existe algo que obrigue a isto!

  • Danielson Araújo

    Agora vai… “Gradiente iphone”! #Troll

  • Marcelo

    De quem e a culpa …?????

  • Philip Borges Costa

    Poxa iPhone 4 quase deixando de ser fabricado, e eu vejo 3gs de 800 reais na tim

  • Celso F. Araujo

    Antes de reduzir preços de aparelhos o governo deveria obrigar as operadoras fazerem o 3G funcionar.

  • Leonardo Cezar

    Os aparelhos que entram na “roda do superdesconto” são todos uma bosta.Sem mais.Como eu sempre digo,aparelhos e produtos de qualidade aqui no Brasil são sinônimo de “luxo”para o povo brasileiro que tem uma visão errônea da realidade…Acorda Brasil!

  • Geraldo

    O maior castigo da minha vida é desde que nasci: NASCER AQUI.

    • Francis

      Sempre existirá um lugar pior pra gente nascer, a Coréia do Norte por exemplo.!

  • Gefferson Neto

    Galera, penso que não é o foco da Lei incentivar Smartphones da Apple, e nem da própria Apple. Vamos pensar um pouquinho, incentivo fiscal a um aparelho elitista e de nicho de mercado?! A real é que a Lei do Bem visa contemplar aparelhos de entrada e medianos, o foco está no acesso de quem ainda não tem acesso.

    • Overlord

      Mas que eu saiba, não há nenhum mecanismo legal do governo que obrigue as fabricantes de telefones celulares a realmente repassar esta isenção nos impostos ao consumidor.

      Traduzindo: nem para os telefones “populares” a lei então serviria.

  • Alexandre

    Tenho certeza absoluta que o iPhone se enquadrará na Lei do Bem.
    Só que não será o da Apple, e sim o da incrível Gradiente !!!!
    Viva o Brasil !!!
    Sou brasileiro, com muito orgulho, com muito amor !

  • Lengo

    Quando vi essa exigência, pensei: lascou.

    Programa pré-instalado é das coisas mais chatas de qualquer eletrônico. Deve haver melhores maneiras de incentivar os desenvolvedores brasileiros.

  • Gabriel

    Essa mãe pátria é danada… pq tantas exigências? Aqui no interior do Amazonas, estamos anos luz a frente nos sonhos…rsrsr

  • Margareth

    É só no Brasil que acontece!!!

  • Nil Canivarolli

    Isso vai dar na mesma, ou seja, vamos continuar a pagar os impostos desses smartfhones, é uma lei engana trouxas brasileiros.

  • Rakdos

    Mais uma vez, foram feitas medidas para favorecer uma industria nacional que não existe. Com essa regra dos aplicativos nacionais, veremos no máximo um smartphone Positivo ou CCE…

  • Carlos

    Brasil logo vira Cuba.

  • Vinícius Túlio

    acho que deveriam trocar esta oitava clausula por algo como “ter uma loja de app e que estimule a inclusão de apps dentro dela”, já resolveria 80% do problema até para outras fabricantes e fariam todas olharem para o brasil com outros olhos, vendo que existem hoje na loja excelentes apps nacionais e que estão lá na loja e não precisou de incentivo nenhum para estarem lá.

    aqui em BH a um tempo atras o prefeito fez um comentário que na época eu e a grande maioria de BH achou um absurdo, pois depois de uma catástrofe natural, todos questionaram sobre a falta de medidas da prefeitura para evitar as fatalidades e o prefeito retrucou dizendo que não era baba de ninguém. estou citando este fato pois vejo que o governo federal muitas vezes que ser uma grande Baba para todos e esquece que é melhor fomentar o mercado adulto, que sabe se virar sozinho, do que ficar dando a mãozinha para um mercado bebe, que mau consegue se equilibrar. e o pior é que parte do mercado se comporta como tal.

  • Rennan Toscano

    iLex, concordo com o texto e não tenho nenhuma esperança da Apple fazer um iOS específico para o Brasil (para a china ela provavelmente faria, se olharmos para a integração que Apple vem fazendo com as redes sociais de lá), mas discordo apenas do seguinte trecho:

    “Ou seja, a Apple teria que inventar um iOS especificamente para o Brasil se quisesse se adequar nesta regra e isto só para o iPhone 4, que está quase deixando de ser fabricado.”

    Porque quando o 4 deixar de ser vendido na chegada do novo iPhone, o 4S será o modelo base e também terá uma redução em seu preço e, se não houver um grande aumento na cotação do dolar, ele deve ficar dentro do teto de 1500.

  • Antônio Santos

    Isso me parece dono de Ferrari reclamando que o IPVA tá caro.

  • Valter

    É óbvio que o iphone entra na lei do bem. O da Gradiente! Rs…

  • Gabriel

    Acho muita sacanagem essa condição dos aplicativos nacionais pré-instalados… Se é pra dizer que é brasileiro, joga uma bandeira do Brasil de plano de fundo logo de uma vez xD

  • Joao Arthur

    pra que esse negocio de app nacional hein?

  • Marcelo

    Esse é o meu Brasil véio! Afee!

  • @izaquemoraes

    Reduzir preços de celulares que já custos reduzidos, é redundante. Eu não PN de economia, porém, acredito se houvesse redução de impostos nos produtos mais caros com certeza haveria uma mudança satisfatória na economia brasileira.

  • Tom Marques

    Esta lei está redigida de tal forma que abre possibilidade para várias interpretações, em especial sobre os apps nacionais. Onde diz que devem vir de fábrica, não necessariamente precisariam estar pré-instalados. Bastaria a Apple incluir na caixa um cartão com códigos para download dos apps. Estes então viriam “de fábrica” junto com o iPhone, assim como o cabo, fones, manuais etc.

  • Roni

    Amigos, minha dúvida é outra, estou adquirindo um aparelho iphone 4s 16GB importado, estou com receio pois pelo que andei sabendo até o final do ano aparelhos que não forem homologados pela Anatel deixarão de funcionar no pais, poderiam me tirar esta dúvida, claro que estou comprando pelo preço que é vantajoso mas tenho medo que o barato venha sair caro depois.

    Att,

  • Roni

    Lembrando que o aparelho é original.

    Att,

  • Juliano

    O tal “conteúdo local” é uma atitude louvável do governo, mas q funciona bem no papel, porque na prática, dificulta a vida das empresas não é de uma br pra outra q o país vai conseguir suprir essa demanda.