Notícias

“Indústria Brasileira” é o que virá na traseira do iPhone fabricado no Brasil

Depois de termos confirmado a fabricação do iPhone no Brasil, começam a aparecer algumas imagens que comprovam nossas investigações. Um de nossos leitores conseguiu colocar as mãos em um aparelho iPhone 4 saído da fábrica de Jundiaí, com as inscrições na traseira que indicam ter sido fabricado no país.

Diferentemente do que se imaginava, a frase que irá estampada na traseira do aparelho será “Indústria Brasileira” (e não “Assembled in Brazil”), como é padrão nos produtos feitos/montados aqui. Os aparelhos (iPhone 4 de 8GB) já estão sendo preparados para chegarem às operadoras brasileiras e deverão ganhar o mercado nacional em breve.

A pergunta que não quer calar é: será que o preço absurdo do modelo de 8GB que as operadoras estão praticando (conforme divulgamos em primeira mão aqui) é já para o iPhone nacional?

tínhamos afirmado aqui que, apesar de alguns sites divulgarem que o aparelho nacional seria mais barato, o celular não entra na Medida Provisória de isenção dos impostos (feita para os tablets), o que fará ele ser mais caro de produzir que na China. Então qual a lógica de fabricar no Brasil? Ainda não sabemos…

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Ariel

    será mesmo confiável essa foto? Sei não…

  • Lucas

    brasil brasil…. quer mandar na apple eh?

  • Willian Sousa

    Será? Vai ser legal se ficar assim 😛

  • Henrique

    Então pela escrita em português quer dizer que o iPhone só será fabricado para consumo interno. Não deve sair os iphones para o exterior.

  • Beto CPB

    “Industria Brasileira” deve estar somente nos produtos fabricados aqui com destino ao mercado interno.

    Para os produtos fabricados aqui destinados ao mercado fora do Brasil, deve ser “Assembled in Brazil”

    • RAVAGNANI

      Também acho, senão fica sem nexo.

  • Bruno

    É a mesma coisa que os iPhones fabricados na china viessem escrito atrás: “產於中國”

    • Beto CPB

      Creio que os aparelhos vendidos DENTRO da China devem ser assim.

      • Creio que não, pois li uma reportagem que os iPhones e iPads da China, vão primeiro para os EUA, e depois voltam para o país, por isso lá tem um dos iPhones e um dos iPads mais caros do mundo junto com o Brasil!

  • Acho a foto confiável sim, esse lance de indústria brasileira deve indicar que esse aparelho será apenas para o mercado brasileiro mesmo, provavelmente não iremos exportar.

  • Vitor Hugo

    Nossa, que podre! kkkkk’ ”Assembled in Brazil’ seria bem melhor!

    • Beto CPB

      Podre foi o seu comentário… Totalme te sem nexo.

      • Beto CPB

        *totalmente

    • Matheus Ribeiro

      Meu velho, o Brasil está em constante evolução(graças a Deus)… portanto evolua também e tenha orgulho de sua língua de origem. #fikdik 😉

      • Beto CPB

        Boa Matheus !

      • Leo Freitas

        Bati palmas! Povo é muito chato!

      • Ana

        Mano, num gosta daqui, some vai pra outro pais então

    • Marcos.garcia

      Que ficou estranho ficou. Metade da mensagem em inglês e metade em português????

      • Rogerio Cidade

        Isso é verdade. Ficaria melhor se todas as mensagens fossem no bom e velho português.

    • Guilherme Gomes Nogueira

      Não entendi o seu comentário e nem a mania que o brasileiro tem de desmerecer a própria língua do país em que nasceu.
      Não sei se vc faz faculdade, curso técnico, se tem algum hábito de leitura ou mesmo assiste tv ou ouve rádio. Mas se faz qualquer uma dessas coisa, recomendo que o faça com o idioma em inglês. Já que a sua língua é tão “podre”assim.
      Se vc tem inglês fluente, ótimo para vc, muitos aqui tb tem.. é menos uma barreira pra vc poder morar fora do Brasil não acha?

      • George

        Quanta baboseira você fala Guilherme.

        O que o rapaz quer dizer é que metade em inglês e metade em português ficou estranho.
        É a mesma coisa de colocar Designed in Califórnia – 在中國組裝

        Fica muito estranho mesmo. Ou tudo em português ou tudo em inglês, como é o padrão em todos os produtos.

        • GAP

          Deixar metade em inglês e metade em português é tão tosco, que ninguem perderia o tempo de fazer uma montagem dessas. Todo mundo diria que seria fake!! Essa tosquisse apenas denota esta imagem deve ser verdadeira. rs

        • Vitor Hugo

          é, foi bem isso que eu quis dizer! =)

  • Dorinhavasc

    Gostaria muito que o iPhone produzido no Brasil “industria brasileira” pudesse percorrer / ser vendido para o mundo todo. 😉

    • Francis

      Hum, seria uma tremenda massagem no nosso ego, né não ?

      • JanjaBoy

        Tenha certeza!
        Mas, masmo assim tem uns e outros que ficariam com vergonha e gostariam de ter um iPhone todo escrito em inglês. Imagina um iPhone com língua de “pobre”. 😉

        • SamuEX

          “Pobre” meu nobre amigo?
          O Brasil, de acordo com vários economistas, é a bola da vez. E não falo de economistras brasileiros.

          Ter selo Brasileiro já está virando cult. 😉

          Abraço!!

          • Dorinhavasc

            Samu, tu infelizmente não captou a mensagem do Janja.

            • Dm_Crazy

              Jajan é o nosso REI!!!

            • Francis

              O Janja é o Rei da ironia fina, isso sim!!

          • JanjaBoy

            SamuEX, esqueci de assinalar ironia ON. 😉

          • Alan Gabriel

            Foi ironia. Desde quando um pobre compra iPhone? 😛

            • Dorinhavasc

              Outro… Tsc…tsc…., estamos falando de idiomas e não de classe social.

            • Alan Gabriel

              Entender a ironia dele eu entendi, mas você não entendeu a minha.

  • Joe

    Aff ai o Iphone 4 de 8G vai ser 1.600 reais, sendo que o de 16G e de 1.800 reais, grande coisa ter fabricado aqui no brasil.

  • Fabricio Torres

    Comentario Off – Estou precisando trocar meu iPhone 4 ( como todo mundo sabe, não existe assistência e sim a troca do aparelho) comprei o iPhone a quase um ano no shopping Praiamar em Santos, litoral de São Paulo e agora resido em Araruama, Região dos Lagos RJ fui na loja da VIVO em Araruama para trocar o aparelho e fui enformado q não poderia fazer o mesmo pois comprei o aparelho em outro estado e teria q entrar em contato com a loja q comprei para fazer a troca. Mais como entrar em contato com a loja se a NOTA FISCAL NÃO TEM TELEFONE da loja, só o endereço e nem a loja da VIVO em Araruama e nem outra e inclusive a central, tem o número de telefone da loja da VIVO em Santos.
    Como pode uma NOTA FISCAL NÃO ter o telefone e nem as lojas e nem a central da VIVO ter o telefone de outra loja ???

  • Ednilson Rosa

    Só achei que ficou muito estranha a mistura. Já que “Indústria Brasileira” está em Português, então devia vir escrito “Desenhado pela Apple na Califórnia”. Ou então vir tudo em Inglês…

    • Beto CPB

      Concordo !

      “Desenhado” ou “projetado” pela Apple.

    • iJE

      Também achei esquisito. O texto vai ser essa “salada” de inglês com português?

      • Andrea

        Pois é, já começou mal ehehe

  • Wilan

    Ainda bem que isso não vai para o exterior, porque essa frase ficou ridicula! E sim o preço será de R$1.690,00 no sistema da VIVO ele já foi cadastrado por esse preço 😉

  • Alexandre Duarte

    Ainda tá muito caro, na minha opinião.

    Mas nada de muito diferente do que a Samsung pratica com seus Galaxys por aqui né?

    Produzir (ou montar) o aparelho aqui não é garantia de queda brusca no preço.

    Leio em vários posts algumas pessoas achando que com a fábrica da Foxconn montando igadgets aqui a coisa iria mudar e teríamos os produtos da maçã à preço de maçã (trocadilho infame mode on).

    Acho que de todos esse é o maior engano. Vejo que a galera tá mais preocupada com “queda de preço de iPhone e iPad” e isso acho difícil acontecer pelo menos de maneira muito significativa. Qndo saiu essa MP da isenção de impostos vi gente achando que iPad sairia quase de graça!!!

    Não tiro a razão de ninguém em querer iPhone e iPad mais barato (tbm quero, oras) mas vamos botar os pés no chão e ver o que as operadoras no Brasil praticam em tremos de preço há anos e anos, não só com o iPhone, e nem vamos esquecer o mundo Apple não se resume somente a esses 2 produtos. Acredito que a mudança mais significativa é a entrada definitiva do Brasil nesse mundo, com tudo o que os outros paises tem à disposição (app store, iTunes store, garantias, prioridades nos lançamentos e etc, etc.).

    Desculpem o mega comentário. É só minha opinião. De leigo observador de tecnologia. 😛

  • Anderson

    de certa forma sou favorável, pelo menos não ORKUTiza o iphone.

    • Cleyton

      Ah trolls, seus peraltas…

    • Victor

      comentário lamentável.

      outro dia estava no supermercado e vi umas crianças humildes brincando com entusiasmo com o ipad. em vez de achar estariam orkutizando o ipad fiquei triste pelo fato do preço impedir que elas pudessem ter um em casa por conta da política tributária do brasil.

      • JanjaBoy

        Victor, parabéns, penso como você.

        • Rodrigo R.

          Concordo, imagina se toda a população tivesse acesso a um tablet ou mesmo que seja algum computador, com certeza seríamos um país de primeiro mundo.

          Agora se a pessoa fica preocupada em “orkutizar um produto apple”, já deixa bem claro que somente compra os produtos pelo status que geram e não em si pelo benefício gerado.

          Se você busca destaque, aceitação e reconhecimento na sociedade por os produtos e as respectivas marcas que consome, meu caro, abra a mente, busque a notoriedade pelo conhecimento e o bem gerado ao maior número de pessoas.

          Não nos preocupemos em “banalizar as marcas premium” e sim proporcionar condições de uma nação inteira poder ter um tablet que seja Apple, escrever com uma caneta montblanc, usar roupas de alta costura, comer deliciosos pratos, beber um vinho Petrus e por assim vai.

          Dinheiro gera dinheiro, vamos ter a iniciativa de prosperar e não ficar preocupado se uma criança da classe D, E tem acesso a um tablet, igual ao seu…

          Sucesso!

      • Dorinhavasc

        [3…] também penso assim, deveria ser para TODOS!

        • Francis

          Também acho. Todos nós merecemos o que existe de melhor no mundo.

          • Dm_Crazy

            Sociedade EGOCENTRICA e MESQUINHA!!! Inclusão digital, por favor!

  • Steiner Jardim Nt.

    Achei uma coisa estranha, a Vivo daqui da minha cidade (Campo Grande MS) disse e afirma que já está vendendo o iPhone 4 de 8GB..

    • Rodrigo

      Foi o que me disseram em Marília/SP, como comentei no post “iPhone 4S começa a aparecer no inventário das operadoras brasileiras”, agora há pouco…

  • Acho digno, não tem porque ser escrito ”Assembled in Brazil” uma vez que os aparelhos que serão fabricados aqui, serão vendidos apenas aqui. “Industria Brasileira” está mais do que correto.

    • Antonio Antunes

      Não sei porque, mas concordo com você.

      • Dm_Crazy

        kkkkk

      • Alan Gabriel

        Talvez a fábrica seria um ponto estratégico pra ficar mais fácil a distribuição dos aparelhos nas Américas. Não teria sentido a Apple fazer uma fábrica em um dos países que menos compram seus aparelhos (talvez pelo alto preço), um exemplo disso é nós sermos um dos últimos a receber lançamentos, como o iPhone 4S.

        • Alan Gabriel

          Ops, a resposta era pra MafiosaB.

        • Entendo o seu ponto de vista, pensando por esse lado, até faz sentido. Não é atoa que o preço do iPhone 4 de 8GB é praticamente o mesmo preço do iPhone 4 16GB.
          Enfim… Enfim… Tenso! HAHAHAHAHA

  • Junior Manoel

    Eu não tô nem ai se vai ser “Indústria Brasileira” ou “Assembled in Brazil” eu quero é que os preços baixem, não adianta nada produzirem a linha completa da Apple no Brasil se continuarem nos estuprando sem dó.

    • Junior Manoel

      REPAREM UMA COISA!

      A fonte da palavra “Indústria Brasileira” é diferente de todo o resto, ainda não acredito 100% que essa imagem é verdadeira.

      • Alex Gomes de Camargo

        Isso mesmo, está com um espaçamento muito grande entre as demais palavras. Creio que essa imagem é #fake

  • Fabio

    O meu iPhone foi roubado e eu não podia esperar pelo iPhone 4S, mesmo que fosse por uma semana. Comprei essa semana um na Vivo, de 8GB, pelo preço absurdo que vocês sabem qual, mas “Assembled in China”.

    • Beto CPB

      O que iria acontecer com você se esperasse mais ou menos uns 20 dias prara comprar o ATUAL iPhone 4S ?

    • JanjaBoy

      Fabio, faz o seguro na Vivo. O seguro deles é Mapfre, funciona já testei. E agora meu filho está testando. (está aguardando o iPhone novo)

  • Doug

    Verdade.. ja tenho um iphone 4 de 8G branco fabricado no brasil e realmente a procesede a informação

    • JanjaBoy

      Tem como fazer uma foto é mandar para iLex?

      • Doug

        com certeza… so me mandar o email do iLex !

        • Dorinhavasc

          Vá no menu e clica em contato lá tu mandas o e-mail direto pra ele.

          • Tepple

            Tambem sou a favor!
            Abaixem o preço do lamborghini também!
            Todos temos direito de ter produtos top!

            • JanjaBoy

              Tepple, primeiro precisamos de estradas de qualidade. 😉

            • Dorinhavasc

              Segundo que a lei de limite de velocidade nas estradas seja mudada, é por que do que adianta ter uma Lamborghini e não poder correr?

            • Alan Gabriel

              Pois é Dorinha. Seria mais fácil comprar uma carcaça de Lamborghini e colocar um motor de fusca.

  • Marcelo L. C. Jr.

    iLex, alguma vantagem de se produzir aqui deve ter, empresário não faz nada assim sem ter benefício, se não continuariam importando sem dó.

    Eu chuto que o que deve trazer vantagem são os impostos. Pois os impostos para os componentes separadamente é menor que do produto acabado e pronto.
    No fim das contas, pouca coisa será realmente PRODUZIDO aqui, afinal o trabalho dessas grandes OEM’s é só mesmo a importação de todos esses items, montagem e depois distribuição, seja mercado local ou exportação.

    Mas, a esperança é a última que morre, preços mais baixos seriam mto bem vindos!

  • Endrigo Cavinato

    Gente, passei hj em uma loja da vivo uma atendente me informou q tinha o iphone 4 de 8GB pra vender ja…..com preços de R$1149,00 no plano VIVO iPhone 100 e R$1299,00 no plano iPhone 60.
    Achei estranho e perguntei novamente pra atendente se era mesmo o iPhone 4 de 8GB e ela reafirmou q sim e q os de 16 e 32GB ja pararam de chegar para eles. Eu só nao sei se esse q estao vendendo ja é fabricado no Brasil ou veio da China.

  • Lucas Sampaio

    Ser fabricado no Brasil ja é um começo neh … mas acho que ta bem longe de essas grandes empresas entrarem no Brasil com essa politica horrivel …sera que vai ser bom pra apple ?

  • Fernando

    Que se dane o nome!!!

    contanto que me vendam um iPhone mais barato pode até vir escrito “Assembled by Creuza”

  • Jefferson

    Galera,

    Mesmo se o preço for mantido, entre um iPhone fabricado na China e um brasileiro, fico com o ultimo. O produto brasileiro, mesmo que tenha um percentual de conteúdo nacional baixo (digamos que seja inteiramente montado, e só) ele terá o componente humano. As pessoas que montaram os produtos terão seu emprego, que fará a economia girar.

    Absurdo mesmo será se o preço for maior que o importado….

  • Matheus Augusto

    Isso ta parecendo uma novela

  • Juliano do Prado

    Custos com logistica poderiam ser diminuidos com a fabrica no Brasil. Levando em consideração que o produto não será exportado e sim consumido no próprio país.

  • Kennyson Medeiros

    Totalmente falsa essa imagem..quando teve o post de que o ministro disse que Iphones seriam fabricados em julho e iPads ainda em 2011 eles
    Mostram uma ótima qualidade de imagem que aparecem
    No post escrito Assembled In brazil isso era um IPad e a imagem e muitoooo melhor que essa e não é nem verdadeira ainda.. Podem ver o post ae no Leia também..

  • Kennyson Medeiros

    Totalmente falsa essa imagem..quando teve o post de que o ministro disse que Iphones seriam fabricados em julho e iPads ainda em 2011 eles
    Mostram uma ótima qualidade de imagem que aparecem
    No post escrito Assembled In brazil isso era um IPad e a imagem e muitoooo melhor que essa vejam no leia também!

    • Jonathan

      Perfil da concorrência é complicado…

  • Kennyson Medeiros

    Ops.. Repetiu.. ILex apaga o ultimo que ficou duplicado..

  • Jonathan

    Ninguém consegue bater os preços dos queridos xing-lings… Esperando para ver os preços. #medo

  • Caio

    xiiiiiiiiiiii…..nao da pra ver é nada!!!

  • pAuloDuarte

    Montagem bem feita,….Será?

  • Felipe Criscuolo

    Na minha opinião, o fato de estar escrito “industria brasileira” não significa que o aparelho não será comercializado em outros locais, pra mim é uma questão de definição de lotes, que miram o destino de venda.
    Quanto a estratégia comercial, provavelmente a Apple criou um “braço” na América latina, a fim de otimizar o processo de reposição de estoques e também desafogar funcionários chineses, que trabalham overtime. Essa é uma política preventiva, ao meu ver, pois a província chinesa que concentra os fabricantes de eletrônicos, acabou de conceder aumento do salário mínimo aos trabalhadores e o futuro é de que isso persista, assim como mudanças nas questões trabalhistas.
    Por fim, o Brasil vai praticar o mesmo preço de venda dos aparelhos fabricados na China, mesmo com mão de obra mais cara. Como isso é possível? Pagamos muito pelo que compramos, portanto, lucros exorbitantes, que em volume, compensa muito.

  • Yuri

    Sem contar com o fato de que o Brasil nao tem facilidade de ocorrer certos desastres como la, dependendo do que aconteça na China, pode ser transferido a produção pra o Brasil, suprindo temporariamente o problema que teria ocorrido

  • Allan

    Já passou da hora de darem assitencia dentro do Brasil para iPhones, a apple fabrica mas não vende aqui diretamente porque? Sem nexo total deixar somente nas mãos das operadoras famintas por clientes pós pagos.

  • TiãoGavião

    Vai virar “Cult”, primeiro iPhone com Made in Brazil!! 🙂
    Quanto a sair mais barato, eu já tinha postado que isso nunca aconteceria, produz aqui e consegue ser mais caro.
    Brasil, qual é o teu negocio, me diz o nome do teu sócio…. 🙁

    • Felipefp

      Costumo comprar no exterior e há algum tempo, meu antigo chefe importou um jogo de amortecedores, que msm pagando os 60% de impostos saia mt mais barato que o msm modelo na loja mais barata daqui. A surpresa foi quando ele recebeu a caixa leu que era produzido no Brasil. Não sou contra explorar a margem de lucro, afinal, eu faria a mesma coisa, mas tb quando penso como consumidor e acredito que o preço não vale, procuro outra maneira de comprar o produto ou sisplesmente n compro.

  • Mateus

    Segundo conhecidos dentro da TIM, não está vantajoso ainda vender o iphone 4 8gb, o valor ta quase o mesmo, pois não vai fazer muita diferença nos planos.
    e o 4s somente ano que vem, e o valor do iphone 4 vai baixar somente quando chegar o iphone 5.

  • Maicon Moresco da Silva

    Steve Jobs do jeito que era perfeccionista deve ta se revirando no túmulo depois dessa salada inglês português!

    • HAUAHAUAHAUAHAU meu namorado disse a MESMA coisa!

    • Alan Gabriel

      Se é que ele foi enterrado néh… Devem ter congelado ele pra examinar o cérebro dele e saber o que há de diferente em cérebro de gênio, ou congelaram pra acordar ele em 2080 pra ele ver se já conseguiram ultrapassar pelo menos alguns dos projetos dele.

  • DIEGO

    Se vai sair iphone 4 fabricado no Brasil,teremos tambem um iphone 3gs fabricado aqui.E fica a pergunta quanto sera o preço do iphone fabricado aqui?Pois até quando seremos enganados pelos fornecedores que apreveitam para ganhar mais lucros em cima dessa redução de gastos…..
    Fica uma dica para quem puder,depois que sair o iphone fabricado aqui postar a margem de lucros dos fornecedores para sabermos o quantos estamos sendo lesados!!!

  • Roney Cezario

    Adorei esse artigo.

  • Enio Britto

    Já vi iPhone feito na China com “產於中國”. Então de fato deve ser a inscrição indústria brasileira.
    Os iPhones fabricados (montados) aqui, se dá por logística, alguns componentes seram fabricados aqui (bateria, carcaça, botões) e outros importados (chipsets) ou até mesmo a placa lógica inteira, e também devido a algum acordo comercial com o Brasil, que deve dar isenção de impostos por período certo. A Apple visa somente o lucro!

  • Rafael

    Independente da qualidade do Brasil (que é bem baixa), e do que pensam os ufanistas deslumbrados, procede EM MUITO o argumento exposto sobre a inadequação de se usar “Indústria Brasileira” em um produto que será vendido no resto do mundo.

    Como bem colocou o Bruno, seria como se os produtos fabricados da China (e vendidos fora) viessem com os dizeres “產於中國” atrás. Não faz o menor sentido.

    Isso pra não entrar no mérito do texto metade em uma língua, metade em outra.

    Torçamos para que a inscrição “Indústria Brasileira” seja apenas para os produtos vendidos aqui. E que, se for mesmo esse o caso, tudo venha em português:

    “Desenhado (ou Desenvolvido) pela Apple na Califórnia. Indústria Brasileira.”

  • Enio Britto

    Eles não exportar os iPhone fabricados aqui, será para consumo interno, se muito irá para o Mercosul ou Cone Sul. Os restantes serão montados e fabricados na China pois é muito mais barato!

  • Enio Britto

    Ah! Será que teremos agora Apple Store (oficial)? Porque nossa assitência técnica é péssima!

  • Omarbh

    Discussão infértil, hein?! A Apple ainda não revoga leis no Brasil, por enquanto!

    Lei 4.502/1964
    CAPÍTULO I
    Da Rotulagem, Marcação e Contrôle dos Produtos

    Art. 43. O fabricante é obrigado a rotular ou marcar seus produtos e os volumes que os acondicionarem, em lugar visível, indicando a sua firma ou a sua marca fabril registrada, a situação da fábrica produtora (localidade, rua e número) a expressão “Indústria Brasileira” e outros dizeres que forem necessários à identificação e ao contrôle fiscal do produto, na forma do regulamento.

    Decreto 2637/1998
    Regulamento do IPI
    Art. 196. Os fabricantes e os estabelecimentos referidos no inciso IV do art. 9º são obrigados a rotular ou marcar seus produtos e os volumes que os acondicionarem, antes de sua saída do estabelecimento, indicando (Lei nº 4.502, de 1964, art. 43, e § 4º):

    I – …

    IV – a expressão “lndústria Brasileira”;

    V – …

    • Francis

      Tem sempre um integrante da Comunidade BDi para explicar e comprovar aos demais o porque das coisas. Esse Blog é demais!!

      • Omarbh

        Tb acho Francis! Por aprender muito aqui é que tento, sempre que possível, retribuir naquilo que posso.

    • Rafael

      Claro que a culpa não seria da Apple. Ela jamais faria uma bizarrice dessa.

      A culpa tinha mesmo que ser da legislação brasileira, sempre genial. A mesma que impede a categoria Jogos na App Store e nos obriga a criar uma conta argentina ou americana para comprá-los.

      Uma pena que a Apple (por enquanto) não revogue leis no Brasil. Assim vamos ter que aguardar que os políticos o façam.

      • Omarbh

        A Apple não será primeira e não será a última. Aliás, quase todos os países utilizam o “made in…”, “Fabricado/hecho en…”, “Fabriqué en…”. Tudo tem a ver com tributação e visibilidade. Aliás, a Inglaterra foi a pioneira no uso dessa designação de origem.

        Sejamos inteligentes, a questão da China adotar o Inglês é certamente porque deseja que isso seja compreendido pelos ocidentais. Produtos consumidos internamente, com certeza prescindem desse “glamour” de anglicismo.

        É claro que as normas devem prever alguma flexibilidade para produtos destinados direta e exclusivamente para o mercado externo, autorizando o uso do made/assembled in Brazil. Mas tem que pedir e se submeter.

        Evidente que ela coloca o humilhante “Designed by Apple in California” para deixar claro que ela só produz fora dos EUA porque um monte de bobos se matam a preço de banana (e arroz, na China) para produzir algo que os obesos e alienados americanos cobrariam caro em salários e benefícios para fazer.

        Se dependesse da Apple, não haveria manuais em Português, a assistência técnica seria sempre essa porcaria que é e atrás dos produtos talvez viria escrito: “Assembled in Brazil by Brazilian fools”.

        Ficou estranha a mensagem, mas vamos parar de por a culpa nos impostos, no governo e nos políticos. A Mercedes, a Volks, a Fiat, a Nestlé, a Gillette, a Petrobras, a Vale e tantas outras gigantes fabricam e exportam daqui e resolveram essa questão sem mimimi. A Apple é esperta, vai resolver também e assim como os bons brasileiros, não terá vergonha de mostrar que tem interesse em produzir em terras tupiniquins!

        • Francis

          Concordo e assino embaixo. Melhor explicação, impossível. Parabéns Omar!

        • Rafael

          Opa, parece que temos alguém que gosta de mostrar erudição. Quer dizer que a Inglaterra foi a pioneira no uso? Que bom.

          Claro que a motivação da China em adotar o inglês é a de ser compreendida pelos ocidentais. Ela é inteligente e não se prende a normas idiotas. O Brasil devia fazer o mesmo.

          E não tem nada a ver com o “glamour” de estar escrito em inglês. Tem a ver com ser compreendido. O inglês é a língua universal. Produtos vendidos em diversos países deveriam ter suas inscrições em inglês (ou em cada língua local).

          Ainda bem que você contempla a flexibilidade das normas. Agora só falta os políticos.

          Mas antes a Apple deve se submeter, se curvar à soberania nacional. Afinal, ela humilha o resto do mundo com seu “Design by Apple in California”. Que bobagem…

          É natural que ela tente produzir seus produtos onde é mais barato. Assim pode oferecer um preço menor aos consumidores, que com certeza se importam com isso.

          Todos são livres para fazer suas escolhas, tanto os obesos e alienados americanos quanto os bobos que se matam a preço de banana. Se quiserem voltar para as plantações de arroz, ninguém vai obrigá-los a fabricar iPhones.

          Hmmm… que mais… Não acho que a Apple tenha qualquer problema com manuais em Português, com assistência técnica eficiente (como é no resto do mundo) e, principalmente, acho que mesmo se dependesse só dela, não escreveria “Assembled in Brazil by Brazilian fools”. Seu objetivo é vender produtos, não humilhar compradores. Ok, é claro que você estava brincando nessa última afirmação.

          E, sim, vamos continuar pondo a culpa nos impostos, no governo e nos políticos.

          Cobram muito e entregam pouco.

          Obrigar empresas a lutar contra um emaranhado burocrático só serve para enriquecer burocratas (e seus apadrinhados). Investir em terras tupiniquins deveria prescindir de esperteza. Deveria bastar a competência.

          • Omarbh

            Ok, Rafael,
            Nada de erudição. Meu conhecimento é muito pouco e só posto algo se sinto que posso contribuir. Não tento demonstrar o que, definitivamente, me falta! Apenas casou que sabia algo e quis compartilhar. “No ofense”!
            Vamos ver se ela mostra competência e resolve essa questão que, diga-se de passagem, para mim é irrelevante, embora um monte de pessoas prefira o idioma Inglês ao nosso. Questão de gosto ou de ideologia. Para outros, entretanto, fundamental e estratégica. A EMBRAER deve ter superado esse problema.
            Se ela gosta de esclarecer que projeta nos EUA (como se isso atestasse a qualidade do produto apesar da origem da montagem) e explora os pobres (que nem sempre têm o direito de escolha), também me parece firula para agradar quem dá mais valor à casca do que à essência (esse foi o debate de muitos comentários acima). Questão de opinião, novamente. Aqui todo mundo é livre para expressar a sua.
            A Apple nao faz favor em fabricar algo aqui, então, vale negociar os interesses de cada parte, inclusive o respeito às leis até que elas democraticamente sejam mudadas. Ela também não é obrigada a produzir aqui, pode ir para a Colômbia, pro Chile ou pra Argentina.
            Ela, Apple, até que demorou para enxergar o Brasil, outras gigantes do mundo já o fizeram antes e estão se dando bem. A Apple, agora sem Jobs, vai ter uma segunda chance de sobreviver sem ele e o Brasil pode ser fundamental nesse processo. Só que, agora, ele não volta mais, infelizmente…
            Finalmente, a China não deve mesmo se importar com regras tão estúpidas quanto ao idioma a figurar no rótulo dos produtos assim como com as que permitem trabalho infantil em regime de escravidão. Em todo lugar há boas e más práticas, bons e maus exemplos.
            O que quero dizer é que nem todo político é corrupto, nem toda lei é vazia de sentido, nem todo imposto é desviado, TODA empresa visa lucro e que a Apple não é diferente nem santa.
            No mais, obrigado pelo aparte.

            • Rafael

              Ok. Disponha.

  • Monaski

    Essa foto seria de um iPhone?!

    Se sim seria um branco encardido?!?!

    O.O

  • Ezequiel Nunes

    Legal vai ser o preço que vai vir na traseira dos brasileiros >:(

  • Leonardo

    A TIM ESTÁ FAZENDO CADASTRO DE CLIENTE PARA O iPhone 4S

  • Que merd* de foto é essa ? Não dá pra entender nada ! Sei não… Essa foto tá muito esquisita.

  • DIEGO

    Não estou acreditando que um Iphone 4 de 8GB fabricado no Brasil tera o preço de R$ 1600 ,isso só pode ser píada,pois sem os impostos de importação e pelo fato de ter reduzido a memoria do iphone pela metade o preço final deveria ser no maximo de R$ 1100 ,isso não pode ser verdade.
    O que as operadoras pensam que somos?
    Até quando vamos pagar o triplo do preço dos eletronicos,temos um dos menores salario minimo do mundo e ainda temos que pagar mais caro….
    Decepção!!!!!!!!

  • Geff Kunert

    Só consigo pensar em uma lógica iLex…liberar a fábrica chinesa pra fazer o 4S e o novo ipad

  • rafael

    mas com isso o preço do iphone vai abaixar ?

  • Daniel

    Qual seria a lógica da Apple? Bem, assim como toda multinacional, a Apple sabe que o brasileiro pagará qualquer preço para ter um iPhone, carro, ingresso, etc.
    Não há limite. Até a religião é paga no país.

    O novo-rico não se importa com o preço, ele só quer afirmar a sua ascensão social recente.
    O brasileiro provinciano e otário compra tudo, mesmo sabendo que não valerá a pena!

    “Lucro Brasil”. Pode acreditar que esse termo é referenciado em reuniões de matrizes pelo mundo todo, motivo de chacota. E pode crer que o lucro brasil compensa preços mais baratos praticados em outros países.

  • William Costa

    Tudo bem, está sendo fabricado. Mas quando veremos um iPhone “Indústria brasileira” (seja 4 ou 4S, podendo ser até o 5) nas lojas???

  • Entao ..
    Tem diferença no iphone de industria brasileira para China ?
    Digo na qualidade