Notícias

Justiça volta atrás em sua decisão de proibir exclusividade do iPhone na França

No final de 2008, uma decisão judicial proibiu a Apple de oferecer na França a exclusividade de venda do iPhone a apenas uma operadora, coisa que não tinha acontecido em nenhum outro país antes. Agora, depois de rever a decisão, a justiça francesa resolveu voltar atrás, dizendo que não há argumentos suficientes para proibir acordos entre quem fabrica e quem vende.

Com isso, a operadora Orange poderá voltar a ter a exclusividade de vendas do aparelho (e até mesmo a versão 3G do iPad) no país. Mas será que agora é isso que a Apple quer?

A França se tornou um dos maiores vendedores de iPhone no mundo depois que a exclusividade caiu, atingindo a impressionante marca de 40% dos clientes de celular possuírem o telefone da Apple. Em Paris, por exemplo, é possível brincar de contar quantos iPhones são vistos no metrô ou na rua quando se passeia pela cidade.

Aliado ao fato de que a Apple já começou a mudar sua política em outros países, como a Inglaterra, é bastante improvável que ela volte ao seu modelo inicial (e limitado) de vendas.

A justiça desta vez tardou e falhou.

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados