AppleApple CardHistória

Sem Steve Jobs, a Apple lançou seu próprio cartão de crédito… em 1986

No início desta semana, em seu evento especial de março, a Apple chamou a atenção ao anunciar um cartão de crédito próprio (o Apple Card), que será lançado em breve nos Estados Unidos. Mas isso gerou certas críticas de quem acha que a maçã esteja desviando demais do seu foco inicial, que era o de fabricar dispositivos eletrônicos inovadores.

Isso fica ainda interessante quando lembramos da história da companhia e descobrimos que não é a primeira vez que a Apple disponibiliza um cartão de crédito próprio. A história estaria se repetindo?





O primeiro cartão de crédito da Apple foi lançado em 1986, um ano depois de Steve Jobs ter sido expulso do comando da empresa pelos membros do conselho administrativo.

Mas ele não tinha o mesmo conceito dos cartões de crédito que temos hoje, que são associados a uma bandeira de pagamento (como VISA ou Mastercard) e são aceitos em diversos lugares. Este cartão era aceito apenas nos revendedores oficiais da Apple, para financiar compras de computadores. Naquela época, ainda não existia o conceito de Apple Stores, criadas só depois que Jobs voltou à empresa.

É de se notar o fundo branco do cartão, na tentativa de ser clean. Mas se comparado com o atual Apple Card, a versão antiga ainda é bem poluída visualmente, com o nome da empresa estampado em letras grandes e também o número do cartão visível. Claro que na época nem tinha como não colocar o número na frente, pois a validação era feita com equipamentos manuais e ajuda de papel carbono, que registrava os números passando por cima. Pré-história.

Ele durou até os anos 90, mas ninguém sabe ao certo em que ano ele deixou de ser usado. O que é garantido é que, se durou até 1996, com certeza foi uma das dezenas de produtos extintos pro Steve Jobs, quando ele voltou para a companhia e resolveu simplificar a confusa linha de produtos da maçã.

Será que a linha de produtos da Apple está voltando a ficar confusa de novo?

Via
Cultofmac
Leia mais sobre:

Ale Salvatori

Applemaníaco desde 1995, quando precisou aprender a usar um Mac em uma semana para conseguir um emprego em uma agência de publicidade. Acha que a Apple não é mais a mesma depois da saída do Gil Amelio.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar