Curiosidades

O Apple Watch parece não medir tão precisamente passos e distâncias quando está sem o iPhone

O Apple Watch é bem conhecido pela precisão de suas medições de atividade quando usa também os sensores do iPhone. Com a atualização do seu sistema, o watchOS 2.0 passou a permitir que aplicativos rodem no relógio sem a necessidade do iPhone estar por perto, o que é perfeito para esportistas que querem medir sua atividade física (passos, distância, velocidade) sem serem obrigados a carregar o iPhone junto.

O problema é que, na prática, o Watch não parece ser tão preciso quando não está junto com o iPhone.

Quem analisou isso foi Graham Bower, do Cult of Mac. Ele é um praticante de corridas e sempre gostou de usar a dupla Watch+iPhone para medir seu desempenho. Com o aparecimento de aplicativos que fazem estas medições sem precisar do celular, ele resolveu deixar o iPhone em casa e partir para sua corrida matinal apenas com o relógio.

flppy-arms

Ele notou que o resultado estatístico não é o mesmo. Em seu trajeto habitual de 11,5 km, o relógio acabou marcando 17 km, uma diferença bastante considerável. Ele percorreu a mesma distância outras três vezes e o relógio deu medidas diferentes para cada uma delas.

Ele afirma que com o iPhone junto, a distância marcada é sempre a mesma, precisa. Mas o relógio sozinho não dá conta do recado, nem mesmo quando é “calibrado“, como sugere a Apple.

É interessante ler o artigo completo (em inglês) com todos os detalhes da experiência. É importante que os usuários de Apple Watch que o usam para medir exercícios saibam que a medição pode não ser tão fiel quando o iPhone não está junto. Aliás, um estudo já tinha mostrado que o iPhone sozinho é tão preciso quanto a maioria das pulseiras inteligentes voltadas para a saúde.

Se você comprou um Apple Watch e quiser saber mais coisas sobre ele, não deixe de ler nosso livro 50 Coisas Bacanas para se Fazer com o Apple Watch.

Eu sinto problema às vezes na medição dos batimentos cardíacos, que nem sempre parece estar tão acurada em momentos mais intensos, como subida de morros, em minhas caminhadas habituais. E você, usa o Apple Watch para exercícios? Como está sendo sua experiência? Conte-nos aqui nos comentários.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • William Youssef

    Infelizmente os meus batimentos pararam de registrar desde o dia 17 de outubro (horário de verão), alguns aplicativos de corrida ainda estão com alguns bugs, uso atualmente o runtastic, pois ele armazena as informações dos batimentos no app, mas ultimamente nem ele tá registrando 🙁

    • Eduardo Pires

      Resolvi isso HOJE somente indo na parte de fuso horário e marcando pra Fernando de Noronha. Ele não irá alterar o relógio nem nada. E voltará às informações dos dias não registrados (deve ficar na memória) …

      • William Youssef

        Obrigado pela dica, mudei e também apareceu, vou manter assim por enquanto…

      • Priscilla Mansur

        Valeu pela dica! Funcionou!!!

  • Marcio Nardo

    Para esportistas esse Apple Watch não serve pra nada. Temos que levar o iPhone pra tudo. De bicicleta até que vai, mas pra correr não serve. O melhor investimento que fiz foi comprar um Garmin Fênix 3, que para mim que ando de bicicleta e corro, é o melhor equipamento que existe. Quando o Apple Watch tiver um gps, pode ser que as coisas mudem, mas sem gps não dá. Falam que o problema é a bateria, mas poderia ativar o gps somente quando fosse usar, igual ao Garmin.

    • Júlio Neves

      Faço das suas palavras, as minhas! Esporte mesmo, pra quem nada, corre e pedala, ainda é o Garmin. Infelizmente o Apple Watch ainda não dá conta do recado. Porém, eu espero uma GRANDE atualização de Hardware no Apple Watch Sport 2, com GPS, suporte a ANT+, GLONASS e Resistente a pelo menos 1 atm. (10 metros).

      • Wanderley Gigante

        O ANT+ acho extremamente improvável, mas assim, eu acabo levando o iPhone por causa da possibilidade de ouvir musicas durante a atividade, e assim sendo uso um frequencímetro bluetooth e posso falar com conhecimento, as medições do Apple Watch são menos precisas do que a do frequencímetro.

    • Eduardo Edu

      Também estou satisfeito com o Garmin Fênix 3. Uso para nadar (sem GPS) e para remo (com GPS) e tudo certo. A contagem dos passos está divergente com o iPhone, mas ainda não parei para verificar qual medição está correta. A bateria demora tanto para descarregar que às vezes até esqueço que esse relógio precisa ir para a tomada. As funções que necessitam do celular (agenda, previsão do tempo e notificações) estão funcionando bem depois das últimas atualizações. O Apple Watch tem muito potencial para se tornar um grande relógio de esporte, mas ainda não está pronto à exemplo do que foi o iPhone antes do 3GS (quando faltava até o básico como emparelhamento Bluetooth)

  • Wagner Zaniboni

    Eu uso bastante o Apple Watch para registrar minhas corridas. Quando vou correr uso o Nike Running também e ligo ambos. Entao tenho 3 medições, do Watch, do app Nike e da esteira. O Watch registra sempre no mínimo 20% a mais de distancia percorrida. Enquanto o Nike e a esteira quase não tem diferença de medição. Ah, isso sempre com o iPhone no bolso. Uma pena, porque gostaria de usar so o Watch, mesmo porque a Apple ainda não deixa o app da Nike registrar meu batimentos. Achei que essa diferença era problema so do meu Watch!

    • Gabriel Romanizio

      que isso, que doidera, no meu caso, o watch registra um pouco abaixo, mas longe de ser 20%, é algo como: na esteira registra 5km, no watch 4,9km.

      • Raphael Ferreira

        o mesmo pra mim! correndo na esteira se mostrou muito apoximado!

    • Ricardo

      A Apple permite sim usar o batimento. Veja o Runtastic. A Nike que não atualizou o App dele e fica com essa mensagem errada.

      • Gabriel Romanizio

        O app da nike usa registro de batimentos ja sim. Eu uso o mesmo. Basta ativar permissão para leitura dos batimentos no app Saude.

        • Raphael Ferreira

          E quanto ao prórpio “Exercicios”, o que vc acha?

    • Anderson Siqueira

      Agora imagine a doideira para quem tem um iPhone 6 Plus ter que levá-lo para a corrida.

      • Marcelo Bernardes

        Eu achei uma ótima solução pra isso. Comprei na amazon uma espécie de moneybelt, tipo uma pochete que é hipermeável e super confortável. Se chama “Running Belt from BeSportWise fits from iPhone 6+”e vc encontra pela Amazon. É super confortável e vc nem percebe que está com o telefone.

        • Jef

          Tu comprou do site e pediu para entregar no teu endereço aqui no Brasil? Saiu muito caro o frete?

          • Marcelo Bernardes

            Nao. Estava no Estados Unidos. Aproveitei a oportunidade de uma viagem.

  • Bruno Silva

    Eu nunca me interessei por warables. Eu acho que todos eles são um embuste. Mas eu concordo que eles são uma boa estratégia para vender produtos.
    O primeiro item, da mania da computação wereable, foi essencialmente um cronógrafo, o relógio de pulso. Ele basicamente dizia o tempo, o que já era um motivo suficientemente convincente para se usar um. Tão logo smartphones chegaram, os relógios de pulso tornaram-se acessórios inúteis e a maioria das pessoas está contentes por se livrar deles. Hoje em dia os smartphones são como os relógios de pulso, só que vem com um computador auxiliar.
    Mas para os adeptos da computação wearable, isso não é o suficiente. Você tem que ser monitorado por máquinas o tempo todo, mesmo quando for para a cama. Quando à saúde é usada como desculpa para esse monitoramento, temos o movimento dos auto quantificados. Pessoas que se ligam a caros sensores de auto-análise para monitorarem tudo. Existem sensores para gravar a elevação do seu ritmo cardíaco e as flutuação do nível de açúcar no sangue. Esses sensores conseguem enviar uma mensagem de texto avisando sobre as mudanças. Estes hipocondríacos em formação que acham que é legal e importante saber como sua pressão arterial é afetada por uma viagem de elevador são os mais fáceis de serem atropelados por um carro. Mas estou divagando… Existem sensores até para você colocar debaixo do colchão para monitorar o seu padrão de sono e mostrar um relatório diário. O que diz esse relatório exatamente?
    Se você reparar, a maior parte dos usuários de tecnologia possuem idades na casa dos 15 a 35 anos e quase não correm risco de qualquer tipo de problema médico (exceto aqueles causados por carros se aproximando). Além do mais essas idiotices tecnológicas estão ajudando a promover as novas ideais do que é ser natural, futurista, benéfico ou mesmo desejável.
    De acordo com o viés piegas da nossa cultura, para toda e qualquer tipo de concorrência, quais os critérios de comparação e escala de valores vamos produzir e adotar a partir desse estagio?
    Então este serão os novos concursos. “Meu colesterol é melhor que o seu!”
    “Minha pressão arterial sistólica é melhor que a sua!” Olhem meu batimento cardíaco. Eu venci!”
    Nós já vemos a concorrência entre as pessoas quando cada uma resolve mostrar o seu smartphone numa reunião. “Você já tem o mais novo?” “Que chique!”
    Acontece que as pessoas realmente gostam de competir e vencer… mas ter que aturar as pessoas se gabando sobre o fato delas terem uma boa saúde e vão poder provar isso minuto a minuto, é patético e terrível. De uma forma ou de outra competição não é nada mais do que gastar dinheiro. E quanto dinheiro você está disposto a gastar para elevar a sua auto-estima? Porque auto-estima equivale a despesa.
    Sejam bem-vindos à versão mais recente do consumo conspícuo, otários.

    • Marcos

      Com todo respeito, eu não li o seu comentário,
      mas fiquei admirado ,
      pela sua paciência para escrever tanta coisa, mesmo com a possibilidade da maioria ignorar.

      • Bruno Silva

        É por isso que eu duvido que um dia o Brasil seja uma nação letrada. Se por acaso isso acontecer, os brasileiros lerão os textos errados. Se calharem de ler os textos certos, não conseguirão entender uma palavra do que leram.

    • meu maior medo são “bateria” você nunca se sabe ate quando vão funcionar.

    • Alexandre Cukier

      Eu acho engraçado ver como há pessoas que acham que são donos da verdade… E resolvem criar teorias furadas para explicar uma realidade complexa através da simples criação de estereótipos…
      Bem, para os que se incomodam com a sociedade de consumo – Cuba sempre é um destino possível!

      • Bruno Silva

        Eu sempre tive um pouco de pena das pessoas que leem os meus comentários.

        • Alexandre Cukier

          Não precisa ter pena de ninguém… Mesmo longo e pobre de análise, acredito que ninguém ficou com pena da opinião deste seu comentário.

    • André Sanches

      Que falácia

    • Carlos Dasmer

      Isso é uma opinião ou um TCC? hehehe

    • Raphael Ferreira

      vamo$ ga$tar!!! fod*****

  • Eduardo Pires

    Resolvi isso HOJE somente indo na parte de fuso horário e marcando pra Fernando de Noronha. Ele não irá alterar o relógio nem nada. E voltará às informações dos dias não registrados (deve ficar na memória)

  • Também percebo que ele se perde quando a freqüência cardíaca visivelmente sobe rapidamente, como quando subo escadas por exemplo. Outra coisa, ele se perde quando uso o app exercício e o runkeeper ao mesmo tempo. E tirando a pulceira de couro que está me dando alergia é show de bola.

  • Gabriel Romanizio

    constantemente uso meu watch sem o iphone correndo na esteira, e a mediçao dele é praticamente a mesma que a esteira registra. Na rua nunca fiz o teste sem estar com o iphone.

    • Cara… Tem alguma coisa errada no seu comentário! 😛

      • Gabriel Romanizio

        O que de errado? Nao entendi..

      • Gabriel Romanizio

        Acho que você nao entendeu o que eu escrevi.
        Na esteira, corro constantemente sem o iphone comigo, somente com o watch, a diferença é muito pequena entre esteira e watch.
        Na rua, nunca fiz o teste de correr somente com o watch (nunca fiz o teste sem estar com o iphone), sempre que corro na rua, corro com watch e iphone, logo, tem-se a referencia do gps do iphone para ajudar na precisao.

    • Gaius Baltar

      Ele registra a contagem de passos sem você sair do lugar? Baseado em que?

      • Gabriel Romanizio

        Baseado na calibraçao feita correndo na rua. Simples.

        • Gaius Baltar

          Bem esquisito. Mas se é assim, beleza.

  • flaviomurad

    Uso o Watch sempre na esteira da academia. E sempre os batimentos cardíacos de ambos parecem “sincronizados”, de tão perfeitos. No máximo 1 bpm de diferença entre eles. To mais fã do Watch a cada dia que passa! A Apple é realmente foda e até as minhas músicas do Deezer que eu ouço num fone wireless da Beats, eu controlo pelo Watch, sem precisar pegar o celular. Perfeito!

  • Rob Simões 

    Acho que tem alguma coisa errada com o Watch dele. Desde o lançamento tenho acompanhado diversas pessoas que fazem atividades físicas nas redes sociais e muitas delas ficaram impressionadas com o contrário, ou seja, o Watch era extremamente preciso mesmo sem o iPhone, fazendo comparação com monitores com GPS integrado.

    Eu uso o meu sem o iPhone, e as distâncias são calculadas com grande precisão. Participo de um grupo do Apple Watch no Telegram e as impressões lá são as mesmas.

    Quanto aos apps de terceiros, Runtastic e Runkeeper que foram atualizados pro watchOS 2 são um LIXO. O Nike que nem foi atualizado nem se fala.

    Por enquanto fico com o nativo, e muito satisfeito.

    • Lucas

      Cara pra mim também está perfeito, com ou sem iPhone ele calcula muito bem, participei de uma corrida domingo agora somente com watch, e um amigo tinha um garmim, foi a mesma distancia não sei também como o cara da matéria esta dando diferenças tao grandes

  • Rob Simões 
  • KB

    … meu Nano 6 continua firme e forte registrando os passos sem precisar do iPhone… 🙂

  • Primeira versão é assim mesmo, sempre ouvi dizer que é melhor esperar a segunda versão pois por se tratar de uma tecnologia nova, nem sempre pode compensaro investimento.

  • Primeira versão é assim mesmo, sempre ouvi dizer que é melhor esperar a segunda versão, pois por se tratar de uma tecnologia nova, nem sempre pode compensar o investimento.

  • Claro que o Apple Watch é maravilhoso, e realmente me fez vontade de ter um, mas vou esperar a próxima versão, pois além do dólar estar obscenamente alto eu prefiro esperar a próxima versão com melhorias.

  • Uso o app nativo, raramente corro com iPhone no bolso e a diferença no meu Watch sempre foi mínima, quando errou. Tipo, 9.9 ou 10.1 em um trajeto de 10km. Mas normalmente dá certinho.

    O que acho RUIM mesmo é não ter como ativar um “modo motorista”, pq ele sempre registra exercícios quando estou dirigindo, por causa das trepidações da pista.

  • André

    Ainda bem que não comprei! Vou esperar o Apple Watch S – risos.

  • Gaius Baltar

    Desde que adquiri um iPad original eu tenho muita cautela em comprar algo na primeira geração. É bacana? É, mas os early adopters são beta-testers dos usuários “normais”. Com o passar dos meses é que nó (e a Apple) vamos tendo noção daquilo que falta no Watch. Se a segunda versão do relógio tiver a mesma diferença que tiveram iPad original e 2 teremos um dispositivo pronto para o mercado. Até lá os beta testers vão fazendo o seu trabalho. ?

  • Felipe

    Tipo o iPhone contando os passos sozinho? Porque pelo o que eu vejo, a medição de passos do iPhone nunca dá o número certo…

  • Kleiton AllanKestter

    pq vcs não lançam um aplicativo do site de vcs?

  • Anderson Siqueira

    Se eu tiver que estar com o iPhone 6 Plus comigo enquanto corro (imaginem a comédia) então o watch perdeu o sentido.

  • Hades666

    Como não uso para exercícios e levantamento de copo ou afofamento de sofá ele não registra, por mim tanto faz….passo.

  • Gabriel Romanizio

    Tambem nao entendi esse artigo, pois o meu watch é bem proximo do registro em esteira e na rua (maioria das vezes junto com iphone).
    Quanto ao app da Nike, eu uso ele também, e ja permite ler os batimentos cardiacos, basta permitir no app Saude que o app Nike leia os batimentos. Obs.: dentro do app da nike continua uma informacao dizendo que a apple nao permite que apps de terceiros leiam os batimentos, isto esta desatualizado, mas o app em si ja lê os batimentos.

  • Lucas Kich

    Ué. Isso já veio no Windows Phone 8.1 nativamente

  • CEGMont

    MS Band + iPhone = Casal Perfeito …

  • Fábio Carvalho Dos Santos

    Eu uso junto com o iPhone 6 para correr. Rodo o aplicativo exercício no relógio e o Runtastic no iPhone. Percebi que há uma diferença na medição de distância entre os dois, pois tento iniciar a corrida ao mesmo tempo e o relógio sempre fica atrasado na distância, apesar do atraso ser constante (aproximadamente 150 metros).
    Uma crítica: apesar de ter o aplicativo Runtastic no Watch, vc só consegue iniciar uma corrida livre e não consegue acessar seu plano de treinamento. Acabo tendo que rodar o aplicativo no iPhone e aparece uma mensagem explicando que a Apple não permite que o aplicativo do iPhone acesse o relógio. Às vezes esse controle da Apple é exagerado e limita a experiência do usuário.

  • Amilcar do Amaral

    Tu chegou a testar o Strava? Pergunto pois estou no “compra, não compra o watch” e É o app para ciclismo mais popular e não sei como está no relógio…Uso o Garmin na bike, mas depois sincronizo com o Strava, daí minha dúvida.

    • Murilo Herrmann

      Pois é. se o Strava for bom, já me confirma um pouco mais a compra do Watch também. estou esperando mais reviews

    • Rob Simões 

      Esse nunca usei.

  • Denys Volpe

    O contador de passos do watch é uma grande mentira!!! Ele erra em muito. E eu não consigo sincronizar minha cinta da polar com o relógio. Alguém sabe o por que ?

    Abs.

  • Helbert

    Comprei o Apple Watch Sport come esta finalidade (monitorar minhas corridas e pedaladas), mas com toda ctz existem opções melhores para esta finalidade (GARMIN).
    Corro todos os dias cerca de 10km. Faço sempre o mesmo trajeto, mas o maldito do apple watch marca sempre uma distância diferente… (que varia de 10,8km a 13km)
    com relação ao sensor de batimentos cardíacos, fiz um eletrocardiograma e fui comparando o valor marcado pelo watch e o valor do equipamento médico. o apple watch marcou certo (com variação máxima de 2bpm) do início ao fim do exame. (12minutos de exame, correndo na esteira, cheio de sensores pelo corpo)

    Uma vez o miserável do AppleWatch me acordou de uma soneca no ônibus dizendo que eu havia batido a meta de exercícios do dia… O miserável computou meu COCHILO no ônibus como um exercício… (eu estava só com o Watch, sem o iPhone.)

    Como não faz o menor sentido levar meu 6plus pra correr, o que me resta é xingar muito no twitter até que a Apple faça os 400 dolares valerem a pena…
    SPOILER: esta primeira versão não vale nem nunca valerá. só vai prestar qnd tiver um GPS embutido e for totalmente independente do iPhone(talvez nunca). =/

  • Fabio Souza

    Uso durante aula de spinning, o relógio tem muita dificuldade em medir freqüência cardíaca quando essa está mais alta, muitas vezes para de medir no meio da atividade.

  • FlavioCosta

    Comparando as medições de GPS do Iphone 5S com meu Garmin Fenix 2 dá nyita diferença. A impressão é que o iPhone ter maior intervalo de marcar os pontos, daí quando o caminho tem mais curvas faz maior diferença. Mas nunca deu diferença de mais de 10%.

  • Fernando J. N. Fonseca

    A única coisa que o atleta poderá usar no Apple Watch é o cronometro e olha lá….pelo menos até o momento…sou triatleta e não uso o AW para absolutamente nenhuma atividade, a não ser dentro da sala de ginástica para cronometrar o treinamento. Não consigo associar celular no meio de qualquer atividade física. Restringe demais.

  • Fernando J. N. Fonseca

    De qualquer forma tenho uma dúvida: é possível em uma atualização inserir um GPS no relógio?

  • Marcelo Bernardes

    Para prática de esportes eu recomendo utilizar o apple watch em conjunto com a Polar WearLink Transmitter with Bluetooth Compatibility. Batimentos bem mais precisos e as calorias gastas também. Especialmente para quando a atividade não for corridas ou caminhadas.