Notícias

Por que a Apple adquiriu uma empresa de reconhecimento facial?

Continuam intensos os diversos rumores sobre um possível iPhone 8 que seria lançado este ano, em comemoração ao 10º aniversário do iPhone. Segundo diversas fontes ainda não confirmadas, poderiam vir diversas novidades, como reconhecimento facial para confirmar identidade e desbloquear o aparelho. E para reforçar ainda mais este tipo de boato, ficou-se sabendo que a Apple recentemente adquiriu uma firma israelense especializada justamente neste tipo de tecnologia.

Mas será que isso significa que o próximo iPhone trará mesmo o desbloqueio através do rosto?

A RealFace foi fundada em 2014 e desde sempre se especializou em reconhecimento facial. Veja uma demonstração da tecnologia, autenticando apenas o rosto do proprietário do iPhone:

Este é um dos exemplos no qual esta tecnologia pode ser usada, mas não é o único. Ainda é muito cedo para afirmar que a Apple usaria isso como forma de identificação de identidade, como acontece hoje com o Touch ID.

Até porque, sabemos que este tipo de autentificação ainda possui algumas brechas, como cuidar para uma simples foto ou vídeo de alta resolução não permitir desbloquear o aparelho mesmo sem a presença real da pessoa.

O objetivo inicial da RealFace, na verdade, não era esse. Eles tinha um aplicativo para iPhone chamado Pickeez, que tinha como missão escolher para você as suas melhores fotos, entre tantas. Por exemplo, em uma viagem você tira várias fotos, muitas delas repetidas, para mais tarde fazer uma seleção das melhores. Todos nós fazemos isso, mas sejamos sinceros, a maioria nunca faz a prometida seleção, deixando a fototeca crescer e crescer a um ponto que fica impossível escolher qual a melhor para postar nas Redes Sociais. O Pickeez se propunha a exatamente isso: através de reconhecimento facial e Inteligência Artificial (AI), ele mesmo selecionava para você suas melhores fotos, facilitando enormemente o trabalho.

Veja o vídeo de como funcionava (em inglês):

Ou seja, a Apple pode apenas estar querendo melhorar a seleção de fotos no aplicativo nativo e não usar a tecnologia para substituir o Touch ID.

Aliás, não é a primeira empresa de AI que a Apple adquiriu. No início do ano passado, ela comprou a Emotient, uma empresa especializada em AI que identifica sentimentos e emoções de pessoas através do rosto em uma foto. Ou seja, se juntarmos as duas tecnologias (Emotient e RealFace), teríamos um aplicativo Fotos capaz de nos ajudar bastante na busca de imagens em nossa imensa fototeca.

Já no iOS 5 a Apple incorporou a detecção de rostos, que ajuda o aplicativo Câmera a focar melhor nos rostos no momento de tirar a foto. Este tipo de tecnologia pode ser voltado a melhorar ainda mais a experiência do usuário, sem precisar de aplicativos externos para isso.

É claro que a Apple pode usar a tecnologia para o que ela quiser, até mesmo autenticação facial no iPhone. Mas é bom ficarmos atentos que apenas a notícia de aquisição de uma empresa não é uma prova de que o próximo iPhone virá com reconhecimento facial que substitua o Touch ID (como vários blogs pelo mundo inteiro estão repetindo). Não criemos falsas expectativas, para não nos decepcionarmos depois.

via MacRumors

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.
  • Leandro Soares

    Só na prática mesmo, saberemos para qual finalidade essa tecnologia servirá, mas a princípio, essa função pode ser últil pra outros fins, menos para desbloqueio do aparelho!
    Já pego meu aparelho no bolso, automaticamente, levando o meu polegar no Touch ID, já chegando desbloqueado, na posição de uso, tudo naturalmente!
    Pra que vou ter o trabalho de o posicionar rente à face (Coisa estranha, diga-se de passagem), para desbloqueá-lo?
    Fica a pergunta!

    • Estan Duarte

      Dois! Leitor de íris…kk

  • Elcin

    Mas essa tecnologia já não é usado hoje em dia no iOS10, para que o album “Pessoas” funcione no app Fotos?

    • O iOS, como o macOS, e até mesmo como o Facebook, usam tecnologias de reconhecimento facial para determinar quem são as pessoas de uma foto. Mas acredito que esta desenvolvida pela RealFace seja mais profunda e dê resultados mais complexos, inclusive analisando padrões de beleza através de AI.

      • Padrões de beleza?!
        Deu ruim. :-

    • paulogrego

      Pois é, isso que eu ia dizer…
      Eu acho que podem usar essa empresa para aprimorar o reconhecimento de pessoas, porque convenhamos, o do iOS toma um pau feio para o Google Fotos.

  • Vinicius Ribeiro

    Fora a possibilidade de alguém pegar seu telefone enquanto você dorme, coloca-lo proximo ao seu rosto e detectar desbloquear e ver tudo que você tem!
    talvez essa função não seria muito boa! ( claro que há a mesma possibilidade com o dedo, mas é mais perceptível )

    • Aurélio

      Mas isso também pode acontecer com o touch id.

  • Moimás

    Bom, mesmo que fosse pra este tipo de tecnologia, eu não usaria. O Touch ID é muito mais prático…

  • Neto Corrêa

    Concordo com o ponto de vista do blog e diria mais.
    Pensem em como seria “delicado” precisarmos desbloquear nossos iPhones em ambientes com pouca (ou nenhuma) luz, como em teatros ou até mesmo deitados, antes de dormirmos…

  • Thiago Cavalcanti

    Não entendo o desespero das pessoas em quererem detecção de rosto, leitura de íris ou afins pra desbloquear o celular. Digital já é tão prático e relativamente seguro… Acho um desespero por novidades sem propósito.

    • Henrique Rabelo

      2..

    • Marcio

      3.

  • Rodrigo Rawache

    Que bom que vocês fizeram um post com esse assunto, já tava ficando cansado dessas pessoa que parece não conhecer a Apple e não sabem como ela é minimalista, falando que o próximo iPhone viria com esse tal reconhecimento facial e trocaria pelo Touch ID (que é na pratica 99,9% funcional)

  • Acho que tem coisa faltando na matéria. Eu li no iPhone Hacks, se não me engano, que a dona Apple andou contratando muitos módulos de escaneamento em 3D à laser.

    Com essa tecnologia o desbloqueio seria totalmente do que estamos acostumados hoje. O laser escaneia a superfície do rosto. Logo, uma foto nem em 4K desbloquearia (como acontece com o Lumia)

    Sem contar que nem teria problemas para desbloquear no escuro, pois o iPhone não utilizaria uma câmera para fazer o reconhecimento. Além da vantagem de estar com as mãos molhadas e poder desbloquea-lo, e por ser um módulo de laser não precisa ficar posicionando o iPhone na frente do rosto, bastaria estar a no máximo 180º graus perto dele, ou seja, mesmo jogado na mesa e você tocasse nele já estaria desbloqueado somente pelo dono.

    Por tanto, eu apoio bem essa tecnologia do que o Touch ID. Desde que seja feita dessa forma.

    • Dente Rosa

      FORA QUE NGM VAI DESBLOQUEAR O SEU CELULAR, QUANDO TU DORME

  • 9L
  • Pivatt0

    Talvez logo mais teremos a verificação em 10 etapas kkkk

    http://www.cl.cam.ac.uk/~jgd1000/simpsonsframe3.gif