Acessórios

Segundo Ming-Chi Kuo, os AirTags são um sucesso de vendas

O analista Ming-Chi Kuo tem fontes tão boas nas cadeias de produção da Apple que o que ele diz geralmente serve como parâmetro do que acontece ou vai acontecer.

Pois neste domingo ele comentou em um tuíte sobre o aumento na produção do acessório AirTag, usado para localizar objetos pessoais.



Segundo Kuo, o acessório não recebeu tanta atenção assim, mas discretamente teve sua produção aumentada mês após mês desde o seu lançamento.

Ele estima que as remessas de AirTag em 2021 chegaram aos 20 milhões de unidades, podendo ter um aumento de ainda 75% em 2022.

O sucesso nas vendas pode fazer a Apple pensar em uma segunda versão no futuro.

A AirTag, que não recebeu muita atenção, cresceu gradativamente em remessas desde seu lançamento. As estimativas de envio de AirTag atingem cerca de 20 milhões e 35 milhões de unidades em 2021 e 2022, respectivamente. Se as remessas de AirTag continuarem a crescer, acredito que a Apple desenvolverá a 2ª geração.



Eu não consigo pensar como o AirTag poderia evoluir em uma 2ª geração. Tamanho menor? Formato de cartão de crédito?

Nos ajude a pensar em melhoramentos e diga sua opinião aqui nos comentários. E caso você ainda não tenha visto, fizemos um teste com um AirTag enviado pelos Correios do Brasil, para ver como ele funciona em nosso país. Confira:



iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo