Rumores

Bloomberg e Re/code: próximos iPhones terão tecnologia Force Touch

Quem acompanha o BDI há algum tempo irá reconhecer esta que é uma das nossas máximas: “rumor divulgado pelo Re/code tem peso de notícia confirmada“. Antigo AllThingsD, o Re/code é um dos veículos preferidos da Apple quando ela quer que uma informação seja confirmada de uma forma mais… digamos… sorrateira. E hoje o site cravou com todas as letras a afirmação “O Force Touch virá na próxima linha de iPhones“.

Quem fez a reportagem (com base em informações obtidas da cadeia de abastecimento de peças da Apple) foi o canal Bloomberg Business. Usar este tipo de informação para embasar qualquer rumor é bastante arriscado, e a própria Bloomberg Business já foi traída por este tipo de informação. Em 2013, por exemplo, eles ajudaram a divulgar um rumor furado de que o iPhone 5s seria vendido somente a partir do fim do ano, por conta de atrasos na produção.

No entanto, com o Re/code confirmando a notícia da Bloomberg, a coisa muda de figura. Agora é bastante seguro afirmar que sim, os próximos iPhones terão Force Touch.

Segundo a reportagem da Bloomberg, os próximos iPhones devem manter os tamanhos atuais de tela (4.7 e 5.5 polegadas), e a produção está agendada para ter início em julho.

A chegada do Force Touch nos iPhones já é um rumor que vem circulando sem muita credibilidade desde a estréia do recurso no Apple Watch. E não é para menos; esta é uma tecnologia extremamente útil, e será muito bem-vinda em qualquer outro produto da Apple. Se você não viu este recurso em ação, dê uma espiada no artigo que fizemos há algumas semanas, demonstrando como ele funciona.

Basicamente, ele adiciona uma espécie de nova dimensão de toque na tela, conseguindo diferenciar entre um toque leve e um toque mais pesado na tela. Dependendo da força do toque, você terá um resultado diferente, podendo por exemplo apertar um botão, ou então chamar um menu escondido.

Esta foi uma solução bastante inteligente encontrada pela Apple para impedir que o tamanho reduzido da tela do Apple Watch acabasse limitando as suas funcionalidades. Porém bastam alguns dias utilizando o aparelho para perceber o potencial que o Force Touch tem para o resto da linha de dispositivos iOS, mesmo em casos onde há bem mais espaço disponível na tela.

A notícia da chegada do Force Touch aos iPhones é especialmente bem-vinda para aqueles usuários (eu, inclusive) que já tentam ativar o Force Touch por engano em seus dispositivos quase diariamente. A menos que o Re/code tenha colocado toda a sua credibilidade a perder, agora já podemos começar a contar os dias para que algo de fato aconteça quando apertarmos a tela com um pouco mais de força. 🙂

via Re/code e Bloomberg

Tags

Marcus Mendes

Publicitário formado pela ESPM-SP. Além do seu trabalho como motion designer, contribui com o Blog desde 2012 e é também um dos editores da Revista iThing. Não sabe dizer o que faz no tempo livre por não saber o que isso significa.

Artigos Relacionados

Back to top button
Close