Apple

Veja como funciona a solicitação de capa gratuita para o iPhone 4

Para poder cumprir a promessa de dar uma capa protetora a cada cliente que adquiriu um iPhone 4, a Apple criou todo um procedimento de solicitação bem particular, na tentativa de evitar fraudes: através um aplicativo dedicado, associou o pedido ao próprio aparelho, com registro automático de IMEI e da identificação individual do dispositivo (UDID), o que impede que se consiga pedir mais de uma capinha para o mesmo iPhone.

O Blog do iPhone acompanhou todo o processo e vai mostrar agora como tudo funciona.

Aplicativo especial

A primeira coisa que os interessados em obter a capinha devem fazer é instalar o aplicativo gratuito iPhone 4 Case Program, que funciona somente nos novos aparelhos (nem perca tempo tentando instalar em um iPhone de modelo antigo). Apenas através dele é possível fazer o pedido.

Também é bom destacar que, se você estiver lendo este texto a partir de outubro de 2010, a promoção não vale mais. Ela também só é válida por 30 dias após a compra do aparelho.

Identificação

Ao abrir o aplicativo pela primeira vez, ele pedirá sua conta Apple, que pode ser a mesma usada na App Store. Se não tiver uma, o usuário poderá criar ali mesmo, fornecendo um email válido.

Escolha entre as opções

A Apple dá 7 opções de capas de outras marcas além do oficial Bumper; é o cliente quem escolhe com qual quer ficar. Conheça todas elas:

Apple Bumper

Incase Snap Case for iPhone 4 – Smoke

Incase Snap Case for iPhone 4 – Clear

Belkin Shield Micra for iPhone 4 – Clear

Griffin Motif iPhone 4 Diamonds/Smoke

Griffin Reveal Etch iPhone 4 – Black Graphite

Speck Fitted Case iPhone 4 – Black Tartan

Speck PixelSkin HD iPhone 4 – Black

Endereço para o envio da capa

Agora a má notícia para os brasileiros: a Apple não envia a capa para países que ainda não vendam o iPhone 4, o que desqualifica o Brasil. Com isso, quem importou seu aparelho terá que conseguir um endereço no exterior para que a Apple envie o pacote. O prazo de entrega é de 3 a 5 semanas (há quem pediu no primeiro dia e já receberá no dia 1º de setembro).

A princípio o aplicativo irá puxar o endereço presente na sua conta iTunes, mas você poderá alterá-lo, se quiser. Todas as alterações são limitadas ao programa, nada é alterado na sua conta.

É interessante notar que, apesar do aplicativo ser em inglês, alguns ítens estão traduzidos para o português, provavelmente por estar conectado com a Apple Store brasileira quando o procedimento é feito dentro do território nacional.

Uso único do aplicativo

Depois que o usuário finalizou o pedido, o aplicativo perde a função. Como é registrada a identificação individual do aparelho, qualquer tentativa de pedir mais de uma capa é recusada. Uma mensagem de agradecimento é mostrada sempre que o app é reaberto, sem mostrar nenhuma outra opção. Impossível, portanto, realizar o pedido para um parente ou amigo, a não ser que seja diretamente no aparelho dele.

Falha no processo em beneficio do usuário

A Apple não brincou quando disse que queria deixar seus clientes felizes: para alguns, o presente vem em dobro.

Há casos de quem comprou o Bumper separadamente, foi reembolsado e mesmo assim ainda consegue usar o aplicativo para pedir outra capinha gratuita. Isso porque o app não tem como saber se uma compra com uma fatura diferente foi ou não realizada, simplesmente aceitando cada pedido feito.

Mas aparentemente foi uma decisão deliberada da própria Apple, que abriu mão de prováveis prejuízos decorrentes de presentes duplicados em prol do abafamento da histeria das antenas. Não reembolsar a quem comprou um Bumper separado poderia gerar ainda mais dores de cabeça para a empresa.

 

No final, foi realmente um grande investimento da Maçã (cerca de 175 milhões de dólares, segundo seus executivos) para tentar consertar o grande estrago feito pela mídia na imagem de um dos seus melhores produtos já criados.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados