Curiosidades

Um desenvolvedor conseguiu mudar a fonte padrão do sistema no iOS 16 sem jailbreak

Ele se aproveitou de um exploit encontrado no iOS para alterar a fonte padrão do iPhone

Outro dia uma leitora nossa no Twitter reclamou que a Apple precisava “deixar o usuário mudar a fonte padrão do sistema“. De fato, isso é algo que a maçã nunca permitiu.

Anúncios

Mas um desenvolvedor acaba de conseguir, mesmo que de forma experimental, sem precisar fazer nenhum jailbreak. De fato, ele criou um pequeno aplicativo que faz tudo isso.

SMS escrito com a fonte Comic Sans MS

Zhuowei Zhang se aproveitou de um expoit (brecha no código do sistema) e conseguiu rodar um app capaz de alterar as letras do sistema.

Esse exploit (CVE-2022-46689) é uma das dezenas de vulnerabilidades consertadas pela Apple no iOS 16.2. Então, o processo funciona apenas para quem ainda não atualizou.

Anúncios

Para colocar em prática a façanha, ele compilou um aplicativo no próprio computador e rodou no iPhone, conseguindo instalar 9 fontes diferentes.

Ele disponibilizou o código fonte desse aplicativo no GitHub, porém é preciso ter um mínimo de conhecimento técnico para compilá-lo, além de obrigatoriamente precisar do Xcode em um Mac.

E não espere ver este aplicativo em breve na App Store. A experiência não passa de uma prova de conceito, até porque todas as alterações desaparecem ao reiniciar o aparelho.

Mas é bem interessante de ver que seria muito fácil para a Apple permitir a personalização das fontes do sistema, se ela quisesse.

Anúncios

Será que depois de vermos tantas mudanças na tela bloqueada e com a adição de widgets, a Apple não pode liberar este recurso em um futuro iOS?

Teremos que esperar para saber. Eu não sei vocês, mas eu vou esperar sentado, para não cansar…

Via
9to5mac

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo