Notícias

Promoções fazem preço do iPhone no Brasil custar menos que nos Estados Unidos

Os preços do iPhone no Brasil sempre foram bastante altos e isso nunca foi novidade para ninguém. Para contornar isso, muita gente prefere comprar nos Estados Unidos para pagar menos pelo aparelho.

Mas com a recente disparada do dólar, os preços atuais em nosso país acabaram ficando defasados, em alguns casos até custando menos do que comprar nos EUA. O Blog do iPhone separou algumas promoções em que você consegue um iPhone pagando menos do que o comprado em outro país.


O cálculo do valor

Vale lembrar que o preço do dólar que a gente vê na TV ou nos jornais não é o mesmo que o cidadão paga ao fazer compras nos Estados Unidos. Há impostos governamentais (IOF) e a taxa de conversão cobrada pelos bancos (o chamado spread) que varia de cartão para cartão. Claro que sempre dá para arranjar maneiras de reduzir custos, como por exemplo, levar dinheiro vivo na viagem (para pagar menos IOF), mas mesmo assim ainda há custos embutidos. O fato é que a maioria acaba mesmo comprando no cartão de crédito, pagando o “preço cheio”.

Há também o imposto local nos Estados Unidos, que varia de estado para estado. O preço de US$349,00 que se vê na loja por um iPhone SE na verdade não inclui taxas, o que resulta em um valor maior no momento do pagamento. Tudo isso deve ser analisado ao se cogitar a compra de qualquer dispositivo nos Estados Unidos.

Levando tudo isso em consideração, criamos nossa tabela de preços do iPhone nos Estados Unidos, considerando a compra com cartão de crédito brasileiro, no estado da Flórida (6,5% de taxa). Em Nova York, esta taxa seria ainda maior.

O valor que um brasileiro pagaria à vista por um iPhone nos Estados Unidos com a cotação do dólar de hoje (27) seria o seguinte:

(Se estiver visualizando esta tabela no iPhone, coloque o aparelho na horizontal)

 Preço loja

+ Taxa Florida

Convertido em Real + IOF

iPhone SE 32GB US$‎ 349,00 US$‎ 371,69 R$‎ 1.575,94
iPhone 6s 32GB US$‎ 449,00 US$‎ 478,19 R$‎ 2.027,50
iPhone 6s Plus 32GB US$‎ 549,00 US$‎ 584,69 R$‎ 2.479,06
iPhone 7 32GB US$‎ 549,00 US$‎ 584,69 R$‎ 2.479,06
iPhone 7 Plus 32GB US$‎ 669,00 US$‎ 712,49 R$‎ 3.020,94
iPhone 8 64GB US$‎ 699,00 US$‎ 744,44 R$‎ 3.156,40
iPhone 8 Plus 64GB US$‎ 799,00 US$‎ 850,94 R$‎ 3.607,96
iPhone X 64GB US$‎ 999,00 US$‎ 1.063,94 R$‎ 4.511,08

Promoções

No dia de hoje, para quem paga à vista no boleto, é possível encontrar no Brasil preços menores que esses. Com isso, você compra um iPhone novo sem precisar sair de casa e nem gastar com passagens e estadia em outro país. A única exceção é para o iPhone X, que continua sendo mais vantajoso comprar fora (mas por pouco).

Preço nos EUA

Preço no Brasil

iPhone SE 32GB 1.575,94 R$‎ 1.363,38 (link)
iPhone 6s 32GB 2.027,50 R$‎ 1.889,10 (link)
iPhone 6s Plus 32GB 2.479,64 R$‎ 2.417,99 (link)
iPhone 7 32GB 2.479,64 R$‎ 2.474,10 (link)
iPhone 7 Plus 32GB 3.020,93 R$‎ 2.879,10 (link)
iPhone 8 64GB 3.156,40 R$‎ 2.969,10 (link)
iPhone 8 Plus 64GB 3.607,96 R$‎ 3.509,10 (link)
iPhone X 64GB 4.511,08 R$‎ 5.279,12 (link)

Lembre-se que estes preços são para quem paga à vista (assim como pagaria se comprasse nos EUA).


Até quando?

Na verdade, os preços no Brasil não caíram, foi o dólar que aumentou. Porém, se ele continuar alto assim (ou aumentar até as eleições de outubro), é bem possível que a Apple aplique um reajuste em julho para que os valores não fiquem defasados. Afinal, se os preços estão menores que nos Estados Unidos, significa que todos os pesados impostos de importação estão sendo pagos pela empresa, coisa que não faz muito o perfil da maçã.

Por isso, se você estiver pensando em comprar um iPhone, talvez seja interessante você analisar se não vale a pena comprar antes do aumento de preço. Uma coisa é certa: comprar HOJE um iPhone nos Estados Unidos não está valendo a pena se analisarmos os preços.

Mas pense rápido, pois os estoques das ofertas são limitados e podem acabar a qualquer momento. Os links diretos se encontram na tabela acima.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados