Curiosidades

Para Vivo, Firefox não é compatível com HTML

É, pelo menos foi essa a resposta que o departamento de Atendimento ao Cliente da companhia deu ao Fernando Caprio, do blog Geek42.org.

O blogueiro declara que resolveu escrever para a operadora depois de tentar acessar com o navegador Firefox a parte reservada aos clientes no site, sem sucesso. Ele não conseguiu obter sua senha de cliente via SMS e nem visualizar as faturas dos meses precedentes.

Veja a resposta que ele recebeu:

“Prezado (a) Sr (a) Fernando, bom dia!

Em atenção ao seu e-mail, informamos que nosso site é desenvolvido em uma base de banco de dados MSDEtoda a programação é realizada em arquivos com extensão HTMLPortanto o Firefox é um programa incompatível a essa extensão.

Nuóssa!
Será possível uma resposta dessas? 

Independente da resposta absurda, o fato da Vivo usar exclusivamente tecnologia proprietária da Microsoft dificulta a vida de todos os clientes que usam Mac, Linux e até mesmo o próprio iPhone, visto que este utiliza o Safari como navegador. E como ela é justamente uma das distribuidoras oficiais do telefone da Apple, isso é bastante preocupante.

A Microsoft (MS) há muito tempo domina o setor de sistemas operacionais, estando presente hoje em mais de 90% dos computadores no mundo. Devido à essa posição muito privilegiada, ela se dá ao luxo de desenvolver tecnologias proprietáias que só são compatíveis com ela mesma. Até mesmo na internet, que deveria disponibilizar acesso a todo tipo de sistema.

O problema é que o mundo hoje caminha em outra direção, a do código aberto e padronização das tecnologias. Quem não adota este paradigma perde espaço e clientes. Isto é tão verdade que parece que a própria MS já percebeu isto, baseado em algumas mudanças que ela está anunciando em seus produtos.

Ou seja, programar ainda no padrão MS é ir contra o rumo da tecnologia atual, além de obrigar seus clientes a usar apenas um sistema operacional, que ainda por cima é comercial.

A operadora francesa Orange, por exemplo, está mudando toda a sua estrutura interna para deixar seu serviço de TV por telefonia compatível com o iPhone. É isso que se espera de uma operadora, comprometimento com o produto que vende. E respeito ao cliente.

Visto que o pessoal da Vivo (e seus advogados também) são leitores assíduos do nosso Blog, quem sabe esta situação não mude e com o tempo o site torne-se acessível a todos os seus clientes. Afinal, eles já nos ouviram uma vez… 🙂

[dica do crisdiasweblog]

Tags
Mostrar mais

iLex

Robô virtual que tem como missão organizar o site e ajudar leitores. De tempos em tempos ele desvirtua e tenta fazer outras coisas, mas nada que um hard reset não resolva.

Artigos Relacionados