iPad

Livros da Amazon serão mais bonitos no iPad que no próprio Kindle

Parece absurdo isso, mas é verdade. Hoje, a Amazon liberou as primeiras imagens do seu futuro aplicativo Kindle para o iPad, com visualização em cores de capas e livros. O leitor de eBook físico de mesmo nome, só suporta páginas monocromáticas.

Aliás essa é uma questão que muitos estão se colocando: se a tela do iPad será capaz de superar as vantagens do e-ink, tela de pouco brilho que aparenta quase um papel de verdade. O sucesso do novo tablet da Apple no mercado de livros eletrônicos será diretamente proporcional à sua capacidade de não irritar os olhos com a constante leitura na tela.

Fora isso, a notícia do Kindle for iPad é excelente, pois nos liberta da obrigação de ficarmos presos à iBookstore, que não existirá por enquanto no Brasil.

O funcionamento aparenta ser muito similar àquele dos iBooks, com movimento de página que imita um livro de verdade.

O Kindle para iPhone já é excelente (leia nosso review anterior), e para o tablet promete dar o que falar. Acho que é uma ótima jogada da Amazon, que ultimamente encontra problemas em acalmar seus editores atuais por causa da chegada do iPad. Ela mostra, assim, que não será ameaçada pela Apple, muito pelo contrário: o iPad pode ajudá-la a vender muito mais livros. 🙂

via

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados

  • Carlos Adller

    Será que esse app vai ser compatível com PDF’s, como é o próprio Kindle ?

  • andré

    Mais bonito: sim. Melhor para ler: duvido. Conforto visual nunca será um detalhe para quem quer livros, e nisso o e-ink é melhor.
    Mas é muito bom que a Amazon seja mais uma opção no iPad.

    • Ninguém ainda pode dizer que é melhor, porque ninguém ainda ficou mais de um dia lendo no iPad (pelo menos ninguém falou disso ainda). Por isso, melhor esperar antes de tirar conclusões, não? 😉

      Mas o desafio é grande.

    • Celso Dantas

      Eu não vejo problema em ler no computador.

      • Necds1

        Pra falar a verdade prefiro ler no iphone do que em um livro, pq ele grava onde eu parei e é muito mais comodo de carregar.

  • Douglas Fischer

    Eu adoro os produtos da Apple e coisa e tal, mas sejamos sinceros, a Amazon é uma ótima empresa. Muito bom ver eles fazendo bonito também no mundo Apple.

  • Luciano Cardoso

    Ler no pc cansa, mas eu gosto mto de ler no iPhone: uso o stanza, onde reduzo a luminosidade da tela com um simples gesto. Uso um fundo q lembra papel reciclado, muito bom. Minhas espectativas para o iPad se concentram na possibilidade de interação e na minha opniao o iPad vai dar show nesse quisito.

  • GRM177

    Concordo com o que falou o André, e sim, verdade, ninguém teve acesso ao iPad, no entanto presume-se que terá tela glossy (com brilho) como todo produto da Apple, e isso é como ler no iPhone ou num notebook com glossy, não é confortável, incomparável com o e-ink, agora se a Apple preparou alguma coisa que ninguém sabe ainda, pode ser, mas eu aposto que não, por isso eu acho que ele será uma grande furada como leitor, dá para ler, dá para muita gente comprar (afinal é mais bonito que um Kindle), mas conforto é outra história.

  • borges

    Apenas espero que esse “recurso” de ver a página virando possa ser desativado.
    É muito clichê pro meu gosto.

  • Andre

    Já estou com a vista cansada. Eu não quero mais ler nada.

  • Marcelo

    Essa discussão e-ink x not e-ink já cansou, hem? E daí que o e-ink é melhor? Quem comprar um iPad pensando só em ler livro já começou errado na sua análise de custo x beneficio.

    E o amigo Borges tem razão. Essa firula de virar página igual a livro vai ser legal no início, e pra impressionar os amigos. Depois vai ser um saco. rs

    • GRM177

      Haha, belo argumento. Toda vez que for argumentar algo a partir de agora vou introduzir por: – e daí que tal coisa é melhor, essa discussão já cansou, façam o que é pior pq é cool. Isso que estraga a Apple, a empresa tem coisas sensacionais, mas se os consumidores fossem mais exigentes teriam produtos melhores.

      • Ou você não leu meu comentário direito ou você não entendeu. Deixe-me tentar de novo:

        O que estou falando é que focar a discussão apenas no aspecto da qualidade da tela para ler livros é pouco para se analisar o iPad. Sabe por quê? Porque o iPad NÃO é um ebook reader. A Apple é uma das poucas empresas que tem coragem de fazer escolhas difíceis quando elabora um produto. No caso do iPad, assim como em tantos outros, ela fez uma escolha, e essa escolha foi fazer um dispositivo que NÃO apenas é um eBook reader, para a infelicidade de todos vocês que insistem em ver só essa utilidade nele e compará-lo com o Kindle.

        No dia que desenvolverem uma tela e-ink colorida com refresh rate suficiente para jogos e vídeos, quem sabe então ela não resolva colocar no iPad e deixar todo mundo contente, né? Até lá, o foco do produto é outro e ficar falando em e-ink vs. tela de LCD do iPad é mimimi, sim.

        E que bom que vc aprendeu alguma coisa comigo e vai usar. Já eu me recuso a utilizar essa sua técnica de argumentação de mudar o foco do que foi falado, sugerindo que a outra pessoa falou uma coisa que ela NÃO disse. “Faz pior porque é cool”??? “Não seja exigente”??? Não sei se isso se aplica a você. A mim, certamente não. Não tem nada disso no meu texto, assim como nada lá sugere esta interpretação.

        Aliás, daria pra discorrer outros tantos parágrafos sobre esse tipo de argumento: “os consumidores da Apple não são exigentes e aceitam qualquer coisa”. Falar isso de uma empresa que lançou um something-phone tão inovador há 3 anos atrás que só agora começa a encontrar concorrentes à altura no mercado… Fico pensando qual seria o parâmetro de exigência dos demais consumidores…

        • andré

          Caro Marcelo,

          às vezes é bom voltar ao texto do post, pois a discussão começou por ele: “O sucesso do novo tablet da Apple NO MERCADO DE LIVROS ELETRÔNICOS será diretamente proporcional à sua capacidade de não irritar os olhos com a constante leitura na tela.”

          Ou seja, o tema do tópico é sobre o potencial do ipad como leitor de livros digitais. Discutir isso passa sim pelo tipo de tela (algo que deve ser considerado se alguém pensa em comprá-lo pensando, mesmo que não exclusivamente, mas principalmente, neste fim), e se você acha isso mimimi, talvez um pouco mais de gentileza em lidar com opiniões diversas da sua faça sua postura parecer menos mimi-mimada.

          Você diz que o iPad não é um e-book reader, mas boa parte do destaque que a apple dá ao seu novo aparelho é a função de leitura de e-books. Ou Jobs não quer entrar no (crescente) mercado de livros eletrônicos? Se além disso ele é video game, aparelho para acessar a web, mp10 player, cafeteira, forno de micro-ondas, e por tudo isso custa apenas algumas centenas de dólares, ótimo. De quebra, dá até para fazer uma leitura casual de um livro com essa oitava maravilha do mundo tecnológico, veja só.

          Mas, ao fazer sua “avaliação custo-benefício”, não esqueça de considerar que o kindle custa basicamente (nos EUA) metade do que custará um iPad. Se você pensa em comprar um iPad para ler livros, talvez a melhor opção seja mesmo investir num leitor de e-reader com tela e-ink. Convenhamos, “e daí que a tela seja melhor” não é irrelevante no MERCADO DE LIVROS ELETRÔNICOS.

          Cordialmente,

          • Marcelo Baltar

            E por falar em gentileza, que tal você também tê-la ao lidar com a minha opinião, caso ela seja diversa da sua? Não classifiquei ninguém de coisa alguma, como, por exemplo, “mimi-mado”. Atacar dessa maneira torna apenas feio e falso um “Cordialmente” no final do texto. Porque, obviamente, ser cordial passou longe dos planos de quem escreveu. O meu “mimimi” foi para a discussão “e-ink vs. tela do iPad”. Não conheço nem você nem o GRM177, como poderia chamar alguém de “mimi-mado” baseado em um comentário de blog? Não faço esse tipo de coisa.

            Também não sei porque meu comentário estaria destoante com o post. Não poderia discordar do iLex de vez em quando, apesar de ser fã dele e do blog? Sendo claro: eu entendo que a tecnologia da tela não será suficiente para ditar o sucesso ou não do iPad como leitor de livros. Acho que as pessoas irão comprá-lo por vários motivos e a facilidade da iBookstore disponível irá tornar o dispositivo um eBook reader bem sucedido. Aliás, já que esse é grande parte do destaque que a Apple dá ao aparelho, estou por entender porque a app do iBookstore não vem nativa. (isso NÃO é uma ironia)

            Novamente: não será a tela que irá “matar” o iPad como eBook reader. Essa é MINHA opinião e posso estar redondamente enganado. Daqui há alguns meses veremos. Aliás, grandes chances de nem essa discussão ter fim, porque n pessoas vão reclamar que seus olhos ficam irritados com a tela do iPad, e outras tantas irão dizer que não se importam em nada…

            Já levei em consideração o Kindle na minha avaliação custo-benefício. Ele só ganharia se eu fosse apenas ler livros. Aliás, nem assim, porque se não comprei um até hoje é porque não compraria nenhum dispositivo com a atual tecnologia e-ink, seja o Kindle ou o iPad, se fosse baseado nela.

            • andré

              enfim, se você achou o cordialmente falso, paciência. Não disse que você era mimimimado. Mas escrever num comentário “essa discussão já deu” e em outro “ficar falando em e-ink vs. tela de LCD do iPad é mimimi, sim” é uma POSTURA mimada.
              Para não aborrecer os outros leitores,
              sem mais,

            • Marcelo Baltar

              Tarde demais. Já o fizemos…

  • Diego

    O Livro ser bonito parece tão sem importância.

    Afinal faz um bom tempo já que eu não leio livros ilustrados…

  • MS-DOS

    Antes de mais nada … a Apple já aprovou esse aplicativo ?

  • Vinicius

    Acho bem difícil a Apple deixar esse aplicativo na AppStore!! Tudo bem q a Amazon tá botando pressão, pra depois ficar feio se a aplicação não for autorizada. Se bem q Steve Jobs tem cara de pau suficiente pra fazer e falar qualquer coisa!

  • Acredito eu que a Amazom está jogando pela sua própria sobrevivência.

    Esse belo visual do aplicativo é sem dúvidas uma tentativa de se manter presente após o lançamento dos iBooks da Apple, mas ao mesmo tempo é uma prévia do que será o novo Kindle, ou seja, o aplicativo está MUITO bonito e apresenta melhoras incríveis, mas é essa a forma dela se manter legítima até o lançamento do seu novo Kindle.

  • Nat

    Eu adoro ler livros mas desde q coloquei o stanza no meu iPhone, eu leio nele. Eh mto + fácil q levar o livro inteiro. E não me incomodo com a tela. Já passei o dia inteiro lendo nele em viagens e não cansei… P/ qm trabalha o dia td lendo no computdor, o brilho dessa tela não eh nda.

    • Misantropus

      Eu também. Concordo integralmente.

  • Dinnosan

    Também leio no Stanza, e só cansa a vista quando estamos no escuro, fora disso, leitura normal.

  • Marcelo Baltar

    Uma boa dica (acho que já conhecida pela maioria) para quem lê no iPhone ou no computador é colocar o fundo escuro com letras claras. Fica mais confortável.

  • Joao

    Mais um motivo para comprar um iPad , pena que o preco deve ser caro …
    E nessas horas que gostaria de estar no EUA ou Canada ou Europa , pena que pra i e bem caro tambem …buabuabuabua