Notícias

Para Tim Cook, a Epic quer transformar a App Store em um ‘mercado de pulgas’

A batalha judicial entre Epic Games e Apple continua em alguns tribunais do mundo. E como já comentamos, é uma tentativa da gigante dos jogos de não precisar pagar nenhuma comissão de suas vendas para terceiros.

Em uma nova entrevista ao jornal Toronto Star, o CEO da Apple, Tim Cook, discutiu essa questão, bem como o novo recurso de Transparência no Rastreamento de Aplicativos, que será adotado junto com o iOS 14.5.



O CEO da Apple disse que o desejo da Epic de permitir plataformas de pagamento de terceiros na App Store iria transformar a App Store em um “mercado de pulgas”.

O cerne da reclamação da Epic é que eles gostariam que os desenvolvedores pudessem oferecer suas próprias informações de pagamento. Mas isso tornaria a App Store um mercado de pulgas e você sabe o nível de confiança que tem um mercado de pulgas.

Segundo Cook, a falta de confiança na loja faria com que menos clientes se sentissem seguros em comprar nela, o que prejudicaria a todos a médio prazo, principalmente os médios e pequenos desenvolvedores, que veriam seu potencial público consumidor reduzir drasticamente.

Quanto à motivação por trás da transparência de rastreamento de aplicativos e o amplo foco da Apple na privacidade em geral, Cook disse que é importante que os usuários tenham controle sobre seus dados porque “há mais informações sobre você em seu telefone do que em sua casa”.

Você pensa sobre algo, aí você pesquisa no seu telefone e vê que as informações sobre o que você estava pensando estão no seu telefone. Seus registros bancários, seus registros de saúde, suas conversas com amigos e familiares, colegas de trabalho – todas essas informações estão em seu telefone. E, portanto, sentimos um enorme senso de responsabilidade em ajudar os usuários do ponto de vista da privacidade e segurança.

Há diversas empresas envolvidas no desenvolvimento de maneiras de contornar o recurso de transparência de rastreamento de aplicativos e continuar coletando dados sobre os usuários. Cook foi questionado sobre isso na entrevista ele reforçou que a função chamada de “App Tracking Transparency” não proíbe a publicidade direcionada, apenas exige o consentimento do usuário.

A única razão pela qual você seria contra este recurso é você acreditar que assim obterá menos dados dos usuários. A única razão pela qual você obteria menos dados é porque as pessoas estão conscientemente decidindo não fazer isso e não foram solicitadas antes.

Quando eu era criança, as pessoas se preocupavam em espiar, sabe, gente olhando pela janela e vendo o que tem em sua casa. Não tenho certeza de que isso aconteça mais, mas agora você tem esse tipo de coisa acontecendo na web – alguém olhando por cima do seu ombro, vendo o que você está procurando, vendo com quem você está falando, vendo quais botões que você está apertando e assim por diante, e então construindo um perfil detalhado disso.

Tudo bem se você disser que está tudo bem, em nossa opinião. Não somos contra a publicidade digital. Acho que a publicidade digital vai prosperar em qualquer situação, porque cada vez mais tempo é gasto online, cada vez menos é gasto em TV. E a publicidade digital terá um bom desempenho em qualquer situação. A questão é: permitimos que a construção deste perfil detalhado exista sem o seu consentimento?

Achamos que algumas pessoas, não sei quantas, não querem ser rastreadas assim. E eles devem ser capazes de dizer que não.

É bem difícil mesmo argumentar contra isso. É fato de que a maneira como a atual publicidade digital é feita, exige que se colete todo o comportamento do usuário, para poder traçar um perfil dele e assim escolher a forma mais persuasiva de fazê-lo comprar algo.

E é direito de cada um de nós saber quando isso é feito, para decidirmos se aceitamos ou não. Porque, afinal, os dados são nossos e ninguém tem o direito de ganhar dinheiro com isso, sem nossa permissão.

Via
Toronto Star

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo