Curiosidades

A doença de Steve Jobs incentivou a Apple a investir no monitoramento de saúde

Desde o iOS 8, lançado em 2014, o iPhone traz no sistema o aplicativo Saúde, que muitos não entendem ainda para que serve. E desde então a empresa vem enfatizando que esta é uma área muito importante para ela, inclusive sendo um dos fundamentos do Apple Watch, lançado em 2015. O uso da tecnologia para gerenciar e ter controle da saúde individual.

Segundo um recente artigo da Revista TIME, esta preocupação da empresa nasceu de todo o processo passado por Steve Jobs nos últimos anos de sua vida, lutando contra seu câncer.

O artigo conta que Steve Jobs achou uma verdadeira bagunça o sistema de saúde dos EUA, e que faltava uma forma de organizar todos os dados dos pacientes e médicos de forma mais moderna. Ele então passou a acreditar que a tecnologia poderia ser esta ponte, com uma maneira de gerenciar os dados dos pacientes, conectando-os com as instituições de saúde.

É dentro deste contexto que o Apple Watch nasceu. A empresa buscou maneiras de concretizar esta vontade de Jobs, elaborando métodos de registro de dados de saúde, de uma maneira que as simples pulseiras não eram suficientes. Acabaram chegando à conclusão que era necessário criar uma plataforma nova, que pudesse ir além das smartbands, e foi assim que o Watch tomou forma.

Apple Watch

Não é claro se Jobs tinha a ideia de um relógio, que veio anos depois de sua morte, mas sua vontade era de criar um dispositivo móvel capaz de monitorar diversos pontos de saúde. E os múltiplos projetos que vieram nos últimos anos, como o HealthKit, ResearchKit e o CareKit, só reforçam esta preocupação da empresa em implementar sistemas que ajudem no sistema de saúde como um todo.

CareKit

Alguém pode argumentar que hoje o Apple Watch não vai muito além do que fazem as atuais smartbands da concorrência. Porém, a empresa possui laboratórios próprios onde monitoram constantemente os exercícios e atividades físicas de alguns funcionários que se disponibilizam aos testes, tentando criar maneiras de melhor monitorar a saúde. É através destes estudos que a Apple pode oferecer avanços reais no futuro em relação a isso.

Em uma página especial, a Apple relaciona vários estudos que estão sendo feitos atualmente com a ajuda do Apple Watch e do iPhone. Confira o vídeo, legendado em português:

Para a TIME, se a Apple conseguir mudar a forma como lidamos com nossa saúde, será o grande legado deixado por Jobs após a sua morte.

via TIME

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados