Apple PayNotícias

Bancos não gostam do Apple Pay

Expandir o Apple Pay para outros países não é algo assim tão fácil. Na Austrália, os bancos estão fazendo de tudo para boicotar o sistema de pagamentos da Apple.

Canadá e Austrália são os mais novos países a receber o Apple Pay, mas pelo menos neste último, os bancos locais estão impondo dificuldades para seus clientes quitarem suas despesas com o iPhone. O porta-voz do partido trabalhista, Ed Husic, acusa o setor bancário de boicotar a Apple, impedindo que seus clientes usem o Pay, o que poderia ser considerado um ato anti-competitivo.

O argumento nos bancos é que a comissão da Apple é muito alta. Nos Estados Unidos, os bancos costumam ficar com 1% das transações feitas, ou seja, $1 a cada $100 gastos pelo cliente. Deste $1, a Apple fica com $0,15 quando a transação é feita pelo Apple Pay.

Na Austrália, a fatia dos bancos não é tão alta, e a cada $100 eles ficam com $0,50. Porém, a Apple insiste em manter os seus $0,15 de comissão, como nos EUA, o que causou protesto dos bancos. Além disso, no país dos cangurus os bancos possuem suas próprias soluções de pagamento mobile, e o sistema da Apple é um grande concorrente para eles. Isto reforça ainda mais a acusação de agir de forma anti-competitiva.

Seja como for, é uma dificuldade a mais que a Apple deve enfrentar para expandir seu serviço de pagamentos para mais países. Inclusive no Brasil.

Via: Cult of Mac – Imagem: Financial Brand

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados