Rumores

[rumor] Apple pode estar pensando em fabricar um relógio de pulso próprio

iPod nano no pulso

Quando a Apple lançou o iPod nano em forma de quadrado, tão pequeno que poderia ser usado como relógio de pulso (com acessórios especiais), muita gente adorou a ideia e comprou o nano especialmente para usar como relógio. Mas justamente quando parecia que a empresa iria investir neste tipo de gadget, ela inadvertidamente mudou o design do iPod nano e agora não é mais possível ter “um relógio da Apple”.

Nos últimos dias, porém, cresceu o número de rumores a respeito de uma possível fabricação de um real relógio inteligente com a marca da maçã, que teria integração com o iPhone e o iPad, via bluetooth.

E a coisa fica séria quando o CEO do Pebble, o projeto de relógio que já existe, responde desta maneira sobre uma possível aquisição da empresa pela Apple:

Eu não posso comentar nada sobre isso, infelizmente.

É, seria muito bom se a Apple realmente adquirisse o Pebble, um pioneiro em relógios inteligentes que se integram com smartphones. Veja no vídeo:

Segundo alguns rumores (não confirmados), até existiria já uma equipe formada por 100 pessoas dentro da Apple, cuidando somente deste projeto.

A ideia é excelente e todos nós queremos um, mas a Apple precisaria antes resolver algumas questões técnicas para que o produto se torne algo realmente pronto para o consumo em massa (e não somente entre geeks). Um exemplo disso é a duração da bateria, pois ninguém quer precisar tirar o relógio todos os dias do pulso para carregá-lo. O pebble usa uma tela ePaper, o que ajuda muito a economizar no consumo de bateria, mas mesmo assim as funções exigem bastante do processador. Será que o consumidor aceitaria ter que tirar o relógio para carregar nem que seja uma vez só por semana?

Seja como for, Apple, estamos loucos para ver o que você irá nos propor nos próximos anos. 😉

via AppleInsider

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados