Notícias

NFC dos novos iPhones funcionam sem precisar de aplicativos e mesmo com o aparelho desligado

Uma das novidades exclusivas dos novos iPhones 10S, 10S Max e 10R é referente ao NFC (Near Field Communication) do aparelho. Ao contrário do que acontece nos outros modelos, não será mais necessário abrir um aplicativo específico para a leitura de tags acontecer. Além disso, a leitura pode ser feita até mesmo com o aparelho desligado.


Foi apenas no ano passado que a Apple permitiu, no iOS 11, que o chip NFC do iPhone (presente desde o iPhone 6) fosse usado mais intensamente pelos aplicativos. Até então, ele servia apenas para transações do Apple Pay. Mas este uso “mais aberto” é limitado apenas para aplicativos que incluam compatibilidade, ou seja, para ler uma tag NFC específica, você primeiro precisa abrir o aplicativo e aproximar o aparelho.

Mas nos novos iPhones, isso não é mais necessário. Nos iPhones 10S, Max e 10R (e os próximos que virão), a leitura é feita sem que precise estar com qualquer aplicativo previamente aberto. Basta aproximar o aparelho da tag e uma notificação aparece, mesmo na tela bloqueada. Aí, dependendo da informação da tag, ele abre o aplicativo correspondente, como o Safari (para um endereço internet), o Mail, as Mensagens ou o telefone.

Além disso, a leitura poderá funcionar até mesmo com o iPhone desligado por falta de bateria.

Esta funcionalidade serve para os chamados cartões expressos, que são usados em transportes públicos do Japão, Reino Unido e algumas cidades dos Estados Unidos. Eles facilitam o uso ao funcionar como os cartões de transportes do mesmo tipo que temos em várias cidades brasileiras, por aproximação. Quando registrado no iPhone, basta aproximar o aparelho do leitor e ter a catraca liberada.

Nos novos modelos, estes cartões expressos funcionam também no modo reserva de energia. Ou seja, se o aparelho desligar por falta de bateria, o sistema retém uma parte da energia da bateria para funcionar com este tipo de cartão. Então, mesmo que no final do dia você esteja voltando para casa sem bateria, vai poder usar o iPhone como bilhete no transporte.

A leitura com o aparelho desligado não ocorre com qualquer tag NFC, apenas nos casos do cartão expresso (ainda não utilizado no Brasil por nenhuma empresa). E ele não irá funcionar se o próprio usuário desligou manualmente o iPhone, ou se o aparelho estiver a vários dias sem bateria, acabando com a reserva.

Também não espere que o Apple Pay funcione com o aparelho desligado, pois precisa da autenticação biométrica para funcionar.

Agora é esperar que a tecnologia seja mais difundida em nosso país. Afinal, se o NFC já está presente nos bilhetes únicos, bastaria apenas um pouco de boa vontade para podermos usar isto no iPhone.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados