Notícias

Aplicativo iOS do YouTube vai liberar PiP também para usuários não pagantes

O PiP (Picture-in-Picture) é uma funcionalidade que chegou ao iPhone no iOS 14, que permite assistir vídeos em uma janela flutuante, enquanto o usuário faz outras coisas no dispositivo.

Grande parte dos aplicativos permite isso, mas o YouTube resolveu, arbitrariamente, deixar isso disponível apenas para os usuários que pagam mensalmente o plano Premium (que é quase coercitivo, pois ou você paga, ou o serviço entope você de publicidade a todo momento).

Mas isso vai mudar e o benefício em breve será expandido a todos os usuários.



Em um comunicado ao site MacRumors, o YouTube afirma que o picture-in-picture, após ser relançado para os assinantes premium, será expandido também para todos os usuários do iOS em breve.

O Picture-in-Picture (PiP) permite que os usuários assistam aos vídeos do YouTube em um pequeno miniplayer enquanto navegam fora do aplicativo do YouTube em seus dispositivos móveis. Estamos começando a lançar o PiP para membros do YouTube Premium no iOS e planejamos lançar o PiP para todos os usuários do iOS nos EUA também.

Durante alguns meses, o PiP tinha deixado de funcionar no aplicativo até mesmo para os usuários pagantes, mas está voltando agora. Já para o restante dos usuários, não há data confirmada de quando isso irá acontecer.

Infelizmente o YouTube deixou muito confusa uma função que tinha tudo para ser simples. Mesmo a Apple dando todas as ferramentas de sistema para permitir a funcionalidade, o serviço do Google deu e tirou o benefício do usuário diversas vezes sem muitas explicações.

Agora vamos ver se a função finalmente veio para ficar ou se será retirada novamente pouco tempo depois.

Lembrando que já ensinamos aqui um script para fazer o PiP funcionar mesmo o YouTube não deixando… 😉

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo