Notícias

Apple faz parceria com Mercado Livre para combater cópias piratas de acessórios

Não é segredo para ninguém que os acessórios da marca Apple possuem um preço bastante elevado, principalmente no Brasil.

A solução mais acessível acaba sendo procurar por produtos similares, de outras marcas, que cumpram o mesmo objetivo, mas por um preço menor. E até aí não há nenhum problema nisso.

O problema é quando esses acessórios alternativos tentam ludibriar o consumidor fazendo-se passar por um produto original da Apple, com o mesmo visual externo e preço muito menor. E é contra isso que a maçã está lutando.

A partir de fevereiro, o Mercado Livre irá punir de forma mais dura os vendedores que oferecerem este tipo de cópia enganosa em sua plataforma.


Vendedores do Mercado Livre começaram a receber um e-mail comunicando sobre as novas regras.

A partir do dia 22 de fevereiro, a plataforma começará a punir vendedores que disponibilizem em suas listagem produtos Apple falsificados.

E quem determinará se é um produto falsificado será a própria Apple, que montou uma equipe especializada em caçar acessórios falsificados nas redes sociais.

Esta equipe alertará o Mercado Livre, que por sua vez punirá o vendedor.

A punição consiste em:

  • Cancelamento de todos os anúncios ativos de produtos Apple na conta do vendedor.
  • Proibição de oferecer quaisquer produtos Apple novamente no Mercado Livre.

Não serão mais tolerados anúncios que usem a marca ou o logotipo da maçã, nem mesmo imagens de propriedade dela. E isso mesmo que o produto seja original.

Também não será permitido usar termos que associem à Apple, como “semelhante”, “tipo”, “parecido”, “réplica”, “estilo”, etc.



Essas medidas visam diminuir os casos de pessoas que compram acessórios no ML pensando serem originais, pagando um preço maior do que realmente valem ou com qualidade muito inferior.

A Apple tá de olho!


Google News

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo