Rumores

Rumores sobre a autonomia da bateria do Apple Watch

Watch e a sua bateria

A Apple já admitiu que os usuários terão que recarregar a bateria do seu Watch uma vez ao dia, ou deixá-lo carregando durante a noite. Mas ela não detalhou mais informações a respeito.

Agora, rumores começam a circular revelando o que seriam dados mais precisos sobre a autonomia do dispositivo.

Fontes do site 9to5mac afirmam que o relógio poderia aguentar, em média, 19 horas de uso misto. Mas o que seria “uso misto”? Bem, haverá momentos que você usará mais o relógio, como ver as horas, medir seus exercícios ou visualizar mensagens. E outros momentos em que o relógio ficará passivo, com a tela desligada. A título de informação, o Watch é programado por padrão para acender a tela automaticamente quando você levanta o braço em sua direção; ou seja, ele tende a ficar uma boa parte do tempo com a tela desligada.

A tela é uma das responsáveis pelo alto consumo da bateria. A Apple preferiu optar pela qualidade e por isso ela terá uma definição tipo Retina, colorida, com atualizações a 60 frames por segundo.

Outro fator que a Apple não abriu mão foi da qualidade do processador. O S1 tem performance comparável ao chip A5 do iPhone 4S, o que também ajuda a consumir bastante bateria.

Em uso contínuo (coisa que geralmente acontece nos primeiros dias após a compra), a autonomia cai muito, ficando entre 2h30 e 4h, dependendo do app usado. Deixando em stand-by, sem mexer nele, pode durar de 2 a 3 dias.

A autonomia da bateria é considerada como um dos pontos fracos do Apple Watch, pois recarregá-la todos os dias é algo que não estamos acostumados a fazer com nossos relógios normais. Mas isso é um ponto que ninguém ainda conseguiu resolver, nem mesmo os concorrentes que já estão no mercado, como Motorola e LG.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Thiago

    O chip do iPhone 5 é o A6, não?

    • É verdade. Corrigido, obrigado.

  • Allan Ray

    Sobre os concorrentes, eu tenho um Pebble e carrego ele uma vez por semana, entretanto acredito que ele tenha um enfoque diferente do Apple Watch e dos dispositivos da LG e Motorola por possuir uma tela bem simples, o que aumenta bastante a autonomia de bateria.

    • A ideia do Pebble é bem legal e eu gostaria que a Apple seguisse mais por esse caminho. Faz mais sentido pra mim.

    • [2]

    • Não sei se usaria o termo simples. É uma tela sofisticada elink que está sempre ligada. Hehehe

      Também prefiro o Pebble, são 8 dias direto de uso.

    • Renan

      Não acho que isso vai ser um problema por muito tempo. Já apresentaram na CES 2015 tecnologias desenvolvidas e funcionando de carregamento wireless (real). A tecnologia carrega dispositivos com baixa voltagem (smartphones, smartwatches e etc) a uma distância de até 4 metros.
      Funciona com algo parecido com um roteador wireless, mas mas que envia energia para o dispositivo com o receptor.

      Se quiser dar uma olhada, eles mostram funcionando: https://www.youtube.com/watch?v=3oaWtUnnGXA

      Aqui mesmo no blog, há uns 5 anos, mostraram tecnologia parecida funcionando com um iPhone. Mas na época era bem menos desenvolvida e precisava de aparelhos gigantes, além de não funcionar de muito longe.

      Edit: Aliás, a Apple já tem patenteada tecnologia semelhante desde 2011: http://phys.org/news/2011-06-apple-patents-meter-range-wireless.html

    • Alex Figueiredo

      Tenho um weloop tommy que se parece muito com o Pebble, carrego ele a cada 15 dias

  • Diego Mota

    Só carregar quando for dormir, simples assim.

    • Fabio Roveroto

      Se não me engano, uma das funcionalidades é monitorar o sono, que vc vai “perder” se tiver que colocar ele pra carregar toda vez que for dormir… =/

      • Diego Mota

        Eu não tinha pensado nisso…

      • O Watch não tem monitor de sono. Imagino que o motivo seja esse hahaha

      • Guest

        Mas ele não poderia carregar e se manter funcionando, monitorando o sono mesmo pegando carga?!

        • Dormir com o braço conectado a uma tomada não me parece uma ideia das mais inteligentes… =P

          • Lucas Silveira

            Kkkk

  • Dom.John

    Chip A5 é do Iphone 4s!
    Iphone 5 = A6

    • Corrigido, obrigado.

  • Tem razão.

  • Alex Leal

    O Apple Watch monitora o sono? nesse caso ou monitora o sono ou deixa carregando ‘-‘

    • Não, não monitora.

    • Jason Baroni

      Monitora, sim. Tim Cook disse a respeito disso no Keynote.

  • Leonardo Negrisoli

    EU adorei quando vi o Apple Watch na apresentação, mas nem to a fim de ter mais um aparelho pra carregar todo dia.
    Vamos ver se eu aguento esperar uns 2 anos antes de entrar pra era dos relógios.

    Que tal um bolão pra ver quanto custará aqui? Eu chutaria a partir de R$2099

    • Cassio Delmanto

      acho que até uns 1300 é comprável… mas também acho que vai chegar bem mais caro que isso… chutaria que no minimo 1800…

    • Igor Lana

      2k pra ficar redondo (popularmente conhecido como 1.999)

    • Aposto em R$1.999 no Sports ($349).

      • Henrique Barros

        Concordo plenamente!

    • Alfonolbr

      A partir de 2500

  • Acredito que isso será digerido de forma natural.
    Ninguem, ou quase ninguem, dorme com o relógio no pulso. Colocá-lo numa base de carregamento soa bem tranquilo pra mim.
    Mas eu espero que a Apple se esforce um pouco mais e crie baterias de melhor autonomia e formas de carregar mais simples, isto é, sem precisar de fios.

    Aliás, esta é uma de duas decepções que tenho quanto ao século 21:
    Ainda usarmos fios pra tudo e ainda dirigirmos carros que usam rodas. Nada mais antigo e antiquado que isso.

    #BackToTheFuture 😀

    • Eu sempre digo que não existe coisa mais primitiva que fios, cadê a era wireless?

    • Concordo plenamente com você. Acho muito difícil de dormir com um relógio no pulso. No máximo uma pulseira, como a Jawbone faz e eu uso, mas nada impede que o relógio fique à cabeceira ou no travesseiro.

    • Anderson Camões

      Como assim ninguém dorme com relógio no puslo? Só se for está nova geração, acostumada a não usar.
      A vida inteira não só durmo de relógio, como tomo banho de relógio, vou a praia com o relógio, nado com relógio, etc.
      Só tiro do pulso para trocar de modelo, às vezes o visual pede um mais clássico, outras vezes um mais despojado com puseira de couro, as vezes um esportivo.
      Ainda não vi muita vantagem. Ao menos será a prova d’Água?

      • Mano,
        Existem sim exceções e tenha certeza que você é uma delas. Conheço muitas pessoas que, assim como eu, amam de paixão relógios. Mas mesmo assim o tiram pra dormir. No resto, to contigo:
        Esporte, piscina, praia… todo o canto tamo junto com o brinquedinho.

        • Estanislaw Duarte

          Adoro relógios, porém, durmo sempre sem ele. Uma vez dormi sobre um, e a pulseira abriu em uma das junções de aço… 🙁

        • Robinho Simões 

          Pois é. Eu sempre usei relógio, e sempre tiro pra dormir. Não gosto de dormir com nenhum tipo de acessório, seja cordão, anel, relógio ou pulseira, portanto se o Apple Watch durar um dia inteiro ele poderá ser recarregado tranquilamente à noite e não será nenhum problema pra mim.

      • Fabio Ricardo Bulgaron

        Também curto bastante relógios mas sempre tiro pra banho/dormir. Entrar na praia com relógio nunca mais: uma vez perdi um relógio por conta da oxidação pela água salgada :/

  • Guilherme

    Pebble manda lembranças! Eu tenho um. Acho que o Pebble é o um dos poucos smartwatches que fazem sentido. Tela colorida pra que? Ver fotos? Serio? Vejo no celular. Pra funcionalidades uteis não precisa de tela colorida. Carrego meu Pebble uma vez por semana.

    • Felipe

      O que é Pebble?

    • Wesley Nunes de Souza

      Cara… Quando vc usar um smartwatch com uma abordagem mais completa, e digo não usar por 10 minutos, mas por uma semana, garanto, você vai mudar sua opinião… A galera fala da autonomia de bateria, que tem que recarregar todo dia e tal… ai eu digo, vcs carregam seu celular todo dia? Pois é, a ideia é a mesma, se vc quiser usar, vai ter que carregar… e com o tempo se torna um habito… vc nem vê que fez… Eu particularmente estou super satisfeito com o meu e acho ele imprescindível no uso diário, com toda a parte de monitoramento de sono, atividade física e as interação mais completa entre o telefone e relógio (não só visualizar notificação). Uma funcionalidade útel que vc comentou ai… que Peeble não faz, é navegação curva a curva sem olhar no GPs, no transito, por exemplo é uma mão na roda, o que na pratica é só um exemplo das possibilidades. A plataforma de smartwatch é nova, e as possibilidades são infinitas a medida que vão desenvolvendo novos apps… Abraço!

      • Wesley, concordo plenamente.
        Tenho um iPod Watch (Ok, pode rir… mas eu amo) e mesmo ele sendo bem limitado eu já me sinto bem satisfeito com os recursos que ele me oferece no pulso.
        Um AppleWatch então, não vejo a hora!

        E como você disse: As possibilidades são infinitas! 😀

      • Guilherme

        Bem, não sei se ficou claro que sou a favor de smartwatches e acho-os super úteis. Também não sei quanto de contato você teve com o Pebble. Ele nativamente faz pouca coisa. Com app de terceiros, faz milagre! Carregar o relógio todo dia é pouco prático. Eu durmo com ele no pulso, ele me acorda vibrando (ui), mede meu sono etc. E não, não preciso carregar meu smartphone todo dia. Bateria do meu aguenta 2 dias com uso moderado. Li que o AppleWatch, com uso intenso, a bateria dura 2,5 horas. Acha isso prático? Eu não. GPS numa micro tela pra navegação ponto-a-ponto? Acho que se você está a pé, deve fazer sentido. No carro? Serio? Com meu celular de 5,2″ eu já acho ruim as vezes. Imagina numa tela de relógio com 2,5hs e meia de bateria. rs
        E sim, o Pebble tem apps de GPS. Nunca testei pois pra mim essa funcionalidade não faz falta. Sou entusiasta do Moto 360. Poderia comprar, acho o mais inovador até agora. Mas realmente a bateria ainda não me agrada. Quem sabe num futuro. Abs

      • Cassio Delmanto

        eu acho que o problema é que as pessoas ficam ainda muito focadas no relógio… smartwatch não é um relógio… é um aparelho tecnológico que possui sistema operacional apresentado na forma de um relógio de pulso… não adianta jamais comparar… se a pessoa quer algo que possa usar no pulso e não precisa recarregar, compra um relógio automatico tradicional… agora a pessoa quer um equipamento capaz de medir sua saúde, transmitir mensagens do seu celular, ver fotos, ter GPS e sei lá mais o que, e que dure por dias? não existe milagre…

  • Alfonolbr

    Conforme disse no post anterior…

    São dois pontos negativos e que pesam muito (ao menos para mim):

    Carregar a bateria diariamente.
    Não poderei monitorar meu sono (sim, eu durmo de relógio) e como faço academia após o trabalho (lá pelas 20 horas) estarei sempre “preocupado” se conseguirei monitorar meu treino com o que sobrou de bateria.

    Ser aprova d’água.
    Eu sei que ele é “resistente”… Mas não queria me “preocupar” com nada… Chuveiro, torneiras. Também queria muito poder entrar numa piscina e monitorar treinos de natação.

  • Andrieux Querido

    Nao comprarei a primeira versão, se eu andar de bike por 3 horas, fico sem bateria o dia todo, to fora.

    • Bruno Castro

      Cara, não é bem assim não, em stand-by ele aguenta alguns dias, ele não vai aguentar se você ficar mexendo nele durante todo o percurso, mas também se você não está ansioso por ele não aconselho pegar essa primeira versão, mas fique ciente que a segunda versão não sai tão em breve, por ser um relógio a Apple deve optar por atualizar-ló de tempos em tempos, como é hoje com os iPods, Macs e Apple TV. mas com sorte no final do ano que vem ela anuncia a segunda versão

      • Alex iPilot

        Ele quis dizer que usaria o relógio durante as 3 horas na bike, monitorando o exercício, usando o GPS, etc… Se fizer isso acabará com a bateria…

        • Bruno Castro

          Mesmo assim, como dito no texto o que mais gasta a bateria é a tela Retina, como ela estará desligada durante o percurso bateria não será um grande problema, e até porque quem fará os serviços de licalizaçao é o próprio iPhone

  • Bruno Castro

    Apesar de achar muito incomodo não vejo problemas em ter que carregar-lo todo dia, até porque sua bateria não dever ser tão grande quanto as de iPads ou até mesmo a de iPhones e iPods, então com uns 30 minutos já deve estar cheia, desse modo poderei colocar ele para carregar assim que chegar em casa e na hora de dormir usar ele para monitorar o sono, sem grandes problemas

    • Wesley Nunes de Souza

      Exatamente! O meu carrega do 0 ao 100 em 40 – 50 minutos (nunca parei pra observar, mas é algo bem próximo a isso).

  • Enio Augusto

    Para quem corre e usa Garmin, carregar relógio é rotina. Mas o Garmin é a cada semana, depende dos treinos realizados. Não seria grande problema carregar o Apple Watch. Já faço isso direto com iPhone mesmo.

  • Felipe

    A discussão sobre bateria me lembrou de uma duvida. O ciclo de duração da bateria é medido somando os tempos de uso e em standby? Meu 5s geralmente fica entre 3 ou 4 horas de uso e 8 a 9 horas em standby. Posso afirmar Q a bateria dele dura de 11 a 15h?

  • Luciano Hilton

    Infelizmente, o que “mata” o mundo mobile hj é a autonomia das baterias. A tecnologia por trás de qualquer smartwatch ou smartphone é algo magnífico, mas infelizmente a experiência geral deixa um pouco a desejar. O grande salto tecnológico que esperamos é mesmo em relação à alimentação desses aparelhos e gostaria muito que fosse a Apple a responsável por trazer isso para nós.

    • Wesley Nunes de Souza

      Não se engane amigo… você carrega seu celular todo dia, isso porque quer usa-lo. O relógio, vc vai carregar igual, quando esse processo se tornar um habito, vc nem lembra que fez… e só lembrando relógio por relógio só pra ver hora, é uma coisa. outra coisa é pegar um produto que é um computador de pulso, que te da varias possibilidades… Abraço!

      • Luciano Hilton

        Veja bem, acordar às 6 da manhã, lavar a minha louça do almoço, estudar na madrugada tb são hábitos meus e nem por isso eu esqueço que eu estou fazendo uma atividade não necessariamente agradável.
        Carregar um smartphone todos os dias, mesmo com consumo médio, não é algo agradável e esse é sim um dos maiores pontos fracos de qualquer smartphone e agora, smartwatches, tanto que se bate sempre nessa tecla. O ideal era que os smartphones tivessem autonomia pelo menos parecida ao dos “dumbphones” ou meramente celulares.
        Se autonomia não fosse um problema, as grandes empresas não gastariam milhões em tecnologias que diminuam cada vez mais o consumo de energia através dos seus processadores e hardware em geral.

        • Wesley Nunes de Souza

          Concordo, mas meu ponto é. Enquanto não temos o cenário ideal, o que temos é isso ai…. vivamos com isso!

          • Luciano Hilton

            Ah, sim, com certeza. Não há muito o que fazer.

  • FelipeA

    Infelizmente eu passo esse Apple Watch, essa bateria não rola… Ficar segurando o uso do relogio só pra bateria chegar no final do dia? Não pode molhar? Que relógio não se pode entrar na água? Só relogio da feira e olhe lá!

    Vou ver o review desse Pebble e ver o que rola, 50metros eu sei que ele aguenta na agua e bateria +7 dias… Pense nisso Apple

  • Henrique Barros

    Não vejo a hora de ter o meu! Um pouco ansioso para saber os preços aqui no Brasil. @blogdoiphone:disqus, vocês já possuem algum calculo que possam estimar este valor?

    Comentário:Algo que seria muito interessante ( com certeza as fabricantes estão trabalhando nisso) Seria um carregador wireless. Imagina que bacana você chegar em sua casa, escritório, carro ou sei lá onde. E seu iPad, Mac, iPhone, Apple Watch carregarem automaticamente sem você precisar colocar alguns carregadores na tomada e ficar limitado a utilizar naquele mesmo local. Será muito bacana quando desenvolverem este sistema.

    • KM 

      Com certeza mais que R$ 1.000 para começar a brincadeira….ou R$ 999,00 hahahah !!

  • Alex iPilot

    Para mim, se ele não resistir pelo menos 3 metros e a bateria não carregar em 30 minutos… Estou fora.

    • KM 

      Muito bem…menos 1 para atrapalhar fila….

      • Alex iPilot

        Tranquilo! Mesmo que resolva comprar eu não entro em fila, rsrsrs…

  • marcio

    Acho que talvez a grande sacada nesse quesito de bateria do mundo mobile talvez não seja a capacidade da bateria e sim alterar o tempo de carregamento, pensando no apple watch com a autonomia baixa mas um tempo de carregamento de uns 5-15 min? acredito que o público interessado aumentaria

  • Guest

    É… Um relógio c

  • Thiago Silvério

    Esse tipo de acessório vai ser muito bacana quando novas tecnologias de armazenamento surgirem. Até lá, chuto que permaneça como coisa de entusiastas.

    Mas os teremos na rotina em alguns anos, podem estar certos.

  • Adílio Nunes

    Só imagina vc fazendo uma corrida ou caminhada e alguém te para para perguntar que horas são ? Ai vc vai ver iiiiiiiiiii, acabou a bateria !!

  • Jack Anao_Tequila

    Withings activité pop me impressionou bem mais que o Apple Watch. Primeiro que nao preciso de notificaçao no meu relogio, eu queria um justmente para poder nadar, usar para sair e, principalmente, ficar sempre no meu pulso e nao acabar a bateria enquanto estou usando. Sim, eu tiro meu relogio para tomar banho, só que nao faz sentido eu ter que procurar uma tomada para carregar, alem do meu celular, um relogio. Nao quero ser escravo de tomada mais do que ja sou.

    Activité Pop >>>>> Apple watch (infelizmente)

  • Fabrício

    Acho que a Apple poderia implementar formas alternativas de carregamento, principalmente uma que possibilitasse o carregamento pelo simples movimento dos braços ao caminharmos. Além desta técnica não ser nova (relógios convencionais já a utilizam há anos), proporcionaria uma grande autonomia ao dispositivo. Por indução seria conveniente também e, de quebra, favoreceria a questão da resistência à água, pois não precisaria de um plug/abertura para alimentação. Think different, Apple!

    • KM 

      Concordo….mas parece que estamos esquecendo que esse é um relógio que vai ter uma processador mais poderoso que tinha dentro do primeiro iPad. Existe varias pesquisas muitos grandes acontecendo no area de carregar e baterias e pode ter certeza que uma vez comprovados e estáveis, Apple vai ser o primeiro para colocar eles com sucesso !

  • Cizenando G de Lima Junior

    “A autonomia da bateria é considerada como um dos pontos fracos do Apple Watch, pois recarregá-la todos os dias é algo que não estamos acostumados a fazer com nossos relógios normais. Mas isso é um ponto que ninguém ainda conseguiu resolver, nem mesmo os concorrentes que já estão no mercado, como Motorola e LG.”

    Se levar em consideração apenas essas duas esse parágrafo está certo, mas existem sim relógios inteligentes com autonomia maior.

    O Whitings Activité é um exemplo de um relógio inteligente com bateria de duração de 8 meses. E é muito bonito também!

    • KM 

      Concordo que Whitings Activité e um bom e bonito relógio mas ele tem funções limitados – temos que ver autonomia da bateria em relação os atividades que relógio consegue fazer…

      • Cizenando G de Lima Junior

        Não me atentei a este detalhe. Realmente você tem razão!
        Tomara que a Apple consiga fazer a bateria do Apple Watch ser duradoura.

        • Fabio Correa

          Achei que viria com recarregamento solar.

  • Vou esperar ver em ação…

  • KM 

    Existe uma grande discussão aqui e no muitos deles estão citando relógio do Withings Activité – a proposta dos 2 relógios são diferente e isso vai ser muito claro a dia que os dois entra no mercado. Concorrentes do Withings são pulseiras do Jawbone, Fitbit etc…concorrentes do Apple Watch estão ainda esperando para ver como Apple determina esse segmento. Não adiante lançar um relógio (como Samsung, Moto 360 etc) meia boca só para ficar com a fama que lançaram a primeira ‘smart-watch’. Apple pode até não ser o primeiro mas mercado inteiro sabe que eles sabem como fazer..exemplos como iPhone (touchscreen), iPad (tablet), Apple Pay (pagamentos via proximidade) etc….

  • Fabio Correa

    Acredito que a 2ª geração seja melhor tanto em relação a recursos quanto na autonomia da bateria.
    Sinceramente acho o Zenwatch da Asus melhor e mais bonito.
    A Apple poderia ter trabalhado melhor no Watch.

  • Anderson Camões

    Pessoal, ultimamente estou namorando este aqui:
    http://blogdoiphone.com/2015/01/ces-2015-withing-anuncia-um-dos-melhores-relogios-inteligentes-do-ano/
    Achei lindo, design francês, diversas funcionalidade e bateria de 8 meses!

  • Anderson Campos

    Pelas leis da física (a minha, claro): No primeiro dia de Watch a bateria vai durar 30 minutos por carga e vai melhorando a medida que eu me acostumar com ele e não ficar futucando o tempo todo…

  • Fabio Correa

    O Watch é bonito é bem acabado. Tem funções legais e excelente sistema operacional, com aplicativos de terceiros. Mas eu esperava mais.
    A Apple parece ter sido pressionada a lançar um produto inovador e acabou lançando um produto abaixo do esperado. Tanto é verdade, que até hoje não sabemos quando começarão as vendas.
    Parece que precisavam de tempo para finalizá-lo.
    Tim Cook parece ainda não ter a mesma moral que Jobs tinha com os acionistas da Apple, e acaba ficando pressionado a mostrar resultados financeiros e inovação.

  • Luiz Fernando Ferreira

    Prefiro esperar pela próxima versão, ta mais parecendo uma versão teste

  • Reverton Freitas

    Eu tenho um relógio CASIO que a bateria está com seis anos sem recarregar!!!
    E olha que eu mexo muito no cronômetro!!!
    Esse meu relógio é f.o.d.a!!!

  • Eu acho que carregar todo dia nao eh um problema, mas sim o carregador e o tipo de bateria(Bateria que não vicia eh necessario ), por exemplo meu 3DS tem duração de 4 horas +- quando eu paro de usar eu largo na dock e ele carrega, meu celular quando vou dormir deixo no carregador sem fio e o Apple watch devia ter um dock, para antes de dormir em vez de ter que ter trabalho de ajeitar o carregador, so largar em cima do dock e partiu dormir, acordar e usa-lo.

  • Mauro

    Parabéns ao Blog, conseguiu dar uma péssima noticia da forma mais graciosa possível. Pois esses tempos de duração estão horríveis.

    Utilização de apps (com processamento intenso): 2,5 horas
    Utilização de apps (com processamento normal): 3,5 horas
    Monitoramento fitness: 4 horas
    Relógio (com a tela ligada 100% do tempo): 3 horas
    Em espera/repouso: 2-3 dias

  • Paulo Marcos

    Antes se reclamava de ter que carregar o iPhone uma vez por dia ou até duas, pq os nokias duravam uma semana a bateria. Hoje já ficou aceitável. Talvez se siga o mesmo princípio.

  • Hades666

    Até março as notícias pioram….se durar o dia inteiro já vai ser milagre, meu iPhone6 não dura um dia inteiro… 🙁

  • Luiz Claudio Eudes Corrêa

    imagina algo assim que use os sinais já existentes de AM/FM/TV/Celular/WiFi, ai sim seria matador

  • Fernando Almeida

    Que hora são? Hora de recarregar a bateria do relógio.