Notícias

Uso do Google Wallet aumentou depois do anúncio do Apple Pay

Google Wallet

Quem já viajou para os Estados Unidos deve ter percebido que na maioria dos negócios de lá há maquininhas ao lado dos caixas que permitem o pagamento com o celular, via tecnologia NFC (comunicação por proximidade). Porém, o uso deste recurso nunca foi tão expressivo, mesmo o Google apresentando uma solução de pagamentos desde 2011; as pessoas não substituiram a carteira pelo celular.

Porém um fato curioso está acontecendo: desde que a empresa de Tim Cook apresentou ao mundo o Apple Pay, o uso do Google Wallet como forma de pagamento cresceu cerca de 50%.

A indústria de NFC sempre reclamou do fato da Apple demorar tanto para adotar esta tecnologia, afirmando que ela só deslancharia de verdade quando a Maçã entrasse no mercado. E parece que é isto mesmo que está acontecendo: mesmo quem não tem um iPhone está começando a olhar para este tipo de pagamento com outros olhos.

A repercussão do Apple Pay foi tão grande que o próprio comércio quer adotar cada vez mais este tipo de pagamento, mais seguro para ambas as partes. Até mesmo a rede MCX, que proibiu seus parceiros de usarem transações em NFC, está voltando atrás e permitirá que os estabelecimentos aceitem também o sistema da Apple no futuro.

Mesmo que a solução do Google não tenha a mesma camada de segurança que a da Apple (que usa o controle biométrico para autorizar os pagamentos), a experiência de pagar facilmente sem precisar tirar o cartão de crédito do bolso é bem parecida (com alguns toques burocráticos a mais no sistema Android). E só agora, com toda a publicidade feita pela Apple, que muitos estão se dando conta que isto existe.

É a Apple mudando o rumo de todo o mercado.
De novo.

via Ars Technica

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar