Rumores

Rumores sobre a autonomia da bateria do Apple Watch

Watch e a sua bateria

A Apple já admitiu que os usuários terão que recarregar a bateria do seu Watch uma vez ao dia, ou deixá-lo carregando durante a noite. Mas ela não detalhou mais informações a respeito.

Agora, rumores começam a circular revelando o que seriam dados mais precisos sobre a autonomia do dispositivo.

Fontes do site 9to5mac afirmam que o relógio poderia aguentar, em média, 19 horas de uso misto. Mas o que seria “uso misto”? Bem, haverá momentos que você usará mais o relógio, como ver as horas, medir seus exercícios ou visualizar mensagens. E outros momentos em que o relógio ficará passivo, com a tela desligada. A título de informação, o Watch é programado por padrão para acender a tela automaticamente quando você levanta o braço em sua direção; ou seja, ele tende a ficar uma boa parte do tempo com a tela desligada.

A tela é uma das responsáveis pelo alto consumo da bateria. A Apple preferiu optar pela qualidade e por isso ela terá uma definição tipo Retina, colorida, com atualizações a 60 frames por segundo.

Outro fator que a Apple não abriu mão foi da qualidade do processador. O S1 tem performance comparável ao chip A5 do iPhone 4S, o que também ajuda a consumir bastante bateria.

Em uso contínuo (coisa que geralmente acontece nos primeiros dias após a compra), a autonomia cai muito, ficando entre 2h30 e 4h, dependendo do app usado. Deixando em stand-by, sem mexer nele, pode durar de 2 a 3 dias.

A autonomia da bateria é considerada como um dos pontos fracos do Apple Watch, pois recarregá-la todos os dias é algo que não estamos acostumados a fazer com nossos relógios normais. Mas isso é um ponto que ninguém ainda conseguiu resolver, nem mesmo os concorrentes que já estão no mercado, como Motorola e LG.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados