Opinião

[opinião] O jailbreak está ajudando a Apple a tornar o iOS cada vez mais seguro

Jailbreak

Mesmo que você seja um usuário que não gosta de modificar o sistema do seu iPhone, mesmo assim você deve agradecer que existe um grupo de hackers do bem que dedica seu tempo a descobrir falhas no sistema. Se o jailbreak não existisse, a Apple teria que inventá-lo, pois o fato é que o grupo de jovens geniais que se dedica a encontrar brechas de segurança no iOS para destravá-lo, na verdade está fazendo um grande favor para a Maçã, sem que ela precise gastar um centavo por isso.

Segurança da Informação é um assunto cada vez mais discutido, com uma importância que cresce a cada dia. As empresas gastam milhões de dólares todos os anos para aumentar cada vez mais a segurança de seus sistemas e proteger assim a privacidade de seus usuários. Afinal, ninguém quer usar um telefone ou um tablet que pode ser alvo de criminosos que roubem seus contatos, suas senhas e suas fotos pessoais.

A Apple sempre se preocupou com isso, o que resultou em um dos sistemas operacionais móveis mais seguros da atualidade. Claro que o preço que pagamos por isso são algumas limitações chatas no uso, como só poder instalar aplicativos existentes na loja oficial (App Store) ou não permitir que possamos transferir qualquer tipo de arquivo por bluetooth para outro aparelho. Mas no fim, vale a pena.

Mas até hoje, ninguém conseguiu construir o sistema perfeito e impenetrável, e talvez nunca se consiga. Há sempre uma maneira (mais fácil ou mais difícil) de penetrar nele por alguma brecha de segurança. E esta busca por falhas, que para as grandes empresas custa muito dinheiro, os garotos do jailbreak fazem de graça para a Apple.

A atual ferramenta evasi0n usa diferentes brechas de segurança para conseguir penetrar no sistema e instalar os códigos suficientes para destravá-lo. É como se alguém conseguisse entrar despercebido em um presídio de segurança máxima, fosse até a sala das chaves e destrancasse as portas de todas as celas.

Jailbreak - Saída da prisão

Por exemplo, os hackers descobriram que existia um bug no sistema de gestão de backups do iTunes, que permite restaurar links simbólicos que levam a qualquer lugar do sistema. Este método era bem conhecido no jailbreak do iOS 1.1.1, em que bastava criar um contato com o endereço prefs:// para passar a tela de ativação do iOS e abrir os Ajustes (eis um vídeo da época mostrando como era). Também foi usado um tempo para criar atalhos para os Ajustes do Sistema, recurso que hoje não é mais permitido.

Através de links simbólicos, o evasi0n tem acesso ao diretório /var/mobile, onde é possível tomar o controle do sistema e injetar outros scripts que permitem assim o jailbreak.

Este tipo de bug estava aí e poderia ter sido descoberto por outras pessoas com intenções menos nobres, que criariam maneiras de invadir nossos iPhones e iPads para roubar informações. Temos que agradecer que os meninos do evad3rs descobriram antes, para uma intenção mais nobre.

Sempre que uma nova solução de jailbreak é liberada, a Apple corre para arrumar as falhas no sistema que permitiram a invasão, tornando-o mais seguro para todos os usuários. Portanto, é um jogo em que todos ganham: quem gosta do jailbreak pode, de tempos em tempos, instalar funcionalidades extras nos seus aparelhos; quem não gosta, fica com um sistema cada vez mais seguro e protegido.

É por isso que todos temos que agradecer ao jailbreak e a estes hackers do bem que dedicam o seu tempo a procurar brechas no iOS. Graças a eles, temos um dos sistemas mais seguros do mundo e isso, nos dias de hoje, é uma preciosidade.

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados