Notícias

Apple vai sacrificar a produção de iPad em prol do iPhone 13

Atualmente, o mundo inteiro está sofrendo com um sério problema de falta de semicondutores. Isso influencia até mesmo na produção de carros novos, que estão com dificuldade de sair das fábricas.

Então imagine como fica a situação de um dos smartphones com maior demanda no mundo.

Segundo o site de notícias Nikkei Asia, a Apple está tendo que escolher se fabrica mais iPads ou mais iPhones. E adivinhe o que ela escolheu?



Segundo o site asiático, a Apple teria decidido reduzir pela metade sua produção de tablets, para se concentrar em seu produto carro-chefe.

Isso permite que ela redirecione componentes do iPad e de iPhone de outras gerações para a linha do iPhone 13 e, assim, otimize a produção deste último.

A questão toda é o período natalício, que é a época de maiores vendas do ano. A maçã quer garantir que o máximo de pessoas consiga garantir seu novo iPhone, seja para si ou para dar de presente.

Infelizmente para o iPad, o pico de vendas do iPhone ocorre nos primeiros meses após seu lançamento.

Não é a primeira vez que a Apple recorre a essa estratégia: o Nikkei relata que a produção do iPhone 12 recebeu o mesmo tratamento no ano passado.

No último trimestre, as dificuldades de fornecimento de semicondutores custaram à Apple US$ 6 bilhões, um déficit relacionado à escassez de silício e interrupções na produção devido à COVID.

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo