Notícias

Passageiros terão Wi-Fi grátis no aeroporto caso o vôo atrase mais de 1 hora

Uma ótima notícia para quem tem iPhone, iPod touch ou iPad.

ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) aprovou uma nova regulamentação que beneficia passageiros em caso de atraso de vôos domésticos ou internacionais partindo do Brasil, obrigando a companhia aérea a disponibilizar acesso à internet caso a espera para embarque seja superior a 1 hora (60 minutos).

Segundo o artigo 14 do capítulo IV da resolução, o passageiro terá “facilidades de comunicação, tais como ligação telefônica, acesso a internet ou outros“. Marcelo Guaranys, diretor de Regulação Econômica da ANAC, explica:

A mudança representa um avanço significativo dos direitos dos passageiros do transporte aéreo. Buscamos compatibilizar a racionalidade do Código Brasileiro de Aeronáutica com os princípios e normas presentes no Código de Defesa do Consumidor, uma vez que existe relação de consumo entre o transportador e o passageiro.

A resolução da agência entra em vigor em junho, pouco antes das férias escolares. Na página da ANAC na Internet está disponível a íntegra da Resolução, que pode ser acessada em formato PDF neste endereço.

via

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Bruno Ferreira-Rio

    Muito legal!!

  • Matheus

    éé bom …. Ainda mais aqui no Brasil…

  • Muito util pois nao adianta de nada eles te darem o sinal em diversos aeroportos do brasil mas precisar de um login e password. No meu ponto de vista deveria ao menos colocar 100Kbps para geral, explicação seria “é lenta mas ao menos tem” cabível e aceitável, Mas do geito que anda o pais daqui uns dias tera que pagar também para o uso daquelas varias tomadas espalhadas pelos aeroportos, e outra, Ja viram o preço da internet la na Telefônica (unica lan house/internet café disponível no aeroporto de GRU) quem Ja viajou pelo aeroporto de Cumbica Guarulhos sabe do que estou falando, Mas eu nao creio muito neste artigo citado pela mídia, eu o classifico como “mito”.

  • Max

    Acho que as empresas realmente deveriam respeitar mais o consumidor em casos de atrasos, mas esse é o tipo de regra sem noção. Gera um custo completamente desnecessário pra companhia. Até a alimentação eu estava concordando, mas Wi-Fi já é demais. Como eles vão fazer pra controlar lá no gate quem é que está com voo atrasado ou não? Vai ter que liberar pra todo mundo.

    • Felipe B.

      Liberar ao acesso Wi-fi gera custos à companhia? Afff me poupe desse comentário…

      • Max

        Então me responda quem irá pagar e manter a infra-estrutura dos access point do Wi-Fi? Vc deve viver no país das maravilhas onde tudo é de graça pra falar isso.

      • DarkSide

        Como assim ? Você acha que quem vai pagar, tudo isso, e ANAC não criou só essa medida, mas tudo isso vai virar custo na passagem… tenha certeza disso.

  • Artur

    Off–iLex,sei q esse comment n vai ser postado,+ sei que vai ver.Quando Puder,por favor,me mande o e-mail do site p/ que possa contactar notícias,como o lançamento do Multiflow no Cydia vlw

    • Dois erros. Uma em achar que não seria publicado e outra por não saber o email de CONTATO do site.
      Aliás, nunca confie em um site que não possua UM LINK para o email de contato… 😉

  • Rodolfo Piva

    Que miséria… Tinha que ter wifi liberado direto, independente de atrasos. Em outros lugares do mundo isso é normal e até é um serviço publico…

  • Lucas Moreira

    Cara, no aeroporto internacional de Guarulhos tem WiFi grátis. E não atrasou meu vôo.
    O que será essa lei então ? :S Vôo nacional, será?

    • DVC

      Felizmente Guarulhos não é o único aeroporto do país.

  • Arthur

    Só sei que nos EUA a GRANDE maioria dos hot spots wi-fi de aeroportos (ou não) são pagos. Não é lá muito caro mas sempre uma empresa terceirisa e cobra a parte. Isso é comum por lá

    • Idem para a Europa.

  • GRM177

    Quero ver é implementar isso, primeiro pela distinção entre a internet free a partir de 1h e somente para os atrasados, ou seja, essas pessoas terão de receber da companhia alguma senha de acesso presumo, vão fazer o que, colocar um funcionário passando pelo saguão distribuindo senhas, ou os passageiros se dirigem ao balcão (imagine o tempo para receber a senha), colocar exposta em cartaz ou telão não adiantaria, pois os não atrasados teriam acesso.

    A ideia não é ruim, mas nosso governo é campeão em fazer leis inoperantes, se isso funcionar eu pago uma barra de cereal para o autor.

  • Marcus

    Legal que terao Wifi de graça quando houver atrasos….
    Mas seria bom mesmo, se fosse Wifi direto, em janeiro fiz duas viagens de aviao, e em ambas tive que ficar varias horas no aeroporto, por causa da conexao….. Muito foda vc ficar sem fazer nada por todo esse tempo……. No total, 2 viagens e contando a ida e volta, acho que fiquei perto de 20 horas dentro do aeroporto, sem ter nada pra fazer…..

  • GRM177

    Era mais fácil liberar internet e pronto.

  • Luis Tavares

    Se não me engano eles criarão salas com acesso wifi e telefone fixo gratis =D A senha Poderia ser mudada a cada 1 hora e mostrada em uma tela para quem esta nessa sala…e Soh entraria nesta sala qm confimasse q esta atrasado!

    Simples =D E muito legal, cabe aos aeroportos fazerem uma bela sala com lanchonete, tv, etc para que os passageiros se sintam mais confortaveis usando a inernet quando o voo atrase!

    • GRM177

      Nossos aeroportos mal tem espaços para salas vip, que dirá para criar salas especiais só para passageiros em atraso… em Fernando de Noronha e Florianópolis só se colocarem barracas na pista, mesmo Porto Alegre não parece ter espaço sobrando. Vamos ver no que dá. Regulamentações mais sérias do que essa como a que determina o tempo de 1 minuto para atendimento e falar com o atendente como primeira opção nos call-centers até hoje não vi cumpridas pela maioria das empresas e não houve consequências.

    • E com isso deixar mais cara ainda a taxa de embarque…

      • GRM177

        Pois é, velho, pensei o mesmo, no final sobra para nós mesmos.

    • DVC

      Luis, sua sugestão seria válida, se nossos aeroportos não estivessem saturados com tudo que já está lá dentro. Hoje, na maioria dos aeroportos não existe sequer espaço para balcões de check-in das companhias. Que dirá espaço para uma sala para vôos atrasados.
      Fora isso, seria mais um motivo de atraso, já que os passageiros de um vôo atrasado ainda teriam de se deslocar até o local de embarque quando a aeronave chegasse.
      Ou seja, a idéia é boa, mas impraticável.

  • Belmiro Amaro

    O passageiro já paga caro por uma taxa de embarque. Acesso a internet deveria ser serviço público, concordo com o Rodolfo Piva.
    A INFRAERO deveria liberar acesso a esse serviço em toda rodoviária, opa!! Desculpa, aeroporto de todo Brasil.

  • DVC

    Sou piloto e posso afirmar que a ANAC deveria se preocupar mais com coisas mais relevantes. Acesso à internet é perfumaria quando comparamos com tudo que precisa ser feito ainda para a aviação comercial brasileira.
    Não que não seja importante oferecer este tipo de facilidade para o passageiro, mas numa situação de caos, vai ser mais uma coisa para gerar conflito entre passageiro e companhia aérea.
    Imagina: atrasam os vôos em mais de uma hora por causa de algum futuro “apagão aéreo”… aí, além das mil reclamações pelo atraso, ainda vai ter reclamação para pegar senha de wifi, pergunta de retardado que não consegue conectar, etc, etc, etc.
    Infelizmente aqui no Brasil é assim: trata-se o efeito, e não a causa do problema. Ao invés de criarem-se políticas para diminuir os problemas e atrasos no sistema, criam-se medidas para abafar o problema inicial.
    É o fim do mundo…

    • Michel Pilla

      Concordo… a ANAC deveria se preocupar com outras prioridades…e o wifi deveria ser livre em todo aeroporto como em muito shoppings fazem, assim todos ficariam felizes e conectados…:)

    • Luck Strike

      Concordo com você DVC. Se essa medida existisse na época crítica dos apagões aéreos seria mais um motivo para stress, sem falar dos que não conseguissem conexão ficarem fazendo perguntas idiotas. O funcionário do balcão vai virar suporte de acesso à internet. Já trabalhei muito como suporte e é um baita teste para a paciência humana.

      Não sou contra, mas considero perfumaria em relação as prioridades que existem.

      Sinceramente, não quero usar wi-fi nessas condições. Quero o meu vôo no horário em que paguei.

    • GRM177

      Pois é, DVC, é por aí, ao invés de aprenderem a diferenciar o urgente do importante, os burocratas criam mais entraves e problemas (eu nem duvidaria que por trás desse regulamento estivesse um bom lobby milionário com alguma prestadora de serviços de internet). O pior é que muitos entram nessa e pensam que as coisas estão melhorando, tenho alguns amigos pilotos comerciais e outros da FAB, e pelo que sei pouco foi feito desde o apagão aéreo.

  • AndreSS

    E tem gente que vai acreditar nisso… Trabalho em Aeroporto, na área de autorização de viagem para crianças, e, sei muito bem como a ANAC, juntamente com a Infraero funcionam. No passageiro é a última coisa em que eles pensam.

    • Max

      Exatamente, enquanto isso os aeroportos continuam sem fingers para a quantidade de aviões que tem no país, tem passageiro tendo que andar no meio do pátio pra chegar na aeronave, filas enormes nos check-ins. Atraso total. Wi-Fi é a última prioridade.

      • DarkSide

        Isso é ridículo, nossos aeroportos são muito pequenos e não da para pensar em melhoria ou concorrência no setor com esse tipo de aeroporto, isso impede muito que todo setor cresça. Basta sair do pais ir aos EUA ou Europa para ver como são os Aeroportos deles, e ver como uma sede de Copa do Mundo e Olimpiadas deveria ser.

  • Rodrigo

    Tinha que ser liberado direto como é em vários lugares. Aeroporto de Hong Kong por exemplo.

  • DarkSide

    Todas essas regras da Anac parecem boas, mas no fim as companhias áreas não vão perder um centevo, vocês acham que eles vão ? A verdade é que tudo , tudo isso vai incidir no preço das pasagens, e é sempre assim, toda vez que o governo mete a colher na atividade privada e exagera na dose , isso encarece os valores e prejudica o consumidor menos favorecido. Pra mim a ANAC tem que sim cumprir rigidamente a lei com multas, e sim depois de 4 horas EXIGIR refeição e hospedagem (pois 4 horas se torna abuso) …. Mas atrasos de 1 hora pode ocorrer por problema de tempo, zelo com segurança , etc… A ANAC esta exigindo muito e eu sei que quem vai pagar com isso vai ser agente no preço das passagens, nenhuma companhia vai perder dinheiro tenham certeza disso.