NotíciasOff-topicOpinião

[fora do assunto] Dell escolhe Brasil e China para lançar seu novo smartphone

Apple e Dell

Hoje vamos nos permitir a mudar um pouco de assunto e falar de uma notícia interessante para todos. A Dell anunciou hoje que lançará seu novo celular, o Mini 3i, primeiro no Brasil e China. Segundo palavras de seu presidente, Michael Dell, “os países do BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China) são os mais promissores no mercado de celulares“.

Não vamos falar na imagem acima, que mostra a foto promocional “estilo iPhone”. Não vamos falar do visual “ícones de aplicativos” que o novo smatphone parece trazer. Não vamos falar que o mesmo Michael Dell foi aquele que disse em 97 que a Apple deveria fechar as portas, pois estava falida. Não vamos comentar o fato da Dell, uma empresa de computadores, estar tentando seguir os mesmos passos da Apple. Mas então por que falar disso em um blog sobre iPhone?

Porque a notícia é algo que interessa a todos nós: a importância do Brasil como mercado de celulares.

Não se sabe ainda o preço ou as características deste novo Mini 3i, mas o fato dele ter lançamento mundial no Brasil é importantíssimo para mostrar o quanto o nosso país tem potencial. Óbvio que tudo depende dos preços e planos com que ele virá (e visto que a Claro não costuma ser muito agressiva em preços, eu me preocupo), mas se ele fizer sucesso, poderá despertar a atenção de outras empresas, como a Apple.

Basta só um pouco mais de atenção da maçã para nossa situação melhorar muito. A surpresa que foi o sucesso no lançamento da Apple Online Store pode ter servido de indício, e se outros concorrentes também conseguirem bons resultados, será suficiente para começarmos a ter mais benefícios, como redução de preços e quem sabe, até mesmo lojas oficiais e virtuais (leia-se iTunes Store).

Se ele for vendido mais barato e fizer sucesso, também mostrará que é vantajoso para as operadoras reduzir os lucros no aparelho, mas ganhar nos planos, coisa que também poderia se refletir no iPhone.

Nunca torci para que um concorrente do iPhone (se é que podemos chamá-lo assim) desse tão certo. A meu ver, ele será voltado para aqueles que não querem um iPhone (é, tem louco pra tudo) ou que não podem pagar tanto por ele.

Só esperemos que as operadoras que forem vendê-lo (sim, eu sei que será a Claro, mas estou sendo genérico) não tenham a ganância de colocar o preço parecido com o do iPhone, porque se fizerem isso, estarão matando o aparelho antes mesmo dele nascer.

Tags

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close