Aplicativos

YouTube volta a liberar o PiP no Safari do iOS para quem não é Premium

Já está virando uma novela.

O iOS 14 trouxe para o iPhone o recurso Picture-in-Picture (PiP), que permite assistir um vídeo em uma pequena janela flutuante enquanto se faz outras coisas na tela.

Cada aplicativo tem a escolha de decidir se inclui este recurso ou não para os seus usuários, e o app do YouTube decidiu não liberar para quem não for um cliente Premium (que paga mensalidade).

O mais bizarro é que o serviço arranjou uma maneira de bloquear o recurso também no Safari, não permitindo assim que os usuários pudessem ativar a janelinha flutuante.

Mas eles parecem ter voltado atrás e, pelo menos até o momento em que este artigo está sendo escrito, a funcionalidade voltou a ficar ativa no navegador nativo do iOS para todos.



Quando o iOS 14 foi liberado para o público, o PiP no site youtube.com pelo Safari não estava funcionando, obrigando a quem não tinha uma conta Premium do serviço a fazer a gambiarra de visualizar a versão desktop da página.

Mas isso acabou pegando meio mal e eles voltaram atrás, e agora mesmo se você não estiver conectado em sua conta do YouTube, conseguirá visualizar em uma janela separada.

O YouTube não comenta nada sobre o assunto, dando a entender que era apenas um estranho e suspeito bug, que de forma estranha e suspeita só funcionava para clientes com assinatura Premium… Bem estranho. E suspeito.

No aplicativo do YouTube, a função continua restrita apenas a assinantes. No iPad, de forma misteriosa, o PiP do Safari sempre funcionou para todos.

Para quem ainda quer ativar o PiP no aplicativo, nós ensinamos aqui um atalho do iOS capaz de desbloquear o PiP do YouTube.

Via
The Verge
Leia mais sobre:

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar