OpiniãoRumores

[opinião] Que sentido tem um iPhone mais comprido?

Mais uma vez alguém solta uma informação na net e centenas de sites republicam sem nenhum tipo de filtro analítico. A mais recente reforça alguns rumores meio absurdos sobre um futuro iPhone mais comprido. Mas porque diabos alguém iria querer um iPhone mais comprido?

Os concorrentes da Apple tem uma forma bem determinada de pensar: já que não conseguem apresentar nada de novo, eles ficam brigando por especificações técnicas que teoricamente são melhores. Por exemplo, se o iPhone tem 3,5 polegadas de tela, então a Motorola lança um telefone com 4 polegadas, alegando que isso é melhor. A Samsung, por sua vez, não quer ficar atrás e aí lança outro de 4,3″, seguindo a lógica do “quanto maior, melhor”. Com isso, aparecem no mercado alguns trambolhos que não sabem se são smartphone ou tablet.

Aí o mercado acha que a Apple deve entrar nessa corrida louca de tamanho de tela e ficam lançando boatos de que o próximo iPhone terá tela de 4 polegadas. E todos os anos é a mesma história.

O grande problema de mudar o tamanho da tela do iPhone é um só: isso acabaria com a atual uniformidade dos aplicativos da App Store, que é a grande carta na manga que a Apple sempre teve e que faz a vida de milhares de desenvolvedores mais tranquila. A mesma proporção de tela permite se criar o mesmo aplicativo para qualquer iPhone, muito diferente do pesadelo da fragmentação que existe no mundo Android, em que cada aparelho deve ter um aplicativo adaptado.

Os sites que defendem a possível mudança desta proporção esquecem de explicar como a Apple solucionaria isso. Ou então não se preocupam em saber.

Aí alguém teve a brilhante ideia de imaginar uma tela com a mesma largura, mas comprimento diferente, o que também resultaria em um tamanho de 4 polegadas. Isso permitiria que os atuais aplicativos rodassem normalmente sem alterações, deixando uma faixa preta embaixo e em cima. Mas sério: qual a lógica disso?

Por que a Apple aumentaria a altura de sua tela? Para dizer que também tem a tela de 4 polegadas, como a concorrência? Só queria saber qual a razão ela teria para fazer isso, visto que nunca vendeu tanto iPhones quanto atualmente.

A Apple não precisa estar sempre em primeiro lugar no mercado. E acho que nem quer isso. Ela só quer continuar tendo o seu público, fazendo aparelhos que realmente sejam bons para o usuário. Na Apple, todas as mudanças tem um real sentido de ser e até mesmo Johnny Ive já confirmou isso, dizendo que eles só fazem algo se isso for realmente diferente do que já existe. Um iPhone comprido, que mal cabe no bolso, não parece se encaixar nesta filosofia.

Este teórico iPhone comprido me lembrou muito a história contada por Tim Cook recentemente: é possível criar um produto que seja a união entre geladeira e torradeira, mas o resultado disso dificilmente agradará o usuário.

Quem quiser saber mais sobre este rumor (e outras montagens horríveis), pode ler o artigo de hoje do site iLounge (em inglês).

Conteúdo original e imagens © Blog do iPhone

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados