EXCLUSIVO

Preço do iPhone 14 de base no Brasil (em dólar) é o mais alto da história, mostra análise

O iPhone 14 e suas variações já está sendo vendido no Brasil desde o dia 7 de outubro, quando teve início a pré-venda. E como os preços sempre foram altos, os valores apresentados pela Apple nem nos assustam mais.

Anúncios

Porém, fazendo uma análise mais profunda com o histórico de preços no país, percebemos que o modelo mais simples do iPhone em nossas terras nunca custou tão alto se considerarmos o valor em dólar.

Acompanhe a seguir nossa tradicional análise de preço do iPhone no Brasil, para você entender o quanto este aumento afeta a nossa vida.

Análise BDI dos preços no Brasil

Desde 2010 o Blog do iPhone faz uma análise fria e calculista dos valores cobrados pela Apple a cada novo lançamento de iPhone.

Anúncios

Aqui deixamos de lado nossas preferências, nossos gostos e nossas paixões, para transformar em números todo o histórico de preços, ano após ano.

Para manter uma referência mais ou menos fixa, optamos desde 2010 em adotar a moeda americana (US$ dólar) como ponto central de comparação. É o que o mundo inteiro faz e achamos que é o mais fácil para todos compreenderem.

Há quem nos sugira usar outros fatores de comparação, como renda per capita ou então o poder de compra do salário mínimo. Porém, acreditamos que isso serviria mais para analisar a situação econômica do país, o que nunca foi nosso objetivo aqui. Acreditamos que esta seja outra discussão que não envolve a Apple e, portanto, preferimos não trazer este tema para um blog sobre iPhone.

O que fazemos é pegar o preço do modelo mais básico do novo iPhone e transformar o valor em dólar, usando a cotação comercial do dia do início das vendas no Brasil. Esta cotação não inclui taxas que o cidadão comum pagaria ao comprar dólar ou usar o cartão de crédito (como spread e IOF). É apenas o valor convertido pelo dólar PTAX divulgado pelo Banco Central.

Histórico de preços no Brasil

Anúncios

Os preços a seguir são os divulgados pela Apple e servem como referência. Não foram considerados os descontos por pagamento à vista.

Eis a conversão de preços, durante os anos:

Preço em Reais

Convertido em dólar
(na época)

Dólar na época

iPhone 4 (17/09/2010) R$‎ 1.799,00 US$‎ 1.045,00 R$‎ 1,72
iPhone 4s (16/12/2011) R$‎ 1.899,00 US$‎ 1.080,00 R$‎ 1,76
iPhone 5 (14/12/2012) R$‎ 2.399,00 US$‎ 1.153,00 R$‎ 2,08
iPhone 5s (22/11/2013) R$‎ 2.799,00 US$‎ 1.233,00 R$‎ 2,27
iPhone 6 (14/11/2014) R$‎ 3.199,00 US$‎ 1.229,00 R$‎ 2,60
iPhone 6s (13/11/2015) R$‎ 3.999,00 US$‎ 1.057,00 R$‎ 3,78
iPhone 7 (04/11/2016) R$‎ 3.499,00 US$‎ 1.076,12 R$‎ 3,25
iPhone 8 (03/11/2017) R$‎ 3.999,00 US$‎ 1.215,50 R$‎ 3,29
iPhone XR (09/11/2018) R$‎ 5.199,00 US$‎ 1.397,58 R$‎ 3,72
iPhone 11 (18/10/2019) R$‎ 4.999,00 US$‎ 1.220,82 R$‎ 4,09
iPhone 12 mini (06/10/2020) R$‎ 6.999,00 US$‎ 1.267,71 R$‎ 5,52
iPhone 13 mini (15/10/2021) R$‎ 6.499,00 US$‎ 1.237,90 R$‎ 5,25
iPhone 14 (07/10/2022) R$‎ 7.599,00 US$‎ 1.455,75 R$‎ 5,22

Como se vê, o preço convertido em dólar é o mais alto já praticado no Brasil. Como o dólar é a moeda que a Apple também usa como referência para formar os preços no Brasil, significa que ela está realmente cobrando mais pelo iPhone em nosso país.

Até então, o maior preço em dólar cobrado pela Apple no Brasil tinha sido em 2018, no iPhone XR.

Toque na imagem para ampliá-la

Mas por que esse ano está tão mais alto o preço?

Bem, podemos supor algumas motivações para isso.

Uma delas é que a Apple tirou de linha a versão mini, que era a mais barata. Com isso, o modelo menos caro acabou custando mais até mesmo nos Estados Unidos.

Já no caso da linha mais cara, os modelos Pro, os valores não se alteraram em relação ao ano anterior. Essa diferenciação de categorias de preço acontece desde 2017, com a introdução do iPhone X.

Preço em Reais

Convertido em dólar
(na época)

iPhone X (08/12/2017) R$‎ 6.999,00 US$‎ 2.127,00
iPhone XS (09/11/2018) R$‎ 7.299,00 US$‎ 1.962,00
iPhone 11 Pro (18/10/2019) R$‎ 6.999,00 US$‎ 1.709,24
iPhone 12 Pro (06/11/2020) R$‎ 9.999,00 US$‎ 1.814,47
iPhone 13 Pro (14/09/2021) R$‎ 9.499,00 US$‎ 1.809,33
iPhone 14 Pro (07/10/2022) R$‎ 9.499,00 US$‎ 1.820,00

É de se notar que o grande aumento (em Reais) nos modelos Pro aconteceu em 2020, primeiro ano da pandemia, em que o dólar disparou mais de 40% em 11 meses. Mas se considerarmos os valores em dólar, eles ainda são menores que os dos iPhones X e XS nas suas respectivas épocas de lançamento.

Conclusão

O que podemos concluir é que a Apple acabou aumentando o preço do modelo básico ao retirar de linha a versão mini e não colocar nenhum outro aparelho com o mesmo preço no lugar. É um belo truque de contabilidade que ela fez para aumentar o seu valor mínimo, sem parecer que foi um aumento repentino.

O iPhone continua bastante caro no Brasil, mas a coisa piorou para quem quer comprar o modelo mais simples, pois agora é preciso desembolsar mais dinheiro.

Para quem já focava nos modelos Pro, o valor se manteve em relação ao ano passado, mesmo com a inflação e juros altos presentes desde o início de 2022. Então para quem tem orçamento para isso, não deve ter estranhado os preços.

Preços no varejo

É sabido que a Apple em suas lojas determina o topo do preço, com margem suficiente para que o varejo cobre menos alegando dar “descontos”. Ou seja, é possível encontrar valores menores em grandes lojas, com condições de pagamento mais acessíveis.

Isso ainda não aconteceu na pré-venda do iPhone 14, mas a tendência é acontecer nas próximas semanas.

Para aqueles que estavam pensando em dar uma renovada em seu iPhone, mas esperavam preços menores, a saída é aproveitar o lançamento da nova geração para comprar um de geração anterior, menos caro. Você pode, por exemplo, comprar um bom iPhone 12 por menos de R$ 3.999 ou até mesmo um iPhone SE 3ª geração por menos de R$ 2.999.

Inclusive o iPhone 13, que traz o mesmo processador A15 Bionic do iPhone 14, pode ser encontrado por menos de R$ 4.800. Isso é quase R$ 3.000 a menos que o novo iPhone 14. Pense nisso.

Quer saber as diferenças entre gerações? Confira nosso comparativo:
 iPhone 14 vs iPhone 13: o que mudou?

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo