Notícias

O resto do mundo descobre o que já sabíamos: será caro fabricar iPads no Brasil

Neste domingo, a agência de notícias Reuters publicou uma pequena análise sobre a influência do custo Brasil na futura fabricação de iPads na fábrica da Foxconn em Jundiaí, SP. Segundo eles, a implementação da montadora em terras brasileiras será bem mais difícil do que se imaginava inicialmente.

A causa são os altos custos, principalmente no que se refere à mão de obra. Enquanto que nas fábricas da China a Foxconn está acostumada a pagar US$315 (R$550) para cada operário por mês, no Brasil o salário mais baixo será de R$1.058, o dobro (sem contar com os direitos trabalhistas). Óbvio que todos queremos que os trabalhadores brasileiros ganhem bem e que tenham boas condições de trabalho, mas não podemos deixar de perceber que isso encarece bastante a fabricação dos aparelhos.

Outra dificuldade é que as peças não são fabricadas aqui, obrigando a importação e encarecendo o produto. E analistas acham que pode demorar ainda uns 5 anos até que o país comece a criar um polo produtor de telas e componentes para tablets.

Isso que a Reuters está espalhando agora como notícia nova, nós brasileiros já sabíamos. Desde o início, quando os primeiros rumores começaram a aparecer, muito se questionou sobre qual seria a vantagem de instalar aqui uma fábrica, quando os chineses lá trabalham em condições bem piores, mas ganhando bem menos.

Mas estas dificuldades não significam que não existirá uma produção brasileira. Já se sabe que algumas unidades do iPhone 4 de 8GB já estão sendo fabricadas no país, e a linha de montagem deve aumentar até o final do ano. Porém, talvez não seja prudente alimentar muitas esperanças de que o preço dos aparelhos será menor que o atual (a não ser pelo fato de ter menor capacidade, 8GB). O iPhone não é beneficiado pela isenção de impostos que o governo deu aos tablets, e por isso, o “custo Brasil” pode realmente pesar.

Por enquanto, apenas o iPhone 4 de 8GB é previsto para ser fabricado em Jundiaí. O site Tecnoblog ressaltou bem o fato de que a fábrica brasileira já consta nos documentos de homologação do iPhone 4S, mas é um erro deduzir que o novo modelo será já fabricado aqui, como estão divulgando alguns portais de notícias. O endereço deverá constar a partir de agora em todos os documentos enviados para a Anatel, pois isso dá liberdade à Apple de usar a unidade nacional sempre que precisar.

Seja como for, só nos resta esperar e torcer para que a Apple saiba o que está fazendo e que esta fábrica no Brasil resulte em melhores condições para que mais brasileiros possam adquirir iPhones e iPads em um futuro bem próximo.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados