Saúde

Aplicativo do SUS recebe atualização e deixa de travar no iPhone

O aplicativo do SUS apresentou problemas logo que foi lançado, mas sua última atualização serviu para eliminar os principais bugs


Foi ótimo saber que finalmente o Ministério da Saúde no Brasil adotou a API da Apple e do Google para gerenciar alertas de exposição à COVID-19.

Porém, a frustração veio quando o tão esperado aplicativo se mostrou instável, fechando do nada para milhares de usuários.

Isso finalmente foi solucionado nas últimas horas, com uma atualização do aplicativo na App Store.





Muitos estavam reclamando que o aplicativo não abria mais após o recurso de notificação de exposição ser ativado. Com isso, era impossível informar ao app os casos de teste positivo.

De fato, se percebe que o aplicativo não parece ter sido feito nativamente para o iPhone, e sim adaptado de um código ou ferramenta paralela para a criação de apps para diversas plataformas. Com isso, transições de tela são mais lentas e instabilidades podem ocorrer (como realmente aconteceu).

Felizmente, a situação parece ter se normalizado e com a atualização, o aplicativo funciona normalmente.

Aplicativo do SUS

Caso as atualizações automáticas não estejam ativas no seu iPhone, atualize manualmente na App Store.

Vale lembrar que não é necessário que o aplicativo do SUS esteja aberto para o recurso de rastreamento de contato (contact-tracing) funcione. Ele é uma função integrada ao iOS e ao Android e o aplicativo na verdade serve apenas para duas coisas: ativar a função no sistema e oferecer uma maneira rápida de adicionar à base de dados do Ministério que seu token testou positivo para a COVID.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar