Notícias

Justiça brasileira manda prender vice-presidente do Facebook por causa da privacidade do WhatsApp

Este é o grande perigo de colocar poder demais nas mãos de autoridades que não entendem muito de tecnologia. Um juiz de Sergipe decretou prisão ao vice-presidente do Facebook na América Latina, o argentino Diego Jorge Dzodan, pela empresa não ter fornecido o conteúdo de mensagens trocadas pelo aplicativo WhatsApp entre criminosos.

O problema é que o WhatsApp afirma que a justiça está pedindo algo que eles não podem dar. Uma ordem judicial ordenou que eles fornecessem conversas realizadas entre traficantes, em uma investigação que corre sob segredo de justiça. Mas as mensagens do WhatsApp não ficam registradas no servidor, apenas nos dispositivos dos usuários. Elas só passam pelo servidor antes de serem entreguem, depois são apagadas.

Ignorando esta limitação técnica, a Polícia Federal solicitou à justiça que o WhatsApp fosse obrigado a fornecer as mensagens. Após três solicitações que não surtiram resultado, o juiz resolveu decretar a prisão do executivo.

Em declaração oficial, o WhatsApp se diz desapontado com a decisão:

Estamos desapontados pela justiça ter tomado esta medida extrema. O WhatsApp não pode fornecer informações que não tem. Nós cooperamos com toda nossa capacidade neste caso, e enquanto respeitamos o trabalho importante da aplicação da lei, nós discordamos fortemente desta decisão. Nós apenas mantemos as mensagens até que elas sejam entregues. A partir da entrega, elas existem apenas nos dispositivos dos usuários que as recebem. Ninguém – nem o WhatsApp ou qualquer outra pessoa – pode interceptar ou comprometer as mensagens das pessoas. Isso significa que a polícia prendeu alguém com base em dados que não existem. Não podemos fornecer informações que não temos. O WhatsApp e o Facebook operam de forma independente, então a decisão para prender um empregado de outra empresa é um passo extremo e injustificado.

Em dezembro, a justiça ordenou o bloqueio do serviço no país durante algumas horas, por um motivo similar. Centenas de milhares de usuários foram prejudicados, por causa da decisão de um juiz.

O caso acontece ao mesmo tempo que, nos Estados Unidos, a Apple levanta um grande debate sobre a responsabilidade das empresas em proteger a privacidade dos usuários. O WhatsApp fez com que seu sistema não armazene as conversas de seus usuários, o que é algo muito positivo, se pensarmos de forma coletiva. Em um mundo onde hackers invadem servidores de empresas para obterem dados, senhas e números de cartões de crédito, é um alívio sabermos que o WhatsApp não guarda nossas mensagens e imagens com eles. E usar de meios jurídicos para obrigar as empresas a mudarem este comportamento é um retrocesso, em termos de segurança.

via Extra

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Jeff

    Isso é coisa de juiz que quer aparecer na mídia tentando imitar Moro. Lamentável, mas desta república de bananas não espero mais nada.

    • Ticiano

      Sem querer causar polêmica aqui, mas o juiz não tem obrigação de entender perfeitamente de todos os assuntos técnicos que passam por ele. Para isso ele pode usar o conhecimento de técnicos ou empresas de consultoria para assessoramento em determinadas questões. Ele deve ter baseado suas decisões usando esses elementos.

      • JanjaBoy

        Será?

      • MrSantiago

        Tudo bem que ele não seja obrigado a entender perfeitamente de todos os assuntos técnicos relacionados a WhatsApp. Então o que se deve acontecer é colocar alguém que entenda é como vc chamar um pedreiro pra consertar carro. Se não tem conhecimento, não se mete.

      • Marcus Malacarne

        Ele não tem a obrigação de entender perfeitamente de todos os assuntos técnicos que passam por ele? Neste caso então, ele não deveria ter o poder de emitir uma ordem de prisão para quem quer que seja, se nem ele sabe o que está julgando…
        Casos que necessitem de conhecimento especializado, como é o caso de casos que envolvam conhecimentos tecnológicos, deviam exigir juízes também especializados… Minha opinião

  • 2016, o ano da “segurança digital”.
    Haja pipoca pra acompanhar todas as tretas que ainda vão rolar.

    • Leticia Barreto

      Já vejo esse tem como possível tema para a redação do enem ! Lá vem a história de Edward Snow de novo.

      • Mto bem lembrado! Tem tudo pra ser tema de vários vestibulares também.

  • Arley Martins

    Juiz querendo ficar famoso. E BRAXIL. X de LIXO.

  • Ze Binsk

    Espera aí. Não é bem assim não. Se você trocar de aparelho e instalar o whatsapp do zero, ele mesmo vai perguntar se você quer recuperar mensagens antigas. Não sei quanto tempo guardam esse backup, mas que guardam algumas mensagens, isso é fato. Sobre a criptografia end-to-end, tudo bem para a maioria dos usuários, mas se a justiça pedir para gravar a comunicação a partir de um certo momento, é só eles colocarem um man-in-the-middle na conversa que vão conseguir. Igual fazem as teles para gravar conversas de áudio com autorização judicial.

  • Besta Tropical

    O Brasil é um anão diplomático mesmo. Prender quem ganhou sítio e triplex com dinheiro desviado que é bom, nada! Vergonha!

    • Fernando

      Pensei em postar a mesma coisa, mas achei que esse comentário não cabia ao post…
      Infelizmente parece que cada dia eu fico mais intolerante com as coisas que acontece no BR, nada faz sentido.

    • Caio Cartaxo

      Que triplex amigo? O da familia Marinho? Kkkkk confesso que fiquei curioso.

    • Titanium

      o facebook iria ficar offline propositalmente e perder milhoes de dolares em propaganda e pagar multa aos anunciantes no site por ficar offline só pra fazer uma retaliação? Quem sairia prejudicado seriam eles mesmos…

  • Pedro Reis e Vaz

    Se alguma vez ele fez o Backup, o whattapp tem sim as mensagens. Além do mais, quando você deleta o whatts e reinstala, se vc salvou na nuvem o backup ele restaura de lá.

    • Anônimo

      Verdade… um criminoso deve mesmo fazer backup de conversas que o incriminem.

      • Pedro Reis e Vaz

        Se você soubesse interpretar uma resposta ia entender que estou falando que eles sim ficam com parte dos dados e não se o criminoso faz backup ou não.

        • Anônimo

          Quais foram as suas primeiras palavras? “Se alguma vez ele fez o Backup…” Preciso dizer algo mais?

    • Rodrigo Abdalah Freitas

      O backup que o WhatsApp faz, fica no iCloud, logo a sua afirmação é inválida. O iCloud é um serviço da Apple e não tem nada a ver com o WhatsApp.

    • Tarlan Brunet

      Mas o WhatsApp não usa os próprios servers para o backup. No iOS por exemplo, ele usa o sistema de armazenamento do iCloud. Se você não usa iCloud, ele salva tudo no Backup do iTunes. No Android, suponho que seja o GoogleDrive ou o usuário escolhe como salvar um backup.

    • Alisson Rocha

      Pedro, este backup ao qual você se refere fica no iCloud, e não nos servidores do WhatsApp.

      • Pedro Reis e Vaz

        my mistake. Você está certo.

    • Além do que já disseram, o backup do iCloud é criptografado, o que impossibilita (mais uma vez) o fornecimento de dados.

    • Titanium

      o backup das msgs não fica nos servidores do whatsapp… pelo menos no iphone o backup das conversas ficam no icloud, eles teriam que pedir o backup para Apple e no Android sei la onde fica mas creio eu que seja no google drive ou sei la

    • Marcus Malacarne

      Tem certeza disso? Posso estar falando uma tremenda besteira, mas tenho quase certeza que o backup não é feito nos servidores do WhatsApp, pelo menos não no iPhone… E sim nos servidores da Apple, através do iCloud.

  • JanjaBoy

    Se vergonha alheia matasse…….

  • Mimi

    Até a apple já ajudou com informações para investigações criminais.
    Por que o facebook não pode ajudar?

    • Gabriel Medina

      Pelo fato de ele não ter os dados? como foi informado..

    • Eles não possuem os dados, e os que estão temporariamente no servidor até serem entregues são criptografados. O que a justiça está solicitando é impossível, então o “por que não ajudar” é incabível. Mas tenho fé que o comentário tenha sido irônico. 🙂

  • Fern

    Síndrome de Moro.

  • Jefferson Soares

    Tenho certeza que esse juiz deve usar uma Olivetti diariamente.

    • Hahaha provavelmente. É impressionante a quantidade de pessoas completamente desinformadas em cargos de “segurança digital”.

  • Meu Deus… Passou a vida trancado num quarto, estudando, nem sabe o que é WhatsApp… ??????

  • Alisson Rocha

    Brasilsilsilsilsil

    • BS

      Pra que achar que tudo de ruim só acontece no Brasil? Em alguma nação não muito poderosa algo similar está acontecendo entre Apple e FBI……

      • Alisson Rocha

        Tudo bem que as situações tem alguma semelhança, mas na verdade são diferentes. Aqui, a justiça pede uma coisa impossível para a empresa, e com a negativa, manda colocar um executivo na cadeia. Lá, o que eles estão pedindo não é impossível, e mesmo diante das discussões filosóficas e tecnológicas que estão acontecendo em todo o mundo, pelo menos por enquanto ainda não fizeram nada drástico.

        • Marcus Malacarne

          Exatamente, o caso tupiniquim é tipo se o juiz tivesse pedido pra operadora as gravações de todas as ligações do tal suspeito, sem nunca ter solicitado um grampo antes. Esses juízes…

      • Mark Nas

        não é bem similar não amigo… na verdade o FBI possui o dispositivo e queria q a Apple o desbloqueasse pra terem acesso ao conteúdo… o tal juiz aí queria q o WhatsApp tivesse uma cópia de cada conversa de cada pessoa do planeta e selecionasse só as dos criminosos em questão pra ele… aí por “se recusarem” a fazer tal coisa, resolveu prender o representante da empresa dona da outra empresa, q na cabeça dele é quem deu a “ordem” de não fornecer os dados….

      • Similar? Pelo amor de deus, quer dizer do juiz, um cidadão foi preso aqui. Não tem absolutamente nada de similar. kkk

  • É uma situação completamente absurda. Prender o Vice-Presidente do Facebook na América Latina por uma decisão não cumprida do Whatsapp me soa como um chefe de uma organização criminosa, sequestrando um executivo para uma chantagem. Eu entendo que, teoricamente, é por uma “boa causa”, mas é completamente incabível a ação tomada e a falta de conhecimento técnico para embasar a solicitação.

    O mundo caminha para um destino de retrocesso na segurança das informações da população, do jeito que a coisa anda (isso não é exclusividade do Brasil; vide caso FBI x Apple).

  • Alex iPilot

    Então o juiz irá agora enquadrar em “Facilitação de Atividade Criminosa”, rsrsrs… É uma merda! Seja aqui, nos EUA ou em qualquer lugar, não estamos preparados para interpretar a lei nestes tempos modernos. E o escrito continua valendo, utilizado por quem tem poder para tal. Na década de 60 ou 70 o futurólogo Alvin Tofler já alertava em “O Choque do Futuro” que a humanidade não estava preparada para a velocidade de seu avanço tecnológico. Ele profetizava o caos. Eu entendo que o “precedente perigoso” não é o tal backdoor, mas foi o que as empresas de tecnologia acabaram fazendo, criando tecnologias SUPOSTAMENTE seguras, permitindo nossa exposição ao risco, sem que a sociedade (governos e cidadãos estivessem preparados). Então essas empresas não imaginaram que essa ferramenta poderia “cair em mãos erradas”, seja de bandidos ou de pretensos “mocinhos”???

  • Fabio

    Só quem respeita a Lei tem direito a privacidade. Uma lei mundial deve ser criada registrando quem tem ou teve problemas com a Lei e esses individuos devem perder o total direito a privacidade

    • Victor Zavecz

      Parabéns pelo seu BRILHANTE comentário.

      Agora, com toda sua capacidade de raciocínio e conhecimento, gostaria que elucidasse a todos nós como essas pessoas receberiam dispositivos distintos dos “cidadãos comuns” e como esses dispositivos receberiam sistemas com backdoors, para permitir às autoridades competentes violarem a privacidade dessas pessoas.

      Você propõe exatamente o que a Apple afirma ser inviável fazer e ainda vai além, falando que uma pessoa deve perder seu direito à privacidade e que essa lei deveria ser MUNDIAL.

      Você é um JÊNIO, JÊNIO com “J” de JUMENTO.

  • Antonio Frederico

    Privacidade é um paradoxo. As pessoas vivem se expondo, a rede social é justamente pra pessoa abrir pro mundo quem ela é e o que faz. Mas a percepção das coisas pelas pessoas consiste nas suas experiencias pessoais. Uma pessoa que nunca precisou de um mandado de justiça pra quebra de sigilo porque o filho ou o pai foi assassinado vai com certeza achar um absurdo essa quebra de privacidade. Mas deixa você passar por isso e ouvir de um promotor que não estão conseguindo achar o assassinado do seu filho porque eles não tem acesso ao iPhone do bandido porque a Apple não dá meios da justiça obter informações.
    Veja bem, não estou nem de um lado nem de outro, estou apenas ponderando que nós aqui opinamos baseados nas nossas emoções pessoais, fica difícil dizer quem está certo e quem está errado.
    Houve exagero? Houve excesso? Talvez sim. Mas o assunto “privacidade” é mais complexo do que possa mensurar os imaginários de cada um de nós.

  • Um chip de celular custa R$ 10,00 e vende em todo lugar sem apresentar documento e se ativa em casa com qualquer CPF válido, se criarem um dia uma lei do tipo que querem em nome da segurança só prejudicaram o cidadão de bem pq os criminosos continuaram a cometer seus crimes, ou alguém aqui acha que o bandido usa o chip no cpf dele e usa o mesmo chip. Quer melhorar a segurança comece recadastrando toda plataforma móvel com apresentação de documento presencialmente.
    Ps: Esta medida não resolve mas ameniza (bandidos mesmo tem documento falso perfeito no Brasil).

  • Marcelo Assmann

    Pessoal, desde que o Whatsapp atualizou ontem, meu iphone6 16GB fica com armazenamento cheio mesmo sem eu fazer nada. Restaurei um backup e continuou, vejo em tempo real a memória descendo, até zero, daí não consigo fazer mais nada. Se apago fotos, em questão de segundos o armazenamento está cheio novamente, sem eu nem encostar no celular. Hoje de manhã pensei que estava resolvido, estava com 3,3GB livres, agora já está em 1,2GB, parece que conforme abro o whatsapp, ele suga a memória. Não sei mais o que fazer, me recuso a apagar todas minhas mensagens e históricos, putz, até porque, acho que não vai resolver o problema. Outra coisa que notei é que o icloud está bugado, e mesmo eu já estando na última versão do ios, quando pluguei o celular no pc, o itunes atualizou o ios, pra mesma versão! -_- Alguém com problema parecido?

  • Titanium

    esse lance de internet é coisa nova pra essa geração que ocupa esses cargos de juiz ainda, eles não manjam muito… igual minha mãe que mal sabe usar o facebook, talvez daqui muitos anos quando eles morrerem e as pessoas que hoje são crianças ocuparem esses cargos de juiz e etc… o pessoal já vai manjar bastante de tecnologia e como as coisas funcionam ai não terão pedidos sem pé e nem cabeça que nem esse, espero eu

  • JanjaBoy
  • Thiago

    O Juiz agiu de acordo com a lei iLex. O marco civil da internet, uma lei aprovada pelo legislativo brasileiro, determina que os dados devem ser guardados pelas empresas. Se o whatsapp quer operar no Brasil ele precisa se adaptar às leis daqui e cumprir as ordens judiciais. A questão não está relacionada ao conhecimento do magistrado sobre tecnologia, mas sim sobre o descumprimento da lei pelo whatsapp.

    • Alex iPilot

      Muito bem lembrado! E o marco civil brasileiro, já em vigor, é elogiado internacionalmente, servindo de modelo! Mas em geral desconhecemos e caímos no velho hábito falar mal do Brasil…

  • Pablo Rangel

    O Brasil precisa de uns 100 anos de escolas de qualidade para poder pensar em debater algo desse tipo.

  • Alex iPilot
  • Leonardo VimpriO

    Ele é Deus, por isso ele pode!

    • Exato, ordem de prisão de um deus não opino, pois religião não se discute.

  • FRANCISCO

    Já paralisamos o WhatsApp, agora prendemos o vice -presidente do Face Book; mas o nosso sonho é chegarmos no presidente da APPLE e da MICROSOFT. Com nóis Brasuca , não tem essa de justiça não! Como se falava na ditadura , nós prende e arrebenta!.

  • Elton Fabricio

    Tipo… mandaram prender o carteiro porque a carta que ele entregou continha detalhes de um crime (mesmo que ele afirme que não leu a carta). Legal… justiça brasileira é isso aí.

  • Jean Lavallé

    Salvo engano, todos que escreveram abaixo, e inclusive este blog, estão enganados. O processo corre em segredo de justiça, como sabem o que o juiz pediu? Se podia pedir, de acordo com o Marco Civil? E se por isso, decretou a prisão por descumprimento ilegal? Antes de ver a cópia do processo, todos, e este blog, só estão criticando sem saber. Salvo engano, reitero.

  • Luís Eduardo

    É muita pretensão achar que um juiz federal é ignorante assim
    Vocês são muito vira-latas

  • Roberto Tamelini Junior

    Concordo com o Ticiano, o Juiz não é obrigado a entender de tecnologia, há auxiliares que fazem este serviço, mas mesmo assim, penso que o problema não é apenas este caso, se há um laudo falando que pode ser feito, ou um “zé mané”que se diz perito de TI, o juiz vai acreditar, isso acontece todos os dias, inclusive fora do brasil, como no caso entre a Apple e a Samsung (quebra de patentes), ademais há um ranço entre o WhatsApp e a Justiça brasileira, não acho que o Juiz esta errado, as pessoas tem mania de endeusar empresa estrangeiras em detrimento do que nós brasileiros fazemos.

  • saco muxo

    Imaginem que seu filho foi sequestrado e vc precisa ter acesso a conversa dos criminosos para resgatar seu filho. O que vc acharia do juiz agora? Agora no caso do FBI e Apple é outra história, a Apple está certa. Porém facebook não.