Notícias

No Rio de Janeiro, quem comprar celular roubado terá que justificar na delegacia

Roubo de celulares é algo bem comum em nosso país, infelizmente. E quem compra os aparelhos dos bandidos, por causa do preço bem menor, está incentivando ainda mais este mercado. É justamente para acabar com este círculo vicioso que uma ação da Polícia do Rio irá penalizar estes que compram celulares roubados.

As operadoras sempre tiveram condições de saber quem usa celular roubado. Através do IMEI do aparelho (saiba como descobrir o IMEI do seu iPhone) e da triangulação das antenas, é possível saber a localização exata de cada aparelho declarado como roubado, através de um banco de dados compartilhado. O problema é que até então, esta informação não era utilizada judicialmente.

Agora, a Polícia Civil do Rio solicitou à justiça que obrigasse as operadoras a usar esta informação para recuperar os aparelhos. Elas terão que enviar um SMS a todos os dispositivos cadastrados como roubados, para que o atual usuário compareça à delegacia para demonstrar que adquiriu licitamente aquele aparelho. A mensagem diz:

“Compareça à delegacia e comprove a aquisição lícita do aparelho mediante apresentação de nota fiscal”

As operadoras que não mandarem a mensagem terão que pagar multa de 10 salários mínimos por dia. Quem receber o SMS, terá 5 dias para comparecer à delegacia sob pena de responder por crime de receptação. Se comparecer e não conseguir comprovar a compra, também pode ser indiciado.

Isso é inédito. Não é algo que esteja normatizado. Para que isso seja uniformizado a prática tem que se consolidar. Vai acabar acontecendo, pois é algo de utilidade pública“, comentou o delegado Carlos Leba, Chefe de Polícia da 19ª DP do Rio.

A ideia é expandir a ação para todo o estado do Rio de Janeiro. Se der certo, quem sabe outros lugares do país também não adotem a estratégia?

O número de roubos em lojas de celulares aumentou muito este ano na cidade do Rio, o que fez a polícia tomar esta atitude.

via Extra

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Vitor Carvalho

    Não precisava de nada disso se as operadoras bloqueassem o aparelho pelo IMEI, um banco de dados unificado.

    • Cristian

      E isso já acontece, mas frutas podres dentro da operadora acabam desbloqueando os códigos de aparelhos roubados para bandidos amiguinhos. Há esse backdoor pois quando você perde o telefone e bloqueia o IMEI, se reaver o aparelho voce precisa desbloquear o aparelho novamente.

      • Jonatas Brisotti

        Isso se resolve com controle de acesso e responsabilizando criminalmente quer desbloquear aparelhos roubados… Já pensou se todos os funcionários tivessem a chave do cofre dos caixas eletrônicos dos bancos?

  • Rodrigo Barreto

    Uma coisa que não entendo…. A Apple e Samsung tem vários lotes de celulares roubados durante transporte. Só que as empresas podem identificar cada unidade, assim como seu destino. Se no caso não forem atras por questões de privacidade, ao menos impossibilitar a habilitação dos mesmo seria mais que necessário.

    • Vinicius Alves

      A Apple já faz isso a anos e, se não me engano, a Samsung também. O Find my iPhone consegue encontrar e bloquear um celular roubado, desde, claro, que ele esteja com acesso a internet. Além disso, se uma pessoa roubar seu celular e quiser restaurá-lo, precisará da sua senha do iCloud, também inutilizando o aparelho.

      • Rodrigo Barreto

        Estou falando de telefones novos roubados, não dos que já tem um proprietário. Imagine uma carga roubada com centenas de telefones que caem no mercado negro…Para coibir esse tipo de ação, a empresa poderia usar a localização para pegar os receptadores e sua cadeia de “suprimento”.
        Bem diferente do aparelho furtado….

    • Xixo Tnt

      O seguro cobre…

      • Anderson Nilton Hurtado Antune

        É por isso que o seguro é caro, se virasse lixo ninguém roubava e o seguro seria ridículo.

        E lembre que o preço do seguro, frete, etc… acaba recaindo sobre o preço dos produtos que compramos.

  • Hades666

    Interessante como da para fazer coisas quando se quer…..problema do nosso país é querer….?

  • Duane

    E se o cara simplesmente não aparecer? O que acontece?

    Se nada acontecer, é muita inocência!

    • Luciano Assunção

      Está escrito na matéria, será indiciado por receptacão. Acontece é que a pessoa pode muito bem utilizar um chip em nome de terceiros e duvido bastante que a polícia irá atras dos aparelhos roubados.

      • Duane

        Está certo. Eu havia interpretado mal o parágrafo. Obrigado pela correção.
        Aí a dúvida que surge é exatamente essa que você citou

  • Diego Cupertino

    Perfeito!!!, tem que ser feito em todo o Brasil!!

  • Leonardo Azevedo

    Acho isso ridículo. Triste realidade brasileira. A polícia é que devia ir atras dos aparelhos, e não esperar que façam o serviço deles. Se dá pra descobrir onde está o aparelho, vai atras e prende. É como dizer pro bandido ir até a delegacia. Parece piada hahahahaha.

    • Viktor Yarmak

      Leonardo,
      1) A triangulação por antena não da a posição exata (somente aproximada).
      2) Magicamente conseguimos a posição exacta – um condomínio com 120 apartamentos (como um onde eu moro por ex), como a policia deve ir atras e prender? 🙂

      • Leonardo Azevedo

        Eles têm tantos recursos pra prender, que se for escrever aqui vai ficar extenso demais.
        Mas é simples. Eles têm o número do telefone que está utilizando o aparelho roubado. Aí é mamão com açúcar né. A polícia prende quando quer, quando o caso gera mídia e tal …

        • Por favor, detalhe, ao menos, um método 100% eficiente e que não vá exigir pilhas de dinheiro dos cofres públicos.

  • r_carrieri

    E a nova modalidade de roubo é estourarem o vidro do carro enquanto você está com o Waze aberto… Assim eles levam o aparelho desbloqueado (lembrem-se de que enquanto o Waze está funcionando o aparelho não trava sozinho), fazem a redefinição da sua senha e em minutos desabilitam o find my iPhone. Pronto, tchau apagar os dados por este meio. Em mais alguns minutos eles redefinem sua senha do ID Apple e pronto, estão com tudo o que é seu na “nuvem” + o seu celular + mais todas as informações. Nesse sentido, a Apple deu uma bola fora de (1) não permitir que o find my iPhone seja acessado pela digital, (2) não permitir que o iPhone seja bloqueado pelo Watch e (3) de não efetuar a total eliminação dos dados informando o IMEI… Ponto para os bandidos.

    • Daniel Döbereiner

      Não é bem assim não, pois para redefinir a senha do iphone, ele solicita a senha atual, assim como a senha do Apple ID. o máximo que o cara vai conseguir fazer é ficar usando o celular enquanto a tela estiver acesa, depois disso ele precisa digitar a senha. lógico, que enquanto estiver com a tela ligada ele pode olhar as informações, fotos e tudo mais… mas não vai conseguir mudar a senha

      • r_carrieri

        Você tem razão, não fui claro. O que ele fez foi redefinir a senha do find my iPhone enquanto manteve o iPhone desbloqueado impedindo, assim, que conseguissemos “inutilizar” o aparelho. Agora, o que ele fez com o aparelho depois que ele bloqueou, não sei… A não ser que eles esteja com o iPhone desbloqueado até agora….

        • Henrique

          Cara, não entendi o que vc está falando. A senha do find my iPhone é a senha do Apple ID. Não vão conseguir simplesmente muda-la sem saber a antiga…e para desativar o find my iPhone também pede a senha do Apple ID.

          • Nilson

            É simples cara. A maioria das pessoas tem como “e-mail de recuperação” o mesmo e-mail que elas tem configurado no iPhone. Basicamente o ladrão faz a seguinte sequência:
            > Entra nos ajustes e olha seu e-mail do iCloud

            > Entra no site do appleid, clica em esqueci a senha e coloca seu e-mail.
            > Tcharam! Chega um push avisando que um novo e-mail foi recebido.
            > Ele entra no link e muda a senha.

            É só entrar no ReclameAqui e ver a página da Apple. Tá cheio de gente reclamando que o iCloud não é seguro e que os ladrões conseguiram mudar as senhas deles.
            E não e só senha do iCloud não. Muitas vezes eles mudam do Gmail, Outlook e Facebook. É só olhar lá nos seus ajustes de recuperação: Se o número de celular e email que estiverem lá forem o mesmo do seu iPhone. Você está dando sopa igual milhares de pessoas que nunca pensaram nisso.

            Além disso já tem aparelho que hackeia senha de 4 digitos do iPhone.

            • Otavio

              Pra isso existe a verificação em duas etapas.

  • Luis Gustavo

    Já viram no Telegram vários grupos onde ensinam como burlar o sistema de internet das operadoras? chamados grupos de ehi? então, um dia para dar um susto nos vários usuários de um deles (na maioria adolescentes) falei que toda vez que acessam internet de graça usando esses métodos, o cpf da linha ficava gravado e que as operadoras já estavam vendo junto a Polícia Federal qual ação tomar para punir todos que usam. Sabe o que falaram? “Tô nem aí, uso CPF de outra pessoa mesmo”… sendo assim, essa medida, pode não dar em nada….

  • MagicCarpetDriver

    Boa!

  • Juliano

    Uma coisa q n entendi é, no caso de um roubo, uma vez q vc informa para a operadora o imei do aparelho a fim de eles bloquearem o celular, o celular era pra n funcionar mais, correto? Ou seja, o SMS de nada valeria, n é isso?

    • O bloqueio do aparelho só acontece:
      1) Se você solicitar para a sua operadora (não acontece junto do bloqueio da linha).
      2) Só é válido para aquela operadora (nada impede que o telefone seja utilizado com chip de outra operadora). E, não, as operadoras não bloqueiam o IMEI se você não era cliente delas.

      • Juliano

        Até onde eu sei, uma vez q vc solicita à sua operadora o bloqueio do aparelho pelo seu IMEI, o aparelho fica inutilizado para chamadas, independentemente se vc trocar o chip.

        • Somente na operadora que você bloqueou o IMEI, como eu disse.
          A sua operadora não vai fazer a caridade de informar as concorrentes sobre o ocorrido.

  • Sergio Castro

    Creio que a implementação de senha na hora de desligar um iPhone já ajudaria muito a localizar os aparelhos em curto espaço de tempo.

    • Erico Kutz

      Eles pensaram nisso. O iPhone desliga quando esquenta muito.
      E mesmo se tivesse uma função que só forçaria desligad se tivesse quente a bandidagem esquentaria o celular. Não tem saída.
      O jeito é acabar com eles mesmo.
      Kk

  • Carlos Dasmer

    Um aparelho bloqueado por imei não faz chamadas nem conecta com a internet, a pessoa não vai colocar chip num aparelho desse, logo ele vira produto para retirada de peças – Se o aparelho constasse num registro de roubo e continuasse funcionando normalmente, poderia ser feito um rastreio do novo usuário e a localização legal do aparelho. – O modelo atual de bloqueio/rastreio via imei não resolve, os bandidos vão continuar roubando para o comercio de peças.

    • O bloqueio por IMEI só acontece se o dono da linha solicitar o serviço, durante o pedido de bloqueio da mesma.

      Pelo incrível que pareça, não é automático.

      • Carlos Dasmer

        O bloqueio já é feito no Boletim de Ocorrência Raphael – Mas como falei, não ajuda. – Um celular para ser encontrado/bloqueado/apagado, precisa estar conectado a uma rede wifi ou 3g – Se o celular estiver bloqueado por imei, não fizer ligações, nem se conectar a internet, não tem uso, ninguém vai manter um chip nele entendeu? – Ele vai pra comercio de peças.

        • Você está dizendo que, ao emitir o boletim de ocorrência (aqui no RJ, via internet), o IMEI já estará bloqueado em todas as operadoras automagicamente?

          • Carlos Dasmer

            Desculpa – Sou de SPaulo – Aqui pelo menos é assim, ao registrar o boletim de ocorrência, podemos informar o imei para o bloqueio, desculpe, não sei se no Rio é assim também. – Abraço.

            • podemos informar o imei para o bloqueio

              Ou seja, você está dizendo o mesmo que eu.
              Mas o que eu informei continua verdade: Você vai pedir o bloqueio do telefone na sua operadora. Esta, por sua vez, NÃO vai informar as outras sobre o ocorrido.

  • Vai sim. Não por caridade, mas porque elas são obrigadas a compartilhar o IMEI de aparelhos roubados com um banco de dados único. Ou seja, aparelho bloqueado pelo IMEI não funciona em nenhuma operadora no Brasil.

    • Se importa de me passar a fonte dessa informação?
      Porque eu mandei bloquear um aparelho no ano passado e a informação que estou a passando é a que recebi. Tanto da polícia. Quanto da operadora.

  • Paulo Ricardo

    É por isso que eu vou comprar aquele pendrive USB KILLER e vou prendê-lo no meu chaveiro, e se um dia eu for assaltado, eu vou entregá-lo junto e terei ao menos a satisfação de saber que eu fritei o notebook do ladrão ou de quem gosta de comprar produtos roubados. Hahahahahahaha

  • Flavio Tavares

    Excelente…

  • Cláudio Réche Iennaco

    Medida inócua e ineficaz. Ninguém é obrigado a produzir prova contra si, quem tem de fazer prova do ilícito é o Estado. Além disso, o mandado judicial para apresentação de qualquer documento a ser utilizado em investigação criminal só tem validade à partir da própria investigação. Isto é, se não há inquérito instaurado, não há porque justificar qualquer coisa à polícia. Mera perfumaria política no estilo “se colar, colou”.

    • João Paulo Santos

      Bons argumentos Cláudio. O lado jurídico da coisa é bem por esse lado mesmo.

  • Júlio Liza

    Se você compra algo roubado ou furtado, ou oriundo de algum crime, comete o delito de receptação.
    Mas compete à polícia investigar e chegar à autoria delitiva. Obrigar alguém, genericamente, a provar a posse ou propriedade de algum bem, sem indícios concretos de autoria criminosa,se me afigura abuso de autoridade. Isso vai dar uma bela discussão em juízo…