Notícias

Em breve, será possível usar dispositivos móveis durante pousos e decolagens

Para quem costuma viajar muito de avião, não tem coisa mais chata que ser obrigado a desligar seu iPhone ou iPad durante a decolagem e a aterrissagem (ou aterragem em Portugal). Mas isso pode acabar em breve no Brasil.

Na semana passada, a FAA (órgão regulador da aviação nos Estados Unidos) deixou que as empresas aéreas permitissem que seus passageiros usassem seus dispositivos eletrônicos durante a decolagem e pouso. Antes disso, todos eram obrigados a desligar tudo após o fechamento das portas.

Depois da decisão tomada nos Estados Unidos, a Agência Nacional de Aviação Civil brasileira (ANAC) declarou que também seguirá o mesmo caminho e estuda implementar o mesmo procedimento no país, permitindo que os passageiros continuem com seus tablets, celulares e computadores ligados para lerem livros, revistas digitais (como a iThing) ou documentos. Ainda não será permitido o uso do celular para ligações, devendo os mesmos permanecerem no modo avião durante o pouso/decolagem.

Mas esta implementação dependerá ainda da homologação de cada aeronave, para confirmar se elas possuem os equipamentos seguros para que os celulares e tablets não causem interferência nos instrumentos do piloto. Por isso, a novidade pode ainda demorar um tempinho até podermos usufruí-la, mas mesmo assim a notícia já é ótima.

Foto: JetBlue

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Iuri

    Tomara que o pessoal respeite e deixe, de fato, no “modo avião”! Isto é, caso seja a recomendação deles.

    • Lucas Cavalcante

      Eu deixaria em modo avião, mas pra mim tanto faz, não vou andar de avião nem tão cedo :/

  • Igor

    Espero ansioso!

  • Leonardo

    Muitoo bomm

  • Rafael

    Rum… Ai já é vício. Nada mas é do que uma medida de segurança, não custa nada desligar os aparelhos, até porque não será por horas –‘

    • Mauricio Mendes

      Como “não será por horas” ?

      Se fizer um voo p/ EUA, Canada, Europa, Asia, etc. etc., será, sim, HORAS. E longas horas…

      E, iLex, acho que em Portugal usam o termo “descolagem” p/ a decolagem também, não?

      Grande abraço

      • James S.

        Mauricio, a notícia está falando dos períodos de decolagem e pouso, portanto não são horas mesmo. Isso que nosso colega Rafael quis dizer.

        • Mauricio Mendes

          Verdade, falha minha, peço desculpas…

          Eu li o artigo, mas só agora me liguei que ele estava dizendo a respeito dos MOMENTOS de pouso e decolagem…

          Sim, realmente são poucos instantes mesmo… Mas, se for homolgado e provado seguro, não vejo motivos p/ preocupação..

          Mais uma vez, peço desculpas pelo engano…

          • James S.

            Tranquilo, eu só estava esclarecendo mesmo! 🙂

            Verdade, se for homologado vai ser uma beleza! É chatinho ter que ficar ligando e desligando tudo.

      • Saulex

        Acho que ele estava se referindo aos “pousos e decolagens” conforme o título da matéria.

        • Danilo

          O mais importante no pouso e decolagem, é a atenção aos procedimentos necessários aos mesmos.

          • Facasan

            Concordo e acrescento: o mais importante é manter o celular do piloto desligado no pouso e na decolagem.

      • Glauco

        Sim, em Portugal é “aterragem” e “descolagem”. 🙂

        • Robson Medeiros

          E aeromoça é hospedeira do ar (hahaha só eu acho engraçado!).

      • Wagner

        Pelo visto vc nunca andou de avião e fica ai pagando de gostosão!

    • Rakdos

      Também acho que isso já é um pouco de “First World Problems”. Um monte de gente atestando que não existem riscos, mas duvido que metade tenha estudado o mínimo de física para poder falar sobre interferências de ondas e similares. Não custa desligar o aparelho por 10 ou 15 mimutos e ninguém é tão importante assim que só tem aquele momento pra resolver questões de trabalho ou colocar a leitura em dia. Podem fazer isso depois da decolagem.

  • Bruno

    Preciso ver para crer, acho que vai demorar para acontecer, como tudo no Brasil.

  • Jediael Silva

    Toda vez que viajo, meu cel fica no modo avião tanto no pouso quanto decolagem, e até agora nenhum voo caiu. AHAHAHA Isso será perfeito se aprovado pela ANAC

    • Iuri

      Esse daí é #VidaLoka viu…

    • Fernando

      Parabéns por desrespeitar uma regra de segurança. Orgulhe-se.

      • Rodrigo

        Se um celular puder derrubar um avião, aí vc deve realmente ficar preocupado, pois é sinal que vc esta andando em uma lata velha! Nunca desliguei, nem mesmo coloquei no modo avião. Claro que quando a viagem é muito longa as vezes desligo por causa da bateria. Mas dizer que interfere nos instrumentos beira a idiotice!

        • Iuri

          Rodrigo, e qual é o motivo para eles mandarem desligar? Só chatice então?!

          • Rodrigo

            Iuri, é mais por precaução mesmo. Mas daí a dizer que aquilo vai derrubar um avião, acho pesado. Isso tbm ocorre em postos de gasolina, é expressamente proibido usar o celular no posto, e ninguém obedece, porque tem que conspirar uma porção de fatores para dar um desastre.

            Quando vc faz escala em um avião e permanece na aeronave acontece a mesma coisa, vc não deve usar o celular durante o reabastecimento, não sei se ainda solicitam, mas sempre solicitavam.

            • Wagner

              É reze para que os outros fatores não conspire junto com o seu!

            • Iuri

              De qualquer forma é tudo máquina, sinal, satélite etc.. acho que pode, sim, dar algum problema na comunicação.. não que o avião vá cair por causa de celulares ligados, até pq o que faz ele voar é o motor (e turbinas, sei lá), mas caso haja necessidade de trocar informações…vai que rola algum problema por causa de interferências..vai saber!

    • Pedro HH

      Quando viajo de avião fico todo desesperado em que o avião poderia cair que desligo tudo xD. Com essa nova norma, minha vida foi uma mentira 🙁

  • Rodrigo

    Daqui a pouco, eles inventam aqui o imposto para uso de aparelhos eletrônicos no pouso e decolagem.

    • Mauricio Mendes

      Em voos domésticos nos EUA já é possível usar a internet por wireless, por uma pequena tarifa…

      Se as cias. daqui usarem a conversão “sony”, aqui vai custar a bagatela de uns R$ 200,00 p/ uso da internet em voos de até, digamos, 2 horas….

      • Thiago

        Man… Aqui no Brasil tb já da pra usar internet em alguns voos… A tarfifa é de roaming internacional e vc tem que ter ativado este serviço no seu celular! 😉

    • RafaelP

      nem da ideia..

  • Fernand:o_O

    Sempre haverá um engraçadinho (para não usar a palavra mais adequada) que vai enfiar a cabeça na mochila para atender uma ligação (achando que ninguém percebe).

    Se liberarem o “modo avião”, só vai piorar… Aí que os engraçadinhos vão se achar no direito de deixar o aparelho ligado normalmente.

    • Carlos Eduardo

      Infelizmente o que você escreve será uma realidade.

  • Rodrigo

    Nunca desliguei mesmo!

    • Wagner

      Realmente é triste ver que além de não respeitar as normas de segurança, ainda se orgulha disso! Contudo o pior nem é isso, pois se vc quer se matar o problema é seu, o pior é colocar a vidas dos outros em risco!

  • bozoca

    Sempre deixei em modo avião, nunca desliguei mesmo. E nada acontece ou acontecerá, essa liberação é uma prova disso. Mini moderas em 3,2,1…

  • Filipe

    Discordo. pousos e decolagens são os periodos mais criticos da operacao do acft. imagina se ocorre uma emergencia, e ta todo mundo com celular na mão? isso pode atrasar uma possivel evacuação, onde poucos segundos são a diferença entre a vida e a morte de centenas. ja na fase de cruzeiro, nao vejo por que proibir.

    • Wagner

      Verdade absoluta. Tenho um amigo que fez curso de comissário e já tinha me falado isso. O percentual de uma M. acontecer nestes momentos é de absurdos 80%. Podem pesquisar se duvidarem disto!

  • iJunior

    “Como a iThing”… #Jabááááá…rs 🙂

    • Francisco

      Pena que mesmo com o ibooks no Mac só dá para ler no iPhone ou no iPad… :p

      • Francis

        Quando tiver o app Banca no Mac talvez dê, né?

  • Henrique

    Costumo usar a Emirates Airlines, que por sinal é uma das melhores empresas aéreas para mim, e quando o faço, não desligo o eletrônico, já que eles possuem Wifi, o que torna ainda mais tentador o uso.

  • Jean Medeiros

    As operadoras disponibilizam tarifas adicionais para atendimentos aéreos e marítimos , ou seja , se isso fosse algo que faria o avião cair as operadoras de telefonia jamais cobrariam taxas por isso.

  • Carlos Muniz

    Já usei o iPhone em pleno ar, jogando. E em modo avião, num voo Buenos Aires-Rio.
    A TAM avisa quando podem ser ligados os “dispositivos eletrônicos”.

  • Jose Carlos de Morais

    Vc queria falar da ithing que por sinal tá ótima!….rs

  • Marcus

    Confirmo a informação do Carlos Muniz.. Isso aconteceu comigo tbm, engraçado que algumas vezes pela TAM.

  • Daniell

    Novidade para alguns, falta de entendimento total para outros…
    Vou te contar!

  • Jessica

    Só ligar o modo avião ou precisa desligar o aparelho mesmo com o modo avião ligado? Vi em uma revista que mesmo com o modo avião os aparelhos continuam transmitindo ondas!!

  • JanjaBoy
  • Vitor

    entro no aviao e ligo o ipad p ver um filme. é um saco ter q desligar. muito bom acabar com essa frescura. ate pq é obvio q um eletronico nao interfere numa aeronave.

    celular mesma coisa. nunca desliguei. coloco no modo aviao… isso so confirma o q é logico.

    se me disserem oficialmente que um eletronico qualquer interfere em avioes de 50 milhoes de dolares com tecnologia de ponta, eu q nao voo mais.

  • Cleber

    Para quem se interessa, segue o link do report com a conclusão do FAA: http://www.faa.gov/regulations_policies/rulemaking/committees/documents/index.cfm/document/information/documentID/1502

    O assunto é sério, muitos acham bobeira, mas na aviação não é. É fácil dizer que não pega nada, difícil é provar. Esse report é a conclusão de um grande estudo onde as montadoras de aviões, equipamentos aviõnicos e operadoras vão se basear para cumprir com as regras e permitirem que usemos os nossos devices tranquilamente.

  • Nunca desliguei. Sempre deixei em modo avião.

  • Francisco N

    Hoje em dia, o procedimento de manter os eletrônicos desligados durante o pouso e decolagem é pura e simplesmente para não tirar a atenção dos passageiros durante essas manobras. Imagine você com seu fone de ouvido curtindo um som alto (tomara que funkeiros sem fone não andem de avião) e de repente acontece uma manobra de evacuação de emergência? Os(as) comissários(as) darão instruções para evacuação e você não conseguirá ouvir por que está de fone. Acreditem… não dá tempo para você pensar em tirar o fone. A regra diz que um avião, independente do tamanho e da quantidade de passageiros, tem que ser evacuado em menos de 90 segundos.
    Os equipamentos eletrônicos NÃO interferem nos aviônicos. Apenas os celulares que não estão em modo avião. Esses sim PODE SER que causem alguma pequena interferência na comunicação da aeronave, porém, só se forem usados todos ao mesmo tempo. Aqueles que deixam o celular em modo avião dentro do bolso, fiquem tranquilos. Vocês não vão derrubar o avião. Conheço pilotos que voam com o iPhone e iPad ligados. A solicitação para que os aparelhos permaneçam desligados é uma regra antiga, quando não se tinha noção dos riscos causados. Hoje já está mais do que provado que não há interferências. Porém, regras são para serem seguidas, e, já fui chamado a atenção (com razão) por uma comissária, pois eu estava filmando o pouso com uma câmera fotográfica digital.