Notícias

Veja como adicionar atalhos para os mapas do Google e da Nokia no seu iPhone ou iPad

Os novos mapas da Apple são a polêmica do momento. Como TODOS os anos, a imprensa sempre encontra algo para chamar a atenção, pois tudo o que envolve a Maçã atrai leitores.

A solução da Apple é perfeita? Não é, nem de longe e ainda tem muito que evoluir. Quem era usuário ativo dos mapas do Google está sofrendo muito com a mudança, pois deixou de ter muitas ferramentas.  Se este for o seu caso, veja aqui como instalar alternativas que minimizam um pouco o problema.

Briga entre Google e Apple

Quem sai perdendo com a briga entre as duas gigantes é o consumidor. A Apple deu uma de menina mimada e cortou os aplicativos do Google do sistema, mesmo sacrificando a experiência de uso na qual os proprietários de iPhone estavam acostumados desde 2007. Mas a Google também não é nenhuma santa, pois há tempos deixa o iOS de fora de muitos de seus recursos mais avançados, como mapas vetoriais offline ou a navegação GPS curva-a-curva gratuita. Para eles, os usuários de iPhone e iPad sempre foram considerados como sendo de segunda categoria. Tudo isso por puro interesse comercial: o lema “Don’t be Evil” há muito é ignorado pela empresa de Mountain View, e considerar ela a boazinha da história é tão patético quanto ser fã cego da Apple.

A Google ainda nem enviou seu aplicativo independente para a App Store, pois está adorando todo este carnaval que a imprensa está fazendo.Em termos mercadológicos, isto faz todo o sentido, mas é uma demonstração clara que o usuário para ela não é prioridade.

Mapas da Apple

A experiência dos novos mapas da Apple é diferente dependendo do perfil do usuário. Pudemos observar pelo feedback dos leitores do Blog que, quem mora em grandes cidades onde já existiam recursos do Google (como Street View, tráfego e transportes públicos), está odiando a mudança e realmente perdeu em usabilidade. Já quem mora no interior do Brasil, está notando uma clara melhoria no mapeamento das cidades.

Portanto, a opinião sobre os novos mapas depende para quem você pergunta.

Soluções alternativas

Considerando tudo isso, não adianta reclamar: as duas continuarão brigando e sempre irá sobrar para o usuário, seja de iOS ou de Android. Por isso, o melhor a fazer é esquecer o mimimi e partir para a ação, buscando alternativas para os problemas.

Você pode criar atalhos na tela principal do iPhone, iPod touch ou iPad para poder acessar as versões web dos serviços de mapas, como os do Google e os da Nokia.

Atalho para o Google Mapas

Para criar um atalho, abra o navegador Safari e digite o endereço maps.google.com. A página irá pedir autorização para determinar sua localização atual e então abrir o mapa com um ponto onde você estiver.

Toque no botão de compartilhamento na barra inferior da tela e selecione “Adicionar à Tela de Início“.

Pronto, você agora tem fácil acesso aos mapas do Google, com itinerários, linhas de transporte público e situação do tráfego. Infelizmente não dá para ver ainda o Street View, mas você pode baixar um aplicativo alternativo só para isso.

Se quiser experimentar soluções diferentes, pode fazer o mesmo com os mapas da Nokia (m.maps.nokia.com), que permite baixar zonas geográficas para consulta sem internet, além de possuir uma navegação com voz (em inglês). Tem também o Bing (maps.bing.com).

Claro que a experiência da versão web não é a mesma de um aplicativo nativo. Mas pode ajudar até que os mapas da Apple evoluam ou enquanto o Google continuar de birra para liberar sua solução para o iOS.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados