Já está disponível o iOS 10.3, e para facilitar listamos aqui todas as novidades que a nova versão traz, para você conhecê-las. A atualização é aconselhável para todos os usuários, pois além das mudanças há também conserto de falhas de segurança importantes para todos.

→ Apple File System (APFS)

É a maior mudança estrutural desde o primeiro iPhone.
O novo sistema de arquivos da Apple finalmente chegou ao iOS. Revelado primeiro no macOS Sierra, esta nova estrutura é mais otimizada e promete tornar o sistema mais rápido em termos de escritura e leitura de dados na memória. O sistema de arquivos anterior, o HFS+, foi herdado do Mac e criado há 30 anos, em um tempo em que discos rígidos e disquetes dominavam os computadores. Por isso a necessidade de criar um novo sistema de arquivos, mais adaptado para os dispositivos atuais, que usam SSD e memória flash.

Ele também reforça a segurança dos dados, pois possui criptografia nativa. Teremos um sistema mais rápido, mais seguro e mais moderno.

Porém, um detalhe: o APFS só é compatível com aparelhos de 64 bits. Se o seu iPhone for o 5, 5c ou tiver um iPad 4, o sistema iOS 10.3 não migrará para este formato.


→ Gestão do Apple ID pelos Ajustes

No iOS 10.3 é possível gerenciar de maneira mais fácil o seu Apple ID. Nos Ajustes, a primeira coisa que aparece é o nome do usuário associado, com as diversas opções de segurança da conta.


→ Armazenamento do iCloud

Agora o sistema mostra um gráfico com o armazenamento do iCloud, como acontece no Mac. Cada cor representa um tipo de arquivo armazenado, mostrando o espaço restante.


→ Widgets para Podcasts

A nova versão também inclui um widgets para o aplicativo Podcasts, com atalhos para aqueles que você assina ou mais escuta.


→ Find My AirPods

Para quem tem os novos fones de ouvido sem fios da Apple, agora será possível encontrá-los pelo aplicativo Buscar Meu iPhone. Porém, como os fones não contam com conexão GPS nem com internet, apenas com conexão Bluetooth, eles só serão visíveis se estiverem próximos ao raio de alcance de um de seus dispositivos autorizados.


→ Atalhos no CarPlay

Para quem usa o CarPlay, terá nesta atualização atalhos laterais para os últimos aplicativos usados, podendo passar de um para o outro de forma mais rápida.

O aplicativo Música também ganha atalhos para o álbum e as faixas seguintes, facilitando o uso.


→ Modo Cinema no Apple Watch

O Apple Watch agora ganha um “Modo Cinema”, que consiste em uma maneira menos intrusiva de usar o relógio em cinemas e peças teatrais. Neste modo, a tela não irá acender quando você levantar o braço e todos os sons ficarão mudos. O usuário continuará recebendo mensagens pela vibração, e poderá acender a tela tocando nela ou na Coroa Digital.

O SiriKit também passará a ser usado no relógio, o que significa que você poderá chamar o Uber ou pedir uma pizza através dele.


→ Envio de dados analíticos do iCloud

Parece que a Apple quer melhorar o seu serviço de nuvem, recolhendo informações de uso dos usuários. Ao instalar o sistema ou atualizá-lo, é solicitado autorização para enviar dados analíticos do iCloud.


→ Sugestão para a Autentificação de Dois Fatores

Quem ainda não habilitou a autentificação de dois fatores em sua conta da Apple, agora irá receber de tempos em tempos lembretes sugerindo que ative a função.

Este aviso aparece também na nova seção dos Ajustes dedicado às contas da Apple.

Você pode ativar a função diretamente no aparelho, sem precisar ir até a página da Apple para fazer isso (conforme já ensinamos aqui)


→ Aviso em apps de 32 bits

No iOS 10.3, quando você tentar abrir um aplicativo que não tem suporte a 64 bits, aparece um aviso comunicando que o app não funcionará mais em versões futuras do sistema.

Isto é um forte indício de que o iOS 11 (que deverá ser lançado em setembro) não será compatível com apps não atualizados., como nós já comentamos sobre isso aqui (leia: É provável que aplicativos em 32 bits deixem de funcionar no iOS 11). Nos Ajustes do sistema, há uma lista com todos os aplicativos instalados que não são compatíveis com a estrutura 64 bits e que deixarão de funcionar no iOS 11.

Cada link leva à página do aplicativo na App Store. A Apple sugere que, caso ele não tenha uma atualização mais recente, que o usuário contate diretamente o desenvolvedor para solicitar que ele disponibilize uma versão que não deixe de funcionar no iOS 11.


→ Acesso de dados celulares pelo iCloud Drive

Uma das grandes dicas para não gastar dados celulares a toa é desligar o iCloud Drive quando o aparelho não estiver conectado a uma rede Wi-Fi. Antes esta configuração ficava nos ajustes do iCloud Drive, mas agora ela foi movida para o menu Celular, no final da tela.