Opinião

[opinião] A história se repete: adianta reclamar do preço do iPhone no Brasil? (atualizado)

O Blog do iPhone existe desde 2008 e nestes quase 5 anos, vivenciamos muito da história do iPhone no Brasil. E se é algo que podemos dizer com toda a certeza é que todo o ano é a mesma história: o pessoal reclama do preço do iPhone, mas as filas na frente das lojas para comprar o novo aparelho são sempre enormes. Por que esta contradição tão grande dos brasileiros?

O preço do iPhone 5 é absurdo? Sim, mas não se iluda em pensar que ele está muito mais caro agora que no ano passado. O preço já era bastante elevado no iPhone 4S quando estava R$1.999 e até mesmo no iPhone 4 por R$1.799. É um preço bem caro para um país como o Brasil, mas o grande culpado parece ter sido o reajuste do dólar, que aumentou bastante no último ano. Quem comprou o aparelho nos Estados Unidos ou Europa também sentiu no bolso o preço aumentar em relação ao ano passado; isto acontece com qualquer produto importado.

Todo o ano é a mesma coisa: muita gente reclamando do preço, dizendo que a Apple e as operadoras só pensam no lucro e que se continuar assim, vão desistir da Apple e comprar um Android.
Balela. Os mesmos que reclamam são os que compraram o iPhone 4S ou o 4, que na época tinha um preço tão caro quanto.

Confira uma tabela de comparação dos preços brasileiros convertidos em dólar (com a taxa na época) do modelo de 16GB em cada ano:

Modelo
Ano
Preço em real
Preço em dólar na época
iPhone 3G
2008
R$ 1.999
US$ 1.050
iPhone 3GS
2009
R$ 1.699
US$ 900
iPhone 4
2010
R$ 1.799
US$ 1.050
iPhone 4S
2011
R$ 1.999
US$ 1.080
iPhone 5
2012
R$ 2.399
US$ 1.150

Este ano, o iPhone 5 virá pelo preço de US$1.150, 100 dólares mais caro que em 2008. É bem verdade que ele está um pouco mais caro que os outros anos, quando o preço nos Estados Unidos continuou o mesmo. Mas será que isto é um motivo muito maior para reclamar do que no passado?

Em 2008, quando o iPhone 3G foi lançado no Brasil, tínhamos todos os motivos para reclamar do custo alto, pois era o mais caro do mundo (US$1.050 na época). Mas na hora de comprar, ninguém reclamou. O Blog do iPhone até começou a criar um movimento de protesto dias antes do lançamento, chamado “iPhone Caro Não“, mas desistimos ao ver o número de pessoas que compraram o aparelho no primeiro dia. Era muita gente. Nos encontramos na situação contraditória que, se fizéssemos o protesto, estaríamos contra nossos próprios leitores, o que é mortal para qualquer blog. Por isso, respeitamos a decisão do povo e seguimos em frente.

Em contrapartida, fizemos na época uma legenda alternativa para um vídeo de humor, adaptando-o à situação brasileira. Confira:

Alguma semelhança com os dias de hoje? 😉

Reclamar está no sangue do brasileiro. Mas infelizmente, na hora de agir para mudar algo, ele não faz nada. O máximo que o brasileiro “faz” é assinar petições online, sentado na sua confortável poltrona em frente ao computador. Isso nunca leva a nada.

É por isso que não aceitamos em 2012 o pedido de apoio de um movimento criado por alguns usuários, com o nome de #AbusoApple, pois sentimos já na pele que este tipo de ação não funciona no Brasil. A intenção, com certeza, é das melhores, mas a execução do projeto foi um pouco amadora. Os organizadores montaram página em Flash (ou seja, quem já tinha iPhone não podia participar) e não tinham claro o que fariam com as assinaturas além de entregá-las para a Apple, o que, convenhamos, teria eficiência ZERO. Depois que reclamamos do site em Flash, eles montaram uma página em HTML normal, mas faziam o usuário ler o texto em uma página e assinar outra. É como dizer “leia esse contrato, mas assine este outro“. O amadorismo na implementação e a nossa incerteza de que os dados dos usuários não seriam usado para outros fins, nos fez decidir por não apoiar a causa.

Trocar de celular?

Com o iPhone caríssimo, a solução então é comprar um smartphone de outra marca, mais barato, certo? Humm, depende…

A grande vantagem do iPhone é sua baixa desvalorização e alto preço de revenda. Muitos usuários estão revendendo seus iPhones 4S e 4 com um ótimo preço, o que financia parte do novo modelo. Em casos de clientes de planos pós, com preços subsidiados e descontos com pontos de fidelidade, a troca pode sair de graça. Compre um Galaxy SIII hoje por um preço um pouco menor que o iPhone e veja seu valor despencar daqui um ano. Não dá para dizer que é uma maneira inteligente de investir o seu dinheiro.

Fazer boicote, adianta? Até adiantaria, mas o brasileiro não é disso. Os carros aqui são caríssimos, mas ninguém decide ficar a pé, pegando ônibus, só por causa dos preços altos. Com a economia melhorando, queremos cada vez mais nos darmos o direito de termos o melhor, nem que isso nos custe um pouco mais. E o iPhone não foge a esta regra, principalmente se for parcelado em 12x. O brasileiro é assim e eu mesmo não acredito que mudará tão cedo.

Resumindo, nunca deu para dizer que o preço do iPhone um dia não foi caro no Brasil. Se você comprou ele em outros anos, não tem muito mais razões de reclamar hoje do que tinha no passado. Mas ele ainda é o melhor em termos custo/benefício. Cabe a cada um encontrar uma maneira de garantir o seu sem arrombar demais o orçamento. E continuar torcendo para que o preço, um dia, realmente baixe no nosso país.

Mas se você já tem um iPhone e achou realmente caro o preço deste novo modelo, pergunte-se se você tem necessidade ou apenas vontade de trocá-lo. Se a resposta for a segunda, simplesmente não compre. Continue com o seu aparelho, que ainda é ótimo. A vantagem do iPhone é que as atualizações do iOS adicionam funcionalidades a cada ano, e o iPhone 4, por exemplo, hoje faz mais coisas que fazia quando foi lançado em 2010. O iPhone 5 é bom, mas não faz muita coisa a mais do que o iPhone 4S, que também é ótimo.

NOTA: O final do texto original foi alterado, para melhor refletir a opinião do autor. A intenção nunca foi defender os preços absurdos do iPhone no Brasil e sim criticar os que reclamam, reclamam e acabam comprando. Mas da maneira que estava escrito, nem todos os leitores percebiam esta diferença.

Conteúdo original © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados