AppleNotícias

Apple quer que suas lojas virem um ponto de encontro cultural

A Apple anunciou hoje que irá implementar mudanças em suas lojas físicas em todo o mundo, inclusive Rio de Janeiro e São Paulo. A ideia é oferecer eventos que façam as pessoas considerar a loja como um ponto de encontro.

A vice-presidente sênior das lojas da Apple, Angela Ahrendts, deu uma entrevista ontem a um programa matinal da rede CBS, em que afirma que as Apple Stores irão receber mudanças para atrair um público maior.

A partir do final de maio, as 495 Apple Stores ao redor do mundo irão aumentar o ritmo de cursos, conferências e sessões diárias de aprendizagem, com eventos gratuitos. Serão ateliês, cursos de fotografia, de desenho com o iPad Pro, Final Cut Pro, iMovie, GarageBand, linguagem Swift, além de apresentações e encontros com artistas e músicos. O público deverá ser tanto iniciantes na tecnologia como geeks mais especializados.

O objetivo é transformar a loja em um ponto de encontro e de troca, atraindo ainda mais pessoas. Angela chega até a dizer que quer chegar no mesmo patamar que hoje tem a Starbucks nos EUA, em que pessoas combinam “vamos nos encontrar no Starbucks” quando precisam estipular um lugar de encontro.

Veja a entrevista (em inglês):

Vamos ver quais destas mudanças chegarão ao Brasil. Ficaremos de olho a partir do final de maio.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar