Notícias

Duty Free de Guarulhos monta Apple Shop para quem vai ao exterior

No aeroporto de Guarulhos, no Terminal 3 (dedicado a voos internacionais), há uma loja do estilo freeshop, que vende produtos em dólar por valores mais baratos que os encontrados no resto do Brasil. A explicação para o preço é que eles tem autorização para vender os produtos sem imposto, que só podem ser vendido para viajantes que estão saindo do país, seja para Nova York, Londres ou Buenos Aires.

Agora, quem visita esta loja verá um canto especial com cara de Apple Store, com os produtos da maçã expostos.

A venda de produtos Apple mais baratos no aeroporto não é novidade. O Dufry sempre vendeu iPhones importados um pouco mais caros que nos Estados Unidos, mas com bons descontos em relação ao preço do varejo no Brasil. A diferença é que agora haverá um espaço especialmente dedicado à Apple, com as mesas e o visual parecido com as lojas oficiais.

dufry3 dufry1

Além de iPhones e iPads, são vendidos também MacBooks, acessórios e Apple TVs.

O problema é saber onde estes produtos foram homologados. Se forem modelos vendidos pela Apple Brasil e tiverem o selo de homologação da Anatel na traseira, os viajantes que comprarem no aeroporto e depois voltarem para o Brasil, não serão taxados, pois por todos os efeitos, o produto é “nacional”. Porém, se for o mesmo esquema de sempre, em que o Duty Free vende produtos importados (sem o selo da Anatel), aí eles poderão ser taxados ao regressar ao país, pois são considerados como produtos comprados no exterior, sendo incluídos na cota de US$500.

O artigo que deu origem a esta notícia, da Veja São Paulo, não deixa claro a origem dos produtos, mas afirma que eles não entram na cota dos 500 dólares no retorno. Precisamos ainda confirmar esta informação para termos certeza disso. A loja da FNAC, no mesmo terminal, vende os produtos “nacionais”, fornecidos pela Apple Brasil, mas não tem autorização para vender sem o imposto.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.
  • Tem beats? Sei que é uma merda comparado a outros profissionais, mas quero!

    • Danilo

      Se for o Solo que você quer,fique de olho no Submarino.
      Comprei o meu la por R$180.

      • Mas esse do submarino é o Solo 1, né? O mínimo que já consegui ver lá foi R$ 350,00.

        • Danilo

          Exatamente,eu comprei o meu naquela oferta “Woow”
          E ja te adianto,que apesar de legal,o Beats Solo não vale mais que R$200,eu só comprei porque estava muito barato,não compre por valor acima deste.

    • Gaius Baltar

      Cara, se você sabe que são uma m…, que são caros e que existem alternativas melhores, por que diabos você quer um?

      • Assim, no caso do SoloHD 2 Gold seria pelo design mesmo… Apontei que é uma merda porque não é tão bom quanto outros ai do mercado.

        • Jefferson Soares

          Eu tive um Solo HD e era shit. Outro dia ouvi esse Solo HD 2 e gostei muito do som.

          Eu definitivamente compraria um.

      • Christian Oliveira

        As mina pira! kkk

    • Cassio Delmanto

      Luiz, nenhum é uma merda… o povo xinga demais sem saber… o primeiro Studio e o Solo HD realmente foram bastante negativamente avaliados, massacrados, eu diria, mas eles nem são fabricados mais…

      já o Studio 2 e o Solo 2, quase toda a crítica especializada disse que são fones de muito boa qualidade sonora e de design impecável… evidente que você realmente acha fones igualmente bons bem mais barato, mas acho que isso vale pra qualquer produto, no final das contas… sempre vai ter um semelhante mais barato… e aqui, você acaba pagando pelo design e pela marca… mas de excelente qualidade…

    • Luiz Carlos Souza Antonio

      Por que você não tenta o Monster, acho o preço parecedíssimo e a qualidade de som muito superior

  • @tobimeira

    Será que tá saindo por quanto o Macbook Pro Retina 13″ nas melhores configurações?? Estou doido querendo comprar, e vai demorar pra trazerem dos EUA pra mim.

    • Fabio

      compra no PY meu velho. A passagem pra Foz ta barata. Faz um bate e volta e compra seu negocio

  • Leandro Moreira

    Não acredito que não seria tributado no retorno ao Brasil. Pra fins comerciais a área do free shop é considerada internacional, ou seja, é como se vc tivesse fazendo a compra no exterior. O fato de o produto estar com selo de homologação da Anatel não muda isso. O que pode acontecer é vc tentar dizer pro fiscal que, como o produto tem o selo da Anatel, significa que o mesmo foi comprado no Brasil. Mas, se mesmo assim ele exigir a nota fiscal e com isso restar comprovado que o produto foi adquirido no free shop de saída do país, o produto vai entrar na cota e se sujeitar ao imposto normalmente caso ultrapasse a faixa de isenção.

    • Gaius Baltar

      Seu argumento tem todo o sentido.

    • Giuliana Nogueira

      Na ida entra na cota, mas na volta não entra ☺️

    • Daniel Souza

      Mas isso é legal? Pq assim, no meu ponto de vista tudo que é homologado pela Anatel tem que ter sido comprado no Brasil, não? Vc não encontra produto com o selo da Anatel sendo vendido no Paraguai por exemplo, encontra? Então somente esse fato já não seria suficiente para garantir que o produto é “brasileiro”?

      P.S.: Não estou tentando invalidar seu argumento, é só uma pergunta mesmo, pois pessoalmente fiquei com essa dúvida…

      • Felipe Alves

        Comprando no Paraguai sai com o selo da Anatel normal.
        Comprei o meu la e em todas lojas que procurei eram assim.

        • Daniel Souza

          Nossa, sério? Ta ai uma coisa que eu não sabia!! Pra mim era so o que era vendido aqui dentro… Faz sentido então pedir nota mesmo com o selo da Anatel! Valeu pelo esclarecimento 😉

      • Fernando Nobre

        Comprei um PS3 no Paraguai a uns 2 anos com o selo da Anatel! Por incrível que pareça…

        • Daniel Souza

          É, mesma coisa do caso do Felipe… Não sabia disso! Pra mim só tinha o selo pro que era vendido aqui! Mas pensando melhor o que for fabricado aqui deve ter tb, e pode ser que seja vendido lá fora mesmo… Valeu 😉

          • Daniel Soares

            Daniel, muitas lojas sérias no Paraguai procuram por equipamentos que atendam o mercado brasileiro já pensando nisso. E não é só o caso de iphone não. Comprei uma Canon 70D com wifi a duas semanas lá, e de cara abrindo a caixa, vinha a folha com o selo da anatel de liberação do wifi. Há até uma certa preocupação com o padrão de tomadas (que no Brasil é diferente).

    • Eric Lopes

      Todos podem trazer um celular, um relógio e uma câmera fotográfica sem que esses entrem na cota, então não são tributados. Seu argumento faz sentido apenas para um chute de geral sem levar em consideração a legislação.

  • Bruno d’El-Rey

    Poxa, achei que iam divulgar alguns preços na matéria :

  • Eu tinha escrito um artigo certa vez no passado e acho q ainda vale o que pesquisei na época:
    – ter selo da Anatel pode ser uma boa saída para escapar ao dizer q foi comprado no Brasil, muitos fiscais levam isso em consideração como prova e não te enchem o saco.
    – e você tem duas cotas: U$ 500 dólares de compras no exterior e U$ 500 de compras na Duty Free. Mas isso é valido apenas na volta. Se você comprar o produto na saída, ir por exemplo para a Europa e voltar, vc entra na cota apenas dos U$ 500 dólares do exterior, esse produto não extra na cota Duty Free. Não sei se apresentando a nota fiscal mude a opinião do agente da receita (já que depende do conhecimento dele também), mas no papel é isso. Lembrando ainda que 500 dólares é para avião, terrestre em carro/onibus e navio são 300 dólares.

    E isso tudo é como o artigo falou: depende de ter ou não o selo da Anatel, meio que duvido, a Fnac de Guarulhos por exemplo não tem. E os preços também não são dos melhores, o iPhone 6 16 GB está cotado a 749 dólares, cerca de 50 dólares mais barato que se comprado nos EUA (649 + imposto de 8%).

    • Gaius Baltar

      Curioso, por esse cálculo é mais barato um brasileiro comprar um iPhone aqui em Portugal que nos EUA. Aqui sai por €699 (valor final) e você recebe €92 de reembolso do IVA, ficando o aparelho por €607, enquanto nos EUA o preço final é US$ 700.92 (preço final) ou seja €630. Quem diria…

      • O euro hje está 3,87 no mais modesto dos casos. Fazendo o mesmo cálculo para os brasileiros compensa mais mesmo com o IOF de 0,38 (meio impossível achar euro turismo por esse valor..) . Em compensação a libra, rumo aos 5 reais…

        Resumo da obra: o PT em 12 anos ferrou nossa economia.

        • duane damaceno

          Não querendo defender o PT, mas na era FHC o dólar também tinha valores absurdos (R$3,57).
          Sou capaz de afirmar que o Brasil NUNCA teve bons governantes máximos.
          Acredito que sua frase poderia ser escrita como: “Resumo da obra: os governantes, em 500 anos, ferraram nossa economia”

          • Tiago Albuquerque

            Não querendo defender FHC mas o Dólar subiu muito quando Lula foi eleito e o mercado tinha medo que ele desse um calote internacional.

        • Daniel Souza

          Só uma observação: A Libra já está mais de 5 reais desde o dia 22/07. Atualmente a cotação dela está em 5,45.
          Na sua frase, é melhor considerar como “rumo aos 6 reais…”. Seria cômico se não fosse trágico.

    • Rodrigo Melo

      Lembrando que o viajante tem direito a portar um smartphone sem que seja taxado e/ou incluido na cota. Desde que esteja em uso, e não dentro da caixa.
      Logo, mesmo que o valor seja acima dos 500USD e sem o selo da anatel, não tem problema nenhum pelo ponto de vista da taxação.

      • Eu já li sobre isso mesmo, mas na prática isso acontece ou fica na teoria?!

        • Thiago Martins

          Acontece sim, por que como o fiscal vai provar que você comprou aquele aparelho eletrônico no exterior? você pode ter comprado em outra viagem ou alguém ter trazido pra você de presente em algum momento da sua vida… Eu comprei 2 aparelhos eletrônicos que juntos somaram 2mil dólares, fui revistado, viram tudo e passei numa boa pois eram considerados de uso pessoal (notebook + telefone). Claro que joguei as notas e caixas fora lá no exterior mesmo hehe.

          • Danilo

            Foi sorte sua, porque notebook não é considerado uso pessoal pela Receita, como acontece com telefone e câmera. Você pode até tentar argumentar que comprou no Brasil, mas se o fiscal encrencar não tem choro, tem que pagar.

            • Thiago Martins

              Vish…! Então caso eles encrencassem, eu teria que ter a NFe do meu notebook ? Se sim, isso seria uma total loucura…

            • Danilo

              Pois é… E o pior é que isso vale pra toda vez que você sair do país com ele… Já ouvi falar que o ideal é provar que você saiu com ele do Brasil, tirando uma foto dele no aeroporto, por exemplo, mas não sei se vale (pela lógica sim, mas vai saber o que se passa na cabeça dos fiscais, rs)

  • Vitor TB

    Não sei até aonde compensa comprar no DutyFree sendo que lá o valor é a vista e sai por US$899,00 e nas lojas do brasil se consegue parcelado e com desconto, sem contar que o dolar esta cotado a 3,53 😢

  • Nayane

    Estou indo viajar hoje e acabei de passar no espaço da Apple. Os iPhones expostos estão com o selo da Anatel, então acredito que seja mais fácil não ser taxado na volta.
    Não sei se ficou claro, mas o vendedor disse que esse espaço só existe na área de embarque, devido ao preço dos produtos ser maior que 500 dólares.
    Para que perguntou de MacBook, um Pro Retina 13″ , 8GB de RAM e 128GB SSD está por 1599 dólares.
    No site da Apple Brasil ele sai por mais de 8 mil reais, então até compensa, mas o risco de ser taxado na volta é maior.
    Ah! A loja parcela esses valores em até 10 vezes, convertendo para reais na hora da compra.
    Para quem está indo para EUA ou Europa, não acho que compensa comprar aqui… Mas para está embarcando para lugares onde eletrônicos não são baratos, já é um ótimo lugar para compras os produtos da Apple.
    Espero ter ajudado! 😉

  • Ramón Nervioso

    comprem TUDOOOO que puderem fora do Brasil… evitem dar 1 real sequer de impostos pra este governo… Se la fora custar ate um pouco mais caro, vale a pena mesmo assim, pois lá seu dinheiro será investido no bem comum..

    MALDITO PT

    • Fabricio

      Até concordo, mas se comprar fora e em algum momento isso for taxado você vai estar desinvestindo nessa joça aqui… Lembro que quando fiz doação para aquela campanha do balde de água fria , fiz pelo site oficial da campanha no EUA. Na boa, mas imagina doar para uma organização ou laboratório brasileiro, é jogar dinheiro fora, os caras não tem insumos, equipamentos, estrutura, nada… Isso se o dinheiro não for desviado né. Podem até encontrar algo mas vai ser na pura sorte. Probalisticamente falando seu dinheiro será mais util lá fora, doe seu dinheiro para uma organização séria de primeiro mundo. E se puder, se mude para lá tb.

      • Ramón Nervioso

        Concordo com tudo que disse!… Quantas doacoes ja nao vimos aqui que foi tudo desviado?? O mais recente foi a catastrofe das chuvas no RJ, SC.. etc.. o proprio CQC uma vez instalou um gps numa doacao e foi parar na casa de alguem da prefeitura.. É por isso q eu digo e repito, melhor gastar la fora pq vc pode economizar bastante e alem do mais ajudar aos outros ( lá ) para que tenham serviços publicos de mais qualidade ainda… Num país como o nosso onde nao se respeitam nem quem quer trabalhar com Uber, ameaçando e até sequestrando as pessoas, nao merece a menor credibilidade para as coisas mais sérias…. Ps. Ja morei fora e pretendo voltar a morar novamente, e sugiro q faça isso o quanto antes do nosso país virar mais uma republiqueta bolivariana 😀

  • No aeroporto internacional de Brasília a pessoa passa primeiro na inspeção aduaneira, depois na loja. A Duffy é nojenta, os preços são mais altos que fora do aeroporto, quando a diferença não é insignificante. Em questão de regras a Receita Federal não é 100% confiável, quiça a Veja… kkk

  • Só pra constar, semana passada meu cartão foi clonado e fizeram compras internacionais com ele. Tudo bem que o banco o bloqueou e estornou as compras, mas a questão é: o valor de cambio do dólar veio em R$3,63 na fatura online… Tá triste comprar qualquer coisa fora do Brasil com o dólar nesse valor!!!

  • Pois é, já tive amigos que compraram telefones fora do país, usaram ele na viajem e quando voltaram, alguns foram taxados e outros não..
    Telefones acima de 500 dólares.
    Então acho que é uma roleta, se o fiscal estiver menstruado, ele vai te taxar, se ele copulou noite anterior, vai passar de boa..
    Regras? Quais?

  • Ronilton Ayres

    Alguém me explica uma coisa, eu moro na Califórnia meu iPhone e daqui, se eu for para o Brasil vou ter que pagar imposto mesmo sendo pessoal??😳

  • André Venancio

    Pela lei,se você chegar no Brasil com um telefone ou uma camera não paga imposto algum, pois são considerados objetos de uso pessoal. Agora, se vier com mais de uma unidade, aí sim você paga imposto sobre o que ultrapassar o valor de 500 dólares.

    • André Venancio

      Esclarecendo: mais de uma unidade do mesmo produto. Você pode entrar com um telefone e uma câmera sem problemas.

  • Gustavo Rezende

    Não é para ser taxado, porém, como disseram acima, vai da “interpretacão” do agente.

    Mas você disse que mora nos EUA, se for o caso de estar mudando para o Brasil fica mais tranquilo ainda, você tem o direito de trazer sua mudança sem pagar imposto por isto, é um direito de brasileiros que tenham morado no exterior no mínimo 1 ano e que estejam retornando para o Brasil em definitivo.

  • Marcelo Reis

    reserve o Iphone que é melhor! segue link para os iphones para quem quiser. ta barato mesmo http://www.dutyfreedufry.com.br/search.ep?keyWords=Iphone+6&filters=b200186&sorter=relevance-desc