Notícias

O francês que destruiu iPhones em uma Apple Store foi condenado a pagar 17.000€ de danos

Se você estiver com raiva da Apple, sugerimos nunca descontar em produtos da loja, pois isso pode lhe custar bastante. Aquele francês que entrou em uma Apple Store e quebrou diversos iPhones com uma bola de bocha, foi condenado e terá que pagar uma quantia equivalente a 60 mil Reais pela sua atitude descontrolada.

Como noticiamos aqui, um usuário revoltado entrou em uma loja da Apple em Dijon (França) com uma bola de metal na mão e quebrou intencionalmente diversos iPhones e MacBooks que estavam expostos para demonstração. Segundo ele, sua raiva foi provocada pela recusa da assistência ter reembolsado um iPhone com defeito.

Perante a corte, o rapaz disse que “estava em um estado de cólera monstruoso“, e declarou ter se sentido humilhado pela completa falta de resposta da empresa ao seu pedido de reembolso de um iPhone com defeito.

O tribunal concluiu que ele teve responsabilidade pelo que fez e por isso aplicou diversas sanções: 6 meses de prisão, multa de 300€ por ter agredido um segurança do shopping, proibição de frequentar o shopping de Dijon durante dois anos e mais a obrigação de pagar uma indenização de 17.548€ à Apple, pelos danos causados.

A Apple ate tinha estimado um prejuízo muito maior: 60.000€. Porém, o juiz alegou que, como aqueles eram modelos de exposição, não poderia ser cobrado o preço de consumidor nos dispositivos, e sim considerados os preços de custo, visto que ela é a fabricante.

Com tudo isso, fica ainda sem resposta nossa grande dúvida: o que será que tinha o iPhone dele que a Apple se recusou a trocar?

via Le Figaro

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar