Notícias

Novos reviews do iPhone XR explicam mais detalhes do novo aparelho antes do lançamento oficial

Na semana passada, a Apple deixou alguns youtubers conhecerem de perto o novo iPhone XR, de forma rápida. Para jornalistas, ela permitiu que eles ficassem com o aparelho por uma semana, para testarem e tirarem suas conclusões mais técnicas sobre ele.

E estes reviews foram liberados hoje, poucos dias antes do lançamento oficial (que acontece nesta sexta em diversos países).


A impressão geral é muito boa, com o aparelho impressionando a vários deles. Eles destacam que o modelo traz grande parte da experiência do iPhone X ou XS, mas custando 75% do preço.

Quase todos afirmam que este deve ser o modelo que a maioria irá comprar, pois grande parte dos consumidores não fica comparando especificações e dando muita importância a números. O importante é ter uma experiência similar ao top de linha, por um preço menor.

Ou seja, várias das opiniões concordam com o mesmo ponto: o iPhone XS atrai o interesse dos usuários mais tecnológicos, enquanto o XR agradará mais os usuários mais comuns.

O editor do The Verge, Nilay Patel, começa seu vídeo pedindo para os que estão de mimimi com a resolução da tela, diferença de LCD e OLED ou o preço do aparelho, simplesmente PAREM um pouco e analisem o quanto vale para si uma tela igual ao iPhone XS. Porque, para ele, o XR é basicamente um XS, com uma tela de qualidade diversa. A diferença entre os dois modelos é de US$250 (no Brasil, esta diferença pode chegar a mais de R$2.000). Então o que se deve analisar, pura e simplesmente, é o quanto uma tela OLED Full HD vale para você. Se vale pagar R$2.000 a mais, compre o XS. Se não vale, fique com o XR, pois você terá um aparelho com experiência similar, em uma tela que mesmo assim já é ótima (como era a do iPhone 8).

De fato, o XR tem o mesmo processador A12 Bionic do XS, mesma câmera traseira (sem a segunda lente objetiva), mesmos efeitos de Smart HDR e controle de profundidade, Face ID, Animoji, mesmo iOS 12 e tem a tela ligeiramente maior. A única diferença (e para ele, este é o mais forte fator de decisão entre os dois) é a tela LCD, com menos resolução e densidade de pixels. E ele ainda diz que você precisa ser um “real nerd” para notar a diferença entre eles.

Ele comentou também da falta do 3D Touch e disse que a Apple já o está substituindo no sistema pelo gesto de segurar por mais tempo, aliado ao haptic touch (que dá um retorno vibratório do toque). Ele só sentiu falta de prévias de links com o 3D Touch, mas acredita que a Apple irá adaptar isso também no futuro.

A bateria foi outro ponto elogiado, superando a autonomia até mesmo do XS Max. Em alguns casos, é possível ficar um dia inteiro sem precisar se conectar na tomada, o que é um recorde para qualquer iPhone.

O iPhone XR chega ao mercado mundial nesta sexta, dia 26 de outubro, sem data prevista ainda para chegar ao Brasil.

Confira aqui nossa tabela comparativa entre o iPhone XS, XR e X.

Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar